A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Virtualização e Criação de uma rede Virtual utilizando Virtual Box Professor: João Paulo de Brito Gonçalves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Virtualização e Criação de uma rede Virtual utilizando Virtual Box Professor: João Paulo de Brito Gonçalves."— Transcrição da apresentação:

1 Virtualização e Criação de uma rede Virtual utilizando Virtual Box Professor: João Paulo de Brito Gonçalves

2 2 Anatomia de uma máquina virtual Cada máquina virtual é um sistema completo encapsulado em um conjunto de arquivos de software Servidor físico ESX Server Máquinas virtuais Aplicativo sem modificações Sistema operacional sem modificações Hardware virtual

3 3 Anatomia de uma máquina virtual A máquina virtual é como um servidor mas, no lugar da eletrônica, existe um conjunto de arquivos de software. Cada máquina virtual representa um sistema completo, com processadores, memória, conexão em rede, armazenamento e BIOS. A máquina virtual executa sistemas operacionais e aplicativos exatamente da mesma forma que um servidor físico. A migração de servidores torna-se semelhante à migração de dados. ESX Server

4 4 Anatomia de uma máquina virtual ESX Server Rede Ethernet Fibre Channel Interconexão StorageComputer Camada de Software Camada de Hardware Quebra a ligação entre Software e Hardware

5 5 Principais recursos da virtualização Independência de hardware Execução de uma máquina virtual em qualquer servidor sem modificações Particionamento Execução simultânea de várias máquinas virtuais em um único servidor físico Isolamento Cada máquina virtual é isolada das demais no mesmo servidor Encapsulamento As máquinas virtuais encapsulam sistemas inteiros (configuração de hardware, sistema operacional, aplicativos) em arquivos ……… …... …… ……… …... …… ……… …... ……

6 6 A virtualização como multiplicadora de recursos Servidor de 4 vias Memória de 6 GB Execução de até 32 máquinas virtuais Alocação de até 12 GB de memória para as máquinas virtuais FísicoVirtualizado Todos os recursos físicos são compartilhados pelas máquinas virtuais, gerando um efeito multiplicador de recursos 2 HDs (emparelhados) 2 NICs (emparelhados) Criação e alocação de até 32 discos virtuais Criação e alocação de até 16 NICs virtuais FísicoVirtualizado

7 7 Consolidação de servidores, storage e rede servidores 200 racks cabos de rede 400 cabos de alimentação 50 servidores 10 racks 300 cabos de rede 20 cabos de alimentação Redução de 70% a 80% em espaço físico, racks, cabos, energia, refrigeração Exemplo de cliente: AntesDepois

8 8 Windows Server 2003 Standard, Enterprise, Web Editions e Small Business Server Windows 2000 Server e Advanced Server Windows NT: 4.0 Server Windows XP Professional Red Hat Linux 7.2, 7.3, 8.0 e 9.0 Red Hat Enterprise Linux 2.1 e 3 Solaris 10 (em x86) SUSE Linux 8.2, 9.0 e 9.1 SUSE Linux Enterprise Server 8 Novell NetWare 5.1, 6.0 e 6.5 FreeBSD 4.9 Suporte a sistemas operacionais heterogêneos Liberdade para escolher o sistema operacional mais adequado a qualquer aplicativo

9 9 Protegendo dados e sistemas com o VMware Infrastructure As máquinas virtuais armazenam o estado do sistema e dos dados Todo o sistema encapsulado em arquivos: configuração de hardware, sistema operacional, aplicativos e dados Servidor físico.vdi.vmx.vmdk Máquina virtual Impacto Os sistemas são dados Proteção do sistema usando os mesmos processos e ferramentas que protegem os dados As máquinas virtuais são a forma mais simples e portátil de armazenar o sistema

10 10 Facilidade de Back-ups com Máquinas Virtuais O que é? Backup centralizado sem agente para máquinas virtuais Transferência do backup para fora da máquina virtual Eliminação do tráfego de backup na rede local Pré-integrado aos principais produtos de backup de terceiros Impacto para o cliente Realização do backup no meio do dia O backup centralizado em nível de arquivo permite a proteção de dados simples e confiável MOVIMENTADOR DE DADOS CENTRALIZADO PROXY DE BACKUP DISCO DE BACKUP

11 11 Exemplos de Virtualizadores -Virtual Box -http://www.virtualbox.orghttp://www.virtualbox.org - VmWare -www.vmware.comwww.vmware.com - Qemu -www.qemu.orgwww.qemu.org - Virtual PC

12 12 Virtual Box Virtual Box é uma família de produtos de virtualização poderosos tanto para usuários domésticos quanto empresariais. Hoje em dia, Virtual Box funciona em Windows, Linux, Mac OS e Open Solaris e suporta um vasto número de sistemas operacionais a serem virtualizados. Virtual Box é desenvolvido pela Sun Microsystems e possui um grande número de desenvolvedores voluntários que auxiliam no seu desenvolvimento. Ele destaca-se como virtualizador por ter uma interface de simples configuração para a criação de máquinas virtuais.

