A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso para explanadores 18 de maio de 2013. Auditório da Paz, SP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso para explanadores 18 de maio de 2013. Auditório da Paz, SP."— Transcrição da apresentação:

1 Curso para explanadores 18 de maio de Auditório da Paz, SP

2 Dezembro Os Benefícios do Sutra de Lótus Janeiro de O Rei Rinda

3 Os Benefícios do Sutra de Lótus (TC n° 532, dezembro de 2012)

4 Resumo e Cenário Histórico

5 "Levantar-se só" é a própria essência do espírito de fundação da SGI

6 Março de 1276 (terceiro mês intercalado do segundo ano de Kenji) Minobu Myomitsu Shonin (Honorável Myomitsu)

7 No início da carta: espírito budista de absoluto respeito à vida prática de oferecimentos para sustentar esta vida

8 Respeito à vida: cinco preceitos seis paramita dez bons preceitos 250 preceitos dez preceitos principais (ver Notas na TC 532, pp. 46 e 47)

9 Ao proporcionar o sustento de outra pessoa, obtêm-se os três tipos de benefícios. Primeiro, a pessoa sustenta a própria vida. Segundo, traz cor à sua face. Terceiro, ganha-se força. (END, v. V, p. 233) (TC 532, p. 47)

10 Ler e estudar: Os benefícios por proteger o devoto do Sutra de Lótus (TC 532, pp. 47 e 48) 32 características do Buda três corpos do Buda

11 3 tópicos principais: 1. A missão do Bodhisattva Práticas Superiores na propagação do Daimoku do Sutra de Lótus nos Últimos Dias da Lei (TC 532, pp. 49 a 52)

12 3 tópicos principais: 2. Praticar com base no Sutra de Lótus (TC 532, pp. 53 a 56) 3. Louvando os que defendem a Lei Mística; nobre potencial de si próprio e dos outros (TC 532, pp. 59 a 61)

13 Frase (TC dez 2012, pág. 49) "Se investigarmos a origem do Monte Sumeru, descobriremos que ele começou com uma única partícula de poeira; igualmente, o grande oceano começou com uma única gota de orvalho. Um mais um são dois, dois tornam-se três e assim por diante, para então formar dez, cem, mil, dez mil, cem mil, ou um asamkhya. No entanto, um é a mãe do todo" (END, v. V, p. 234). (...)

14 Frase (TC dez 2012, pág. 49) "O Bodhisattva Práticas Superiores, a quem é confiado o Daimoku, o âmago do ensinamento fundamental, ainda não tinha aparecido no mundo. Mas agora ele surgirá nos Últimos Dias da Lei e propagará os cinco ideogramas do Myoho-rengue-kyo a todas as nações e a todos os povos de Jambudvipa [o mundo inteiro]. Certamente, ele [o Myoho-rengue-kyo] se propagará da mesma forma que a invocação do nome de Amida se difundiu por todo o Japão no momento presente".

15 Frase (TC dez 2012, pág. 49) "Eu, Nitiren, não sou fundador de uma escola nem seguidor de qualquer velha escola nos Últimos Dias da Lei. Sou um sacerdote sem preceitos, nem os mantenho e nem os quebro. Sou um simples [ser], como um boi ou uma ovelha, que não é nem especialmente sábio nem ignorante".

16 Frase (TC dez 2012, pág. 49) "Por que fui o primeiro a recitar da forma como faço? O Bodhisattva Práticas Superiores destina-se a cumprir seu advento neste mundo para propagar os cinco ideogramas do Myoho-rengue-kyo. Mas, mesmo antes de ele aparecer, comecei a recitar as palavras Nam- myoho-rengue-kyo, como se estivesse falando num sonho, mal sabia o que estava fazendo, e assim eu as recito agora" (END, v. V, p ).

17 Ponto primordial do estudo de hoje: Todas as coisas começam com pequenos passos. Esse é o tema central deOs Benefícios do Sutra de Lótus.

18 Então, por que o Daimoku do Sutra de Lótus não foi propagado nos Primeiros e Médios Dias da Lei? Neste escrito, Nitiren Daishonin atribui esse fato a dois principais motivos: o tempo ainda não havia chegado, e a pessoa encarregada de propagar o Daimoku ainda não havia aparecido no mundo (cf. END, v. V, p. 236).

19 Daishonin ensina que recitar somente o Nam- myoho-rengue-kyo, e não o nome dos budas provisórios ou bodhisattvas, abrirá o caminho para o estado de Buda nesta era impura.

