A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERSPECTIVAS DO TRANSPORTE EM DUTOS E POLIDUTOS EM MINAS GERAIS ROBERTO GARCIA 18/9/2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERSPECTIVAS DO TRANSPORTE EM DUTOS E POLIDUTOS EM MINAS GERAIS ROBERTO GARCIA 18/9/2008."— Transcrição da apresentação:

1 PERSPECTIVAS DO TRANSPORTE EM DUTOS E POLIDUTOS EM MINAS GERAIS ROBERTO GARCIA 18/9/2008

2 Tipos de dutos de longa distância Oleodutos Polidutos de derivados de petróleo Minerodutos Gasodutos

3 Vantagens do uso de dutos para sólidos e líquidos Mínimo impacto ambiental Licenciamento ambiental mais simples Segurança Investimento menor (- 25% de uma ferrovia) Custo operacional baixo frete baixo Tempo de implantação menor que o de uma ferrovia

4 Desvantagens do uso de dutos ESCALA necessário se ter grandes volumes a transportar Transporte limitado ao fluido de projeto Adequação de granulometria para o caso de sólidos Disponibilidade de grandes volumes de água para uso em minerodutos Capacidade de expansão acima da condição original de projeto limitada Alcance social muito menor que de uma ferrovia

5 DUTOS DE TRANSPORTE DE PETRÓLEO E DERIVADOS EXISTENTES E EM CONSTRUÇÃO EM MINAS GERAIS ORBEL 1: 16 DERIVADOS DE PETRÓLEO – 300 km – Capacidade= m 3 /d ORBEL 2: 18 PETRÓLEO CRU – 300 km Capacidade = m 3 /d (Cabiúnas) OSBRA: 20 DERIVADOS DE PETRÓLEO Capacidade = m 3 /d – 964 km

6 Minerodutos em Minas Gerais -FOSFERTIL : 9 CONCENTRADO DE APATITA km – capacidade = 2 milhões de toneladas secas/ano – Tapira - Uberaba -SAMARCO: 346 km de 20 e 50 km de 18 MINÉRIO DE FERRO – capacidade de projeto = 12 milhões toneladas secas/ano – aumentada para 16,5 milhões t/a – Mariana – Ponta Ubu(ES) -MMX: MINÉRIO DE FERRO - 24 e 26 – 525 km – 26,5 milhões t/a – Conceição do Mato Dentro- S. João da Barra (RJ)

7 Mineroduto MMX Tubos: Tenaris Confab forneceu 249 km de 24 e 26 por US$170 milhões em anúncio de 22 de outubro de 2007 (incluídos fretes e impostos). Entregas de março a dezembro de Construtora: Camargo Correa Investimento total: US$2,5 BILHÕES Entrada em operação: 2010 Cruza 32 municípios 1574 empregos diretos na construção e 104 na fase de operação 14 sites de estocagem de tubos ao longo do traçado

8 Mineroduto MMX

9 OSBRA Capacidade= m 3 /h Ou m 3 /mês com fator de utilização de 85%

10 GASODUTOS DE TRANSPORTE EXISTENTES E EM CONSTRUÇÃO EM MINAS GERAIS GASBEL 1: 16 Gás Natural – 300 km- Capacidade = 3,4 milhões m 3 /d – pressão 65 bar – Campos Elísios - Betim GASBEL 2: 18 Gás Natural – Capacidade=5,0 milhões m 3 /d km pressão: 100 bar – Volta Redonda- São Brás do Suassuí PAULÍNEA - JACUTINGA: 14 Gás Natural 120 km – Pressão: 100 bar – Capacidade = 1,1 milhões m 3 /d

11 Gasoduto de Transporte Paulínea- Jacutinga

12 REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL EM MINAS GERAIS Proprietária: GASMIG Extensão atual: 366 km Em construção: 384 km

13 Gasoduto de distribuição de gás natural do Sul de Minas

14 Desfile de tubos no Sul de Minas

15 Soldagem do gasoduto do Sul de Minas

16 Gasoduto de Distribuição do Sul de Minas Extensão: 110 km Pressão de operação máxima: 38 bar Diâmetros: –Linha tronco : 12 –Ramal Andradas: 4 –Ramal Contorno de Poços de Caldas - Caldas: 8 e 6 Investimento: R$131 milhões Operação em julho de 2009

17 Gasoduto de distribuição de gás natural do Vale do Aço

18 Gasoduto Vale do Aço Extensão: 330 km Diâmetros: 16 e 18 Pressão de operação máxima: 38 bar Investimento: R$520 milhões para o trecho de 280 km a construir Operação em dezembro de 2009

19 Evolução dos preços de bobinas de aço

20 Evolução dos preços dos tubos de aço

21 O problema da evolução dos custos GASODUTOUS$/metropolAno Gasbol-Brasil , Campinas-Rio 28 24, Carmópolis-Pilar 26 28, Atalaia-Itaporanga 14 48, Cacimbas-Vitória 28 41, Vitória-Cabiúnas 28 58, Cacimbas-Catu 28 54, Jacutinga-Poços 4,6,8,12 74, Japeri-REDUC ,672008


Carregar ppt "PERSPECTIVAS DO TRANSPORTE EM DUTOS E POLIDUTOS EM MINAS GERAIS ROBERTO GARCIA 18/9/2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google