A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plantão de véspera UEM julho de 2007 Biologia - Nanni.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plantão de véspera UEM julho de 2007 Biologia - Nanni."— Transcrição da apresentação:

1 Plantão de véspera UEM julho de 2007 Biologia - Nanni

2 01) Os seres vivos não são entidades isoladas. Eles interagem em seu ambiente com outros seres vivos e com componentes físicos e químicos. São afetados pelas condições desse ambiente. Com relação ao ecossistema marinho, assinale a alternativa correta. a) O Zooplâncton e o Fitoplâncton representam os organismos produtores (autotróficos) nas cadeias alimentares marinhas. b) Os consumidores secundários e terciários, nos mares, são representados principalmente por peixes. c) No ambiente marinho, não existemdecompositores. d) As diatomáceas são os principais representantes do Zooplâncton. e) Todos os seres do Zooplâncton marinho são macroscópicos.

3 02) Na década de 50, uma espécie inofensiva de capim foi importada da África para ser usada como pastagem, e o capim annoni veio como contaminante e apareceu no meio da pastagem. Sem saber do potencial invasor da planta, o fazendeiro Ernesto José Annoni passou a multiplicar e vender as sementes do capim, que batizou com o seu sobrenome. "É um verdadeiro desastre ecológico", afirma o engenheiro florestal José Carlos dos Reis. O capim annoni destrói e toma o lugar das pastagens naturais e, o que é pior, não serve para alimentar o gado. Com raízes desenvolvidas, essa planta exótica puxa mais água e nutrientes do solo que as nativas e ainda produz um herbicida que mata as outras plantas. (Reportagem Espécies invasoras, de Galileu, nº 145, agosto de 2003.) Analisando-se o texto dado, é CORRETO afirmar: a) O capim annoni destrói a espécie inofensiva de capim importada da África. b) Na África, o capim annoni é mais eficiente na obtenção de água e nutrientes que as espécies nativas. c) Esse capim contamina as pastagens naturais, infectando-as e causando doenças. d) O texto apresenta um exemplo de amensalismo e de competição interespecífica. e) é um clássico exemplo de relação denominada epifitismo.

4 03) O crescimento da população de uma praga agrícola está representado em função do tempo, no gráfico a seguir, onde a densidade populacional superior a P causa prejuízo à lavoura. No momento apontado pela seta (1), um agricultor introduziu uma espécie de inseto que é inimigo natural da praga, na tentativa de controlá-la biologicamente. No momento indicado pela seta (2), o agricultor aplicou grande quantidade de inseticida, na tentativa de eliminar totalmente a praga.

5 Continuação da questão 03: A análise do gráfico permite concluir que: a) se inseticida tivesse sido usado no momento marcado pela seta (1), a praga teria sido controlada definitivamente, sem necessidade de um tratamento posterior. b) se não tivesse sido usado o inseticida no momento marcado pela seta (2), a população de praga continuaria aumentando rapidamente e causaria grandes danos à lavoura. c) o uso do inseticida tornou-se necessário, uma vez que o controle biológico aplicado no momento (1) não resultou na diminuição da densidade da população da praga. d) o inseticida atacou tanto as praga quanto os seus predadores; entretanto, a população de pragas recuperou-se mais rápido voltando a causar dano à lavoura. e) o controle de pragas por meio do uso de inseticidas é muito mais eficaz que o controle biológico, pois os seus efeitos são muito mais rápidos e têm maior durabilidade.

6 04) A angina do peito é uma sensação dolorosa do músculo cardíaco, causada pela redução do fluxo sangüíneo coronariano, implicando menor oferta de O aos tecidos do coração, o que pode resultar numa atividade cardíaca insuficiente. A nitroglicerina (trinitrato de glicerina), substância muito conhecida por suas propriedades explosivas, também tem sido usada com sucesso no tratamento da angina. Na medicina, por sua propriedade vasodilatadora, ela é empregada para aumentar o fluxo sangüíneo e restaurar o suprimento de oxigênio ao músculo cardíaco. Nas indústrias de explosivos, por suas propriedades conhecidas, ela é usada na fabricação da dinamite e tem sua reação de decomposição expressa na equação: 4 C3H5(ONO2)3(l) 12CO2(g) + 10H2O(g) + 6N2(g) + O2(g) H = kJ A aplicação medicinal da nitroglicerina tem como efeito fisiológico o bombeamento do sangue com adequada pressão do: a) ventrículo direito através da artéria aorta para todo o corpo. b) ventrículo esquerdo através da artéria pulmonar para os pulmões. c) ventrículo esquerdo através da artéria aorta para todo o corpo. d) átrio esquerdo através da artéria aorta para todo o corpo. e) átrio direito através da artéria pulmonar para os pulmões.