20 Transferência da Lei: Os Bodhisattvas da Terra são discípulos de Sakyamuni desde o passado distante e, junto com o Bodhisattva Práticas Superiores, são as pessoas a quem foi confiada a Lei (cf. WND, v. 1, p. 372).

21 Embora em suas ações e práticas eles sejam bodhisattvas, possuem a Lei suprema pela qual todos os budas atingem a iluminação. É por isso que são capazes de conduzir corretamente as pessoas desta era maléfica dos Últimos Dias da Lei.

22 Eu, Nitiren, não sou fundador de uma escola nem seguidor de qualquer velha escola nos Últimos Dias da Lei (END, v. V, p. 237).

23 Daishonin declara ainda que é um sacerdote sem preceitos, nem os mantenho e nem os quebro e quenão é nem especialmente sábio nem ignorante (END, v. V, p. 237).

24 Num antigo escrito budista, encontramos estas palavras imortais de Sakyamuni: Um pessoa não nasce como um pária nem como um brâmane. Por suas ações, torna-se um pária ou um brâmane.

25 Em outras palavras, ele queria mostrar para nós, pessoas comuns dos Últimos Dias da Lei, que quando indivíduos dispostos se levantam com o juramento pessoal de cumprir sua verdadeira missão, realizam o grandioso e nobre empreendimento de conduzir todas as pessoas à felicidade.

26 Os Benefícios do Sutra de Lótus: Terceira Civilização – Dezembro Contudo, sou diferente de tais pessoas [isto é, os fundadores de várias escolas budistas que leem o Sutra de Lótus com base nos outros sutras que fundamentam os seus próprios ensinamentos]. Defendo firmemente o ensinamento de que o Sutra de Lótus é supremo dentre os sutras que o Buda pregou, prega agora e pregará.

27 [sou diferente de tais pessoas] Ele está se referindo aos fundadores de várias escolas budistas existentes na época não compreenderem a essência do Sutra de Lótus

28 [Defendo firmemente o ensinamento de que o Sutra de Lótus é supremo dentre os sutras que o Buda pregou, prega agora e pregará] o Sutra de Lótus é o Supremo ensinamento e é o mais difícil de acreditar e de compreender

29 Presidente Ikeda afirma: (pág 50 – 2ª. Col.) Ao contrário, o Nam-myoho- rengue-kyo, o Daimoku do Sutra de Lótus, é a Lei suprema, que é a semente ou a causa para a iluminação de todos os budas, incluindo Sakyamuni.

30 Só essa Lei pode aliviar por completo os sofrimentos das pessoas nos Últimos Dias da Lei. Assim, Daishonin ensina que recitar somente o Nam-myoho- rengue-kyo, e não o nome dos budas provisórios ou bodhisattvas, abrirá o caminho para o estado de Buda nesta era impura.

31 Além disso, recito Daimoku, que é o coração do Sutra inteiro, e recomendo que os outros façam o mesmo.

32 Embora a artemísia que cresce no campo de cânhamo ou a madeira marcada para o corte com uma linha de tinta de carpinteiro não se desenvolvam de forma linear no início, no tempo certo elas ficarão naturalmente retas.

33 O exemplo da [Artemísia que cresce no campo de cânhamo] É uma planta com hastes sinuosas que cresce desordenadamente, como as heras que conhecemos. Mas quando está apoiada num campo de cânhamo, ela cresce verticalmente e se desenvolve muito.

34

35

36 O exemplo da [madeira marcada para o corte com uma linha de tinta de carpinteiro] Significa que quando a madeira é aplainada ou cortada ao longo da linha marcada, a princípio parece que o corte ficará torto, mas ao proceder o corte torna-se reta

37 Do mesmo modo, quem recita Daimoku como o Sutra de Lótus ensina, jamais terá uma mente distorcida. O senhor deve saber que, a menos que a mente do Buda penetre em nossa vida, não podemos de fato recitar Daimoku.

38 Sensei diz Trata-se de uma passagem extremamente importante. Assim como a artemísia desenvolve-se apoiada no cânhamo, a nossa prática deve estar apoiada nos ensinos do Sutra de Lótus, assim como Nitiren Daishonin fez e mostrou com o seu próprio exemplo.

