A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ - FESP COMÉRCIO EXTERIOR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ - FESP COMÉRCIO EXTERIOR."— Transcrição da apresentação:

1 FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ - FESP COMÉRCIO EXTERIOR

2 SISTEMÁTICA DE COMEX IMPORTAÇÃO Luiz Ramos da Silva Fontes: Valor / F.S.P. /Prof.Adilson Dias / Hartung / E.Fortuna /B.Ratti /Nicoletti Anuário de Comex2006/2007 / MEDIC – Aprendendo a exportar /Guia do Banco do Brasil de Exportação/ Portaria 25 Secex / RMCCI / SRF / BACEN / IBGE / INTERNET/GOOGLE/Rui Matos

3 MERCADO MUNDIAL

4 -Cenário econômico Externo -Cenário Econômico Interno -Comércio Exterior (Brasil e demais países) -Brasil – Estratégia de Comércio Exterior-Comex MERCADO MUNDIAL

5 COMÉRCIO EXTERIOR –BRASIL E DEMAIS PAÍSE

6 FLUXO DO COM. INTERNACIONAL (Exp. - FOB / Imp.- CIF ) - US$ bi – MDIC/BACEN ANOPIB/BrExp.BrExp.MundoImp.MundoPart.%Imp.BrCruz/Real 1950 15,5 1,4 57,2 59,62,05 1,0 1960 17,1 1,3 114,5 121,11,16 1,3 1970 42,6 2,7 299,7 314,40,89 2,5 1980 237,8 20,1 1.940,0 2.006,31,25 23,010.490,00 1990 469,3 31,4 3.339,3 3.491,60,64 20,7 170,06 2000 645,0 55,1 6.295,0 6.613,30,89 55,8 1,95 20071.295,5160,613.581,014.395,90,89120,6 1,75 20081.636,0197,915.773,716.415,01,25183,1 1,90 20091.577,3153,012.146,312.647,01,26127,6 1,70 20102.089,8201,914.699,015.255,01,36181,6 1,65 20112.180,0256,017.778,018.381,01,30226,3 1,75 20122.450,0242,5223,1 2,10 PIB MUN– 00/31.7 08/62.1 09/57.9 10/63.4 11/69,6

7 Cenário de stress na Europa com o aprofundamento da crise: América Latina é a região menos afetada Impacto da crise da Zona do Euro na economia mundial, em % PIB

8 CENÁRIO COMEX EXTERNO Protecionismo dos países desenvolvidos Retração do crédito e investimentos Crescimento tímido do comércio mundial (commodities–comerciais, agrícolas, minerais) EUA x CHINA – guerra cambial Aumento do preço das commodities agrícolas EUA – dívida USD 15,0 tri SÍRIA – RÚSSIA + CHINA / MUNDO

9 BRASIL 2012 6º PIB DO MUNDO 22º EXPORTADOR 20º IMPORTADOR Exportação - 12,0% PIB 1,4% DAS EXPORTAÇÕES MUNDIAIS 1,3% DAS IMPORTAÇÕES MUNDIAIS

10 BALANÇA COMERCIAL ( Fob - US$ bi ) ANO IMP. EXP. SALDO TAXA PIB RM 1994 33,1 43,5 10,5 0,90 - 1,00 543 1995 49,0 46,5 (3,3) 0,84 - 0,97 705 1996 53,3 47,7 (5,6) 0,97 - 1,04 775 1997 59,7 53,0 (6,8) 1,03 - 1,11 807 1998 57,7 51,1 (6,6) 1,15 - 1,20 787 1999 49,2 48,0 (1,2) 1,76 - 1,78 536 2000 55,7 55,0 (0,7) 1,80 - 1,95 645 2001 55,5 58,2 2,7 1,93 - 2,31 553 2002 47,0 60,1 13,0 2,30 - 3,53 504 2003 48,2 73,0 24,8 2,93 - 2,98 553 2004 62,7 96,4 33,6 2,71 - 2,65 663 2005 73,5 118,3 44,8 2,61 - 2,33 882 54 2006 91,4 137,5 46,1 2,33 - 2.12 1.088 86 2007 120,6 160,6 40,0 2,15 - 1,75 1.366 180 2008 173,2 197,9 24,7 1,78 - 2,20 1.636 207 2009 127,6 152,9 25,3 2,20 - 1,75 1.577 230 2010 181,6 201,9 20,2 1,75 - 1,68 2.089 270 2011 226,2 256,0 29,7 1,70 - 1,85 2.180 352 2012 223,1 242,5 19,4 1,75 – 2,10 2.450 379

