A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 1 Maratonas de Programação e outros Desafios Lúdicos baseados em computador: o seu papel no ensino.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 1 Maratonas de Programação e outros Desafios Lúdicos baseados em computador: o seu papel no ensino."— Transcrição da apresentação:

1 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 1 Maratonas de Programação e outros Desafios Lúdicos baseados em computador: o seu papel no ensino Pedro Rangel Henriques gEPL D.Informática / U.Minho

2 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 2 Motivação Do Dicionário de Jogos*: A actividade lúdica do homem começou muito cedo, em obediência ao instinto de brincar que se verifica em todos os animais superiores e que no homem se aperfeicoou e complicou com o contributo da razão, criando o Jogo propriamente dito, em que a Competição, a luta pelo predominio físico ou mental, desempenha papel preponderante... *Editora Inova, Porto, Dez, 1973

3 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 3 Motivação e mais à frente: A que brincarão as crianças no ano 2000? Ninguém sabe. Talvez muito simplesmente, às bonecas, como reacção contra a excessiva engenhosidade, a sucato e os robôs do nosso tempo...

4 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 4 Objectivo Explicar a ideia subjacente aos Concursos de Programação (e outras actividades lúdicas similares) e o seu papel na formação para angariar entusiastas e participantes...

5 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 5 Plano da Comunicação n Os concursos (maratonas) de programação u internacionais u nacionais n Génese do CeNPL e da MIUP u história u motivações, objectivos n Importância geral e no ensino n Outros jogos suportados pelo computador

6 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 6 Os concursos/maratonas de programação Concursos cujo desafio é: Dados um conjunto de problemas de elevada complexidade e um tempo fixo, Resolver correctamente por computador ( programar ) o maior número de problemas possível.

7 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 7 Os concursos/maratonas de programação Tipicamente, u Jogo de equipe (2/3 concorrentes) u 5horas, 9 problemas u Linguagem (Imperativa) à escolha u o Código não é analisado u o Resultado produzido para cada um de uma bateria de testes é comparado com o resultado esperado u a equipe é informada da Avaliação (aceite / rejeitado)

8 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 8 Os concursos/maratonas de programação Tipicamente, u o enunciado é bem estruturado e cuidadosamente escrito Preâmbulo (contexto) Problema Input (dados / formato) Output (resultados / formato) Exemplos (Sample Input + Output)

9 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 9 Os concursos (maratonas) de programação Internacionais: u Olimpíadas da Informática (IOI) u ACM Int. Collegiate Programming Contest (ICPC) Regional Contests World Finals F SWERC, SouthWestern Europe Regional Contest u ICFP Programming Contest (Int. Conf. on Functional Programming)

10 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 10 Os concursos (maratonas) de programação Nacionais: u MIUP, Maratona Inter-Universitária de Programação u CeNPL, Concurso/encontro Nacional de Programação Lógica

11 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 11 Os concursos (maratonas) de programação Outros: u eXtreme-Programming, usando linguagens de scripting (Perl, Python, etc.) F O mais rápido F O mais curto F O mais ilegível (mais truques)

12 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 12 Plano da Comunicação n Os concursos (maratonas) de programação u internacionais u nacionais n Génese do CeNPL e da MIUP u história u motivações, objectivos n Importância geral e no ensino n Outros jogos suportados pelo computador

13 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 13 Génese e Evolução do CeNPL n CeNPL98 – U.Aveiro n CeNPL99 – U.Nova de Lisboa n CeNPL00 – U.Minho n CeNPL01 – U.Beira Interior n CeNPL02 – U.Coimbra n CeNPL03 – U.Évora n CeNPL04 – U.T.Lisboa / IST

14 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 14 Génese do CeNPL Motivação u Entusiasmo pela programação declarativa em Prolog: F Clareza F Simplicidade F Potencialidade F Rapidez de Prototipagem

15 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 15 Génese do CeNPL Objectivos: u Divulgar a Programação Lógica u Incentivar boas práticas em Prolog u Permitir a análise dos programas submetidos

16 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 16 Génese e Evolução da MIUP n MIUP01 – U.Porto (FC+FEUP) n MIUP02 – U.Lisboa (FC) n MIUP03 – U.Minho (DI/DSI) n MIUP04 – U.Nova de Lisboa (FCT)

17 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 17 Génese do CeNPL e da MIUP Motivação e Objectivos: u Preparar / treinar as equipes das universidades portuguesas para terem bom desempenho na SWERC u Eventualmente, seleccionar as concorrentes ao SWERC… u Colmatar uma deficiência de formação de base

