A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tratamento das questões ambientais na Amazônia e o conflito da Usina de Belo Monte.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tratamento das questões ambientais na Amazônia e o conflito da Usina de Belo Monte."— Transcrição da apresentação:

1 Tratamento das questões ambientais na Amazônia e o conflito da Usina de Belo Monte

2 A construção de uma nova realidade [...] exige que os olhos do governo estejam voltados para todo o território nacional, todas as regiões, todas as comunidades, toda a população Os Eixos Nacionais de Integração e Desenvolvimento permitem que se tenha essa visão estratégica e de longo prazo do Brasil [...] O presidente Lula, em seu discurso sobre os investimentos na Amazônia, diz que: Plano e os Orçamentos não são peças burocráticas [...] mas precisam aperfeiçoamento contínuo. O projeto nacional de desenvolvimento nasce do debate com toda a sociedade

3 integração de soluções nos campos econômico, social, político e ambiental. [...] e o respeito ao meio ambiente Reduzir, de forma progressiva, as desigualdades sociais e as disparidades regionais em todas as regiões. [...] Os empreendimentos foram identificados e concebidos para ter um efeito multiplicador e desencadear a realização de outros investimentos, [...] participação privada poderá chegar a 50% nos próximos oito anos. Princípios:

4 Por ser uma região com grande diversidade de recursos naturais, os empreendimentos vão privilegiar a biotecnologia, setor onde a pesquisa tecnológica e a capacitação profissional são fundamentais. O aumento da competitividade da economia e a criação de um ambiente favorável ao crescimento dependem da melhoria da infraestrutura econômica do País. Os sistemas de transportes, energia e telecomunicações têm, necessariamente, de atender às necessidades da população e, em especial, das empresas, para que elas possam produzir bens e serviços a custos mais baixos. Viaduto Gilberto Mestrinho, Manaus, AM

5 A conservação do meio ambiente é vista não como uma restrição aos investimentos, mas sim como um amplo leque de oportunidades de negócio. Os gestores públicos e privados têm diante de si projetos que fazem da valorização do patrimônio ambiental uma fonte permanente de emprego e renda [...] A preocupação ambiental está presente em todos os empreendimentos [...] O incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico permeia todo o portfólio de projetos ambientais. O melhor exemplo é a implantação de uma rede nacional de biotecnologia e capacitação tecnológica e empresarial, para explorar de modo sustentável os recursos naturais da Amazônia [...]

6 Visões estratégicas dos eixos da Amazônia: Integrado econômica e tecnologicamente, nacional e internacionalmente, com desenvolvimento sustentável. Incentivado como fator de equilíbrio climático regional e global. Explorando, de forma sustentável, produtos da floresta, tendo os projetos demonstrativo como estratégia de implementação e a marca Amazônia como estratégia de marketing. Usufruindo de cooperação com organismos internacionais (G7, NASA, Comunidade Científica Européia e ONGs) em Projetos Demonstrativos, mudanças climáticas e técnicas de manejo sustentável. Idem, setor sócio- ambiental-econômico. Conhecendo a biodiversidade e aplicando seus conhecimentos em biotecnologia (valorizando também o conhecimento das populações tradicionais). Explorando turismo ecológico, cultural, cênico, de praia, esportivo e de aventura, no contexto nacional e internacional

7 O espaço do desenvolvimento inovador nos eixos da Amazônia A exploração sustentável de produtos da floresta, o ecoturismo e a biotecnologia somam-se à agropecuária, à agroindústria, à indústria, à exploração mineral e aos serviços, constituindo a base do desenvolvimento dos Eixos Arco Norte e Madeira - Amazonas. O desenvolvimento sustentável da região demanda infraestrutura moderna, que se integre à natureza amazônica, viabilizando a aproximação com os países vizinhos. É o caso das hidrovias, meio natural de organização do sistema de transporte, da energia limpa produzida a partir do gás natural e dos sistemas avançados de telecomunicações. Os investimentos em informação e conhecimento devem crescer progressivamente para agregar valor aos produtos da região, superar problemas sociais, conservar a diversidade biológica e cultural e, sobretudo, garantir a valorização do patrimônio ambiental em benefício do desenvolvimento da Amazônia e do País.

8 Informação e conhecimento: Informações da Biodiversidade Desenvolvimento do Ecoturismo Recursos Florestais Recursos Pesqueiros Biotecnologia

9 Belo Monte

10 PARTICIPAÇÃO DO AHE BELO MONTE NO ATENDIMENTO AO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL EM 2020: 6,4%

11 A opção pela retomada de grandiosos projetos de infraestrutura, como a hidrelétrica de Belo Monte e a usina nuclear Angra 3 dividem a opinião pública, pois empreendimentos desse porte implicam impactos ao meio ambiente e às comunidades vizinhas.

12 Grupos contrários ao empreendimento se manifestam, por meio da imprensa, aumentando o desafio das assessorias de comunicação das empresas responsáveis pelos empreendimentos.

13 Rio: Xingu; Municípios: Altamira, Anapu, Brasil Novo, Senador José Porfírio, Vitória do Xingu; Vazão Média do Xingu: m 3 /s; Reservatório: Área: 440 km 2 Nível dágua máximo normal: 97 m. Casa de Força Principal Casa de Força Complementar Potência instalada MW 181,3 MW Número de unidades 20 x 550 MW 7 x 25,9 MW Tipo de turbina FrancisBulbo Queda de projeto 89,3 m 13,1 m Geração anual prevista 41,3 milhões MWh 0,675 milhões MWh FONTE: Estudo de Viabilidade entregue à ANEEL em fevereiro/2002

14 Em 2007, foram recebidas cerca de 300 demandas de jornalistas. Apenas 10 demandas eram referentes a Belo Monte. Delas, somente duas foram atendidas.

15 Em 2007, a participação de Belo Monte na exposição favorável foi de apenas 1% e, na exposição desfavorável, foi de 5%. Em 2006, essa participação foi de 2% na exposição favorável e de 4% na exposição desfavorável

16 Estudos de impacto ambiental da hidrelétrica de Belo Monte continuam suspensos (Ler o texto de mesmo título em anexo )

17 A área técnica identificou, então, a necessidade de apoio da área de comunicação institucional.

18 TRF libera estudos de Belo Monte (Ler o texto de mesmo título que se encontra em anexo)

19 Contra usina, índios ferem engenheiro em Altamira (Ler o texto que se encontra em anexo, com o mesmo título)

20 Foram 56 matérias em TV brasileira, totalizando mais de duas horas de exposição em horário nobre.

21 ÁREAS INUNDADAS X ÁREAS PROTEGIDAS Área ocupada por reservatórios de usinas hidrelétricas no Brasil (ANEEL, 2006) km² Área protegida com recursos das empresas do Grupo ELETROBRÁS (2006) km² (sendo km² Terras Indígenas) Estudos Socioambientais do Componente Indígena

22

23 Tenho certeza que dialogando, conversando, vamos chegar a bom caminho nesse processo Paulo Fernando Rezende - Coordenador do Projeto Belo Monte, em entrevista ao Fantástico


Carregar ppt "Tratamento das questões ambientais na Amazônia e o conflito da Usina de Belo Monte."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google