A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Algoritmos Prof. Kelly E. Medeiros. O segredo para se sair em qualquer disciplina Procurar estar presente na aula Lembre-se que muitos exercícios poderão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Algoritmos Prof. Kelly E. Medeiros. O segredo para se sair em qualquer disciplina Procurar estar presente na aula Lembre-se que muitos exercícios poderão."— Transcrição da apresentação:

1 Algoritmos Prof. Kelly E. Medeiros

2 O segredo para se sair em qualquer disciplina Procurar estar presente na aula Lembre-se que muitos exercícios poderão compor as notas das provas. Se for necessário faltar chegar o conteúdo passado com os colegas de sala; Que façam silêncio durante as explicações e em caso de dúvida em algum assunto ou aula? Pergunte ao professor durante a aula ou envie um para o da turma. E o mais importante: Praticar, Praticar, Praticar...

3 Algoritmos Vamos imaginar: Como os programas de computadores funcionam? Como é que o computador faz todas as tarefas exatamente da forma com a qual você pede?

4 Algoritmos Para fazer esta interpretação entre homem e máquina, foram desenvolvidas as linguagens de programação. Mas mesmo estas linguagens utilizam uma lógica para serem escritas e é aí que entram os algoritmos.

5 Algoritmos Um algoritmo nada mais é do que uma receita que mostra passo a passo os procedimentos necessários para a resolução de uma tarefa. Ele não responde a pergunta o que fazer?, mas sim como fazer.

6 Algoritmo Em termos mais técnicos, um algoritmo é uma sequência lógica, finita e definida de instruções que devem ser seguidas para resolver um problema ou executar uma tarefa. Embora você não perceba, utiliza algoritmos de forma intuitiva e automática diariamente quando executa tarefas comuns. Como estas atividades são simples e dispensam ficar pensando nas instruções necessárias para fazê-las, o algoritmo presente nelas acaba passando despercebido.

7 Por exemplo: Fritar um OVO. Inicio Retirar o ovo da geladeira ou da colmeia de ovos. Colocar a frigideira no fogo Colocar óleo Esperar até o óleo ficar quente Quebrar o ovo separando a casca Colocar o conteúdo do ovo na frigideira Esperar um minuto Retirar o ovo da frigideira e colocar em um prato Apagar o fogo. Fim

8 Outro exemplo, quando precisa trocar uma lâmpada, você: Início Verifica se o interruptor está desligado; Procura uma lâmpada nova; Pega uma escada; Leva a escada até o local; Posiciona a escada; Sobe os degraus; Para na altura apropriada; Retira a lâmpada queimada; Coloca a lâmpada nova; Desce da escada; Aciona o interruptor; Se a lâmpada não acender, então: Retira a lâmpada queimada; Coloca outra lâmpada nova Senão Lâmpada acesa, tarefa terminada; Joga a lâmpada queimada no lixo; Guarda a escada; Fim

9 Analisando os exemplos e verificando Tal sequencia é um Algoritmo? Possui uma sequencia de instruções finitas e ordenadas? Resp. Sim, os 2 possuem. O objetivo da sequencia foi atingido? Resp. Sim. O ovo foi frito e a lâmpada trocada. Logo, os 2 são um algoritmo.

10 Exercitando: Ordene e estruture uma sequencia (Algoritmo) para a realização de uma ligação telefônica em um orelhão. Você usará um cartão para fazer a ligação.