11 COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL (MDIC 2012) -Exportação - US$ 242,5 bi (-5,5%) -Importação - US$ 223,1 bi (-1,4%) -Corrente Comércio - US$ 465,6 bi (-3,5%) -Saldo - US$ 19,4 bi (-53,9% sobre 2011) -1,3% de market share -O fluxo de comércio representa apenas 19% do PIB (a média dos Brics é de 47%).

12 REGIÕES - EXP/IMP – 2011 US$ bi.FOB REGIÃO Total-EXP/IMP % 256.039 / 226.243 SUDESTE 145.9 / 124.9 57,0 / 55,2 SUL 45.8 / 49.2 18,0 / 21,2 NORTE 20.8 / 14.7 8,1 / 6,5 CENTRO OESTE 20.8 / 13.1 8,1 / 5,7 NORDESTE 18.8 / 24.1 7,3 / 10,7 NÃO DECLARADOS 3.7 / 0.14 1,5 / 0,7 Fonte: mdic

13 CONCENTRAÇÃO EMPRESAS – 2011 Exp - US$ bi 256.039 Imp - US$ bi 226.243 Exportadoras - (00) 16.744 (11) 19.194 Importadoras - (00) 28.357 (11) 42.327 Imp. US$ 100 mi. 74 / 43,7% 292 / 64,6% 28.283 / 56,3% 42.035 / 35,4% Exp. US$ 100 mi. 97 / 53,2% 303 / 81,1% 16.647 / 46,8% 18.891 / 18,9% Fonte: mdic 6 milhões - 97% mpe / 3% medias grandes

14 CORRENTE COMÉRCIO- Princ. Países 11CHINA 77.103 15,9 22EUA 59.767 12,3 33ARGENTINA 39.615 8,2 44ALEMANHA 24.251 5,0 55JAPAO 17.344 3,6 31 Países 399.500 83,0 Demais Países 82.782 17,0 2010 / 2011 US$ FOB 482.282 100% Total 218.080 45,0

15 BRASIL x MERCADO INTERNACIONAL Participação Mundial: Exportação 1,4% / Importação 1,3 % / PIB – 2,9%

16 16 Principais Exportadores Mundiais – 2011 http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/interna.php?area=5&menu=1486&refr=608 US$ 17.778,0 mundo Pa í sesPosição 2010/2011 Part.% 10/11 Vol. US$ tri. 2010 / 2011 1. China 1 / 110,6-10,81.577,8 / 1.898,6 2.EUA 2 / 28,6-8,31.278,2 / 1.480,6 3.Alemanha 3 /38,4-8,31.258,9 / 1.473,8 4. Japão 4 / 45,1-4,6 769,8 / 822,6 5. P.Baixos 5 / 53,8-3,7 574,2 / 660,3 22. Brasil 22 / 221,3-1,4 201,9 / 256,0

17 EXPORTAÇÃO – Principais Blocos Econômicos US$ milhões FOB

18 Exportação Brasileira – 2012 Fator Agregado – US$ milhões FOB Menor redução dos produtos manufaturados em relação aos produtos básicos e semimanufaturados

19 EXPORTAÇÃO- Princ. Empresas -2012 1-VALE S.A. 25.570 10,5 2-PETROBRAS 22.109 9,1 3-BUNGE ALIMENTOS S/A 6.320 2,6 4-EMBRAER 4.951 2,0 5- CARGILL AGRICOLA S A 4.150 1,7 6-ADM DO BRASIL LTDA 3.842 1,6 7-LOUIS DREYFUS 3.399 1,4 8-SAMARCO MINERACAO S.A. 3.229 1,3 9-JBS S/A 2.846 1,2 10-BRASKEM S/A 2.808 1,2 250 Empresas 189.126 78,0 Demais Empresa 53.453 22,0 usd bi fob 242.579 100% Total 79.224 32,6