7 05) A hipófise produz e secreta uma série de hormônios que têm ação em órgãos distintos, sendo, portanto, considerada a mais importante glândula do sistema endócrino humano. Sobre os hormônios hipofisários, é CORRETO afirmar que: a) o FSH, produzido na hipófise anterior, facilita o crescimento dos folículos ovarianos e aumenta a motilidade das trompas uterinas durante a fecundação. b) o hormônio adenocorticotrópico (ACTH) é um esteróide secretado pela adeno-hipófise e exerce efeito inibitório sobre o córtex adrenal. c) o comportamento maternal e a recomposição do endométrio, após o parto, ocorrem sob a influência do hormônio prolactina. d) o hormônio luteinizante atua sobre o ovário e determina aumento nos níveis do hormônio folículo estimulante (FSH) após a ovulação. e) a vasopressina, secretada pelo lobo posterior da hipófise, é responsável pela reabsorção de água nos túbulos renais.

8 06) Tarde da noite, estudando para o vestibular, Luís fez uma pausa para um lanche. Foi à cozinha e se serviu de um pão com queijo e um copo de leite. Enquanto comia, aproveitou para revisar mentalmente uma das lições que havia estudado. Aplicando o que havia aprendido ao alimento que estava consumindo, concluiu que: ( F ) o bolo alimentar formado na boca, umedecido pela saliva, era empurrado pela língua para a faringe, seguindo para o esôfago, de onde, por ação da gravidade, passava para o estômago; ( V ) no estômago, as proteínas e a gordura do queijo irão sofrer a ação das enzimas pepsina e lipase, respectivamente; ( V ) a ação da pepsina é favorecida pelo ácido clorídrico, contido no suco gástrico, que mantém o pH adequado para a atuação desta enzima; ( F ) os peptídeos resultantes da degradação das proteínas, no estômago, serão convertidos em ácidos graxos e glicerol no intestino delgado; ( F ) a lactase, enzima encontrada no estômago, atuará sobre a lactose do leite, transformando-a em sacarose.

9 07) Os fatos biológicos a seguir se referem ao processo de formação de novas espécies (especiação): I. Para que ocorra a especiação é necessário que grupos de indivíduos pertencentes à mesma população original separem-se e deixem de se cruzar. II. Mutações ao acaso do material genético, ao longo do tempo, promovem o aumento da variabilidade, permitem a continuidade da atuação da seleção natural e o conseqüente aparecimento de novas espécies. III. Barreiras mecânicas, diferenças comportamentais no processo de acasalamento, amadurecimento sexual em épocas diferentes, inviabilidade e/ou esterilidade do híbrido ou da geração F são mecanismos que levam ao isolamento reprodutivo e, conseqüentemente, à formação de novas espécies. Está correto o que se afirma em: a) I, apenas. b) II, apenas. c) I e II, apenas. d) II e III, apenas. e) I, II e III.

10 08) Considere as duas afirmativas a seguir: I. O rato-do-deserto vive no deserto porque seu organismo está fisiologicamente adaptado para grande economia de água. II. O rato-do-deserto tem seu organismo fisiologicamente adaptado para grande economia de água porque vive no deserto. Assinale a afirmativa que Lamarck defenderia, e o argumento que utilizaria: a) I, baseado nas variações favoráveis que a espécie apresenta em relação ao seu tipo de habitat. b) II, baseado na necessidade de adaptação a uma característica do habitat. c) I, baseado na seleção natural representada pelas condições do meio. d) II, baseado na observação de que os indivíduos que mais se reproduzem naquele habitat são os mais aptos a sobreviver nele. e) tanto I, quanto II, levando em consideração a seleção natural e a herança de caracteres adquiridos.