11 Resposta para o exercício Resposta 1 (simples) Inicio 1. Tirar o fone do gancho. 2. Ouvir sinal de linha 3. Introduzir o cartão 4. Teclar o número desejado 5. Conversar 6. Desligar 7. Tirar o cartão Fim

12 Resposta para o exercício Resposta 2 (mais robusta) Inicio 1. Tirar o fone do gancho. 2. Ouvir sinal de linha 3. Introduzir o cartão 4. Teclar o número desejado 5. Se chamar e alguém atender 1. Conversar 2. Desligar 3. Retirar o cartão 6. Senão 7. Desligar 8. Tirar o cartão Fim

13 Qual a conclusão que podemos tirar sobre os algoritmos Algoritmos é uma espécie de passo a passo. Algoritmos realizam uma saída (ex. Um ovo frito) a partir de uma entrada (um ovo) através de uma sequência. Os passos tem que ser executados um após o outro. Um algoritmo está correto quando sua sequência de instrução resulta em uma saída esperada. Podem existir um ou mais algoritmos para atingir um resultado, desde que o resultado seja o mesmo.

14 O algoritmo não é a solução do problema, mas o caminho que leva a solução.

15 Por que criarmos algoritmos? A linguagem natural não pode ser interpretadas por computadores. Existem linguagens especiais. Computadores são projetados para executar tarefas bem definidas a partir de instruções. Para desenvolver software, utilizamos linguagem de programação A linguagem algorítmica é similar a uma linguagem de programação. Logo, aprendendo a criar algoritmos, estamos aptos a programar em qualquer linguagem de programação.

16 Como funciona um sistema? Português/Inglês Linguagem Natural Instruções Algoritmo Adaptação Código – fonte em Linguagem de programação Compilação tradução Linguagem de máquina Alto nível Baixo nível

17 Fluxogramas Os fluxogramas ou diagramas de bloco são: Forma gráfica para representar os passos lógicos de um determinado algoritmo. Com o diagrama pode-se definir e facilitar a visualização dos passos em um problema.

18 Fluxogramas (representação de um algoritmo) Descrevem o fluxo de ação de um determinado trabalho lógico; Usa símbolos convencionais, permitindo poucas variações; Representado por símbolos geométricos

19 Entendo as formas do fluxograma convencional (deve-se saber bem o que é cada símbolo dentro de um fluxograma) então anotem.

20 Exemplo:

21 Analisando algoritmo e criando o fluxograma Algoritmo media Var nota1, nota2, media de Real; Inicio nota1<=5; nota2<=7; media <=(nota1+nota2)/2; Mostrar media; Fim

22 Fluxograma do algoritmo da média montado:

23 Estrutura de Dados O computador só conhece os valores que estão armazenados na sua memória. Portanto, a maioria das instruções está, de certa forma, associada ao processo de armazenamento ou transformação desses valores. Na concepção de algoritmos, pode-se considerar: 1. Memória Conjunto de posições 2. Cada posição recebe uma identificação(nome) e armazena um valor. IdentificadorIdadeNomeMédia Valor18João2,5

24 Estrutura de Dados As posições de memória sempre armazenam um valar e seguem as seguintes premissas: 1. Se armazenamos um novo valor em uma posição, o seu valor antigo será perdido; 2. Se nenhum valor for atribuído a uma determinada posição, esta possui um lixo (as posições nunca estão vazias)

25 Estrutura de Dados - Identificador É o nome de uma posição na memória; É definido pelo programador; Recomenda-se o uso de nomes significativos. Ex: IDADE, NOME, VLR_SALARIO Contra-Ex: X1, KCP, VAR_1, VAR_2 Regras para definição de identificadores 1. Deve começar com uma letra; 2. Pode conter letras, números e caracteres especiais. IdentificadorIdadeNomeMédia Valor18João2,5

26 Estrutura de Dados - Identificador É o nome de uma posição na memória; É definido pelo programador; Recomenda-se o uso de nomes significativos. Ex: IDADE, NOME, VLR_SALARIO Contra-Ex: X1, KCP, VAR_1, VAR_2 Regras para definição de identificadores 1. Deve começar com uma letra; 2. Pode conter letras, números e caracteres especiais. IdentificadorIdadeNomeMédia Valor18João2,5

27 Estrutura de Dados – Constantes e Variáveis Constantes: Representam valores que não mudam no decorrer do algoritmo: Ex: O nome é:, PI, Polegada, etc. Variáveis: Representam dados cujos valores são modificados ao longo da execução do algoritmo.

