A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vitória/ES, 28 de dezembro de 2005 Lucas Izoton Vieira INDÚSTRIA CAPIXABA BALANÇO 2005 PERSPECTIVA 2006.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vitória/ES, 28 de dezembro de 2005 Lucas Izoton Vieira INDÚSTRIA CAPIXABA BALANÇO 2005 PERSPECTIVA 2006."— Transcrição da apresentação:

1 Vitória/ES, 28 de dezembro de 2005 Lucas Izoton Vieira INDÚSTRIA CAPIXABA BALANÇO 2005 PERSPECTIVA 2006

2 SISTEMA FINDES FINDES CINDES SESI SENAI IEL IDEIES

3 FINDES Entidade com 47 anos de atuação no ES; Sede com auditório para 260 pessoas e Plenário para 80 pessoas; 32 Sindicatos Filiados; 3 Diretorias Regionais (Cachoeiro, Colatina e Linhares); 11 Conselhos Temáticos; 8 Câmaras Setoriais. Fundação e Estrutura

4 FINDES 202 eventos realizados, com crescimento de 159% em relação a 2004 com 78 eventos; Eventos em parcerias com o Governo do Estado, Petrobrás, Samarco, CST, CVRD Assembléia Legislativa, Faculdades Amunes/Prefeituras e Sindicatos, etc.; 30 mil pessoas impactadas; Parcerias: Amunes, Eurocentro e Onip.

5 CINDES CINDES Jovem; Formação de Lideranças Empresariais e Políticas; Programa de Intercâmbio Comercial e Técnico entre empresas, setores e cadeias produtivas; Projeto de articulação do Desenvolvimento Municipal. Principais Programas

6 SESI Instituição com 59 anos no Brasil e 54 anos no ES; 14 Centros de Atividades; 11 Escolas de ensino fundamental e médio; 11 Auditórios; 1 Teatro; 7 Clubes; 6 Estádios; 16 Piscinas; 4 Ginásios cobertos. Fundação e Estrutura Física

7 SESI Principais realizações em 2005: matrículas, em cursos de educação regular e educação de jovens e adultos; atendimentos, em clínica médica, odontologia e saúde e segurança do trabalho; atendimentos, em lazer social, artístico, esportivo e ginástica na empresa; atendimentos, em ações de cidadania nos programas Ação Global, Segundo Tempo e Cozinha Brasil.

8 SESI Pedagogia Empreendedora: 11 escolas do Sesi com Pedagogia Empreendedora implantada ; 450 professores e técnicos capacitados; alunos beneficiados; 530 professores e profissionais treinados pelo Empretec.

9 SENAI Instituição com 63 anos no Brasil e 53 anos no ES; 6 Centros de Formação Profissional; 2 Agências de Formação Profissional; 4 Auditórios; 70 Laboratórios de Ensino; 4 Laboratórios de Serviços; 4 Unidades Móveis; 48 Mini Unidades Móveis de Formação Profissional. Fundação e Estrutura Física

10 Principais realizações em 2005: matrículas, em cursos técnicos, de qualificação, de aprendizagem industrial e aperfeiçoamento; Alunos-Hora; 375 Consultorias tecnológicas; Horas de Consultoria. SENAI

11 IEL-ES Instituição com 36 anos no Brasil e no ES; Maior empresa de consultoria do Estado na área de gestão empresarial; Programa reconhecido nacionalmente para desenvolvimento e qualificação de fornecedores, que é o Prodfor; Metodologia e equipe técnica especializada para implantação de sistemas de gestão da qualidade, ambiental e de saúde e segurança; Referência junto ao Sistema IEL no Brasil. Fundação e Estrutura

12 IEL-ES Principais realizações em 2005: horas de consultorias; 95 empresas apoiadas para certificações e recertificações; 337 diagnósticos e auditorias; empresários e profissionais capacitados; 250 treinamentos; horas de treinamentos; empresas atendidas; 48 estudos, projetos e pesquisas.

13 ESempreendedor Proposta de Aperfeiçoamento da Legislação de Educação; Empreendedorismo nas Instituições de Ensino Infantil e Fundamental; Empreendedorismo nas Instituições de Ensino Médio e Superior; Empreendedorismo na sociedade; Empreendedorismo para profissionais em pré-aposentadoria; Estudo e Pesquisa em empreendedorismo; Marketing Empreendedor; Prêmio ESempreendedor; Desburocratização e redução tributária; Banco de oportunidades de negócios para novos Empreendedores. 10 Projetos e 37 subprojetos e ações

14 PANORAMA E PERSPECTIVA DA INDÚSTRIA CAPIXABA PARA 2006

15 SETOR INDUSTRIAL DO ESPÍRITO SANTO empresas; 136,5 mil empregos diretos; 410 mil empregos indiretos; 40% do PIB capixaba; R$ 25,5 bilhões de faturamento estimado em 2005; R$ 12,2 bilhões de exportações em 2005.