39 Quando recitamos Daimoku como o Sutra de Lótus ensina estamos recitando o daimoku como a mente do Buda Jamais terá uma mente distorcida

40 É a Soka Gakkai que dá continuidade à linhagem direta de Nitiren Daishonin e comprova a validade de seus ensinamentos Os três mestres empreenderam uma verdadeira batalha, para manter a linhagem de fé no budismo de Nitiren Daishonin

41 Frase (TC dez 2012, pág. 57) "Em todo o Japão, sou o único que recita Nam-myoho-rengue-kyo. Sou como a única partícula de pó que marca o início do Monte Sumeru ou a gota de orvalho que anuncia o começo do grande oceano. Provavelmente, duas, três, dez, cem pessoas se unirão a essa recitação, até que se espalhe por uma, duas e todas as 66 províncias do Japão,35 e chegará até mesmo às duas ilhas de Iki e Tsushima.

42 Frase (TC dez 2012, pág. 57) As pessoas que me caluniaram, quando chegar o tempo, recitarão da mesma forma, e todos, do governante à multidão comum, recitarão Nam- myoho-rengue-kyo em uma só voz, conforme descrito no capítulo Os Poderes Místicos do Buda, do Sutra de Lótus. Embora as árvores possam desejar permanecer quietas, o vento não deixa de soprar; embora possamos desejar que a primavera se prolongue, ela deve dar lugar ao verão (END, v. V, p. 241).". (...)

43 Nitiren Daishonin levantou- se sozinho e iniciou o movimento da propagação da Lei Mística nos Últimos Dias da Lei.

44 Numa expressão de sua firme convicção de que o Kossen-rufu será definitivamente alcançado, Daishonin declara: Embora as árvores possam desejar permanecer quietas, o vento não deixa de soprar; embora possamos desejar que a primavera se prolongue, ela deve dar lugar ao verão (END, v. V, p. 241).

45 Foi Makiguti Sensei quem iniciou essa tradição das reuniões de palestra.

46 Toda Sensei disse repetidas vezes: O Kossen-rufu começa com o diálogo individual, face a face. Com essa mesma convicção, tenho me esforçado constantemente para me empenhar em diálogos de pessoa a pessoa.

47 Frase (TC dez 2012, pág. 59) "Em vista disso, sua sinceridade em enviar um presente de cinco cordões de moedas38 sempre que surge a oportunidade realmente o habilita a ser conhecido como alguém que propaga o Daimoku do Sutra de Lótus, no Japão. [Quando] a primeira pessoa, seguida por outras duas, por mil, por dez mil, por cem mil e depois todas as pessoas de todo o país vierem a recitar Daimoku, antes que perceba, os benefícios se acumularão em sua vida. Esses benefícios serão como as gotas de orvalho que se juntam para formar o grande oceano ou as partículas de poeira que se acumulam para tornar-se o Monte Sumeru". (...)

48 Frase (TC dez 2012, pág. 59) "Quanto mais o ouro é aquecido pelas chamas, mais brilhante será sua cor; quanto mais uma espada for amolada, mais afiada se tornará. E quanto mais a pessoa louva os benefícios do Sutra de Lótus, os próprios benefícios aumentarão. Tenha em mente que os 28 capítulos do Sutra de Lótus contêm apenas algumas poucas passagens elucidando a verdade, mas uma grande quantidade de palavras de louvor" (END, v. V, p ).

49 Nitiren Daishonin sempre estimou profundamente seus discípulos que se esforçavam ao seu lado pelo Kossen-rufu. Podemos facilmente imaginar como os sinceros incentivos dele inspiraram o casal a redobrar seu empenho com renovada determinação.

50 Quanto mais o ouro é aquecido pelas chamas, mais brilhante será sua cor; quanto mais uma espada for amolada, mais afiada se tornará (END, v. V, p. 242), afirma Daishonin. Quanto mais o ouro é purificado pelo fogo, mais luminoso se torna. Quanto mais a espada é afiada, mais fino será seu fio. Quanto mais se louva os benefícios do Sutra de Lótus, mais aumentam os próprios benefícios.

51 Enaltecer a Lei Mística enche a vida de benefícios, e elogiar aqueles que protegem e propagam a Lei Mística aumenta, ainda mais, esses benefícios.

52 O nobre potencial de si próprio e dos outros

53 Neste verdadeiro palco do Kossen-rufu Mundial que engloba toda a humanidade, estamos diante de um novo desafio, tornando-nos uma nova primeira partícula de pó do Monte Sumeru e uma nova primeira gota de orvalho do grande oceano (cf. END, v. V, p. 242).

54 O espírito de levantar-se só, junto com o mestre tudo começa comigo e tudo começa a partir de agora, eis o espírito de fundação da Soka Gakkai.

