A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sheila Rizzato Stopa Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde Brasília, outubro de 2015.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sheila Rizzato Stopa Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde Brasília, outubro de 2015."— Transcrição da apresentação:

1 Sheila Rizzato Stopa Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde Brasília, outubro de 2015

2 Produzir dados em âmbito nacional sobre a situação de saúde e os estilos de vida da população brasileira, bem como sobre a atenção à saúde, no que se refere ao acesso e uso dos serviços de saúde, à continuidade dos cuidados, e ao financiamento da assistência à saúde.

3

4 PNAD

5 Pesquisa Domiciliar Abrangência Nacional Sorteio com base no Sistema Integrado de Pesquisas Domiciliares (SIPD) Previsão de realização: quinquenal Amostra inicial proposta: 80 mil domicílios Domicílios com registros de entrevistas: Pessoas entrevistadas: 60202

6 Composta de:  Entrevista domiciliar: características do domicílio.  Entrevista para todos os moradores: um informante do domicílio responde por todos os moradores do domicílio, em continuidade ao Suplemento Saúde da PNAD.  Entrevista individual: um morador de 18 anos e mais do domicílio selecionado aleatoriamente. Enfoque: morbidade e estilos de vida.  Aferições de peso, altura, circunferência da cintura e pressão arterial para o indivíduo selecionado do domicílio.  Subamostra: Coleta de material biológico (sangue e urina) para adulto selecionado.

7 Recorte Regional: Brasil Grandes Regiões Unidades da Federação Municípios das Capitais e Distrito Federal (por sexo) A amostra da pesquisa foi desenhada de forma a permitir divulgação dos resultados para:

8 Plano de Análise da PNS Volume 1 Percepção do estado de saúde (módulo N) Estilos de vida (módulo P) Doenças crônicas (módulo Q) Volume 2 Informações do domicílio (A) Programa de saúde da família (módulo B) Cobertura de plano de saúde (módulo I) Utilização de serviços de saúde (módulo J) Acidentes e violências (módulo O) Saúde Bucal (módulo U) Atendimento médico (módulo X) Volume 3 Saúde das crianças de menos de 2 anos de idade (módulo L) Saúde da mulher (mulheres de 18 anos ou mais) (módulo R) Atendimento pré-natal (módulo S) Funcionalidade dos indivíduos de 60 anos ou mais de idade (módulo K) Pessoas com deficiência (módulo G) Medidas antropométricas e pressão arterial Volume 4 Resultados Laboratoriais

9 Temas abordados: Percepção do estado de saúde Estilos de vida: consumo alimentar, álcool, atividade física, tabagismo Doenças crônicas não transmissíveis

10

11 Proporção de pessoas com ao menos uma doença crônica, por sexo - Brasil, ,9% dos adultos (18 anos ou mais) referiram ter, pelo menos, uma doença crônica = 53 milhões de brasileiros 41,9% para o sexo feminino 31,3% para o sexo masculino

12 Doença crônica autorreferida, 60 anos e mais - Brasil Doenças / problemas de saúde%IC 95% Hipertensão50,648,952,4 Diabetes18,116,919,4 Colesterol alto24,322,925,8 Problema no coração11,410,312,6 AVC 4,94,35,7 Asma4,84,15,5 Artrite ou reumatismo16,415,317,7 Problema de coluna28,126,629,6 DORT1,41,02,0 Depressão9,58,610,1 IRC2,82,33,4

13 Doença crônica autorreferida, por grupos de idade - Brasil %

14 Indicadores de hipertensão, por grupos de idade - Brasil

15 Indicadores de diabetes, por grupos de idade - Brasil 81,3

16

17 Consumo recomendado de hortaliças e frutas, por grupos de idade - Brasil %

18 Costumam consumir bebida alcoólica uma vez ou mais por semana, por grupos de idade - Brasil %

19 Atividade física recomendada no lazer, por grupos de idade - Brasil %

20 Usuários atuais de tabaco, por grupos de idade - Brasil %

21 Autoavaliação do estado de saúde como boa ou muito boa, por grupos de idade - Brasil %

22 Temas abordados: Acesso e utilização dos serviços de saúde Cobertura do Programa Saúde da Família Cobertura de planos de saúde Saúde bucal Atendimento médico Acidentes e Violência