28 Tipos de Estrutura de dados Estrutura de dados homogênea (Vetores e Matrizes) Vetores: Estrutura que suporta N posições de um mesmo tipo de dado, cada um com seu respectivo valor. Ex. char[ ]: string Matrizes: estrutura que suporta NxM posições de um mesmo tipo de dados, cada uma com seu respectivo valor. Ex: int[1..10, 1..10]: matriz_identidade;

29 Tipos de Estrutura de dados Estrutura de Dados Heterogênea Registros: estrutura que suporta K variáveis, cada qual com um tipo de dado próprio. Ex: registro{ char[1..100]: nome; int: idade; real: salario; }: cadastro

30 Tipos de Estrutura de dados As duas estruturas apresentadas podem ser combinadas de modo a formar estruturas complexas de dados.

31 Estrutura Geral de um Algoritmo Algoritmo_NomeAlgoritmo Declaração de variáveis e constantes globais Inicio Bloco de comando Fim Fim_algoritimo

32 Comandos Básicos do Algoritmo Declaração de Variáveis Define os locais na memória que serão rotulados com o identificador da variável que será utilizada para a manipulação de um determinado tipo de dado. Nenhuma variável pode ser usada sem antes ter sido declarada. Ex: Variáveis: Tipo_do_dado tipos primitivos (inteiro, real, caracter e lógico) ou tipos estruturados (vetores, matrizes e registros)

33 Comandos Básicos do Algoritmo Comentários Comentários não são comandos, mas são muito importantes para a documentação e entendimento dos algoritmos e programas de computador. São compostos por textos explicativos em linguagem natural delimitados entre /* e */ Ex. /* Esse algoritmo calcula a media de 3 notas */

34 Comandos Básicos do Algoritmo Comandos de Entrada e Saída São utilizados para obter a entrada ou fornecer a saída ide informações ao usuário durante a execução do algoritmo. Sintaxe: Leia Mostre Ex. Leia (N1, N2, N3) Mostre( A média final é:, (N1+N2+N3)/3);

35 Comandos Básicos do Algoritmo Comandos de Atribuição Similar ao sinal de igual das expressões matemáticas convencionais, este comando atribui à variável da esquerda o valor da expressão da direita. Sintaxe: Variável expressão; Ex: Nome fulano;

36 Comandos Básicos do Algoritmo Tipos de operadores Relacionais: =(igual), <>(diferente), >(maior que), =(maior igual que), e <=(menor igual que); Lógicos: and, or Aritméticos: + (soma), -(subtração), *(mutiplicação), /(divisão) e ^(exponenciação).

37 Comandos Básicos do Algoritmo Tipos de Funções: abs(X): obtém o valor absoluto de X; sqrt(X): calcula a raiz quadrada de X; log(X): calcula o logaritmo de X; mod(X,Y): obtém o resto da divisão de X por Y; trunca(X): obtém a parte inteira de X; round(X): arredonda o valor de X; sen(X): calcula o valor do seno de X; cos(X): calcula o valor do cosseno de X; tan(X): calcula o valor da tangente de X.

38 Primeiro Algoritmo Calcular a média de 2 notas: Algoritmo media Inicio Ler a 1ª nota; Ler a 2ª nota; Somar as 2 notas; Dividir a soma das notas por 2; Mostrar o resultado; Fim

39 Quando compilado no computador 5 8 6,5

40 Algoritmo Media. Calcular a média de 2 notas: Algoritmo media Var nota1, nota2, media de real; Início Mostrar: Digite a 1ª nota.; Ler a 1ª nota; Mostrar: Digite a 2ª nota.; Ler a 2ª nota; Media (nota1 + nota2)/2 Mostrar: A media é:, media; Fim

