A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Agenda 2 O que é o Inova Aerodefesa? Linhas Temáticas Etapas do Inova Aerodefesa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Agenda 2 O que é o Inova Aerodefesa? Linhas Temáticas Etapas do Inova Aerodefesa."— Transcrição da apresentação:

1

2 Agenda 2 O que é o Inova Aerodefesa? Linhas Temáticas Etapas do Inova Aerodefesa

3 O Inova Energia é parte do Plano Inova Empresa... Orçamento esperado: R$ 32 bi Orçamento indicativo: R$ 2,9 bi (Finep: R$ 2,4 bi, BNDES: R$ 0,5 bi, MD/AEB: encomendas estratégicas)... Objetivo do Inova Aerodefesa fomentar e apoiar planos de negócios de inovação, coordenando ações de fomento e instrumentos de apoio financeiro disponíveis entre Finep, BNDES, MD e AEB

4 Por que a minha empresa deve participar do Inova Aerodefesa?...estabelecer parcerias em projetos de inovação, no setor aeroespacial e nas áreas de defesa e segurança... desenvolver produtos com possibilidade de aquisição estratégica do MD e da AEB... utilizar um canal unificado para acessar os melhores instrumentos financeiros disponíveis para inovação, incluindo os instrumentos não reembolsáveis da Finep e BNDES... desenvolver projetos de maior risco tecnológico/mercado... que meu projeto ganhe visibilidade em nível nacional Porque o Inova Aerodefesa é uma oportunidade para...

5 Quem são os atores do Inova Aerodefesa? Fontes de Recursos

6 Categorias de Participantes Empresas Líderes Empresas Parceiras ICTs Somente empresas líderes poderão submeter Plano de Negócios Definição: ROB > R$ 16MM ou PL> R$ 4MM Necessitarão estar consorciadas com empresas lideres Foco em ações conjuntas de inovação que fortaleçam o ecossistema de inovação e produção local Fundos de Investimento Fundos de Investimento Para captação de investidores estratégicos (FINEP e BNDES) Novo

7 Etapas do INOVA AERODEFESA 17/Mai Lançamento do Plano Submissão das Cartas de Interesse Resultado da Seleção Submissão dos Planos de Negócios Resultado da Seleção dos Planos de Negócios Cartas de Manifestação de Interesse Plano de Negócios Workshop Submissão dos Projetos às linhas Entrega dos PSC Submissão e Análise de Financiamento Após 23/Dez1/Jul27/Ago12/Ago10/Out23/Dez Carta de Manifestação de Interesse (CMI) para empresas, ICTs e fundos de investimento: declaração da empresa de interesse em participar do Inova Energia. Workshop: estimular parcerias, apresentar o modelo de plano de negócios e tirar dúvidas Plano de Negócios: Detalhamento do plano de inovação (consorciado ou não) pela empresa líder Plano de Suporte Conjunto (PSC): recomendação dos melhores instrumentos para cada Plano de Negócios Instituições Apoiadoras

8 Agenda Formulação do Inova Aerodefesa Linhas Temáticas Etapas do Inova Aerodefesa

9 Linha 1: Aeroespacial Subtemas a)Propulsão Espacial, Foguetes de Sondagem e Veículos Lançadores: Desenvolvimento de tecnologias de propulsão líquida e sólida; envelopes- motores fabricados em materiais compósitos; e sistemas eletrônicos de controle de atitude e guiamento para foguetes b)Plataformas Espaciais / Satélites: Desenvolvimento de tecnologias e materiais para uso em plataformas suborbitais e orbitais; desenvolvimento de sistemas, subsistemas e componentes embarcados nessas plataformas, incluindo controle de atitude e guiamento, dispositivos para imageamento óptico de alta resolução e infravermelho, sensores estelares com tecnologia APS (Active Pixel Sensor) e outros c)Aeronáutica: Desenvolvimento de tecnologias de manufatura e produtos na indústria aeronáutica visando aumento de qualidade e produtividade; plataformas demonstradoras tecnológicas para aeronaves mais eficientes Linha passível de ICT Cooperativo (Finep)

10 Linha 2: Defesa Subtemas: a)Sensores / Sensoriamento remoto para Defesa (equipamentos e/ou componentes): Sensoriamento remoto radar ou óptico para uso em veículos terrestres, navais ou aéreos; equipamentos de visão noturna e pontaria; detectores e analisadores RBQN e de explosivos; detecção acústica de alvos submarinos; plataformas giroestabilizadas para câmeras, sensores e lançadores de armamentos b)Sistemas e Subsistemas de Comando e Controle para Defesa: Detecção de emissões eletromagnéticas; interferência / despistamento contra radares; equipamentos de comunicação; armas guiadas por laser e/ou infravermelho; detecção, acompanhamento e identificação de alvos (navais, terrestres e aéreos); simuladores de tiro (armas portáteis, mísseis ou outros armamentos); simuladores de operações militares navais, terrestres ou aéreas c)Inovação Tecnológica em Programas / Projetos Prioritários: Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica associados a produtos de defesa previstos na END, no PAED ou em programas/projetos prioritários das Forças Armadas