20 EXPORTAÇÃO- Princ. Produtos - 2012 1- MINERIOS DE FERRO 30.989 12,8 2- OLEOS BRUTOS DE PETROLEO 20.305 8,4 3- SOJA MESMO TRITURADA 17.455 7,2 4- ACUCAR DE CANA,EM BRUTO 10.030 4,1 5- CARNE DE FRANGO 6.732 2,8 6- FARELO E RESIDUOS DE SOJA 6.595 2,7 7- CAFE CRU EM GRAO 5.721 2,3 8- MILHO EM GRAOS 5.287 2,2 9- OLEOS COMBUSTIVEIS 5.039 2,1 10-AVIOES 4.746 2,0 Prod. selecionados 211.211 87,7 Demais Produtos 31.367 12,3 US$ bi fob 242.579 100% Total (10 prod.) 112.899 46,5

21 Evolução das Exportações Brasileiras 2003-2012 - US$ bilhões FOB 2003-2012 - US$ bilhões FOB

22 22 Principais Importadores Mundiais – 2011 http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/interna.php?area=5&menu=1486&refr=608 18.381,0 mundo Pa í sesPOSIÇÃO 2010 / 2011 Part.% 10/11 Vol. US$ 2010 / 2011 1. EUA 1 / 112,7-12,31.969,2/2.265,4 2. China 2 / 2 9,0-9,5 1.395,1/ 1.743,4 3. Alem 3 / 3 6,8-6,8 1.054,8/ 1.253,9 4. Japão 4 / 4 4,5-4,6 694,0/ 854,2 5. France 5 / 5 3,8-3,9 609.6/ 714,7 21. Brasil 20/21 1,2-1,3 191,4/ 236,8

23 IMPORTAÇÃO Principais Blocos Econômicos US$ milhões FOB

24 IMPORTAÇÃO- Princ. Empresas -2012 1PETROBRAS 32.088 14,4 2SAMSUNG DA AMAZONIA 3.497 1,6 3CISA TRADING S/A 2.882 1,3 4BRASKEM S/A 2.803 1,2 5EMBRAER 2.762 1,2 6VOLKSWAGEN AUTOMOTORES 2.579 1,1 7TOYOTA DO BRASIL LTDA 2.320 1,0 8FORD COMPANY BRASIL LTDA 1.871 0,8 9FIAT AUTOMOVEIS AS 1.656 0,7 10RENAULT DO BRASIL S.A 1.589 0,7 250 empresas 139.522 63% Demais Empresa 83.627 37% usd bi fob - 223.149 100% TOTAL 54.047 24%

25 IMPORTAÇÃO- Princ. Produtos - 2011 1-PETROLEO EM BRUTO 14.080 6,2 2-AUTOMOVEIS 11.891 5,2 3-OLEOS COMBUSTIVEIS 7.882 3,5 4-PECAS / VEIC. / TRATORES 6.317 2,8 5-MEDIC. / HUMANA E VETER. 5.873 2,6 6-NAFTAS 4.788 2,1 7-CIRC. INTEG. MICR. ELETR. 4.384 1,9 8-HULHAS (CARVÃO MINERAL) 4.294 1,9 9-PARTES APAR TRANSMIS RECP. 3.621 1,6 10-CLORETO DE POTASSIO 3.503 1,5 Prod. Selecionados 170.325 75,3% Demais Produtos 55.918 24,7% US$ bi fob 226.243 100% Total (10 prod.) 66.633 29,4%

26 Evolução das Importações Brasileiras 2003-2012 - US$ bilhões FOB

27 Evolução da Corrente de Comércio Brasileira 2003-2012 - US$ bilhões FOB

28 Evolução do Saldo Comercial Brasileiro 2003-2012 US$ bilhões FOB

29 BRASIL – Estratégia Comex

30 1. Aumento da competitividade da base exportadora 2. Agregação de valor às exportações 3. Ampliação do acesso a mercados 4. Incremento das exportações de serviços 5. Projeto - Brasil Maior 6. DRAWBACK