16 2,55,61,85,2Emprego 3,41,90,43,6Produção 2,36,7-2,54,0Vendas BRESBRES Acum 05/ Acum 04 No mês (Out-05/Out-04)Indicadores (%) Fonte: IEL-ES / CNI / IBGE Desempenho Industrial Capixaba em Outubro

17 Produtividade Industrial – JAN/2000 A OUT/2005 Produção industrial/horas trabalhadas Fonte: IBGE/CNI (Indústria de Transformação) Espírito Santo - IBGE/FINDES/IEL-ES (Indústria de Extração e Transformação)

18 Comércio Exterior - Comparativo ES/BR Jan / Dez 2005 US$ milhão FOB Fonte: MDIC / Secex 5, Comércio Exterior (Exp. e Imp.) 3, Saldo Balança 5, Importação 4, Exportação ES/BR (%)BRESIndicador

19 Jan-Nov 2005 / Jan-Nov 2004 (%) Crescimento Comércio Exterior ES-BR / Fonte: MDIC / Secex (%)

20 Desempenho da Indústria Capixaba Previsto e Realizado Fonte: IBGE/Findes/IEL (%)

21 Desempenho do Comércio Exterior Capixaba Previsto e Realizado Fonte: MDIC/SECEX/Findes/IEL-ES/Sindiex US$ bi 1,701,500,90Saldo 4,804,083,30Importação 6,505,594,20Exportação Previsão para 2006 Realizado em 2005 Previsto para 2005 Indicadores

22 Desempenho dos principais indicadores da economia nacional Fonte: CNI, BC, MDIC e outras

23 Principais produtos capixabas exportados em 2005 Fonte: MDIC/Sindiex

24 Principais produtos capixabas importados em ,55145,2Automóveis ,9Total 77, ,2Outros 2,75112,6Pneus novos 2,3194,2Cabeça de impressão térmica/jato de tinta 5,25214,3Catodos de cobre 8,71356,4Hulhas (carvão mineral) %Valor em US$ milhões Produtos Fonte: MDIC/Sindiex

25 Minério de ferro Samarco Inicio da construção da 3ª usina de pelotização. A capacidade de produção aumentará em 54%, passando dos atuais 14 milhões para 21,6 milhões de toneladas anuais; Os investimentos, de 1,183 bilhão de dólares, contemplam também mineroduto, nova usina de concentração, ampliacão dos equipamentos, estocagem e embarque de produtos; A partir de 2010, a expectativa é de construção da 4ª usina de pelotização. CVRD Em 2006, projeto de construção da 8ª usina de pelotização, com capacidade de produção anual de sete milhões de toneladas. Investimentos de R$ 1,4 bilhão e geração de 11 mil postos de trabalho na fase de implantação; Ainda em 2006, terá início o projeto executivo da construção da Ferrovia Litorânea Sul, que trará diversificação de cargas: rochas, calcário, cimento, pelotas e minério. Investimento: R$ 614 milhões (CVRD) e R$ 70 milhões (Estado do ES). Serão 165 km de extensão, entre Cariacica e Cachoeiro de Itapemirim. Previsão do início das obras de construção: março/06; Entre 2010 e 2020, a Vale deverá construir mais quatro usinas de pelotização em Ubu. Fonte: Sedetur e empresas pesquisadas

26 Aço Em 2006, a CST elevará a capacidade de produção dos atuais 5 milhões para 7,5 milhões de toneladas por ano de semi-acabados de aço (placas e bobinas a quente). Investimentos de R$ 3,3 bilhões; Previsão, a partir de 2009, de construção de uma nova usina em Ubu. Celulose Nos próximos 18 meses, a Aracruz Celulose irá investir cerca de 200 milhões de dólares na modernização das três fábricas localizadas em Barra do Riacho. O investimento irá proporcionar o aumento de 10% na produção da empresa, que passará de 2,08 milhões de toneladas/ano para 2,33 milhões de toneladas/ano. As obras terão início neste primeiro semestre e vão gerar empregos diretos. Fonte: Sedetur e empresas pesquisadas

27 Petróleo e Gás Brasil 2006 será o ano da auto-suficiência brasileira; Produção total (óleo e gás/Brasil e Exterior): 2,5 milhões de barris/dia; Investimentos no período 2006 a 2010: US$ 11,3 bilhões/ano. Espírito Santo Em 2006, a produção de petróleo será de 180 mil barris/dia; em 2010, será de 400 mil barris/dia; Já a produção de gás em 2006, a expectativa é de 3 milhões de m3/dia, se concluído o trecho de 100 km do GASENE (Cacimbas - Vitória). Em 2010, de 10 milhões de m3/ dia; Investimentos de US$ 1,2 bilhão/ano. Fonte: Sedetur e empresas pesquisadas

