A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PARADA CARDIO- RESPIRATÓRIA EM PEDIATRIA UninCor 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PARADA CARDIO- RESPIRATÓRIA EM PEDIATRIA UninCor 2010."— Transcrição da apresentação:

1 PARADA CARDIO- RESPIRATÓRIA EM PEDIATRIA UninCor 2010

2 SUPORTE DE VIDA EM PEDIATRIA CAUSAS DE PCR RN: INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA LACTENTE: DOENÇAS RESPIRATÓRIAS, OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS, SUBMERSÃO, SEPSE E DOENÇAS NEUROLÓGICAS UninCor 2010

3 PCR EM PEDIATRIA ANATOMIA E FISIOLOGIA DE VIAS AÉREAS VAS E VAI MENORES QUE DOS ADULTOS LÍNGUA GRANDE EM RELAÇÃO À OROFARINGE REGIÃO SUBGLÓTICA MAIS ESTREITA E DEFORMÁVEL QUE DO ADULTO UninCor 2010

4 PCR EM PEDIATRIA ANATOMIA E FISIOLOGIA DE VIAS AÉREAS CARTILAGEM DE SUSTENTAÇÃO MENOS DESENVOLVIDA QUE DO ADULTO CAPACIDADE RESIDUAL FUNCIONAL REDUZIDA QUANDO ESFORÇO É POUCO OU NULO DEPENDÊNCIA DA MOVIMENTAÇÃO DO DIAFRAGMA PARA GERAR VOLUME CORRENTE UninCor 2010

5 PCR EM PEDIATRIA SÍNDROME MORTE SÚBITA DO LACTENTE CAUSAS ( POSSÍVEIS ): ASFIXIA, DIMINUIÇÃO DA CONDIÇÃO DE DESPERTAR, COMPROMETIMENTO DA RESPOSTA À HIPOXEMIA OU HIPERCAPNIA PICO DE INCIDÊNCIA: 2 A 4 MESES ( 70 A 90 % DOS ÓBITOS NOS PRIMEIROS 6 MESES DE VIDA ) RISCO AUMENTADO : DORMIR EM DV, INVERNO, BAIXA RENDA, SEXO MASCULINO, FILHOS DE MÃES TABAGISTAS OU VICIADAS EM DROGAS, BAIXO PESO AO NASCER UninCor 2010

6 PCR EM PEDIATRIA SINAIS DE EMERGÊNCIA RESPIRATÓRIA CHORO FRACO INCAPACIDADE PARA FALAR OU VOZ DÉBIL NÍVEL DE CONSCIÊNCIA DECRESCENTE CAPACIDADE DE RESPOSTA DECRESCENTE UninCor 2010

7 PCR EM PEDIATRIA SINAIS DE EMERGÊNCIA RESPIRATÓRIA LÁBIOS E LÍNGUA AZUIS OU PÁLIDOS RESPIRAÇÃO RÁPIDA COM DIFICULDADE PARA RESPIRAR RESPIRAÇÃO SUPERFICIAL MUITO LENTA UninCor 2010

8 PCR EM PEDIATRIA SINAIS DE OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS SINAL UNIVERSAL DE ASFIXIA INCAPACIDADE PARA FALAR ( EMISSÃO DE SOM ) TOSSE FRACA E INEFICAZ SONS INSPIRATÓRIOS AGUDOS OU AUSENTES UninCor 2010

9 PCR EM PEDIATRIA SINAIS DE OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS DIFICULDADE RESPIRATÓRIA CRESCENTE PELE AZULADA ( CIANOSE ) UninCor 2010

10 PCR EM PEDIATRIA SINAIS DE PARADA CARDÍACA AUSÊNCIA DE RESPOSTA AUSÊNCIA DE RESPIRAÇÃO ADEQUADA AUSÊNCIA DE SINAIS DE CIRCULAÇÃO ( FALTA DE PULSO ) UninCor 2010