55 Rei Rinda (TC n° 533, janeiro de 2013)

56 Resumo e Cenário Histórico

57 Abra o grande caminho para a vitória absoluta por meio da recitação do Daimoku

58 Agosto de 1279 (oitavo mês do segundo ano de Koan) Minobu (aos 58 anos de idade) Soya Doso (filho de Soya Kyoshin)

59 No início da carta: Metáfora dos cinco sabores (Ler e estudar Nota na TC 533, p.52) O Sutra de Lótus é osenhor dos cinco sabores

60 Senhor dos cinco sabores: O Sutra de Lótus representa a vida do Buda e o estado de Buda, inerente à vida dos seres vivos Seres vivos alimentados pelos cinco sabores: portanto, o Sutra de Lótus é superior a todos os outros sutras.

61 Senhor dos cinco sabores: O Nam-myoho-rengue-kyo é o coração do Sutra de Lótus É a suprema Lei da vida pela qual todos os budas atingem a iluminação É a natureza de Buda inerente à vida.

62 O Daimoku do Sutra de Lótus é oolho de todos os sutras

63 Ler e Estudar: Várias frases do Gosho de Nitiren Daishonin sobre o Daimoku do Sutra de Lótus (TC 533, p. 52)...é o olho de todos os sutras...é o núcleo dos ensinamentos do Buda

64 Ler e estudar: O Daimoku do Sutra de Lótus é o olho de todos os sutras (TC 533, pp. 53 a 55) abrir o provisório e revelar o verdadeiro (ensino teórico) abrir o próximo e revelar o distante (ensino essencial)

65 3 tópicos principais: 1. O som da recitação do Daimoku desperta nossa energia vital fundamental (Parábola do Rei Rinda: TC 533 pp.56 a 59) 2. Os Três Venenos intensificam as Três Calamidades (TC 533 pp.60 a 62)

66 3 tópicos principais: 3. Recitar Daimoku é a força motriz para o "Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação" (TC 533 pp.63 e 64)

67 O som da recitação do Daimoku desperta nossa energia vital fundamental

68 Frase- pg 56 O Bodhisattva Ashvaghosha dirigia suas orações para os budas das três existências e das dez direções, e imediatamente surgiu um cisne branco. Quando cavalos brancos avistaram o cisne branco, relincharam todos. (...) (WND, v. 1, p. 986).

69 Mal [o Rei Rinda] ouviu o relinchar uníssono dos cavalos, ele abriu os olhos. E assim que dois cisnes brancos e depois centenas e milhares deles apareceram, os centenas e milhares de cavalos brancos imediatamente se encheram de alegria e começaram a relinchar. (...) (WND, v. 1, p. 986).

70 E o aspecto do rei melhorou, voltando ao seu estado normal, como o Sol que emerge de um eclipse, e as forças de seu corpo e a percepção de sua mente tornaram-se centenas e milhares de vezes maiores que antes. (...) (WND, v. 1, p. 986).

71 A consorte estava radiante, os grandes ministros e os altos funcionários encheram-se de coragem, as pessoas comuns uniram as mãos em sinal de reverência, e os povos de outros países se curvaram (WND, v. 1, p. 986).

72 Parábola do Rei Rinda e os cavalos brancos tari/jakhcj ecj.html

73 Cavalos: Nitiren Daishonin; Cisnes Cisnes: discípulos (prática); Relinchar dos cavalos: som do daimoku; Rei Rinda: funções protetoras (pg.49).

74 Outra interpretação: Cavalos: Nitiren Daishonin; Cisnes Cisnes: Sutra de Lótus (teoria); Relinchar dos cavalos: som do daimoku; Rei Rinda: funções protetoras.

75 Se o relinchar dos cavalos brancos tivesse sido fraco e hesitante, o Rei Rinda provavelmente não recuperaria seus poderes na mesma proporção que conseguiu. (pg.57)

76 Revigorante recitação do Daimoku para satisfazer nosso coração

77 Não há necessidade de formalidades quando oramos por nossos problemas, precisamos apenas orar sinceramente ao Gohonzon, realmente considerando o que esta em nosso coração.

78 Ponto primordial do estudo de hoje: 2. Os Três Venenos intensificam as Três Calamidades (TC 533 pp.60 a 62)

79 Frase – pg 60: Num país onde os Três Venenos [da avareza, da ira e da estupidez] prevalecem a tal ponto, como podem existir paz e tranquilidade? No kalpa do declínio, ocorrerão as Três Grandes Calamidades, ou seja, as calamidades do fogo, da água e do vento.(...) (WND, v. 1, p. 989).

