A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIJUI- UNIVERSIDADE DE NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL CUMPONENTE CURRICULAR-TEORIA POLÍTICA PROFESSOR-DEJALMA CREMONESE ALUNA- ADELVAZ COSTA DE MATOS SANTOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIJUI- UNIVERSIDADE DE NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL CUMPONENTE CURRICULAR-TEORIA POLÍTICA PROFESSOR-DEJALMA CREMONESE ALUNA- ADELVAZ COSTA DE MATOS SANTOS."— Transcrição da apresentação:

1 UNIJUI- UNIVERSIDADE DE NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL CUMPONENTE CURRICULAR-TEORIA POLÍTICA PROFESSOR-DEJALMA CREMONESE ALUNA- ADELVAZ COSTA DE MATOS SANTOS THOMAS HOBBES E O ABSOLUTISMOMARAGOGIPE 23 de Março 2008

2 DADOS PESSOAIS NOME Thomas Hobbes NOME Thomas Hobbes NASCIMENTO 05 de abril de 1588, uma sexta-feira santa. NASCIMENTO 05 de abril de 1588, uma sexta-feira santa. LOCAL DE NASCIMENTO Westport atual Malmesbury Inglaterra. LOCAL DE NASCIMENTO Westport atual Malmesbury Inglaterra. NACIONALIDADE Inglês NACIONALIDADE Inglês FILIAÇÃO Thomas Hobbes, mãe desconhecida. FILIAÇÃO Thomas Hobbes, mãe desconhecida. FALECIMENTO 04 de dezembro de 1679, em Hardwick, Inglaterra. FALECIMENTO 04 de dezembro de 1679, em Hardwick, Inglaterra.

3 INFÂNCIA Marcada pelo medo da invasão da Inglaterra pelo espanhóis, Marcada pelo medo da invasão da Inglaterra pelo espanhóis, Período do reinado da rainha Elizabete I (1558 à 1603). Período do reinado da rainha Elizabete I (1558 à 1603). O pai, um clérigo anglicano, homem turbulento que desapareceu após uma briga na porta da sua própria igreja. O pai, um clérigo anglicano, homem turbulento que desapareceu após uma briga na porta da sua própria igreja. Viveu a infância aos cuidados de um tio com seus dois irmãos. Viveu a infância aos cuidados de um tio com seus dois irmãos.

4 Aos quatros anos foi colocado na escola da igreja de Westport. Aos quatros anos foi colocado na escola da igreja de Westport. Aos catorze anos traduziu Medeia de Eurípedes. Aos catorze anos traduziu Medeia de Eurípedes. Aos 15 anos, ingressou no Magdalen Hall da Universidade de Oxford. Aos 15 anos, ingressou no Magdalen Hall da Universidade de Oxford. Dedicou a maior parte do tempo a ler livros de viagem e estudar cartas e mapas. Dedicou a maior parte do tempo a ler livros de viagem e estudar cartas e mapas. Formou-se em 1608, em lógica escolástica e filosofia. Formou-se em 1608, em lógica escolástica e filosofia.

5 VIDA INTELECTUAL Escreveu várias obras entre as quais: Escreveu várias obras entre as quais: De Corpore Político (1640). De Corpore Político (1640). Demonstrando que os fenômenos físicos são explicáveis em termos de movimento. Demonstrando que os fenômenos físicos são explicáveis em termos de movimento. E reduzia a filosofia ao estudo dos corpos em movimento. E reduzia a filosofia ao estudo dos corpos em movimento.

6 De Homine, tratava especialmente do movimento envolvido. De Homine, tratava especialmente do movimento envolvido. No conhecimento e apetite do ser humano. No conhecimento e apetite do ser humano. De Cive, se referia a organização social e fazia referência a cidadania. De Cive, se referia a organização social e fazia referência a cidadania. Obra que trouxe impressa nos seus manuscritos trechos de o Leviatã. Obra que trouxe impressa nos seus manuscritos trechos de o Leviatã.

7 O LEVIATÃ Leviatã siginificado. Leviatã siginificado. Leviatã mitológico Leviatã mitológico Vem do hebraico, e significa; Serpente tortuosa. Vem do hebraico, e significa; Serpente tortuosa. É dado na demonologia como um dos quatros príncipes coroados do inferno. É dado na demonologia como um dos quatros príncipes coroados do inferno. É o monstro marinho bíblico, de enormes proporções e rei de todas as criaturas do mar. É o monstro marinho bíblico, de enormes proporções e rei de todas as criaturas do mar.

