A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Censo, Caracterização e Diagnóstico. Primeiras aproximações... ProgramaFamília Relação dialógica O ponto inicial precisa ser o reconhecimento de que cada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Censo, Caracterização e Diagnóstico. Primeiras aproximações... ProgramaFamília Relação dialógica O ponto inicial precisa ser o reconhecimento de que cada."— Transcrição da apresentação:

1 Censo, Caracterização e Diagnóstico

2 Primeiras aproximações... ProgramaFamília Relação dialógica O ponto inicial precisa ser o reconhecimento de que cada família representa um universo de significados e que a compreensão de seu contexto depende de um ambiente de escuta daquilo que atravessa as dinâmicas familiares, ou seja, suas crenças, valores e hábitos.

3 Os saberes familiares... Reconhecer e valorizar os saberes familiares significa tomá-los como matriz das intervenções sócio educativas. Relação de construção a partir das realidades assistidas e não de ruptura com estas realidades. Valorização do potencial das famílias em atuar sobre suas próprias realidades e de decidir sobre as estratégias de desenvolvimento.

4 Vínculo com o Programa Disponibilidade para escuta. Respeito e valorização dos contextos familiares. Intervenções voltadas às necessidades e interesses familiares. Cumprimento dos acordos estabelecidos. Continuidade do Visitador no atendimento às famílias.

5 Os instrumentos do Censo, Caracterização e Diagnóstico compreendem Formulários de coleta de dados acerca das famílias, população infantil de 0 até 6 anos de idade e gestantes das Comunidades a serem atendidas pelo Programa Primeira Infância Melhor

6 A aplicação dos formulários caracteriza as famílias com relação ao número de crianças de 0 até 6 anos, número de gestantes, dados referentes à gestação, ao desenvolvimento infantil, à convivência familiar, às condições da moradia e da comunidade em geral. Tal caracterização auxilia o trabalho do PIM nas Comunidades, no sentido de torná-lo o mais adequado possível ao cotidiano destas, ou seja, respeitando sua cultura, hábitos e experiências.

7 Para tanto, a aplicação do Censo, Caracterização e Diagnóstico tem um prazo máximo de noventa dias, a partir da habilitação oficial do Município.

8 Os instrumentos são aplicados pelo Visitador e/ou GTM e Monitor (no caso do Formulário B), através da observação, testagem e entrevistas aos responsáveis pelas crianças e/ou gestantes.

9 Os Formulários serão inseridos no Banco de Dados do PIM, onde as informações contidas permitirão a construção de planilhas e relatórios que contribuirão para a administração do Programa no Município. Portanto, as informações preenchidas nos Formulários devem ser claras e completas.

10 Informar apenas dados corretos. Não digitar os cadastros com letras todas maiúsculas. Não digitar os cadastros com letras todas minúsculas. Digitar os cadastros com letras maiúsculas as primeiras letras e minúsculas as letras seguintes. Informar os nomes próprios sempre por extensos e completos, sem qualquer tipo de abreviatura, isto valendo para: nomes de usuário, entrevistado na família, entrevistado na comunidade, componente familiar, gestante, criança, bairro, comunidade, logradouro e etc. ATENÇÂO: Utilizar a grafia dos nomes corretamente, ou seja, com a acentuação que lhe é própria para evitarmos falhas de duplicidade. Qualidade da Informação

11 Cabeçalho

12 Formulário B Possibilita caracterizar o Bairro ou Comunidade a fim de otimizar o atendimento do Programa através de uma melhor adequação das ações à realidade local. Deve ser aplicado, preferencialmente, pelo GTM ou Monitor, através de entrevista às lideranças comunitárias. Caso o Bairro ou a Comunidade sejam atendidos por mais de um Visitador, deverá ser preenchido apenas um formulário.

13 Formulário C Permite traçar o perfil da criança atendida pelo Programa quanto aos aspectos de saúde, relacionamentos, rotinas e hábitos, e possibilita ainda, acompanhar a qualidade da atenção que esta criança está recebendo. O formulário possibilita ainda, identificar aspectos da convivência da criança com sua família. Deve ser preenchido pelo Visitador, através de entrevista junto a um adulto cuidador da criança.

14 Formulário C

15 Formulário D – Diagnóstico Inicial do Desenvolvimento Infantil Qual sua importância? Permite caracterizar o desenvolvimento da criança conforme os Indicadores referentes à sua faixa etária no momento em que ingressa no PIM. Quem aplica? O Visitador

16 Aplicação do Formulário D – Diagnóstico Inicial do Desenvolvimento Infantil Como é aplicado? Através da aplicação prática de atividades lúdicas que permitam visualizar o desenvolvimento da criança – testagem. Estas atividades devem ser realizadas pelo Visitador junto à criança na presença de um adulto, cuidador da mesma.

17 A partir deste formulário fica definido o Marco Zero do desenvolvimento da criança, ou seja, o nível de desenvolvimento apresentado por ela em sua entrada no Programa, registro que servirá de referência para análise, comparação e acompanhamento dos ganhos da criança nas fases posteriores de seu desenvolvimento. Aplicação do Formulário D – Diagnóstico Inicial do Desenvolvimento Infantil

18 Aplicação do Formulário D Indicadores de Desenvolvimento

19 Tem como objetivo conhecer a situação das famílias no que se referem às condições físicas de habitação e aos aspectos de saneamento básico. Permite ainda, caracterizar a família em relação a alguns aspectos de ordem social e econômica bem como de inserção na Comunidade local. Os dados deste formulário devem ser preenchidos pelo visitador, através de entrevista junto a um adulto responsável e/ou através da observação, sem que a família seja interrogada. Formulário F

20

21 Permite traçar o perfil da gestante acompanhada pelo Programa quanto aos aspectos de educação e saúde. Possibilita ainda, realizar o acompanhamento dos cuidados no período pré-natal, enquanto recebe orientação relativa ao desenvolvimento do seu bebê. Deve ser preenchido pelo visitador através de entrevista, de preferência, junto à gestante. Formulário G

22


Carregar ppt "Censo, Caracterização e Diagnóstico. Primeiras aproximações... ProgramaFamília Relação dialógica O ponto inicial precisa ser o reconhecimento de que cada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google