A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Segurança no Transporte dos Trabalhadores do Pólo Industrial de Camaçari INDICADORES DE DESEMPENHO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS MANOEL MATOS – DOW QUIMICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Segurança no Transporte dos Trabalhadores do Pólo Industrial de Camaçari INDICADORES DE DESEMPENHO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS MANOEL MATOS – DOW QUIMICA."— Transcrição da apresentação:

1 Segurança no Transporte dos Trabalhadores do Pólo Industrial de Camaçari INDICADORES DE DESEMPENHO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS MANOEL MATOS – DOW QUIMICA SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE PRODUTOS QUÍMICOS PARA FINS INDUSTRIAIS, PETROQUÍMICAS E DE RESINAS SINTÉTICAS DE CAMAÇARI, CANDEIAS E DIAS D´ÁVILA Apoio:

2 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI ACIDENTES EM TRANSPORTE DE CARGA - BRASIL Dados da ABIQUIM (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INDUSTRIAS QUÍMICAS) MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

3 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA ABIQUIM A Associação Brasileira da Indústria Química congrega empresas de pequeno, médio e grande portes fabricantes de produtos químicos e prestadores de serviços ao setor, como transportadoras e operadoras logísticas. QUANTIDADE DE PARCEIROS: Associadas: 138; Socioscolaboradores: 60

4 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

5 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA OBJETIVO prevenir atitudes inseguras no transporte de produtos perigosos por meio da conscientização dos motoristas. A META DO PROGRAMA é a redução a zero no número de acidentes nas estradas com produtos químicos. O CONCEITO BÁSICO antes de um grande acidente, ocorreram várias pequenas falhas nos equipamentos ou nas operações de transporte que não foram comunicadas à empresa. O Olho Vivo na Estrada incentiva o motorista a relatar essas ocorrências, possibilitando a adoção de ações preventivas ou corretivas. O programa teve como base o modelo desenvolvido e aplicado pela Dow Brasil. Um projeto piloto implementado pela empresa reduziu os acidentes classificados como sérios de cinco, em 2001, para zero ao final de 2004.

6 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

7 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

8 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

9 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

10 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

11 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI QUANTIDADE DE VEÍCULOS NOS ACESSOS DO PÓLO DE CAMAÇARI Dados - SINFRA MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

12 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

13 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI NÚMEROS DE ACIDENTES NAS VIAS DE ACESSOS DO PÓLO DE CAMAÇARI Dados - DERBA MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

14 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI Números de Acidentes – 2008 MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

15 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI Números de Acidentes – 2009 MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

16 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI TRANSPORTE DE PRODUTOS QUÍMICOS Dados da ABIQUIM MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

17 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA PGR DE CARRETAS Atender às Exigências do Ministério Público do Estado da Bahia e Licença de Operação do Pólo Industrial de Camaçari. ­ As Frotas de Transporte Rodoviário precisam desenvolver um Plano de Gerenciamento de Riscos para o transporte de produtos perigosos. O PGR de Carretas visa Prevenir Acidentes nas Áreas do Pólo Industrial de Camaçari e Canal de Tráfego.

18 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE RISCO: É a aplicação sistemática de políticas de gerenciamento, procedimentos e práticas de análises, avaliação e controle dos riscos com o objetivo de proteger as pessoas, o meio ambiente e os equipamentos, reduzindo a interrupção da atividade. PGR DE CARRETAS DO PÓLO: Trata de um Sistema de Gerenciamento de Riscos que atende aos requisitos mínimos comuns das empresas do Pólo de Camaçari, em alinhamento com o IMA e MP e que deve ser elaborado e implementado pelas empresas de logísticas.