8 O Leviatã O Leviatã Leviatã no campo espiritual é chamado de o embusteiro pela facilidade com que triunfa em lances políticos, tratados comerciais e intrigas palacianas. Leviatã no campo espiritual é chamado de o embusteiro pela facilidade com que triunfa em lances políticos, tratados comerciais e intrigas palacianas. O dicionário Judaico de Lendas e Tradições afirma que os olhos do leviatã iluminam o mar a noite e podem ser vistos a milhares de distância. O dicionário Judaico de Lendas e Tradições afirma que os olhos do leviatã iluminam o mar a noite e podem ser vistos a milhares de distância.

9 ABSOLUTISMO O poder do Estado, que pode decidir se um homem deve ou não viver e como deve viver independente do seu estado de natureza. O poder do Estado, que pode decidir se um homem deve ou não viver e como deve viver independente do seu estado de natureza. Um estudo filosófico sobre o poder político que sucede a supremacia da Igreja medival. Um estudo filosófico sobre o poder político que sucede a supremacia da Igreja medival. Somente as normas postas pelo Estado são jurídicas porque são as únicas que são respeitadas graças à coação do Estado. Somente as normas postas pelo Estado são jurídicas porque são as únicas que são respeitadas graças à coação do Estado.

10 Para Hobbes: Para Hobbes: O direito nada mais é do que o fruto da vontade e dos interesses racionais de quem detém o Poder, em face das necessidades do Estado de manter a paz e a estabilidade social. O direito nada mais é do que o fruto da vontade e dos interesses racionais de quem detém o Poder, em face das necessidades do Estado de manter a paz e a estabilidade social. O direito é uma ideologia ou um mero elemento integrante da estrutura política do Estado. O direito é uma ideologia ou um mero elemento integrante da estrutura política do Estado. A partir do momento que se constitui o Estado, deixa, portanto, de ter valor o Direito Natural e o único Direito que vale é o civil ou do Estado. A partir do momento que se constitui o Estado, deixa, portanto, de ter valor o Direito Natural e o único Direito que vale é o civil ou do Estado.

11 No livro o Leviatã Hobbes expressa a preocupação com o ordenamento jurídico e institucional do Estado, no momento histórico que antecedeu a grande revolução burguesa que mais tarde consolidou o sistema capitalista. Segundo ele, não existe respeito espontâneo ao direito dos outros nem tão pouco justiça,tal situação leva a um estado permanente de guerra entre os homens. No livro o Leviatã Hobbes expressa a preocupação com o ordenamento jurídico e institucional do Estado, no momento histórico que antecedeu a grande revolução burguesa que mais tarde consolidou o sistema capitalista. Segundo ele, não existe respeito espontâneo ao direito dos outros nem tão pouco justiça,tal situação leva a um estado permanente de guerra entre os homens.

12 ATUAIS LEVIATÃS Lideres político que usam poder do Estado para impor sua soberania através da barbárie institui um poder forte e absoluto capaz de induzir os homens pelo medo do castigo e da repressão

13 Hobbes diz: Hobbes diz: O soberano governa pelo temor que inflige a seus súditos. Porque sem medo ninguém abriria mão de toda a liberdade que tem naturalmente; se não temesse a morte violenta. O soberano governa pelo temor que inflige a seus súditos. Porque sem medo ninguém abriria mão de toda a liberdade que tem naturalmente; se não temesse a morte violenta. Aquele que tentar depor seu soberano, for morto, ou por ele castigado devido a essa tentativa, será autor do seu próprio castigo. Aquele que tentar depor seu soberano, for morto, ou por ele castigado devido a essa tentativa, será autor do seu próprio castigo.

14 O estado hobbesiano, estado da sociedade, partindo do pressuposto da fixação das condições para a existência de uma sociedade pacífica, assenta num contrato social que envolve a passagem para o soberano do direito de cada homem se governar a si mesmo de modo a instaurar um poder político forte capaz de manter a paz e salvaguardar o bem comum da comunidade. O estado hobbesiano, estado da sociedade, partindo do pressuposto da fixação das condições para a existência de uma sociedade pacífica, assenta num contrato social que envolve a passagem para o soberano do direito de cada homem se governar a si mesmo de modo a instaurar um poder político forte capaz de manter a paz e salvaguardar o bem comum da comunidade.

