A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLHA DO TEMA DELIMITAÇÃO DO TEMA Assunto deve ser significativo e adequado ao interesse, ao nível de formação e às condições do pesquisador. Deve ser.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLHA DO TEMA DELIMITAÇÃO DO TEMA Assunto deve ser significativo e adequado ao interesse, ao nível de formação e às condições do pesquisador. Deve ser."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLHA DO TEMA DELIMITAÇÃO DO TEMA Assunto deve ser significativo e adequado ao interesse, ao nível de formação e às condições do pesquisador. Deve ser relevante para a área. Selecionar um tópico para ser estudado e analisado em profundidade, tornando o assunto viável de ser pesquisado. Evitar temas amplos que resultem em trabalhos superficiais.

2 ESTRUTURA APRESENTAÇÃO DO PROJETO INTRODUÇÃO PROBLEMA HIPÓTESE JUSTIFICATIVA OBJETIVOS: Geral e Específico FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: Aporte Teórico METODOLOGIA: Aporte Metodológico REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

3 INTRODUÇÃO É uma apresentação do trabalho ao leitor. Nela pode aparecer uma revisão bibliográfica, cujo objetivo é situar o leitor quanto ao estado de desenvolvimento do estudo do problema. A colocação do problema precedida de um breve histórico de sua origem, como foi percebido; os pressupostos, hipóteses e metodologia. A explicitação do conteúdo sintetizado a cada capítulo, sem se referir a solução do problema, sem se adiantá-la, o que poderia provocar desinteresse pela leitura da obra.

4 Construção do Projeto de Pesquisa Formulação do problema e definição dos objetivos da pesquisa Construção de hipóteses Determinação de um plano de trabalho Operacionalização das variáveis (identificação das variáveis a serem trabalhadas, esclarecendo a forma como serão trabalhadas)

5 Cont. Elaboração dos instrumentos de coleta de dados Pré-teste dos instrumentos Seleção de amostra Coleta de dados Análise e interpretação dos dados Redação do relatório de pesquisa

6 O problema é a mola propulsora de todo o trabalho de pesquisa. Depois de definido o tema, levanta-se uma questão para ser respondida através de uma hipótese, que será confirmada ou negada através do trabalho de pesquisa. O problema é uma dificuldade que precisa ser resolvida. PROBLEMA

7 Formulação do problema de pesquisa Definição de problema: qualquer questão não resolvida e que dá margem à discussão, em qualquer domínio do conhecimento. Exemplos de problemas científicos: - Qual é a composição da atmosfera de Venus? - Será que a propaganda de cigarro induz ao hábito de fumar?

8 Cont. Para entender o que é um problema científico Kerlinger (1980) propõe que primeiro identifiquemos o que não é: Como fazer para melhorar os transportes urbanos? O que pode ser feito para conseguir uma melhor distribuição de renda? Assim, nenhum desses problemas são científicos porque a rigor não podem ser pesquisados segundo métodos científicos, pelo menos na forma em que são propostos.

9 Cont. Para estes problemas a ciência pode sugerir alternativas, mas não propor soluções. Pode-se afirmar então que: a ciência não pode resolver os problemas de engenharia, assim como não pode solucionar os problemas de valores, porque sua correção não é passível de verificação empírica. Conclusão: um problema é testável cientificamente quando envolve variáveis que são observáveis/testáveis.

10 Cont. Em que medida a escolaridade determina a preferência político partidária? A desnutrição determina o rebaixamento intelectual? Técnicas de dinâmica de grupos facilitam a interação entre alunos?

11 Escolha do problema de pesquisa Implicações na escolha do problema de pesquisa: - Por que pesquisar? - Qual é a importância do fenômeno a ser pesquisado? - Que pessoas ou grupos se beneficiarão com os seus resultados?

12 Relevância do problema Justificativa do problema Um problema será relevante em termos científicos à medida que conduzir à obtenção de novos conhecimentos Para tanto, o pesquisador precisa verificar quais os problemas que não foram pesquisados, quais os que não o foram adequadamente e quais os que vêm recebendo respostas contraditórias.

13 Cont. A relevância prática do problema está nos benefícios que podem decorrer de sua solução. A relevância do problema também depende de quem a julga, assim o que pode ser relevante para uns, pode não o ser para outros.

