A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COSEMS CIB - BA SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI – 29/03/2011 DEMANDAS E CONSENSOS DO GT-PPI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COSEMS CIB - BA SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI – 29/03/2011 DEMANDAS E CONSENSOS DO GT-PPI."— Transcrição da apresentação:

1 COSEMS CIB - BA SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI – 29/03/2011 DEMANDAS E CONSENSOS DO GT-PPI

2 REALIZADAS Elaboração e aprovação do Fluxo para atender as demandas de adequação e qualificação da PPI para serviços em condições de credenciamento ou já credenciados (realizado); Solicitações à DICON;Fluxocondições de credenciamentoSolicitações à DICON Publicação do link das abrangências no site da DIPRO com o passo a passo para utilização das consultas no site (realizado) ; SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

3 REALIZADAS Elaboração e aprovação do modelo de termo de responsabilidade sanitária pelos executores das abrangências (em andamento); termo de responsabilidade sanitária Criação do Gtzinho (realizado); Aprovação de regimento do GT PPI (realizado - Resolução CIB 364/2010);Resolução CIB 364/2010 SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

4 REALIZADAS Verificação de viabilidade de disponibilizar relatório no site da DIPRO, na mesma tela, com resultado de todas as consultas de ambulatório ou internamento e município executor ou encaminhador (viabilizando junto ao Ministério da Saúde responder esta demanda direto do SISPPI, com acesso para consultas no sistema); SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

5 REALIZADAS Aprovação de remanejamento de recurso dos Municípios, solicitadas à DIPRO/GTPPI (realizado) ;Municípios Disponibilização para todos os CGMR, através do site da DIPRO, informações sobre abrangências e referências para cada EXECUTOR (realizado) ; SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

6 REALIZADAS Elaboração proposta de redistribuição de recurso financeiros MAC programados para mamografia bilateral (que agora é FAEC), para os serviços de Alta Complexidade, conforme portarias ministeriais (realizado);redistribuição de recurso financeiros Elaboração de proposta/resolução CIB de redistribuição de recursos financeiros de PCEP e Facoemulsificação (realizado);PCEP Facoemulsificação SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

7 SALDOS DAS DUAS PROPOSTAS DE ALOCAÇÃO APRESENTADAS SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

8 REALIZADAS Avaliar dificuldades e facilidades de cada CGMR Instrumentos I e Instrumento II;Instrumentos IInstrumento II SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

9 REALIZADAS SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI Obrigada !!!

10 REALIZADAS SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI Anexos

11 REALIZADAS Fazer equivalência dos per capita dos executores de serviços de AC, que foram calculados pelo SISPPI, gerando per capita individualizados para cada serviço por executor -> inviabilizando os remanejamentos destes serviços entre os municípios;per capita dos executores Para atender esta demanda utilizamos a média dos valores per capita totais (soma dos financeiros/soma das populações), faz-se necessário um recurso de R$ ,82 + R$ ,64 (produção de AC aprovada nos municípios que não tiveram recursos na PPI); Totalizando R$ ,46 ; , , ,46 Utilizar o recurso da Mamografia Bilateral que deixou de ser MAC, e passou a ser FAEC (Portaria 456 GM/MS de 16/03/2011), deixando um recurso programado de R$ ,75 nos executores deste agregado;Portaria 456 GM/MS de 16/03/2011executores SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI PROPOSTA APROVADA EM 17/02/ EQUIVALÊNCIA DOS PER CAPITA PARA OS SERVIÇOS AMBULATORIAIS DE ALTA COMPLEXIDADE

12 REALIZADAS Portaria 456 GM/MS de 16 de março de 2011 que estabelece que o recurso federal relativo à programação de Média e Alta Complexidade - MAC da Mamografia Bilateral para Rastreamento será financiada pelo Fundo de Ações Estratégicas e Compensação - FAEC pelo período de 24 meses; Total de Recursos: R$ ,75, distribuídos em 26 municípios, tabela abaixo: SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI PORTARIA 456 GM - MAMOGRAFIA BILATERAL PARA RASTREAMENTO

13 Recurso Programado para [ Mamografia Bilateral] por Município conforme SisPPI 1/2

14 Proposta para redistribuir o recurso: Equivalência do valor per capita para a realização dos agregados ambulatoriais de alta complexidade por abrangência; conforme tabela abaixo: 2/2

15 FLUXO PARA ATENDER AS DEMANDAS DE ADEQUAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DA PPI – FLUXO CGMR – MESMA MICRORREGIÃO (slide 1/2)

16 FLUXO PARA ATENDER AS DEMANDAS DE ADEQUAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DA PPI – FLUXO CGMR – MICRORREGIÕES DISTINTAS (slide 2/2)

17 Juazeiro Senhor do Bonfim Valente Em andamento Seabra Chorrochó Feito estudo, falta per capita Teodoro Sampaio Candeal Já realizado Solicitações recebidas dos municípios e CGMR SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI

18 Processo avaliativo: PPI VIVA Instrumento 1: monitoramento e avaliação da PPI

19 Processo avaliativo: PPI VIVA Instrumento 2: acompanhamento dos executores da PPI * Especificamente para município que possui cadastro e não está credenciado ** Preenchimento da coluna: 0 -NÃO TEM PROBLEMA DE OFERTA 1 -TEM TETO PPI, MAS NÃO TEM MAIS SERVIÇO 2 -NÃO TEM OFERTA PARA O SUS 3 -TEM SERVIÇO E NÃO ESTÁ CREDENCIADO 4 -TEM SERVIÇO MAS A OFERTA É LIMITADA 5 -TEM SERVIÇO COM TABELA MAJORADA 6 -TEM SERVIÇO MAS NÃO TEM TETO PPI


Carregar ppt "COSEMS CIB - BA SUREGS/DIPRO/ Equipe Gestora PPI – 29/03/2011 DEMANDAS E CONSENSOS DO GT-PPI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google