80 (...) E, no kalpa da diminuição, ocorrerão as Três Calamidades Menores, isto é, a fome, a peste e a guerra. A fome ocorre como resultado da avareza; a peste, como resultado da estupidez; e a guerra, como resultado da ira..(...) (WND, v. 1, p. 989).

81 No presente momento, o povo do Japão soma homens e mulheres, todos diferentes entre si, mas igualmente dominados pelos Três Venenos. E esses Três Venenos surgem por causa da relação dessas pessoas com o Nam-myoho-rengue-kyo..(...) (WND, v. 1, p. 989).

82 Então, todas, no mesmo momento, se levantam para amaldiçoar, atacar, banir e aniquilar Sakyamuni, Muitos Tesouros e os budas das dez direções. E é isso que leva ao aparecimento das Três Calamidades Menores.(...) (WND, v. 1, p. 989).

83 Três Calamidades (são intensificadas pelos Três Venenos) Fome => Efeito da Avareza Peste ou Epidemia => Efeito da Estupidez Guerra => Efeito da Ira

84 Três Calamidades (são intensificadas pelos Três Venenos) Três Calamidades : Âmbito familiar Âmbito da Nação (contexto do escrito)

85 Três Calamidades (são intensificadas pelos Três Venenos) Toda a população do Japão foi contaminada pelos Três Venenos devido: a hostilidade em relação ao ensino do Nam-myoho-rengue-kyo à calúnia à Lei Mística => Esta é a causa das Três Calamidades

86 Ponto primordial do estudo de hoje: 3. Recitar Daimoku é a força motriz para o "Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação" (TC 533 pp.63 e 64)

87 Frase – pg 63: E, agora, eu me pergunto que carma de existências passadas fez de Nitiren e seus [discípulos] os defensores do Daimoku do Sutra de Lótus? (...) (WND, v. 1, p )

88 Parece-me que, neste momento, Brahma, Shakra, os Deuses do Sol e da Lua, os Quatro Reis Celestiais, a Deusa do Sol, o Grande Bodhisattva Hatiman e todos os deuses maiores e menores dos templos de todo o Japão são como o Rei Rinda dos tempos remotos; (...) (WND, v. 1, p )

89 (...) e os cavalos brancos, como Nitiren; e os cisnes brancos, como meus discípulos. O relinchar dos cavalos brancos é o som de nossa voz recitando Nam-myoho-rengue- kyo. (...) (WND, v. 1, p )

90 (...) Quando Brahma, Shakra, os Deuses do Sol e da Lua, os Quatro Reis Celestiais e os outros ouvirem esse som, como poderiam deixar de manifestar uma tez saudável e brilhar com luz cintilante? (...) (WND, v. 1, p )

91 (...) Como poderiam deixar de nos defender e nos proteger? Devemos estar firmemente convictos disso! (WND, v. 1, p )

92 Três Venenos (avareza, ira e estupidez) Três Calamidades (fome, guerra e epidemia) Ameaça à vida Ciclo Destrutivo causado pelos Ensinos Errôneos

93 Cisnes Brancos ( Sabedorida do Sutra de Lótus e ação dos discípulos de Nitiren ) Relinchar dos Cavalos Brancos (Recitação do Daimoku de fé e de prática que ativa a própria energia vital) Rei Rinda (Aumento do poder das funções protetoras) Poder da oração do Daimoku para estabeler a Paz da Nação

94 Recitação do Daimoku como força motriz para o Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação Daimoku – Força Fundamental para a Transformação do Carma Daimoku – Fonte de energia da Revolução Humana Daimoku – Força motriz para o Estabelecimento do Ensino correto para a Paz da Nação

95 Missão dos Praticantes do Sutra de Lótus nos Últimos Dias da Lei - Comprovar o poder benéfico do remédio da Lei Mistica conquistando a vitória sobre os Três Venenos - Tornar-se um agente de mudança positiva num tempo de perigo por meio da recitação e propagação do Nam-myoho-rengue-kyo Recitação do Daimoku como força motriz para o Estabelecimento do Ensino Correto para a Paz da Nação

96 MUITO OBRIGADO E EXCELENTES ATIVIDADES ESTUDO A TODOS OS LÍDERES E MEMBROS ! DEB da BSGI


Carregar ppt "Curso para explanadores 18 de maio de 2013. Auditório da Paz, SP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google