11 VIAS AÉREAS POSICIONE A CRIANÇA. MOVIMENTE EM BLOCO SE TRAUMA CERVICAL/ CRANIANO MOVIMENTE SÓ SE NECESSÁRIO ABERTURA DE VIAS AÉREAS : CAUSA MAIS COMUM DE OBSTRUÇÃO É A QUEDA DA LÍNGUA MEDIDAS TERAPÊUTICAS UninCor 2010

12 POSIÇÃO ADEQUADA VIAS AÉREAS UninCor 2010

13 POSIÇÃO ADEQUADA VIAS AÉREAS MANOBRA DE TRAÇÃO DA MANDÍBULA: PARA TRAUMA CERVICAL OU LESÃO CRANIANA UninCor 2010

14 PCR EM PEDIATRIA EFICÁCIA: ELEVAÇÃO DO TÓRAX. CAUSA MAIS COMUM DE OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS E VENTILAÇÃO INADEQUADA DURANTE A RESSUSCITAÇÃO É A ABERTURA INAPROPRIADA DE VIAS AÉREAS. SE RESPIRAÇÕES DE RESGATE NÃO PRODUZEM EXPANSÃO TORÁCICA, APESAR DE VÁRIAS TENTATIVAS DE ABERTURA DE VIAS AÉREAS PENSAR EM OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS POR CORPO ESTRANHO. RESPIRAÇÃO UninCor 2010

15 PCR EM PEDIATRIA RESPIRAÇÃO MANOBRA DE SELICK: COMPRESSÃO DA CARTILAGEM CRICÓIDE DURANTE VENTILAÇÃO. EVITA DISTENSÃO GÁSTRICA. UninCor 2010

16 PCR EM PEDIATRIA OUTROS TIPOS DE RESPIRAÇÃO DE RESGATE: BOLSA-MÁSCARA RESPIRAÇÃO UninCor 2010

17 PCR EM PEDIATRIA PULSO CARÓTIDA : ADULTOS E CRIANÇAS BRAQUIAL: LACTENTES OUTROS RESPIRAÇÃO ( NÃO AGÔNICA ) TOSSE MOVIMENTOS CIRCULAÇÃO: SINAIS UninCor 2010

18 PCR EM PEDIATRIA PULSO CARÓTIDA : ADULTOS E CRIANÇAS CIRCULAÇÃO: SINAIS UninCor 2010

19 PCR EM PEDIATRIA PULSO BRAQUIAL E FEMORAL: LACTENTE CIRCULAÇÃO: SINAIS UninCor 2010

20 PCR EM PEDIATRIA CIRCULAÇÃO COMPRESSÕES < 1 ANO DE IDADE TÉCNICA DE 2 DEDOS – 1 SOCORRISTA 2 DEDOS DE UMA MÃO NA ½ INFERIOR DO ESTERNO, ABAIXO DA LINHA INTERMAMÁRIA COMPRIMA ESTERNO ENTRE 1/3 E METADE DA PROFUNDIDADE DO TÓRAX ( 1,2 A 2,5 CM ). NÃO RETIRE OS DEDOS APÓS RETORNO DO ESTERNO À POSIÇÃO NORMAL MESMA DURAÇÃO ENTRE COMPRESSÃO E RELAXAMENTO FREQUÊNCIA DE PELO MENOS 100 VEZES POR MINUTO APÓS 5 COMPRESSÕES OFEREÇA 1 VENTILAÇÃO EFETIVA COORDENE COMPRESSÕES E VENTILAÇÃO. REAVALIE PÓS 20 CICLOS UninCor 2010