14 Comprometimento na escolha do problema Comparar: - Qual é a relação entre o vício em entorpecentes e a estrutura da personalidade dos viciados? - Em que medida o vício em entorpecentes é influenciado pelo nível de frustração dos anseios sociais do indivíduo?

15 Diferenças na problematização: 1ª - relacionada a fatores individuais, intersubjetivos; 2ª - relacionada a fatores sociais, em busca de condicionantes macro-sistêmicos para compreensão do problema. Estas duas abordagens estão relacionados com o comprometimento do pesquisador com a sociedade ou com os fatores individuais.

16 Processo de formulação do problema: Formulação de uma pergunta, mesmo que seja provisória; Entrar em contato com o máximo de informações que se tem sobre o fenômeno a ser estudado; Realizar leituras sobre o tema escolhido; Buscar outras pesquisas realizadas sobre o tema.

17 Recomendações para a formulação do problema: O problema deve ser formulado como pergunta. Esse procedimento facilita a identificação do que efetivamente se deseja pesquisar. Ex. As estratégias de ensino nas escolas de ensino médio, veja que se for formulado em forma de pergunta fica mais claro: Que estratégias de ensino são adotadas em escolas de ensino médio?

18 Cont. O problema de ser delimitado a uma dimensão viável. Isto é, ele deve ser adequadamente recortado, afunilado, para que o pesquisador consiga resolvê-lo em um tempo determinado no cronograma da pesquisa. Ex.: O que leva um jovem ao alcoolismo? Esse problema consubstancia-se em uma gama de fatores que seria impossível de ser resolvido em curto período de tempo. Assim, deverá tornar o problema mais específico.

19 Cont. O problema deve ter clareza. Os termos utilizados devem ser claros e precisos, assim, alguns conceitos (variáveis) apresentados no problema devem ser adequadamente definidos. Ex.: Socialização. Deve-se esclarecer o que se entende pela expressão.

20 Cont. O problema deve apresentar referências empíricas. Deve-se afastar de juízos de valor.

21 Oportunidade de pesquisa Financiamentos Condições adequadas de trabalho para o pesquisador Materiais Possibilidade de utilização de instrumentos para coleta de dados

22 A justificativa num projeto de pesquisa, como o próprio nome indica, é o convencimento de que o trabalho de pesquisa é fundamental de ser efetivado. O tema escolhido pelo pesquisador e a hipótese levantada são de suma importância, para a sociedade ou para alguns indivíduos, de ser comprovada. Deve-se tomar o cuidado, na elaboração da justificativa, de não se tentar justificar a hipótese levantada. JUSTIFICATIVA

23 A hipótese é uma solução provisória ou uma proposta de solução do problema que se antecipa para direcionar a evolução da investigação. A hipótese é uma idéia geral que se pretende demonstrar e se confirmada torna-se a tese. A hipótese deve contribuir para avançar o conhecimento, o que deve ser motivo de toda a pesquisa científica. HIPÓTESE

24 Construção de hipóteses Definição de Hipótese, segundo Goode e Hatt (1969: 75): é uma proposição que pode ser colocada a prova para determinar sua validade. É uma suposta resposta dada ao seu problema de investigação.

25 Tipos de hipóteses: Hipóteses Casuísticas: referem-se a casos que podem ou não ter ocorrido. Por ex. Pode-se defender que Shakespeare nunca existiu e que suas obras foram escritas por outras pessoas.

26 Cont. Hipóteses que se referem à freqüência de acontecimentos: aparecem em pesquisas descritivas, antecipam que determinada característica ocorre num grupo, sociedade ou cultura. Recorrente nas pesquisas sociológicas e antropológicas.

27 Cont. Hipóteses que estabelecem relações entre variáveis: Variável: qualquer coisa que pode ser classificada em duas ou mais categorias, ex.: sexo, idade, estado civil, classe social, estatura, nível de escolaridade, agressividade, introversão, nível intelectual.

28 Cont. Nas ciências boa parte das variáveis são qualitativas e podem ser classificadas em ordenáveis e não-ordenáveis. Ordenáveis: estágio de desenvolvimento econômico. Não-ordenáveis: sexo, estado civil.


Carregar ppt "ESCOLHA DO TEMA DELIMITAÇÃO DO TEMA Assunto deve ser significativo e adequado ao interesse, ao nível de formação e às condições do pesquisador. Deve ser."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google