A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MAIO 68. Ecos de um Maio 1968 – 2008 A recepção dos acontecimentos na imprensa portuguesa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MAIO 68. Ecos de um Maio 1968 – 2008 A recepção dos acontecimentos na imprensa portuguesa."— Transcrição da apresentação:

1 MAIO 68

2 Ecos de um Maio 1968 – 2008 A recepção dos acontecimentos na imprensa portuguesa

3 Os limites do corpus Os jornais e periódicos analisados: Números pontuais: Jornal de Notícias ( JN); Expresso; Jornal de Letras, Artes e Ideias (JL) Diário de Notícias ( DN ) O Comércio do Porto ( C P )

4 A curva temporal dos ecos

5 O Boom de 2008

6 Sites Consultados: nDetail_VPage&pid= 2TYRYDKUU22I jpn.icicom.up.pt maio_de_68_uma_vontade_de_mu.mdi blasfemias.net maio-de-2008.mdi ww1.rtp.pt-noticias-index.mdi Filmes: Conferências: OS DIAS DE MAIO (William Klein) A BIENTÔT JESPÈRE (Chris Marker) OS SONHADORES (Bernardo Bertolucci) OS AMANTES REGULARES (Philippe Garrel) CLASSE DE LUTTE (Medvekine de Besançon) MORRER AOS TRINTA ANOS (Romain Goupil) GREVE OCUPAÇÃO (Marin Karmitz) UN FILM COMME LES AUTRES (Jean-Luc Godard) Maio 68 e Portugal? Exposição de cartazes: Reproduções e originais

7 Tipologia geral dos artigos Em 1968 Artigos diários, factuais e pormenorizados: Atingiram certa violência os choques entre estudantes e a força da ordem em pleno centro de Paris ( CP, 7 de Maio) Uma noite sem igual: Violência em Paris. Táctica de Guerrilhas nas Manifestações estudantis (…) Às 2h20m os manifestantes resistem aos polícias que os atacam num largo a uns 30 m da estação do Luxemburgo. Os depósitos de gasolina de 6 automóveis arderam (…) ( DN, 12 de Maio) Acontecimentos não contextualizados e não relacionados: Não são estabelecidas relações com outras revoltas juvenis, designadamente nos campus americanos em protesto contra a Guerra do Vietname e muito menos com a crise académica em Portugal em 1962) Divulgações inesperadas no contexto português: Ontem ao som da «Internacional» e sob bandeiras vermelhas e negras – Greve Geral –Centena de milhares (…) Muito aplaudido, Cohn-Bendit, chefe dos estudantes ultras, improvisou um discurso em que explicou as razões da acção empreendida:«Isto apenas começa…A luta continuará com outras barricadas, se for necessário…Estamos em guerra com o regime capitalista ( DN, 14 de Maio)

8 Tipologia geral dos artigos E depois… Continua a cronologia dos factos: Em 1978, alguns (poucos) artigos de efeméride sem quaisquer referências Alguma ironia: Maio 68: Quando a França se aborrece… Esse espírito anti autoritário ( de que os cartazes e palavras de ordem são, ainda hoje, a face mais visível, apesar de excessivamente redutora) é talvez o legado essencial de Maio, ainda que os seus protagonistas tenham acabado depois, como Rimbaud, a vender escravos na Etiópia ( DN, 3 de Maio 1998) JL: Dossier sobre Maio de 68 ( 31/5/1988): Reflexão sobre o impacto na sociedade francesa e portuguesa, incluindo uma entrevista ao Professor António José Saraiva, testemunha em Paris dos acontecimentos e autor de Maio de 68 e a Crise da Civilização Burguesa. Relações (in)esperadas: No DN de 15 de Maio 1978 em vez da efeméride da década anterior, o seguinte título de notícia: Em Paris – Mulheres saqueiam livraria feminina; No mesmo jornal, em 1998: A toxidependência e o Maio de 68: O grande surto da expansão da droga ( a peste negra, como então passou a ser designada) entre os povos europeus ocorreu precisamente há 30 anos, impulsionado pelo chamado Maio 68 ( JN, 2 Maio 1998)

9 Contra o Mundo sem sonho, sem poesia o Maio se fez… o Maio se desfez E passados 40 anos …continuará a chegar?

10 FLUP|Ecos de um Maio Trabalho realizado no âmbito da cadeira de Relações culturais luso –francesas,pelos seguintes alunos: Albina Leão /Ana Isabel Coelho/ André Teixeira Marques/ Bruna Stéphanie Ribeiro / Cátia Sofia Fernandes /Cecília Barros /Cristelle Seabra / Hugo Silva /Íria Martins / Isabel Martins /Marta Lusquinhos/Márcio Cardoso Natália Cova / Paulo Galante /Rosalina Diz /Tiago Teixeira (Pesquisa orientada pela Profª Doutora Ana Paula Coutinho)


Carregar ppt "MAIO 68. Ecos de um Maio 1968 – 2008 A recepção dos acontecimentos na imprensa portuguesa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google