A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Romantismo em Portugal Situação Política. Pré – Romantismo Revolução Liberal – 1820 D. João VI – Regresso em 1822 1ª Constituição Portuguesa - 1822 (Carta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Romantismo em Portugal Situação Política. Pré – Romantismo Revolução Liberal – 1820 D. João VI – Regresso em 1822 1ª Constituição Portuguesa - 1822 (Carta."— Transcrição da apresentação:

1 Romantismo em Portugal Situação Política

2 Pré – Romantismo Revolução Liberal – 1820 D. João VI – Regresso em ª Constituição Portuguesa (Carta Constitucional) institui: –A Monarquia Constitucional ou Liberal –Os princípios iluministas: Separação dos poderes; Liberdade, direitos e garantias para os cidadãos; Soberania da nação. Independência do Brasil: D. Pedro – 1º Imperador (7 de Setembro de 1822) 1826 – Morte de D. João VI Regência do Reino – D. Isabel Maria (filha)

3 Sucessão ao Trono: D. Pedro IV ( I do Brasil) vs. D. Miguel Liberalismo vs. Absolutismo D. Pedro sobe ao trono, abdica em função da filha, D. Maria da Glória, e regressa ao Brasil. Tendo a filha 7 anos, D. Miguel é nomeado Regente. D. Miguel restaura o Absolutismo, excepto na Ilha Terceira.

4 1831 – D. Pedro abdica do trono do Brasil e, com o apoio de Londres, desembarca no Mindelo. Guerra Civil – – D. Miguel assina a Convenção de Évora-Monte Fim da Guerra Garrett nomeado cônsul-geral em Bruxelas, onde estuda Goethe e a Literatura alemã.


Carregar ppt "Romantismo em Portugal Situação Política. Pré – Romantismo Revolução Liberal – 1820 D. João VI – Regresso em 1822 1ª Constituição Portuguesa - 1822 (Carta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google