11 09) Os pesquisadores Robert Simmons e Lue Scheepers questionaram a visão tradicional de como a girafa desenvolveu um pescoço comprido. Observações feitas na África demonstraram que as girafas, que atingem alturas de 4 a 5 metros, geralmente se alimentam de folhas a 3 metros do solo. O pescoço comprido é usado como uma arma nos combates corpo a corpo pelos machos na disputa por fêmeas. As fêmeas também preferem acasalar com machos de pescoço grande. Esses pesquisadores argumentam que o pescoço da girafa ficou grande devido à seleção sexual: machos com pescoços mais compridos deixavam mais descendentes do que machos com pescoços mais curtos. (Simmons and Scheepers, "American Naturalist" Vol. 148: pp Adaptado) Sobre a visão tradicional de como a girafa desenvolve um pescoço comprido, é CORRETO afirmar que a) na visão tradicional baseada em Darwin, a girafa adquire o pescoço comprido pela lei de uso e desuso. As girafas que esticam seus pescoços geram uma prole que já nasce de pescoço mais comprido, e, cumulativamente, através das gerações, o pescoço, em média, aumenta de tamanho.

12 Continuação da questão 09: b) na visão tradicional baseada em Lamarck, a girafa adquire o pescoço comprido com a sobrevivência diferencial de girafas. Aquelas com o pescoço comprido conseguem se alimentar de folhas inacessíveis às outras e deixam, portanto, mais descendentes. c) na visão tradicional baseada em Lamarck, a girafa adquire o pescoço comprido pela lei de uso e desuso. Aquelas com o pescoço comprido conseguem se alimentar de folhas inacessíveis às outras e deixam, portanto, mais descendentes. d) na visão tradicional baseada em Darwin, a girafa adquire o pescoço comprido com a sobrevivência diferencial de girafas. Aquelas com o pescoço comprido conseguem se alimentar de folhas inacessíveis às outras e deixam, portanto, mais descendentes. e) na visão tradicional baseada em Darwin, a girafa adquire o pescoço comprido com a sobrevivência diferencial de girafas. As girafas que esticam seus pescoços geram uma prole que já nasce de pescoço mais comprido, e, cumulativamente, através das gerações, o pescoço, em média, aumenta de tamanho.

13 10) Segundo a teoria de Oparin, a vida na Terra poderia ter sido originada a partir de substâncias orgânicas formadas pela combinação de moléculas, como metano, amônia, hidrogênio e vapor d'água, que compunham a atmosfera primitiva da Terra. A esse processo seguiram-se a síntese protéica nos mares primitivos, a formação dos coacervados e o surgimento das primeiras células. Considerando os processos de formação e as formas de utilização dos gases oxigênio e dióxido de carbono, a seqüência mais provável dos primeiros seres vivos na Terra foi: a) autotróficos, heterotróficos anaeróbicos e heterotróficos aeróbicos. b) heterotróficos anaeróbicos, heterotróficos aeróbicos e autotróficos. c) autotróficos, heterotróficos aeróbicos e heterotróficos anaeróbicos. d) heterotróficos anaeróbicos, autotróficos e heterotróficos aeróbicos. e) heterotróficos aeróbicos, autotróficos e heterotróficos anaeróbicos.

14 11) Na solução aquosa das substâncias orgânicas prebióticas (antes da vida), a catálise produziu a síntese de moléculas complexas de toda classe, inclusive proteínas e ácidos nucléicos. A natureza dos catalisadores primitivos que agiam antes não é conhecida. É quase certo que as argilas desempenharam papel importante: cadeias de aminoácidos podem ser produzidas no tubo de ensaio mediante a presença de certos tipos de argila. (...) Mas o avanço verdadeiramente criativo - que pode, na realidade, ter ocorrido apenas uma vez - ocorreu quando uma molécula de ácido nucléico "aprendeu" a orientar a reunião de uma proteína, que, por sua vez, ajudou a copiar o próprio ácido nucléico. Em outros termos, um ácido nucléico serviu como modelo para a reunião de uma enzima que poderia então auxiliar na produção de mais ácido nucléico. Com este desenvolvimento apareceu o primeiro mecanismo potente de realização. A vida tinha começado. Adaptado de: LURIA, S.E. "Vida: experiência inacabada". Belo Horizonte: Editora Itatiaia; São Paulo: EDUSP, Considere o esquema abaixo:

15 Continuação da questão 11: Adaptado de GEPEQ - Grupo de Pesquisa em Educação Química. USP - "Interações e Transformações atmosfera: fonte de materiais extrativos e sintéticos". São Paulo: EDUSP, O "avanço verdadeiramente criativo" citado no texto deve ter ocorrido no período (em bilhões de anos) compreendido aproximadamente entre a) 5,0 e 4,5. b) 4,5 e 3,5. c) 3,5 e 2,0. d) 2,0 e 1,5. e) 1,0 e 0,5.

16 12) Durante os primeiros bilhões de anos de existência da vida, os seres procariontes evoluíram e desenvolveram processos bioquímicos fundamentais, tais como mecanismos de duplicação do material hereditário, síntese de proteínas, obtenção de energia e outros. Em relação à evolução dos processos de obtenção de energia, é lógico se pensar que I - a presença de oxigênio na atmosfera permitiu que uma linhagem de seres procariontes desenvolvesse um mecanismo de obtenção de energia - a RESPIRAÇÃO AERÓBICA; II - uma linhagem de seres procariontes desenvolveu um processo de fabricação de substâncias orgânicas que usa a luz solar como fonte de energia - a FOTOSSÍNTESE; III - a fermentação é um processo de obtenção de energia bastante simples e os primeiros seres vivos deviam utilizá-lo, por ser um PROCESSO ANAERÓBICO; IV - durante o processo da fotossíntese, ocorre degradação de moléculas de água, com liberação de energia e de oxigênio para a atmosfera. Aponte a alternativa que a seqüência CORRETA da evolução dos processos. a) I - II - III - IV b) II - IV - III - I c) II - III - IV - I d) III - I - II - IV e) III - II - IV - I

17 13) Na herança do sistema sangüíneo ABO, há três alelos autossômicos principais: IÞ (para sangue do tipo A), Iß (para sangue do tipo B) e i (para sangue do tipo O). Sabe-se, ainda, que IÞ e Iß são codominantes, ambos dominando sobre i. Uma mulher do tipo A, casada com um homem do tipo B, teve uma filha do tipo O. O homem não quis reconhecer a paternidade alegando infidelidade por parte da mulher. Como na época em que o fato ocorreu não havia o "exame do DNA", o Juiz recorreu a um geneticista que lhe apresentou um parecer sobre o caso. Assinale a alternativa que contém a conclusão correta do geneticista. a) O homem tem razão, pois, por se tratar de um caso de herança ligada ao sexo, a filha dos dois teria que ser, obrigatoriamente, do tipo A. b) O homem tem razão, pois, pais com tipos A e B, quaisquer que sejam seus genótipos, jamais poderiam ter filhos ou filhas do tipo O. c) O homem não tem razão, pois, pais com tipos A e B, dependendo de seus genótipos, podem ter filhos ou filhas com qualquer um dos tipos sangüíneos (A, B, AB e O). d) O homem não tem razão, pois, por se tratar de herança autossômica, filhos e filhas teriam que ser, obrigatoriamente, do tipo O. e) O homem tem razão, pois, pais com tipos A e B, só podem ter filhos ou filhas do tipo AB, visto que IÞ e Iß são codominantes.

18 14) Sabendo-se que a miopia e o uso da mão esquerda são condicionados por genes autossômicos recessivos, considere a genealogia a seguir. Assinale a alternativa correta. a) O indivíduo 2 deve ser heterozigoto para os alelos dessas duas características. b) O indivíduo 3 deve ter herdado os alelos dessas duas características apenas de sua mãe. c) A probabilidade de o casal 1 × 2 ter uma criança destra e de visão normal é de 1/4. d) Todos os descendentes de pai míope e canhoto possuem essas características. e) A probabilidade de o casal 4 × 5 ter uma criança míope e canhota é de 1/4.

19 15) A Doença de Huntington (DH) é uma anomalia autossômica com caráter dominante cuja manifestação ocorre na fase adulta, com uma progressiva perda do controle motor e problemas psiquiátricos como demência e distúrbios afetivos. No heredograma a seguir, os indivíduos afetados por DH estão indicados em negro.