28 Construção Civil Brasil O ano de 2005 pode ser considerado insatisfatório para o setor, principalmente pela queda do PIB no 3º trimestre. A previsão é crescer apenas 1%. Em 2006, porém, a estimativa de crescimento é de 5%. Espírito Santo 2005 é o ano em que o setor teve o maior investimento no Estado, com cerca de R$ 400 milhões em obras de infra-estrutura e R$ 1 bilhão no setor imobiliário ; Em 2006, espera-se um aquecimento de mais de 15%, principalmente pela cadeia de gás e petróleo. Dos cerca de R$ 1 bilhão previsto para ser investido pelo poder público, cerca de R$ 700 milhões deve ficar com a construção civil, em obras de pavimentação, escola, unidades de saúde e habitação, por exemplo. Fonte: Sindicon

29 Rochas Ornamentais 2005 O setor no ES exportou mais de 490 milhões de dólares, com mais de 1,1 milhão de toneladas exportadas, crescimento de 27,22% em dólares e 7,11% em peso. O volume de exportação em blocos aumentou 123,29% em dólares, em dezembro. No Brasil, foram 789 milhões de dólares e mais de 2,1 milhões de toneladas exportadas, crescimento de 31,45% em dólares e 17,23% em peso As projeções indicam exportações capixabas de 640 milhões de dólares, e brasileiras de 1,093 bilhão A previsão de expectativa para o ES é de 1,301 bilhão de dólares e, o Brasil, de 2,1 bilhões de dólares. Fonte: Centro/Sindirochas/Sindiex

30 Vestuário/Têxtil Espírito Santo 2006: bom ano para o setor, com a assinatura do aditivo do contrato de competitividade do setor de vestuário e confecções, reduzindo o ICMS interno de 17% para 7% e, o externo, de 12% para 7%; A previsão é que o crescimento seja superior aos dos últimos 5 anos. A expectativa é crescer 10% em 2006; Hoje são empresas, produzindo anualmente entre 70 e 80 milhões de peças, com uma participação média de 2 % do mercado nacional. Exportações projetadas para 2005 US$ 2,2 bilhões; Investimentos US$ 8 bilhões; Faturamento projetado para 2005 US$ 26,5 bilhões. Brasil Fonte: Sinvesco

31 Moveleiro Espírito Santo O setor deve fechar 2005 com um faturamento anual de R$ 470 milhões e geração de empregos diretos; Em 2004, o faturamento foi de R$ 450 milhões; Volume de vendas em exportação em 2004/2005 acima de R$ 25 milhões; Para 2006, a expectativa é de R$ 540 milhões, um crescimento de 15% em relação a 2005; O Estado é o 6º maior pólo moveleiro do país. Fonte:Sindimol/Abimovel

32 Metalmecânico Espírito Santo A previsão é fechar o ano de 2005, com um aumento de 20% sobre o faturamento do ano anterior, quando foi computado o valor de R$ 1 bilhão; Para 2006, a expectativa do setor é aumentar ainda mais o faturamento, com os grandes investimentos em andamento no Espírito Santo e outros Estados: - CST - Petrobras - CVRD - Samarco - Ferrovia Litorânea Sul - Aracruz Celulose - Bahia Sul Fonte:Cedemec

33 Alimentos e Bebidas Espírito Santo Em 2005, o faturamento deve ser de R$ 1,9 bilhão, o que representa um crescimento de 12% em relação ao ano de 2004; Perspectiva de crescimento é acima de 10% em 2006; O setor representa 5% dos empregos gerados no ES e de 17% dos empregos gerados em todo o Brasil. Fonte: Sindibebidas

34 Investimentos públicos Em 2005, o Estado do ES investiu em infra-estrutura R$ 300 milhões. Para 2006, a projeção é de R$ 880 milhões; Em 2006, conclusão da dragagem e a derrocagem da baía de Vitória, que permitirá a entrada de embarcações com até 11,5 metros de calado. A obra faz parte da agenda de investimentos, orçada em R$ 16 milhões; Regularização do fornecimento de energia com a subestação de Areinha, obra orçada em R$ 100 milhões; O Aeroporto de Vitória continuará suas obras de expansão e modernização, cujo investimento total é de R$ 337,4 milhões. Fonte: Sedetur

35 Neste ano de 2005, apesar de tudo, temos muito que comemorar. E em 2006, muito a realizar! Saúde e Paz a todos! Menos impostos, Mais Brasil


Carregar ppt "Vitória/ES, 28 de dezembro de 2005 Lucas Izoton Vieira INDÚSTRIA CAPIXABA BALANÇO 2005 PERSPECTIVA 2006."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google