A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Dessacralização do Mundo e a Perda do Sentido Trabalho realizado por Inês Arnaud Nº15 10ºC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Dessacralização do Mundo e a Perda do Sentido Trabalho realizado por Inês Arnaud Nº15 10ºC."— Transcrição da apresentação:

1 A Dessacralização do Mundo e a Perda do Sentido Trabalho realizado por Inês Arnaud Nº15 10ºC

2 No tempo de Octávio Augusto nasceu, em Belém, Jesus Cristo. Por volta dos 30 anos de idade, Cristo começou a pregar por toda a Palestina, propondo uma nova religião baseada na existência de um Deus único.

3 A mensagem desta nova religião foi levada pelo mundo através dos apóstolos de Cristo. O Cristianismo cresceu a olhos vistos, com o passar dos séculos, o fiéis multiplicaram-se, construíram-se inúmeras igrejas, os donativos cresceram.

4

5 Cristianização

6 O poderio da Igreja Católica atingiu o seu apogeu na Idade Média, com a Inquisição. O mundo era regido segundo DEUS Teocentrismo

7 Renascimento Desenvolvimento das ciências e da maneira de pensar. A Ciência vai dar resposta às indagações do homem. A Igreja não evolui.

8 Ciência Igreja

9 Perda do Sentido (?) Esta constante dessacralização pode ser apenas evolução, e não um problema. No entanto, pode vir acompanhada daquilo a que muitos chamam a perda do sentido. No entanto, o Homem continua a sua busca pelo transcendente.

10 Perda do Sentido (?) O que anteriormente era belo e especial foi desvalorizado. Cresceu a violência, o cinismo, a descrença e o medo. A Igreja é descrita como a moral da sociedade.

11 Assim, cada pessoa vai adoptar uma posição relativa à existência de Deus, segundo as suas crenças e educação: Teísmo Teísmo: afirma a existência de Deus; trata-se de um Deus perfeito, único e transcendente, criador e conservador do Universo. Deus governa o mundo. Deísmo: Deísmo: afirma-se a existÊncia de Deus, mas à mergem da revelação, dos dogmas, dos milagres ou da relação pessoal; Deus criou o mundo, mas não o conserva. É o Deus dos filósofos, da religião racional. Ateísmo: Ateísmo: nega a existência de Deus e de uma realidade de existência divina. Agnosticismo: Agnosticismo: posição filosófica segundo a qual não é possível ao ser humano saber se Deus existe ou não, nem aceder ao conhecimento da sua essência. Fideísmo: Fideísmo: só se pode aceder através da fé à existência e à essência de Deus. Panteísmo: Panteísmo: posição segundo a qual Deus e o mundo são a mesma realidade. Esta perspectiva nega a existência de qualquer realidade transcendente.

12 Bibliografia Google – pesquisa de imagens História 7 – Areal editores História oitavo ano – Areal editores Wikipédia


Carregar ppt "A Dessacralização do Mundo e a Perda do Sentido Trabalho realizado por Inês Arnaud Nº15 10ºC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google