11 Linha 3: Segurança Subtemas: a)Sistemas de Identificação Biométrica: Reconhecimento de voz; identificação de retina; geometria de dedos, mãos e palmas; identificação por DNA, odores, salinidade do corpo, orelha; outros sistemas biométricos b)Sistemas de Informações: Sistemas de informações geográficas (SIG); sistemas integrados de atendimento de emergência; sistemas integrados de operações de segurança c)Armas Não Letais: Jatos e sprays; granadas leves; tasers; bastões de choques; disparo sônico; ondas quentes; pistolas elétricas de incapacitação; outros dispositivos

12 Linha 4: Materiais Especiais Subtemas: a)Materiais para Aplicações Diversas: Fibras de carbono e outros materiais compósitos; ligas metálicas para altas temperaturas e outros materiais b)Materiais para Aplicações na Indústria de Defesa: Resinas para propelentes sólidos; materiais absorvedores de radiação eletromagnética; blindagens e proteção balística; outros materiais para aplicação em defesa, aeronáutica e espacial c)Ligas metálicas para Aplicações Especiais: Aços maraging M300 e M350; componentes de aços e ligas especiais para gerador de vapor; tubos extrudados de parede grossa de ligas de alumínio; superligas à base de níquel e aços inoxidáveis especiais

13 Agenda 13 Formulação do Inova Aerodefesa Linhas Temáticas Etapas do Inova Aerodefesa

14 Edital do INOVA AERODEFESA FINEP atuará como Secretaria Executiva: concentrará todo trâmite de documentos O Edital servirá como chamada pública da subvenção Finep Recursos reembolsáveis, não reembolsáveis (BNDES e FINEP) e Aquisição Estratégica do MD e da AEB Comitê de Avaliação composto por representantes das Instituições Apoiadoras – BNDES, FINEP, AEB e MD será responsável pela Seleção de Empresas Líderes, pela Seleção de Planos de Negócio e pela Estruturação de Planos de Suporte Conjuntos

15 Etapa 1. Carta de Manifestação de Interesse (CMI) Preenchimento – Há três modelos distintos de CMIs: Empresas, ICTs e Fundos de Investimento. – Cada empresa deverá preencher apenas uma CMI, independente do número de Planos de Negócios que almeje participar – Não há a necessidade de detalhamento do plano de negócios a ser desenvolvido Estímulo a parcerias – Há espaço na CMI para apresentar informações públicas, para que outros participantes possam procurar as informações necessárias para potenciais parcerias Avaliação – Apenas as CMIs das empresas líderes serão avaliadas – As demais CMIs (ICTs e Empresas Parceiras) servirão de base de informação para formação de parceria e avaliação na etapa de plano de negócios

16 Etapa 2. Plano de Negócios (PN) 16 A cooperação será estimulada pelo plano, com preferência no acesso aos recursos mais nobres da Finep e BNDES O workshop (previsto para o dia 27/Agosto/13) terá como objetivos: Estimular a formação de parcerias entre as empresas líderes, parceiras e ICTs Apresentar e tirar dúvidas sobre o preenchimento do PN Cada empresa poderá participar na condição de Empresa Líder em apenas um Plano de Negócio por linha temática (sem prejuízo de poder participar como empresa parceira em outro PN da mesma linha temática)

17 Critérios de Seleção do Plano de Negócios ParâmetrosModalidade Critérios Específicos Aderência TemáticaEliminatória... InovaçãoClassificatória... Viabilidade TécnicaClassificatória... Viabilidade ComercialClassificatória... Conteúdo Tecnológico e Produtivo LocalClassificatória...

18 Etapa 3. Submissão e Análise de Financiamento 18 Haverá um Plano de Suporte Conjunto definindo os instrumentos financeiros mais adequados para cada Plano de Negócios aprovado A seleção no Inova Aerodefesa não implica em aprovação imediata de apoio, que seguirão os critérios adotados por cada Instituição¹. 1. A seleção pública não obriga o BNDES, a FINEP, a AEB ou o MD a conceder apoio requerido no corpo dos Planos de Negócio que vierem a ser selecionados, servindo tão-somente como pré-qualificação destes ao recebimento de apoio, condicionada à observância dos fluxos usuais de tramitação vigentes em cada uma das Instituições Apoiadoras, inclusive no que concerne a enquadramento, análises técnica, financeira, jurídica, de garantias, aprovação, contratação e acompanhamento.

19 Como me inscrevo? O primeiro passo é o preenchimento da Carta de Manifestação de Interesse: (não há a necessidade de detalhamento do projeto a ser desenvolvido). Link: Prazo final para participar: 1 de Julho de EMPLATE_DEST=template.pessoajuridica.login&MODULO=operacao&IDF=201 E não esquecer … -CMI física completa assinada! -Demosntrações Financeiras de 2012! -Documentação complementar

20 Dúvidas?


Carregar ppt "Agenda 2 O que é o Inova Aerodefesa? Linhas Temáticas Etapas do Inova Aerodefesa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google