13 13 Virtual Box

14 14 Criação de Máquinas Virtuais no Virtual Box

15 15 Escolha do Nome do Arquivo da Máquina Virtual

16 16 Configuração da quantidade de memória

17 17 Criação de do arquivo para simular o HD virtual

18 18 Criação de do arquivo para simular o HD virtual

19 19 Criação de do arquivo para simular o HD virtual

20 20 Criação de do arquivo para simular o HD virtual

21 21 Formas de Configuração de rede no Virtual Box Não-conectado NAT Placa de Rede em Modo Ponte(Bridge) Placa de Rede Exclusiva do Hospedeiro Rede Interna

22 22 Não-conectado Nesta forma de configuração é como se a máquina virtual não estivesse conectada a nenhum cabo de rede, ou seja, sem conectividade. Neste modo, o sistema reporta que existe uma placa de rede conectada à máquina virtual, mas não existe conexão, como se o cabo não estivesse conectado à placa.

23 23 NAT Usando NAT(Network Address Translation), a máquina consegue acessar a Internet através da conexão que a máquina real possui. Nesta configuração, a máquina virtual recebe um endereço IP por padrão que a permite acessar a rede normalmente, mas não permite que a máquina real acesse a máquina virtual. Entretanto, via NAT, a máquina virtual consegue acessar a máquina real. É adequado para situações onde se quer que a máquina virtual acesse a Internet, mas não é preciso que outra máquina a acesse.

24 24 NAT

25 25 NAT

26 26 NAT

27 27 Placa em Modo Bridge -Esta configuração é adequada quando se precisa acessar a Internet e ao mesmo ter acesso a outras máquinas e permitir que outras máquinas acessem a máquina virtual - Para esta configuração é necessário criar uma interface virtual e depois fazer uma ponte entre sua interface de rede real e sua interface de rede virtual. Este processo, que era feito manualmente pelo usuário, hoje em dia é feito de forma automática pelo VirtualBox. - Após isto, é necessário configurar um endereço IP da rede da máquina hospedeira na máquina virtual. - Com isso, a máquina virtual passa a fazer parte da rede onde a máquina real está inserida.

28 28 Placa em Modo Bridge

29 29 Placa em Modo Bridge

30 30 Placa em Modo Bridge

31 31 Placa em Modo Bridge

32 32 Rede Interna Esta configuração é a ideal em casos onde é necessário montar uma rede com várias máquinas que acessam umas às outras mas não necessariamente precisem ter acesso à Internet. Desta forma, é possível atribuir endereços da faixa X por exemplo, e configurar uma rede local virtual dentro de uma máquina hospedeira. As máquinas ao usarem este modo de conexão não conseguem acessar nenhuma outra máquina fora as que estão na rede interna virtualizada.

33 33 Rede Interna

34 34 Rede Interna

35 35 Rede Interna

36 36 Placa de Rede Exclusiva do Hospedeiro O modo Placa de Rede exclusivo do Hospedeiro, foi criado na versão 2.2 do VirtualBox. Ele pode ser considerado como um híbrido entre os modos de Rede Interna e Placa em Modo Bridge. Assim como no modo Placa em Modo Bridge, as máquinas podem se comunicar umas com as outras e com a máquina hospedeira como se elas estivessem conectadas por um switch físico e assim como no modo Rede Interna, não é necessária a presença de uma interface de rede existente no hospedeiro para as máquinas virtuais, já que as máquinas virtuais não possuem a habilidade de se comunicarem com a rede externa. Desta forma, quando este modo é usado, o VirtualBox cria uma nova interface de rede ao lado das conexões existentes, semelhante à uma interface de loopback.


Carregar ppt "Virtualização e Criação de uma rede Virtual utilizando Virtual Box Professor: João Paulo de Brito Gonçalves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google