A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A REVOLUÇÃO RUSSA Prof. Emerson Guimarães. RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX – 170 milhões de pessoas Economia – agrária 85% da população vivia no campo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A REVOLUÇÃO RUSSA Prof. Emerson Guimarães. RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX – 170 milhões de pessoas Economia – agrária 85% da população vivia no campo."— Transcrição da apresentação:

1 A REVOLUÇÃO RUSSA Prof. Emerson Guimarães

2 RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX – 170 milhões de pessoas Economia – agrária 85% da população vivia no campo – camponeses eram explorados pelos grandes proprietários de terra. Começo do século XX – aceleração do processo de industrialização Migração do campo para a cidade para trabalhar nas indústrias Operários eram mal remunerados Burguesia industrial – não recebia apoio dos czares.

3 Rússia Pré-Revolucionária Concentração fundiária (latifúndios) Superexploração do trabalho operário Czarismo Polícia política do Czar – OKRANA: repressão aos oposicionistas Czar era apoiado: GRANDES PROPRIETÁRIOS DE TERRA e IGREJA CATÓLICA ORTODOXA

4 Palácio do Czar Família do Czar Nicolau II OS ROMANOV

5 ANTECEDENTES DA REVOLUÇÃO Partidos políticos – POSDR ( Partido Operário Social-Democrata Russo) – inspirado nas teorias de Marx Lideres eram opositores do czar expulsos da Rússia 1903 – divisão do partido: BOLCHEVIQUES (significa Membros da Maioria) e MENCHEVIQUES (significa Membros da Minoria) MENCHEVIQUES Líder: MARTOV Fortalecer a BURGUESIA russa para derrubar o Czarismo e implantar o capitalismo na Rússia. Após a implantação do capitalismo, lutar pela construção do SOCIALISMO BOLCHEVIQUES Líder: LÊNIN Fortalecer a união de operários e camponeses para que esses organizassem uma revolução socialista. Consideravam a burguesia dependente do czar e por isso sem forças para lutar contra suas ações. BOLCHEVIQUES Líder: LÊNIN Fortalecer a união de operários e camponeses para que esses organizassem uma revolução socialista. Consideravam a burguesia dependente do czar e por isso sem forças para lutar contra suas ações.

6 O DOMINGO SANGRENTO E O ENSAIO GERAL: Com as críticas da DUMA - PARLAMENTO – Czar dissolveu a Duma e formou um Parlamento para apoiá-lo (1907 – Czar retoma o seu poder absoluto);

7 Este navio tornou-se famoso devido à revolta da sua tripulação, que nele ocorreu em Junho de 1905 devido às más condições em que operavam1905 Couraçado Potemkin Serguei Eisenstein realizaria, em 1925, o filme sobre a revolta Serguei Eisenstein marco da história do cinema.cinema

8 2ª. Fase: FEVEREIRO /1917 – REVOLUÇÃO MENCHEVIQUE 27/02/1917 (calendário Juliano) - 12 /03;/1917 (calendário gregoriano) Burguesia com apoio popular – derrubou o czar e instaurou uma REPÚBLICA Composta por mencheviques apoiados pelos bolcheviques Governo Provisório – líder do Partido Socialista Revolucionário Russo ALEXANDER KERENSKI Medidas de Kerenski: -Manutenção da Rússia na Guerra -Manutenção dos latifundios -Manutenção da exploração operária -Fome, escassez, miséria MUDANÇAS POLÍTICAS: volta dos exilados, liberdade de expressão, governo republicano

9 Revolução Menchevique

10 Revolução Bolchevique - Paz, terra e pão (Lênin)

11 3ª. Fase: outubro/1917 – REVOLUÇÃO BOLCHEVIQUE LÊNIN – Estimulou os Bolcheviques a fazerem uma nova revolução -Palavras de ordem: PAZ, TERRA e PÃO Nov – BOLCHEVIQUES decidem por um fim ao Governo Provisório e implantação de um órgão comandado por um conselho de sovietes CONSELHO DOS COMISSÁRIOS DO POVO Líder: LÊNIN -Reforma agrária -Operários assumiram o controle das indústrias -Bancos foram nacionalizados organização de um novo exército: EXERCITO VERMELHO – comandante – Trótski. Março/1918 – Rússia assinou o TRATADO DE BREST-LITOVSK – saiu da I GM Ceder territórios aos alemães e pagar-lhes 6 bilhões de marcos

12 GUERRA CIVIL – COMUNISMO DE GUERRA EXÉRCITO BRANCO : militares czaristas, aristocratas, socialistas moderados, burgueses liberais – oposição aos Bolcheviques. Objetivo: derrubar o regime socialista VERMELHOS X BRANCOS – GUERRA CIVIL RUSSIA Vermelhos venceram a guerra CUSTO: país devastado; milhões de pessoas morreram; começou um processo de centralização política com a formação de um partido único; sovietes perderam importância política. X

13 Mortos na Guerra Civil Russa – Vermelhos X Brancos

14 NOVA POLÍTICA ECONÔMICA – NEP - Lênin MEDIDAS DE CÁRATER CAPITALISTA PARA ESTIMULAR O CRESCIMENTO ECONOMICO DO PAÍS -Privatização da terra -Camponeses ganharam pequenas propriedades e foram autorizados a comercializar sem a intervenção do Estado -Operários tiveram salários diferenciados - Plano externo - empréstimos e investimentos europeus -- Economia – liberalizada – com centralização política no Partido Comunista

15 1922 – fundação da URSS 1924 – MORTE DE LÊNIN ( UM MISTÉRIO ) (Bala no pescoço – sífilis) Lutas pelo poder: TROSTKI x STÁLIN TROTSKI – REVOLUÇÃO MUNDIAL PERMANENTE – implantar o socialismo em escala mundial.... STÁLIN – SOCIALIMO EM UM SÓ PÁIS : consolidar para depois expandir....

16 O STALINISMO (1924 – 1953): Ditadura totalitária. Eliminação da oposição. Expurgos, prisões e torturas. TRÓTSKY: Assassinado a mando de Stálin no México em Burocratização estatal. Controle do ensino e comunicações. Culto ao líder (Stálin = guia genial dos povos). TRÓTSKY: inimigo do Estado

17 Planos Qüinqüenais (1928): – Metas a cada 5 anos. – Indústria de base (ênfase). SOCIALISMO REAL: modelo stalinista de socialismo baseado na planificação econômica, burocratização e ultra- centralização. Modelo adotado mundialmente (china, cuba, coréia do norte); Cancelamento da NEP (1928). Planificação econômica. Coletivização agrícola. Prioridade industria de base.


Carregar ppt "A REVOLUÇÃO RUSSA Prof. Emerson Guimarães. RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX – 170 milhões de pessoas Economia – agrária 85% da população vivia no campo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google