A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Adolpho Luiz Antonio Carlos Correia Maxwell Miranda Valdemar Bezerra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Adolpho Luiz Antonio Carlos Correia Maxwell Miranda Valdemar Bezerra."— Transcrição da apresentação:

1 Adolpho Luiz Antonio Carlos Correia Maxwell Miranda Valdemar Bezerra

2 Agenda Alta disponibilidade (Cluster e NLB) Virtualização e Consolidação Serviços de terminal Servidores de atualização WSUS Colaboração com o Sharepoint Services (DEMO) Windows Rights Management Services (RMS)

3 Visão geral de alta disponibilidade Alta disponibilidade é um estado: O objetivo de um sistema de alta disponibilidade é prover continuidade de uso das aplicações e dados criticos. O objetivo de um sistema de alta disponibilidade é prover continuidade de uso das aplicações e dados criticos. Tolerância a falhas Confiabilidade Escalabilidade Tolerância a falhas Confiabilidade Escalabilidade Alta disponobilidade está estreitamente ligado a:

4 Causas comuns de parada (Downtime) Usuários/ Aplicações Sobrecarga Falha de hardware Falha de link Disastres naturais Dados corrompidos Ataques Maliciosos

5 Cluster tolerante a falhas Servidores em Cluster Clientes Servidor Virtual Rede Heartbeat Matriz de discos compartilhados Rede Privada

6 Entendendo o NLB O cliente envia uma requisição para o endereço virtual do cluster NLB A switch vai ter o mapeamento do MAC virtual do NLB O pacote é propagado para todos nós do cluster NLB Neste momento cada nó é responsável por calcular e determinar quem deverá responder à requisição

7 Cluster X NLB Network Load Balancing Finalidade: Balanceamento de tráfego de IP (Web, Proxy, Windows Media, etc.) Ex: Network Load Balancing Cluster Service Finalidade: Fail-over para a aplicação durante interrupções planejadas ou não Ex: Exchange (Correio), SQL Server

8 Virtual Server Migracao de aplicações legadas Testes e desenvolvimento Consolidação de Servidores Recuperação de desastres

9 Microsoft Virtual Server 2005 R2 HOST Roda no Windows Server 2003 Oferece uma rápida distribuição de servidores Consolida vários servidores numa unica maquina física Totalmente gratuito GUEST

10 Arquitetura do Virtual Server x86/x64 server x86/x64 server Até 32 CPUs Até 64 GB RAM Virtual Server otimizado para Windows Server 2003 Enterprise Edition (<8P/64GB)

11 Arquitetura do Virtual Server x86/x64 server x86/x64 server (32-bit or 64-bit) Roda em Windows Server bit and 64-bit

12 Arquitetura do Virtual Server x86/x64 server x86/x64 server (32-bit or 64-bit) R2 Infraestrurura de virtualização –Monitor VM –Gerenciamento e Alocação dinâmica de recursos –Suporte a Multiple-threaded

13 Arquitetura do Virtual Server x86/x64 server x86/x64 server Virtual H/W (32-bit or 64-bit) R2 Não é necessária a instalação de drivers de dispositivo nos sistemas operacionais guest

14 Arquitetura do Virtual Server Application Guest OS x86/x64 server x86/x64 server Virtual H/W (32-bit or 64-bit) R2 Sistema operacional Guest: –Roda a maioria dos sitemas operacionais x86 –3.6 GB RAM –4 NICs

15 Alocação dinâmica de recursos

16 Suporte a Cluster Guest to Guest

17 Suporte a Cluster Guest to Guest Cluster storage iSCSI connection

18 Suporte a Cluster Host to HostGuest to Guest Cluster storage iSCSI connection Cluster storage iSCSI connection

19 Conceitos de Terminal Services Ambiente convencional Cliente/Servidor Ambiente de Desktop Remoto – Baseado em Servidor

20

21 Conceitos de Terminal Services TerminalServer RDPProtocol Remote Desktop Client Client

22 WSUS

23 O que é o Windows Server Update Services? Atualizações Automáticas Servidor executando Windows Server Update Services Atualizações Automáticas LAN Site Microsoft Update Internet Clientes de teste

24 Colocar telas de gerencia do WSUS

25 O Departament de Justiça dos E.U.A estimou o roubo de propriedade intelectual nas empresas em $250 bilhões em 2004 Perda de rendimentos, capitalização de mercado e vantagens competitivas Perder Informação é caro s de executivos perdidos podem ser desastrosos O repasse de informação errada pode impactar na imagem e/ou credibilidade da empresa Finanças Imagem & Credibilidade

26 Perda de Informação é uma das principais preocupações dos tomadores de decisão 0%10%20%30%40%50%60%70% Perda de recursos digitais, restauração piracy Compromentimento de Senhas Perda de dispositivos Móveis Não Intencional repasse de s 20% 22% 35% 36% 63%Infecções por Vírus

27 Soluções tradicionais protegem o acesso inicial… Perímetro do Controle de Acesso Não SIM Rede Confiável Usuários Autorizados Usuáriow Não Autorizado Perda de Informação Usuários não Autorizados …mas não seu uso interno

28 Funcionalidades para o usuário Reduz o repasse interno/externo de informação confidencial Mantêm s sigilosos no seu lugar Outlook 2003 Controle de acesso sensível ao contexto Permissão refinada por usuário Determine o nível de acesso Word 2003 Excel 2003 PowerPoint 2003 Não Repasse s Proteção Sensível à arquivos

29

30

31

32

33

34

35

36

37 O RMS não protege ataques analógicos…

38 Dúvidas?


Carregar ppt "Adolpho Luiz Antonio Carlos Correia Maxwell Miranda Valdemar Bezerra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google