A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Cavaleiro da Dinamarca Viagem de regresso Dinamarca PRIMAVERA ATÉ FINS DE FEVEREIRO Jerusalém MEADOS DE MARÇO Porto de Jafa MARÇO Ravena ABRIL VenezaFerrara.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Cavaleiro da Dinamarca Viagem de regresso Dinamarca PRIMAVERA ATÉ FINS DE FEVEREIRO Jerusalém MEADOS DE MARÇO Porto de Jafa MARÇO Ravena ABRIL VenezaFerrara."— Transcrição da apresentação:

1

2 O Cavaleiro da Dinamarca Viagem de regresso

3 Dinamarca PRIMAVERA ATÉ FINS DE FEVEREIRO Jerusalém MEADOS DE MARÇO Porto de Jafa MARÇO Ravena ABRIL VenezaFerrara e Bolonha ABRIL O Cavaleiro da Dinamarca - ESPAÇO E TEMPO ANTES DO NATAL Palestina

4 NOVEMBRO Antuérpia ANTEVÉSPERA DE NATAL Pequena povoação 24 DEZEMBRO Aldeia - lenhadores Casa do Cavaleiro NOITE DE NATAL Florença PRINCÍPIO DE MAIO FIM DE SETEMBRO Génova O Cavaleiro da Dinamarca - ESPAÇO E TEMPO Convento CERCA DE TRÊS MESES

5 Ação principal Ação secundária Encaixe

6 As Categorias da Narrativa

7

8 na história principal, não Participante na história narrada

9

10 O Tempo Tempo da história ou cronológico Aquele ao longo do qual decorrem os acontecimentos narrados. Tempo do discursoResulta do modo como o narrador encara o tempo da história. O narrador pode respeitar a ordem cronológica ou alterá-la, recuando no tempo (analepse) ou antecipando acontecimentos futuros (prolepse). Tempo psicológicoÉ de natureza subjetiva; designa o modo como a personagem encara o fluir do tempo (exemplo: Muito custou aquela manhã a passar).

11 1ª PROVA Responde às perguntas sobre a viagem do Cavaleiro da Dinamarca. Cada resposta vale 2 pontos

12 1. Esta viagem começa na Dinamarca, que se situa… A - no Norte da Europa. B -no Oriente. C -ao lado da Itália.

13 2. As únicas árvores que continuam verdes, no meio da floresta, são… A – os castanheiros B – os pinheiros C – as bétulas

14 3. A casa do Cavaleiro estava construída numa clareira rodeada de bétulas. Em frente da porta havia A - um belo jardim. B - um grande pinheiro. C - um boneco de neve.

15 4. Quando terminou a ceia de Natal, o Cavaleiro informou A - que ia partir numa grande viagem. B - que ia dormir. C - que ia visitar os seus familiares que viviam numa aldeia próxima.

16 5. O Cavaleiro, no final da ceia de Natal, explicou a todos os amigos e familiares que a viagem que iria fazer era A - à volta do mundo. B - à Itália. C - à Terra Santa.

17 6. Quando terminaram a ceia, o Cavaleiro informou os familiares e amigos de que A - partiria no outono. B - partiria no dia seguinte. C - partiria na primavera.

18 7. O Cavaleiro disse aos seus familiares e amigos que iria em peregrinação à Terra Santa e que estaria de regresso A - daí a um ano. B - daí a dois anos. C - daí a um mês.

19 8. Ao chegar à Terra Santa, o Cavaleiro pretendia A - rezar na igreja principal. B - rezar na gruta onde Jesus nasceu. C - visitar a cidade.

20 9. Para iniciar a sua viagem, o Cavaleiro deixou a floresta e dirigiu- se para A - a cidade mais próxima, que era um porto de mar. B - a casa do lenhador. C - a aldeia mais próxima, onde vivia o seu melhor amigo.

21 10. Levado por bom vento, o Cavaleiro chegou às costas da Palestina A - muito depois do Natal. B - muito antes do Natal. C - um dia antes do Natal.

22 11. Depois de chegar às costas da Palestina, o Cavaleiro partiu com outros peregrinos para Jerusalém e aí A - visitou um por um os lugares santos. B - pediu um cavalo a um amigo e partiu para Itália. C - ouviu a história de Vanina.

23 12. Em Jerusalém, no dia de Natal ao fim da tarde, o Cavaleiro dirigiu-se para a gruta de Belém e aí A - cantou o cântico dos anjos. B - rezou toda a noite. C - falou com outros peregrinos.

24 13. De Jerusalém, o Cavaleiro partiu de barco para Itália. Ficou fascinado com a beleza das cidades italianas e em Veneza conheceu a história de A - Vanina e Guidobaldo. B - Vanina e Geraldo. C - Vanina e Giotto.