19 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA COMPOSTO DE 10 (DEZ) ELEMENTOS: 1. Gestão de Informações 2. Análise de Risco 3. Procedimentos Operacionais 4. Treinamento 5. Integridade e Manutenção 6. Gerenciamento de Mudanças 7. Investigações de Incidentes e Acidentes 8. Planos de Ação de Emergência (PAE) 9. Contratados 10. Auditorias

20 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA 1. GESTÃO DE INFORMAÇÕES: Sistema que reúne informações a respeito das substâncias perigosas que são transportadas através de carretas e da operação, manutenção, parâmetros de controles operacionais e equipamentos auxiliares das carretas que transportam estas substâncias. 2.ANÁLISE DE RISCO: É um conjunto de avaliações técnicas que busca identificar, qualificar ou quantificar os potenciais riscos associados à operação, lavagem e limpeza das carretas e ao manuseio de produtos químicos perigosos. 3. PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS: São os documentos onde estão descritas as tarefas a serem executadas, as condições operacionais que devem ser mantidas, e precauções com a saúde, segurança e meio ambiente que devem ser tomadas.

21 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA 4. TREINAMENTO: Todos os trabalhadores da área de operação e de manutenção das empresas contratadas para o transporte de produtos perigosos, devem ser treinados sobre os riscos a sua saúde, segurança dos produtos químicos e equipamentos que eles operam. 5. INTEGRIDADE E MANUTENÇÃO: Estabelecer procedimentos operacionais e de manutenção com o objetivo de garantir que todo o equipamento pressurizado que transporta produtos perigosos opere, em sua vida útil, conforme especificações de projeto. 6. GERENCIAMENTO DE MUDANÇAS: Aplicação sistemática de políticas, procedimentos e práticas para identificar, registrar, implementar e comunicar uma alteração, permanente ou temporária, que modifique os riscos e altere a confiabilidade dos sistemas.

22 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA 7. INVESTIGAÇÕES DE INCIDENTES E ACIDENTES: É uma análise, avaliação e comunicação de um incidente / acidente, baseada na informação reunida por um grupo de investigação. 8. PLANOS DE AÇÃO DE EMERGÊNCIA (PAE): Determina as responsabilidades setoriais e as ações a serem desencadeadas imediatamente após um acidente. E, define os recursos humanos, materiais e equipamentos adequados à prevenção, controle e combate a emergência. 9. CONTRATADOS: As empresas transportadoras que utilizam serviços terceirizados nas carretas, tanques e container, devem garantir que as empresas contratadas: Cumpram suas tarefas sem comprometer a segurança e a saúde dos trabalhadores; Tenham a habilidade, conhecimento e certificações apropriados para a atividade. 10. Auditorias

23 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA 10. AUDITORIAS: São exames sistemáticos para verificar se os elementos do PGR das Carretas estão sendo cumpridos, conforme os padrões estabelecidos. As auditorias devem: Ser realizadas no máximo a cada 2 (dois) anos Ser realizadas por auditores treinados e capacitados Estabelecer Planos de Ações para acompanhamento das recomendações

24 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI CONCLUSÕES E SUGESTÕES MANOEL MATOS – DOW QUIMICA

25 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI MANOEL MATOS – DOW QUIMICA CONCLUSÕES CONSIDERANDO QUE: As transportadoras atendem a legislação especifica; As transportadoras que atendem ao Pólo possuem SASSMAQ (Sistema de Avaliação Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade); Profissionais treinados e monitorados; Os tempos e movimentos dos acessos de transportes de cargas x transporte de trabalhadores (BA 093 e BA 524); Indicies de acidentes nos trechos de conflito: Transportador de Carga X Transporte Pessoal; Implantação do PRG das carretas no Pólo; Auditoria do Premio Pólo de Segurança – Elemento 16 – Movimentação de Produtos Químicos Rodoviários; As condições de infraestrutura que não atendem a um bom padrão de qualidade e segurança. SUGESTÕES: Melhorar as vias de acesso (canal de tráfego e BA 093); Melhorar a sinalização nas rodovias de acesso; Intensificar ações preventivas nas auditorias do Prêmio Pólo de Segurança, realizada pelo COFIC; Expandir o PGR de Carretas para todas as transportadoras que atendem o Pólo; Manter fórum permanente para discussão do tema.

26 SEGURANÇA NO TRANSPORTE DOS TRABALHADORES DO PÓLO DE CAMAÇARI OBRIGADO! MANOEL MATOS – DOW QUIMICA


Carregar ppt "Segurança no Transporte dos Trabalhadores do Pólo Industrial de Camaçari INDICADORES DE DESEMPENHO DOS TRANSPORTADORES DE CARGAS MANOEL MATOS – DOW QUIMICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google