23 Proporção de idosos acamados nas duas últimas semanas 41,5% (IC95%: 37,6-45,5) Proporção de idosos que consultaram um médico nos últimos 12 meses 84,8% (IC95%: 83,8-85,8) Proporção de idosos que consultaram um dentista nos últimos 12 meses 28,7% (IC95%: 27,3-30,2) Proporção de idosos que foram internados por mais de 24 horas nos últimos 12 meses 10,6% (IC95%: 9,7-11,7) Uso de serviços de saúde por pessoas com 60 anos e mais - Brasil

24 Motivos pelos quais as pessoas com 60 anos e mais procuraram o serviço de saúde nas duas últimas semanas - Brasil

25 Serviços de saúde procurados pelas pessoas com 60 anos e mais nas duas últimas semanas - Brasil

26 Uso de medicamentos Proporção de idosos que tiveram medicamentos receitados no último atendimento - Brasil 67,1% (IC95%: 64,3 – 69,8) 82,8% (IC95%: 80,0 – 85,2) Conseguiram obter todos os medicamentos receitados 12,5% (IC95%:10,3-14,9) conseguiu obter todos os medicamentos no Programa Farmácia Popular 16,6% (IC95%:13,8-19,8) conseguiu obter todos os medicamentos no serviço público de saúde

27 Pessoas com 60 anos e mais e posse de plano de saúde Proporção de idosos com posse de plano de saúde 31,9% (IC95%: 30,2 – 33,6) Tempo de posse de plano sem interrupção

28 Temas abordados: Pessoas com deficiências Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais de idade Saúde da mulher Atendimento pré-natal e Assistência ao parto Crianças com menos de 2 anos de idade Antropometria e pressão arterial

29 Funcionalidade Atividades sociais organizadas CatarataVacina da gripe 13,6% População total Aumento da expectativa de vida

30 Proporção de pessoas com limitação funcional para realizar atividades de vida diária, na população de 60 anos ou mais de idade - Brasil ,0% precisavam de ajuda 17,8% recebia ajuda remunerada e 78,8% recebia cuidado de familiar.

31 Proporção de pessoas com limitação funcional para realizar atividades instrumentais de vida diária, na população de 60 anos ou mais de idade – Brasil A Região Nordeste teve proporção estatisticamente superior ao nível nacional, com 22,0%

32 Proporção de pessoas que participam de atividades sociais organizadas, na população de 60 anos ou mais de idade - Brasil Maior na área urbana (25,0%) do que na área rural (19,2%)

33 Proporção de pessoas diagnosticadas com catarata em uma ou ambas as vistas, na população de 60 anos ou mais de idade - Brasil Dentre quem teve diagnóstivo e teve indicação médica para cirurgia, 72,2% a realizou

34 Distribuição percentual das pessoas que não fizeram a cirurgia nos olhos para retirar a catarata, na população de 60 anos ou mais de idade que tiveram indicação para esta cirurgia, segundo o motivo de não ter feito a cirurgia – Brasil – 2013 Medo, complicação de outra doença e realizando exames

35 Proporção de pessoas com 60 anos ou mais de idade que tomaram vacina contra gripe nos últimos 12 meses anteriores à pesquisa, Brasil e Grandes Regiões Motivos para não ter tomado: 25,5% raramente ficas gripados, 25,0% têm medo da reação e 12,1% não acreditam que a vacina protege contra a gripe Meta de cobertura (80,0%)

36 Proporção de mulheres que realizaram o exame preventivo para câncer do colo do útero nos últimos três anos anteriores à pesquisa, na população de mulheres de 25 a 64 anos de idade, com indicação do intervalo de confiança de 95%, segundo as Grandes Regiões – 2013 Maiores proporções para mulheres com nível superior completo (88,7%) e brancas (82,6%) Parâmetro OMS (85%)

37 Distribuição percentual das mulheres que nunca fizeram o exame preventivo, na população de mulheres de 25 a 64 anos de idade, segundo os motivos de nunca terem feito o exame - Brasil ,9% das mulheres de 25 a 64 anos, nunca realizaram o exame preventivo

38 Proporção de mulheres de 50 a 69 anos de idade que realizaram exame de mamografia nos últimos 2 anos anteriores à pesquisa – Brasil Menor na Região Norte (38,7%) e maior nas Regiões Sul (64,5%) e Sudeste (67,9%) Parâmetro OMS (70,0%)

39 Para mais informações

40 1) Secretaria de Vigilância em Saúde 2) Vigilância de A a Z 3) Doenças crônicas não transmissíveis

41


Carregar ppt "Sheila Rizzato Stopa Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde Brasília, outubro de 2015."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google