25 14. Em Veneza, o Cavaleiro conheceu um mercador que lhe contou a história de Vanina. Vanina era a mais bela jovem de Itália e estava A - presa em casa de Orso. B - presa numa torre. C - a passear de gôndola.

26 15. Vanina era a mais bela jovem de Veneza. Como o seu tutor a mantinha fechada em casa, Vanina esperava que ele adormecesse e A - fugia pela janela. B - penteava os seus cabelos à janela. C - vinha à janela espreitar quem passava.

27 16. Vanina era a mais bela rapariga de Veneza, mas o seu tutor não a deixava sair de casa. Um dia, ela conheceu Guidobaldo que era A - um mercador abastado. B - parente de Arrigo. C - capitão de um navio.

28 17. Vanina e Guidobaldo começaram a namorar e um dia A - fugiram para longe de Arrigo e Orso. B - foram falar com Orso. C - fugiram para casa de Orso.

29 18. Em Florença, para além da história de Giotto e Cimabué, o Cavaleiro também conheceu a história de A - Tristão e Isolda. B - Dante e Beatriz. C - Sigurd.

30 19. Dante apaixonou-se por Beatriz quando ela era ainda uma rapariguinha, mas A - nunca mais a voltou a ver. B - ela morreu muito cedo. C - ela nunca o amou.

31 20. Dante ficou com um desgosto profundo por ter perdido Beatriz. Um dia, apareceu-lhe a sombra de Virgílio, um poeta morto há muitos anos. Esta sombra disse-lhe que A - o podia fazer esquecer Beatriz. B - o podia levar até ao lugar onde estava Beatriz. C - Beatriz o esquecera.

32 21. Com Beatriz, Dante vai conhecer A - o Inferno, o Purgatório, o Paraíso e o Céu. B - o Inferno e o Purgatório. C - os amigos de Virgílio.

33 22. Beatriz pede a Dante para escrever um livro, que se veio a chamar A - Viagem ao Paraíso. B - O Inferno e o Purgatório. C -A Divina Comédia.

34 23. Já na Flandres, o Cavaleiro conheceu um negociante flamengo que lhe apresentou o capitão de um dos seus navios. Com eles ficou a conhecer a história de Pêro Dias que era um navegador… A - português. B - flamengo. C - italiano.

35 24. Um dia, uma das caravelas que seguia numa expedição para descobrir novas terras ancorou numa baía onde se encontravam A - muitos tesouros. B - homens de cor negra. C - homens de pele vermelha.

36 25. Para fazer amizade com os homens de cor negra que encontraram, Pêro Dias ofereceu-lhes A - joias preciosas. B - panos coloridos. C - algum ouro.

37 26. Apesar dos esforços, Pêro Dias e o homem de cor negra não se conseguiram entender e, por isso, A - afastaram-se e foram-se embora. B - chamaram outros homens para os ajudarem a entender-se. C - morreram trespassados pelas suas espadas.

38 27. Parte da viagem de regresso foi feita a pé, enfrentando muitos perigos. Quando o Cavaleiro caminhava na escuridão da floresta, ouviu A - os passos pesados de um tigre. B - o grunhido de um porco. C - o ronco de um urso.

39 28. Quando o Cavaleiro enfrentou o urso, disse em voz alta: A - – Hoje é Natal. Hoje é noite de trégua. B - – Hoje é noite de trégua, noite de Natal. C - – Afastem-se, ursos! Hoje é noite de Natal.

40 29. Quando o Cavaleiro disse em voz alta Hoje é noite de trégua, noite de Natal., o urso A - grunhiu e desapareceu. B - colocou as suas pesadas patas no pescoço do cavalo. C - baixou as patas e deitou-se no chão.

41 30. Depois do encontro com o urso, o Cavaleiro teve de enfrentar as feras. Então, A - sentou-se no chão a tremer de frio e medo. C - voltou para a cabana do lenhador. B - continuou a caminhar para a frente.

42 31. Quando começou a aparecer alguma claridade na massa escura dos arvoredos, o Cavaleiro pensou que A - era a sua casa. C - se tinha perdido e que regressara à aldeia dos lenhadores. B - era uma fogueira.

43 32. Quando se aproximou da claridade que iluminava a massa escura dos arvoredos, o Cavaleiro viu A - as janelas da sua casa iluminadas. C - o abeto que ficava em frente à sua casa iluminado. B - as bétulas da clareira onde ficava a sua casa iluminadas.


Carregar ppt "O Cavaleiro da Dinamarca Viagem de regresso Dinamarca PRIMAVERA ATÉ FINS DE FEVEREIRO Jerusalém MEADOS DE MARÇO Porto de Jafa MARÇO Ravena ABRIL VenezaFerrara."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google