A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

15/12/2010Druidismo e Espiritismo1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "15/12/2010Druidismo e Espiritismo1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra."— Transcrição da apresentação:

1 15/12/2010Druidismo e Espiritismo1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra

2 15/12/2010Druidismo e Espiritismo2 Introdução O objetivo deste estudo é compreender melhor o horizonte religioso e filosófico, em que Allan Kardec esteve inserido, quando sacerdote druida, na época de Júlio César.

3 15/12/2010Druidismo e Espiritismo3 Conceito Druida - Entre os Celtas, importante grupo social que era responsável pela manutenção e guarda dos valores da civilização céltica. Druidismo - É religião dos druidas, sacerdotes pagãos dos povos celtas que habitavam a Gália e a Bretanha no período anterior ao Cristianismo, mais especificamente entre o século II a.C. e o século II d.C.

4 15/12/2010Druidismo e Espiritismo4 druidas Não sendo reconhecidos como magistrados legalmente constituídos, os druidas exerciam funções religiosas, jurídicas, políticas e pedagógicas. Os sacerdotes realizavam seus cultos nos bosques, reverenciando, principalmente, o carvalho. Possuíam escrita própria e o aprendizado da doutrina druidica compreendia vinte anos de exercícios. Druidismo e Espiritismo O Culto Druida

5 15/12/2010Druidismo e Espiritismo5 As Classes dos Sacerdotes Vacios encarregados dos sacrifícios. Saronidos encarregados da educação e do cultivo das ciências. Bardos exortavam o povo à prática das virtudes e treinavam os guerreiros. Adivinhos previam o futuro. Causídicos administravam a justiça.

6 15/12/2010Druidismo e Espiritismo6 O sistema teológico dos druidas é pouco conhecido. Para alguns, o druidismo fundava-se num panteísmo material cheio de mistérios. Para outros, o conhecimento da divindade manifestado pelos druidas não era muito diferente da do judaísmo. Druidismo e Espiritismo Sistema Teológico

7 15/12/2010Druidismo e Espiritismo7 Os que não se aprofundaram na análise esotérica, pensam que o druidismo é uma religião primitiva por causa dos sacrifícios que impunha. Ao penetrarem em seu âmago, muitos mudaram de opinião, pois vislumbraram uma doutrina reveladora das altas verdades e das leis superiores do Espírito. Druidismo e Espiritismo Exotérico e Esotérico

8 15/12/2010Druidismo e Espiritismo8 Nas Tríades, cada um ensinamento completava os outros dois. Exemplo: Filho numa família constituída de pai e mãe. As três fases ou círculos de vida: 1) annoufn; 2) Abred; 3) Gwynfyd. Síntese das tríades: passar do abismo Annoufn para as alturas sublimes do Gwynfyd. Druidismo e Espiritismo As Tríades

9 15/12/2010Druidismo e Espiritismo9 I - Deus, verdade e ponto de liberdade; II - Três coisas procedem de Deus: toda vida, todo bem e todo poder; III - Deus é necessariamente três coisas: vida, ciência e poder; IV - Três coisas Deus não pode deixar de ser: o que deve constituir, querer e realizar o bem perfeito; V - Três garantias do que Deus faz e fará: poder, sabedoria e amor infinito; VI - Três fins principais da obra de Deus: diminuir o mal, reforçar o bem e esclarecer toda a diferença; VII - Três coisas Deus não pode deixar de conceder: vantajoso, necessário e belo; VIII - Três forças da existência: não poder ser de outro modo, não ser necessariamente outra e não poder ser melhor pela concepção; IX - Três coisas prevalecerão necessariamente: o supremo poder, a suprema inteligência e o supremo amor de Deus; X - As três grandezas de Deus: vida perfeita, ciência perfeita, poder perfeito; XI - Três causas originais dos seres vivos: amor, sabedoria e poder divino. Druidismo e Espiritismo Deus e o Universo

10 15/12/2010Druidismo e Espiritismo10 o círculo da região vazia (cegant) onde - exceto Deus - não há nada vivo nem morto e nenhum ser que Deus não possa atravessar; o círculo da migração (abred) onde todo ser animado procede da morte, que o homem atravessou; o círculo da felicidade (gwynfyd), onde todo ser animado procede da vida, que o homem atravessará no céu. Druidismo e Espiritismo Os Três Círculos

11 15/12/2010Druidismo e Espiritismo11 A analogia entre a escala espírita e a teologia druidica pode ser feita. Basta acrescentar à escala espírita, abaixo da terceira ordem, o círculo de anufn, que caracteriza o abismo ou a origem desconhecida das almas. E acima da primeira ordem, o círculo cegant, morada de Deus, inacessível às criaturas. O quadro abaixo mostra esta analogia: Druidismo e Espiritismo Analogia

12 15/12/2010Druidismo e Espiritismo12 Druidismo e Espiritismo Ordem dos Espíritos: Comparação

13 15/12/2010Druidismo e Espiritismo13 Druidismo e Espiritismo Conclusão O druidismo é fonte de muita sabedoria. Deveria ser motivo de estudo dos espíritas, para melhor compreender a origem de seus princípios fundamentais. A absorção destes ensinamentos serviu- nos para enfatizar que o Espiritismo sempre existiu.

14 15/12/2010Druidismo e Espiritismo14 AZEVEDO, A. C. Dicionário de Nomes, Termos e Conceitos Históricos. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, CASTANHO, C. A. Dicionário Universal das Idéias. São Paulo, Meca, s. d. p. DENIS, L.. O Gênio Céltico e o Mundo Invisível. Rio de Janeiro, CELD, Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. Lisboa/Rio de Janeiro, Editorial Enciclopédia, s.d. p. KARDEC, A. O Livro dos Espíritos. 8. ed., São Paulo, FEESP, KARDEC, A. Revista Espírita: Jornal de Estudos Psicológicos (1858). São Paulo, Edicel. Texto em HTML:HTML espiritismo.htm Druidismo e Espiritismo Bibliografia Consultada


Carregar ppt "15/12/2010Druidismo e Espiritismo1 (Org. por Sérgio Biagi Gregório) Título da Palestra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google