21 PCR EM PEDIATRIA TÉCNICA DE COMPRESSÃO 2 DEDOS < 1 ANO DE IDADE 1 SOCORRISTA UninCor 2010

22 PCR EM PEDIATRIA TÉCNICA DE COMPRESSÃO 2 POLEGARES < 1 ANO DE IDADE 2 SOCORRISTAS UninCor 2010

23 PCR EM PEDIATRIA CIRCULAÇÃO COMPRESSÕES ENTRE 1 E 8 ANOS DE IDADE TÉCNICA COM 1 MÃO PUNHO DE UMA MÃO, COM DEDOS ESTENDIDOS NA ½ INFERIOR DO ESTERNO. LEVANTE OS DEDOS PARA EVITAR PRESSÃO DAS COSTELAS COMPRIMA ESTERNO ENTRE 1/3 E METADE DA PROFUNDIDADE DO TÓRAX ( 2,5 A 4 CM ). NÃO RETIRE OS DEDOS APÓS RETORNO DO ESTERNO À POSIÇÃO NORMAL FREQUÊNCIA DE PELO MENOS 100 VEZES POR MINUTO APÓS 5 COMPRESSÕES OFEREÇA 1 VENTILAÇÃO EFETIVA COORDENE COMPRESSÕES E VENTILAÇÃO. REAVALIE APÓS 20 CICLOS UninCor 2010

24 PCR EM PEDIATRIA CIRCULAÇÃO COMPRESSÕES ENTRE 1 E 8 ANOS DE IDADE TÉCNICA COM 1 MÃO UninCor 2010

25 PCR EM PEDIATRIA CIRCULAÇÃO COMPRESSÕES > 8 ANOS DE IDADE TÉCNICA COM 2 MÃOS PUNHO DE UMA MÃO, COM DEDOS ESTENDIDOS NA ½ INFERIOR DO ESTERNO. APOIE A MESMA REGIÃO DA OUTRA MÃO SOBRE A 1ª. ENTRELACE OS DEDOS DAS MÃOS E ELEVE-OS. EVITAR COSTELAS. POSICIONE-SE VERTICALMENTE ACIMA DO TÓRAX A SER COMPRIMIDO. DEPRIMA APROXIMADAMENTE 4 A 5 CM. NÃO RETIRE AS MÃOS APÓS RETORNO POSIÇÃO NORMAL. FREQUÊNCIA DE PELO MENOS 100 VEZES POR MINUTO. APÓS 15 COMPRESSÕES OFEREÇA 2 VENTILAÇÕES EFETIVAS ATÉ INTUBAÇÃO. APÓS INTUBAÇÃO CICLOS DE 5:1. COORDENE COMPRESSÕES E VENTILAÇÃO. REAVALIE APÓS 20 CICLOS. UninCor 2010

26 PCR EM PEDIATRIA CIRCULAÇÃO COMPRESSÕES > 8 ANOS DE IDADE TÉCNICA COM 2 MÃOS UninCor 2010

27 SINAIS SINAL UNIVERSAL DE ASFIXIA INCAPACIDADE PARA FALAR TOSSE FRACA E INEFICAZ SONS INSPIRATÓRIOS AGUDOS OU AUSENTES DIFICULDADE RESPIRATÓRIA CRESCENTE CIANOSE PCR EM PEDIATRIA OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS POR CORPO ESTRANHO UninCor 2010

28 MANOBRAS EM LACTENTE PCR EM PEDIATRIA OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS POR CORPO ESTRANHO UninCor 2010

29 PCR EM PEDIATRIA MANOBRAS EM CRIANÇA ( MANOBRA DE HEIMLICH ) OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS POR CORPO ESTRANHO UninCor 2010

30 PCR EM PEDIATRIA MANOBRAS EM CRIANÇA INCONSCIENTE (MANOBRA DE HEIMLICH ) OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS POR CORPO ESTRANHO UninCor 2010

31 PCR EM PEDIATRIA CONCLUSÃO: È muito importante saber corretamente as técnicas de reanimação cardio-pulmonar, mas acima de tudo é extremamente importante que evitemos a PCR.


Carregar ppt "PARADA CARDIO- RESPIRATÓRIA EM PEDIATRIA UninCor 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google