A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Setor Têxtil e de Confecção Brasileiro Balanço 2009 e Perspectivas 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Setor Têxtil e de Confecção Brasileiro Balanço 2009 e Perspectivas 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Setor Têxtil e de Confecção Brasileiro Balanço 2009 e Perspectivas 2010

2 Balança Comercial

3

4 Países de Destino - exportações Total: Jan - Nov 2008 – US$ 1,6 bi Jan - Nov 2009 – US$ 1,09 bi 1º - Argentina Jan - Nov 2008 – US$ 460 mi Jan - Nov 2009 – US$ 280 mi 2º - Estados Unidos Jan - Nov 2008 – US$ 340 mi Jan - Nov 2009 – US$ 221 mi 3º - Paraguai Jan - Nov 2008 – US$ 60 mi Jan - Nov 2009 – US$ 58 mi 4º - México Jan - Nov 2008 – US$ 85 mi Jan - Nov 2009 – US$ 54 mi 5º - Venezuela Jan - Nov 2008 – US$ 57 mi Jan - Nov 2009 – US$ 48 mi Principais Destinos das Exportações Brasileiras de Produtos Têxteis e Confeccionados ( em valor - exclui a fibra de algodão) Fonte: MDIC/ALICEWEB

5 Balança Comercial - importações Total: Jan - Nov 2008 – US$ 3,524 bi Jan - Nov 2009 – US$ 3,178 bi 4º - Argentina Jan - Nov 2008 – US$ 186 mi Jan - Nov 2009 – US$ 134 mi 5º - Estados Unidos Jan - Nov 2008 – US$ 162 mi Jan - Nov 2009 – US$ 132 mi 3º - Indonésia Jan - Nov 2008 – US$ 253 mi Jan - Nov 2009 – US$ 275 mi 2º - Índia Jan - Nov 2008 – US$ 418 mi Jan - Nov 2009 – US$ 280 mi 1º - China Jan - Nov 2008 – US$ 1,295 bi Jan - Nov 2009 – US$ 1,259 bi Principais Origens das Importações Brasileiras de Produtos Têxteis e Confeccionados (em valor - exclui a fibra de algodão) Fonte: MDIC/ALICEWEB

6 Fonte: IBGE Mercado Interno – prod. física X com. varejista 2008Jan – Nov 2009Estimativa ,46% -1,89% 3,08% 4,87% -8,64% -7,52% -9,2% -5,19% -8% -6,7% -8,5% -4,6% Vestuário Têxtil Ind. Transformação Varejo

7 Fonte: CAGED/MTE Mercado Interno - emprego 2008Jan – Nov 2008Jan – Nov Estimativa 2009* *Demissões em dezembro são recorrentes dez/ dez/ dez/ dez/ dez/

8 Investimentos BNDES Jan – Nov / 08 Jan – Nov / 09 Importação de Máquinas R$ 900,3 mi R$ 296,1 mi R$ 386,7 mi R$ 216,1 mi TêxtilConfecçãoCadeia US$ 668 mi US$ 492 mi Jan – Nov / 08 Jan – Nov / 09 TOTAL DE INVESTIMENTOS 2008*: US$ 1,5 bi 2009**: US$ 850 mi (estimativa) } Nota: *câmbio médio de 2008 – R$ 1,83 / **câmbio médio de 2009 – R$ 1,99

9 Mercado Interno – Habitação 305,12% Alimentaçã o 161,4% Transporte 345,81% Despesas Pessoais 167,75% Saúde 338,95% Vestuário 21,82% Educação 354,54% Energia Elétrica* 417,08% Geral 212,81% Nota: (*) Fonte ANNEL (Valor Corrigido pelo IGP) inflação Período jul/1994 a dez/2009

10 Com base nisso, estimamos para 2010*: Nota: (*) a depender de outras variáveis como, por exemplo, do câmbio local e de países concorrentes. Estimativas do Governo indicam que, em 2010, o PIB crescerá 5% Perspectivas 2010 Crescimento da Ind. Transformação: 6% Crescimento da confecção: 3,7% Crescimento do setor têxtil: 4% Crescimento do varejo: 6,5% Geração de empregos :mais de 40 mil novos postos formais de trabalho. Faturamento US$ 50 bilhões Aumento da renda Consumo de têxteis

11 PDP Política de Desenvolvimento Produtivo Perspectivas 2010 Lançada em maio 2008 pelo MDIC Setor Têxtil e de Confecção foi o 1º a ser apresentado à PDP, pelo próprio ministro. Visa fortalecer e aumentar a competitividade do setor (projeto de 4 anos)

12 Realização entre Governo (ABDI + CGEE), Empresários (ABIT) e Academia (Senai-Cetiqt). PROGRAMA ESTRATÉGICO Perspectivas 2010 Criado em 2008 Aponta caminhos para o fortalecimento e crescimento do setor em âmbito mundial, de forma ética e sustentável (projeto de 15 anos)

13 SMB Sistema de Moda Brasil Algumas ações para 2010 Perspectivas 2010 Criado em novembro de 2008, pelo MDIC Visa integrar as ações de fomento dos setores que integram a Moda Brasileira (têxtil, confecção, jóias, calçados, cosméticos, estilistas, etc). Conta ainda com: SENAC, SEBRAE, SENAI, IN MOD, ABDI, Apex-Brasil, Ministérios da Cultura e Ciência Tecnologia e BNDES (projeto de longo prazo)

14 ITMF – International Textiles Federation De 17 a 19 de outubro em São Paulo Atividades em destaque - 36 feiras internacionais com a participação de 154 empresas gerando US$ 20 milhões em exportações compradores internacionais que fizeram negócios com cerca de 500 empresas brasileiras jornalistas internacionais, vindos de 30 países, visitaram o Brasil - 28 palestras de tendência de moda para empresários -87 consultorias de produto e de gestão para exportação a 243 empresas em 8 estados Agenda da Competitividade desoneração do custo do trabalho aumento do limite do Simples desoneração de investimentos desoneração das exportações convênios com MDIC e suas Agências Compras Governamentais uniformes escolares uniformes militares Texbrasil novos mercados acordos internacionais algumas ações do Texbrasil em 2009 Defesa Comercial Convênio com a Receita Federal Monitoramento do comércio internacional – sistema semáforo Medidas antidumping


Carregar ppt "Setor Têxtil e de Confecção Brasileiro Balanço 2009 e Perspectivas 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google