18 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 18 Plano da Comunicação n Os concursos (maratonas) de programação u internacionais u nacionais n Génese do CeNPL e da MIUP u história u motivações, objectivos n Importância geral e no ensino n Outros jogos suportados pelo computador

19 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 19 Importância dos Concursos Importância geral: u Ginastica o raciocínio (abstracto/simbólico versus numérico) u Aguça a imaginação/engenho u Desenvolve o espírito de equipe e a capacidade de gestão dos recursos: F Tempo F Meios/espaço F Destreza/habilidade individual u Apura a estratégia

20 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 20 Importância dos Concursos No Ensino da Programação aumenta muito os conhecimentos sobre : u Linguagens de Programação u Algoritmos (I/O e específicos) u Estruturas de Dados

21 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 21 Importância dos Jogos Citando Robert Fulgham: Tudo o que hoje sou e sei aprendi brincando num monte de areia no meu Jardim de Infância…

22 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 22 Plano da Comunicação n Os concursos (maratonas) de programação u internacionais u nacionais n Génese do CeNPL e da MIUP u história u motivações, objectivos n Importância geral e no ensino n Outros jogos suportados pelo computador

23 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 23 Outros Jogos JOGO = * uma espécie de convenção, em que a aptidão, o puro acaso, ou o acaso misturado com a aptidão, determina a perda ou o ganho, estipulados nessa convenção, entre 1, 2 ou mais participantes *Enciclopédia Francesa de 1729

24 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 24 Outros Jogos JOGO = *....chamam-se jogos de destreza, aqueles em que o acontecimento feliz é resultante da inteligência, da experiência, do exercício, da compenetração, em resumo, de algumas qualidades adquiridas ou naturais do corpo ou mente do jogador. *Enciclopédia Francesa de 1729

25 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 25 Outros Jogos Classificação dos JOGOS*: u Jogos de Destreza (ex: bilhar, micado) u Jogos de Cartas (ex: bridge, canasta) u Jogos de Combinação (ex: dominó, puzzle) u Jogos Educativos (ex: bonecas, papel dobrado/recortado) u Jogos de Azar (ex: bacará, roleta) *Dicionário dos Jogos, Editora Inova

26 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 26 Outros Jogos Classificação dos JOGOS*: u Recreações Matemáticas (ex: caracol trepador) u Jogos Físico-Químicos (ex: copos musicais, equilibrio) u Jogos de Sociedade (ex: adivinhas, provérbios, barquinha) u Sortes, Prendas e Penitências (ex: prendinhas do sr. abade) *Dicionário dos Jogos, Editora Inova

27 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 27 Outros Jogos (educativos) assumem particular interesse: u Paciências (solitários) F cartas, tabuleiros, labirintos,... u Desafios Lógicos, Observação, Cultura (livros de passatempos) F Enigmas/mistérios F Testes de Lógica (Cenários e Restrições) F Diferenças e Formas Geométricas u Charadas, Jogos de Palavras F Palavras-Cruzadas, Cruzadex, Cripto-Cruzada, Sopa-de-Letras

28 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 28 Outros jogos o papel do computador O computador deu aos jogos um novo suporte: u Capacidade de Cálculo e de Exploração de Espaços de Hipóteses u Gráficos 2,3-D (imagens e animação) u Som u Realidade Virtual u Comunicação / Ligação em Rede (Internet) permitindo: u Recriar jogos existentes (cartas, tabuleiro,etc.) u Criar novos jogos (para além dos Desafios de Programação)

29 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 29 Outros jogos o papel do computador...resultando u maior disponibilidade / acessibilidade u maior atracção u maior partilha (distribuição geográfica) aumentado a u Imaginação u Comunicação

30 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 30 Outros jogos (creativos) suportados pelo computador Além da gama infindável de jogos de destreza manual, acção e mistério: n Jogos educativos, infantis e não só, (desenho, matemática, línguas, enciclopédias, etc…) n Mud e Moo n Web-paper

31 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 31 Conclusão Foi objectivo desta comunicação: n Defender a importância das actividades lúdicas, na formação geral e informática; n Ilustrar as possibilidades abertas pelo computador para suporte aos Jogos; n Desafiar os alunos da UBI a participarem...

32 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 32 Moral da história e porque a vida é um jogo que para se vencer requer: u conhecimento, u imaginação, u astúcia, u estratégia, u e atenção constante

33 02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 33 Moral da história não deixe nunca de aceitar o desafio e não pare de jogar


Carregar ppt "02 de Março de 2004 Palestra na UBI/Covilhã (PRH/gEPL) 1 Maratonas de Programação e outros Desafios Lúdicos baseados em computador: o seu papel no ensino."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google