31 BRASIL – Estratégia Comex Planejamento / coordenação atividades com os governos estaduaisPlanejamento / coordenação atividades com os governos estaduais Fortalecimento das parcerias institucionaisFortalecimento das parcerias institucionais (Ex: CAIXA / CORREIOS / SUFRAMA) Potencialização das iniciativas de capacitação existentes comPotencialização das iniciativas de capacitação existentes com entidades parceiras Inovação: utilização de recursos no desenvolvimento de ferramentas de ensino à distânciaInovação: utilização de recursos no desenvolvimento de ferramentas de ensino à distância Estruturação de Agenda de Trabalho com UFEstruturação de Agenda de Trabalho com UF

32 TAXA DE CÂMBIO 2011/ 2012/13 - Fonte: MF 2012 SELIC, reservas e restrições aos fluxos especulativos (IOF, swaps etc.) levam à taxa de câmbio mais competitiva Cotação do dólar comercial, em R$/US$

33 Consequências da nova da taxa de câmbio (MF) -Redução do custo Brasil -Aumento da competitividade dos produtos brasileiros -Aumento das exportações, sobretudo de bens manufaturados -Baixo impacto sobre a inflação

34 CENÁRIO 2012 - Pontos Positivos -Medidas de incentivo às exportações, como Reintegra e outros; -Taxa de câmbio superior a R$ 1,80; -Preços das commodities agrícolas menos sujeitas a quedas devido à demanda mundial por alimentos e estoques baixos; -Economias em desenvolvimento com crescimento acima das avançadas

35 CENÁRIO 2012 - Pontos Positivos Além das reformas estruturais, o Governo atua com iniciativas pontuais sobre os setores mais atingidos pela crise internacional. -Adoção de medidas de desoneração e de defesa comercial: Oneração do IPI de carros importados -Desoneração do IPI – móveis, linha branca, mat. const., veículos -Desoneração de PIS/COFINS – trigo, farinha, massas -Operação Maré vermelha -Controles especiais no despacho de importações: linha cinza para suspeita de fraudes. Compras governamentais – têxteis, complexo da saúde, caminhões, ônibus,ambulâncias etc.

36 CENÁRIO 2012 - Pontos Positivos -Estagnação da Zona do Euro (cresc. do PIB em apenas 0,2%, segundo OCDE); -Baixo crescimento dos EUA(cresc. 2,0%,OCDE); -Menor crescimento da China (abaixo de 9%); -Escassez de crédito internacional; -Acirramento da concorrência internacional; -Guerra cambial / comercial

37 CENÁRIO PARA 2013 - Indicadores Positivos -Aumento da safra brasileira de grãos 2012/13 em 8,4%, para 180,2 milhões de toneladas => maior oferta de produtos agrícolas de exportação (Fonte: Conab); -Aumento da produção de açúcar em 4,7%, para 37,7 milhões de t e mantida oferta de etanol para atender demanda norte-americana (Fonte Conab);

38 CENÁRIO PARA 2013 -Preços externos de grãos sustentados em nível elevado por conta da menor oferta dos EUA de milho e soja; -Recuperação dos preços de minério de ferro; -Sinais de recuperação da economia americana no terceiro trimestre de 2012, com efeitos positivos para as exportações de manufaturados; -Expectativa de crescimento da China em 2013 (+8,4%) acima da taxa de 2012 (+7,9%) (Fonte: Banco Mundial, Dez 2012);

39 CENÁRIO PARA 2013 - Ameaças / Incertezas -EUA: aplicação de medidas de austeridade fiscal, impactando negativamente no processo de reação mais intensa da atividade econômica; -Desempenho negativo / baixo na Zona do Euro; -Incerteza quanto à retomada das compras argentinas; - Expectativa que as exportações em 2013 se mantenham no patamar de 2011/2012

40 PARA SUA REFLEXÃO Aplica-te a todo o instante com toda a atenção... para terminar o trabalho que tens nas tuas mãos... e liberta-te de todas as outras preocupações. Delas ficarás livre se executares cada ação da tua vida como se fosse a última (AÇÃO)


Carregar ppt "FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ - FESP COMÉRCIO EXTERIOR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google