15 ESTADO DE NATUREZA Hobbes define o estado de natureza à: Hobbes define o estado de natureza à: Uma situação de guerra e anarquia, pois para ele os homens são todos iguais, porém dessa igualdade pode proceder a desconfiança onde cada um deles procuraria satisfazer suas necessidades e aspirações a partir de então os outros passam a ser considerados concorrentes que precisam ser eliminados Uma situação de guerra e anarquia, pois para ele os homens são todos iguais, porém dessa igualdade pode proceder a desconfiança onde cada um deles procuraria satisfazer suas necessidades e aspirações a partir de então os outros passam a ser considerados concorrentes que precisam ser eliminados

16 Para Hobbes a sociedade civil é fruto de um contrato social, mediante o qual homens livres e iguais, dotados da razão, renunciam a uma parcela de seus direitos naturais com o objetivo de serem livres uma vez por todas da guerra e de suas conseqüências nefastas para a sociedade. Para Hobbes a sociedade civil é fruto de um contrato social, mediante o qual homens livres e iguais, dotados da razão, renunciam a uma parcela de seus direitos naturais com o objetivo de serem livres uma vez por todas da guerra e de suas conseqüências nefastas para a sociedade.

17 Segundo sua concepção, o homem é um animal social por natureza que, enquanto individuo dotado de emoções e desejos, só é capaz de viver em sociedade se abdicar de sua liberdade e parcela de poder em favor do titular da Soberania: O Estado Absoluto. Segundo sua concepção, o homem é um animal social por natureza que, enquanto individuo dotado de emoções e desejos, só é capaz de viver em sociedade se abdicar de sua liberdade e parcela de poder em favor do titular da Soberania: O Estado Absoluto.

18 Hobbes identifica a ausência do Estado de Natureza com a sociabilidade humana alicerçada na descontinuidade das ações políticas e na independência das vontades individuais e por via de conseqüência, de uma ordem política e social interna inconteste. Hobbes identifica a ausência do Estado de Natureza com a sociabilidade humana alicerçada na descontinuidade das ações políticas e na independência das vontades individuais e por via de conseqüência, de uma ordem política e social interna inconteste.

19 FORMAS DE GOVERNO Para Hobbes a monarquia é a melhor forma para se governar um Estado Soberano. pois a autoridade absoluta do rei é a única forma de exercer um poder soberano, já que este é uno e indivisível. Para Hobbes a monarquia é a melhor forma para se governar um Estado Soberano. pois a autoridade absoluta do rei é a única forma de exercer um poder soberano, já que este é uno e indivisível. A oligarquia seria possível, mas poderia acarretar a descontinuidade do exercício do poder soberano. A oligarquia seria possível, mas poderia acarretar a descontinuidade do exercício do poder soberano. A Democracia seria inviável, porque fatalmente iria acarretar a dissolução do poder soberano. A Democracia seria inviável, porque fatalmente iria acarretar a dissolução do poder soberano.

20 O absolutismo deu lugar ao que seria concebido posteriormente como um Estado de Direito, onde, se inicialmente este tinha uma presença em funções essenciais e abrangentes, que hoje caminha para uma redução estratégica de suas áreas de atuação. O absolutismo deu lugar ao que seria concebido posteriormente como um Estado de Direito, onde, se inicialmente este tinha uma presença em funções essenciais e abrangentes, que hoje caminha para uma redução estratégica de suas áreas de atuação.

21 REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICA A EVOLUÇÃO DAS GARANTIAS A EVOLUÇÃO DAS GARANTIAS DELETRASUOL.COM.BR DELETRASUOL.COM.BR BR BR BR BR COM COM COM COM RENATO JANINE RIBEIRO –O MEDO E A ESPERANÇA RENATO JANINE RIBEIRO –O MEDO E A ESPERANÇA


Carregar ppt "UNIJUI- UNIVERSIDADE DE NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL CUMPONENTE CURRICULAR-TEORIA POLÍTICA PROFESSOR-DEJALMA CREMONESE ALUNA- ADELVAZ COSTA DE MATOS SANTOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google