41 Quando compilado no computador Digite a 1ª nota: 5 Digite a 2ª nota: 8 A média é: 6,5

42 Algoritmo carro Algoritmo automovel Var custo_fab, perc_rev, impostos, preco_final de real; Inicio Mostrar: Digite o valor do custo de fabrica do automovel.; Ler (custo_fab); perc_rev (25*custo_fab)/100; Impostos (45*custo_fab)/100; preco_final custo_fab + perc_rev + impostos; Mostrar: O custo da fabrica:, custo_fab; Mostrar: O percentual do revendedor é :, perc_rev; Mostrar: O imposto é:, impostos; Mostrar: O preço final do carro será de :, preco_final; Fim

43 Quando compilado no computador Digite o valor do custo de fábrica do automóvel : O custo da fábrica: O percentual do revendedor é: O imposto é: O preço final do carro será de: 68000

44 Exercício 1 Faça um algoritmo que leia o nome de uma pessoa, sua idade e o seu salário e ao final mostre essas informações.

45 Exercício 2 Faça um algoritmo que leia 2 números e faça as 4 operações matemáticas e mostre esses resultados.

46 Exercício 3 Duas variáveis (A e B) possuem valores distintos (A 5 e B 10). Crie um, algoritmo que armazene esses valores nas 2 variais e efetue a troca de valores de forma que a variável A passe a possuir o valor de B e que a variável B passe a possuir o valor de A. E ao final mostrar esses valores trocados.

47 Exercício 4 O custo ao consumidor de um carro novo, é a soma do custo de fábrica com a porcentagem do revendedor e com o custo dos impostos (aplicados ao custo da fabrica). Supondo que a porcentagem do revendedor seja de 25% do custo de fábrica e que os impostos custam 45% do custo de fábrica, faça um algoritmo que leia o calor de custo de fábrica e determine o preço do automóvel para o consumidor.

48 Exercício 4.1 O sistema de avaliação de determinada disciplina é composto por três provas. A 1ª prova tem peso 2, a 2ª prova tem peso 3 e a 3ª prova tem peso 5. Faça um algoritmo para calcular a média final de um aluno desta disciplina.

49 Exercício 5 Um Cliente de um banco tem um saldo positivo de R$ 500,00. Fazer um algoritmo que leia um cheque que entrou e calcule o saldo, mostrando o saldo na tela.

50 Exercício 6 Uma empresa de vendas se softwares para a seu vendedor um fixo de R$ 800,00 por mês, mais uma comissão de 15% pelo seu valor de vendas no mês. Faça um algoritmo que leia o valor da venda e determine o salário total do funcionário. Mostre as informações necessárias na tela.

51 Exercício 7 Uma empresa de desenvolvimento de softwares paga ao seu vendedor um salário fixo de R$ 500,00 por mês, mais um bônus de R$ 50,00 por sistema vendido. Faça um algoritmo que leia quantos softwares o funcionário vendeu e determine o salario total do funcionário. Mostre as informações que achar necessárias.

52 Exercício 8 Crie um algoritmo para calcular o salário líquido de um funcionário, considerando que seu salário bruto, incide um desconto de 9% em INSS para a previdência. O algoritmo deve mostrar o nome do funcionário, o seu salário bruto, o valor de desconto de INSS e o seu salário líquido.(dica.: Você deverá pedir (ler) o nome do funcionário e o valor do salário bruto).

53 Exercício 9 Considerando que para um consórcio, sabe-se o número total de prestações, a quantidade de prestações pagas e o valor atual da prestação, escreva um algoritmo que determine o total pago pelo consorciado e o saldo devedor.

54 Exercício 10 Analisando a fórmula " Prestação = valor + (valor * (taxa/100) * tempo)", crie um algoritmo para efetuar o cálculo do valor de uma prestação em atraso. (Você deverá ler o VALOR da prestação, a TAXA de juros imposta pelo banco, e o número de dias em ATRASO.


Carregar ppt "Algoritmos Prof. Kelly E. Medeiros. O segredo para se sair em qualquer disciplina Procurar estar presente na aula Lembre-se que muitos exercícios poderão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google