20 Continuação da questão 15: As afirmativas abaixo referem-se aos possíveis genótipos dos indivíduos indicados no heredograma. Assinale, nos parênteses, V para as verdadeiras e F para as falsas. ( ) Os indivíduos I-1, I-2, II-1 e II-3 são homozigotos. ( ) Os indivíduos II-1 e II-3 são heterozigotos. ( ) Os indivíduos II-2 e II-4 são heterozigotos. ( ) Os indivíduos III-1, III-2, III-3 e III-4 são homozigotos. A seqüência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é: a) F - V - F - V b) F - V - V - F c) V - F - V - F d) V - F - F - V e) V - F - V - V

21 16) Entre as características dos vegetais relacionadas com o ambiente da Caatinga estão as seguintes: I. folhas reduzidas ou transformadas em espinhos; II. parênquimas de reserva cujas células armazenam água; III. estômatos que abrem e fecham rapidamente. É correto o que se afirma em: a) I, somente. b) II, somente. c) I e II, somente. d) II e III, somente. e) I, II e III.

22 17) Relacionando os grupos da coluna I com as informações da coluna II. COLUNA I (1) Fungos (2) Briófitas (3) Pteridófitas (4) Gimnospermas (5) Angiospermas COLUNA II ( ) Sementes nuas ( ) Avasculares com reprodução por metagênese ( ) Nutrição heterótrofa ( ) Sementes presentes em frutos ( ) Vasculares que nunca formam tubos polínicos A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é: a) 2, 1, 3, 4, 5 b) 4, 2, 1, 5, 3 c) 4, 3, 1, 5, 2 d) 5, 1, 2, 4, 3 e) 5, 3, 1, 4, 2

23 18) A água é transportada por vasos lenhosos até a folha e, nas células desse órgão, fornece hidrogênio para a realização de um processo bioquímico, por meio do qual é produzido um gás que poderá ser eliminado para o ambiente e também participar de um outro processo bioquímico naquelas mesmas células. A estrutura que NÃO tem associação com a descrição é: a) cloroplasto. b) mitocôndria. c) floema. d) xilema. e) estômato.

24 19) A peroba-rosa ('Aspidosperma polyneuron'), símbolo presente no logotipo da Universidade Estadual de Londrina, foi intensamente explorada pela construção civil no início do povoamento de Londrina, devido à rigidez e à qualidade da madeira. Com relação à constituição do tronco de uma árvore, considere as afirmativas a seguir. I. Os três tecidos mais periféricos no tronco de uma árvore são: câmbio, floema e casca. II. O tecido encontrado no centro do tronco é formado por vasos lenhosos mais antigos. III. O tecido adjacente ao câmbio vascular apresenta vasos lenhosos ainda em atividade. IV. O alburno, diferentemente do cerne, é duro e resistente ao ataque de decompositores. Estão corretas apenas as afirmativas: a) I e IV. b) II e III. c) II e IV. d) I, II e III. e) I, III e IV.

25 20) "Se o Sol é o imenso reator energético, então a terra do sol passa a ser o locus por excelência da energia armazenada. De onde se conclui que o Brasil, o continente dos trópicos, é o lugar da energia verde. Energia vegetal. Terra da biomassa. Terra da energia". (VASCONCELLOS, Gilberto Felisberto. "Biomassa: a eterna energia do futuro". São Paulo: Senac, p. 21.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre o metabolismo das plantas, é correto afirmar: a) Os açúcares produzidos pelas plantas são componentes minoritários da biomassa e dependem do oxigênio e da luz do sol para sua síntese. b) Os seres heterotróficos se apropriam, para seu metabolismo, do nitrogênio produzido pelas plantas verdes. c) A autotrofia atribuída às plantas está relacionada ao fato de elas serem capazes de fixar nitrogênio do ar e produzir oxigênio. d) Para a síntese dos carboidratos que integram a biomassa é necessária, além da luz do sol, a utilização de água e de gás carbônico como substratos. e) A biomassa de que trata o autor do texto é o conjunto de moléculas orgânicas de todos os seres vivos, animais e vegetais, de um determinado "habitat".


Carregar ppt "Plantão de véspera UEM julho de 2007 Biologia - Nanni."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google