A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Painel Sustentabilidade & Desenvolvimento Urbano de Maceió Transporte e Desenvolvimento Urbano: a Visão da CBTU Raul Cahet Lisboa Companhia Brasileira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Painel Sustentabilidade & Desenvolvimento Urbano de Maceió Transporte e Desenvolvimento Urbano: a Visão da CBTU Raul Cahet Lisboa Companhia Brasileira."— Transcrição da apresentação:

1 Painel Sustentabilidade & Desenvolvimento Urbano de Maceió Transporte e Desenvolvimento Urbano: a Visão da CBTU Raul Cahet Lisboa Companhia Brasileira de Trens Urbanos - CBTU

2 TRANSPORTE PÚBLICO E DESENVOLVIMENTO URBANO: A NOVA VISÃO DA CBTU, APLICADA AOS SISTEMAS DE JOÃO PESSOA, MACEIÓ E NATAL.

3 Fonte: National Geographic – Nov. 2002

4

5 Desde que surgiram, há anos, as cidades têm sido o centro do mundo. As atividades industriais e comerciais nas cidades respondem por 50% a 80% do PIB dos países. Quase todo o aumento demográfico mundial nos próximos 30 anos terá lugar nas cidades dos países em desenvolvimento. Na maior parte da América Latina, Ásia e África as cidades estão sendo erigidas pelas populações de baixa renda.

6 LAGOS, Nigéria 10 milhões de habitantes. Gigantesca Feira do Passarinho junto à linha férrea. Fonte: National Geographic – Nov. 2002

7 BRASIL Vice-líder mundial em desigualdade social. Líder mundial em carros blindados. Fonte: HUMAN DEVELOPMENT REPORT 2005 – ONU / United Nations Development Programme

8 SÃO PAULO, Brasil 18 milhões de habitantes, metade imigrantes. Maior mercado de consumo da América Latina. 25 empregos/ha na periferia e 200 no centro. 20 % da população vivendo em favelas. 30 milhões de viagens diárias, 1/3 a pé, 1/3 de automóvel e 1/3 em transporte coletivo. Segunda maior frota de helicópteros privados do mundo.

9 REALIDADE SÓCIO- ECONÔMICA DAS ÁREAS DE INFLUÊNCIA DOS SISTEMAS FERROVIÁRIOS DE JOÃO PESSOA, MACEIÓ E NATAL

10

11 4 O sistema da CBTU opera atendendo a 4 municípios: Cabedelo João Pessoa Bayeux Santa Rita RM João Pessoa

12

13

14 Baixo percentual de domicílios com água encanada: Santa Rita apenas 75,3%. RM João Pessoa

15 2 A proporção de pobres corresponde a 50% da população total dos 2 municípios. Bayeux e Santa Rita: RM João Pessoa

16

17 Maceió Satuba Rio Largo Municípios atendidos pelo sistema de trens da CBTU RM Maceió

18

19

20 Domicílios Recenseados, 8,6% Classificam-se como aglomerados subnormais Maceió RM Maceió

21 Índice de pobreza superior a 50% da população Rio Largo e Satuba RM Maceió

22

23 Atende a 4 municípios: Natal Ceará-Mirim Extremoz Parnamirim RM Natal

24

25

26 Percentual de Pobres Parnamirim Extremoz Ceará-Mirim Natal 31,9% 51,3% 63% 28,7% De 1991 a 2000 Natal

27

28 Plano Diretor de Transporte Coletivo de Natal Produção e atração de viagens em 2010 OFICINA CONSULTORES ASSOCIADOS / 2002

29 RESUMINDO:

30 As regiões cortadas pelos sistemas FERROVIÁRIOS caracterizam-se por BAIXOS índices de desenvolvimento sócio- econômico.

31 Ao longo das linhas férreas... Carência na oferta de Serviços Públicos e nas Oportunidades de Geração de Renda.

32 MINISTÉRIO DAS CIDADES Criado em Absorve, entre outros órgãos, a CBTU. Surge para integrar e desenvolver as áreas de Habitação, Saneamento, Transporte e Política Urbana. Formula a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.

33 OBJETIVOS DA POLÍTICA NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO Reduzir o déficit habitacional qualitativo e quantitativo. Promover o acesso universal ao saneamento ambiental. Ampliar a mobilidade urbana com segurança, priorizando o transporte coletivo. Promover a melhoria da qualidade ambiental urbana. Integrar as ações de política urbana com as ações de geração de emprego, trabalho e renda.

34 PROMOVER O DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO DAS REGIÕES METROPOLITANAS DE JOÃO PESSOA, MACEIÓ E NATAL ATRAVÉS DO INVESTIMENTO EM SEUS SISTEMAS DE TRENS E NAS RESPECTIVAS ÁREAS DE INFLUÊNCIA. NOSSA PROPOSTA:

35 ESTRATÉGIA DE ATUAÇÃO

36 PROPOSTA DE MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO DAS REGIÕES METROPOLITANAS

37 CONCEPÇÃO BÁSICA : Implantação de linhas de Veículos Leves Sobre Trilhos - VLT nos trechos mais adensados. Operação de Serviços Regionais nos trechos remanescentes. Empresas operadoras dos Sistemas de Transportes Sobre Trilhos comandadas localmente.

38 VIA FÉRREA Bitola Métrica - Aproveitamento das vias atuais. Implantação de via dupla nos trechos do VLT, sem prejuízo para transporte ferroviário de carga e de passageiros de longa distância. Via não segregada, com passagens de nível bem sinalizadas. Novos trechos lançados em artérias da cidade.

39 VEÍCULOS VLTs com bitola atual (métrica) e com tração a Gás ou a Diesel. Rápidos, silenciosos, confortáveis (ar- condicionado) e bonitos. Possibilidade de serem desenvolvidos no Brasil, gerando empregos, tecnologia e economia. (Projeto Trem Padrão)

40 - Total Integração com o Meio e Tráfego Urbano

41 PROPOSTA DE REESTRUTURAÇÃO DOS TRANSPORTES PÚBLICOS DA REGIÕES METROPOLITANAS

42 CONCEPÇÃO BÁSICA : Criação do Sistema Integrado Metropolitano de Transportes Públicos, onde o VLT exerça o papel estrutural. Rede Alimentadora exercida por serviços licitados e regulamentados de Ônibus e Vans, além das linhas remanescentes de Trens Regionais.

43 OUTRAS AÇÕES CONVERGENTES: Planos Diretores Metropolitanos e Municipais de Transporte. Licitação dos Serviços de Ônibus das Capitais e Regiões Metropolitanas.

44 PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO (E EQUILIBRADO) DAS REGIÕES METROPOLITANAS

45 DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO SIGNIFICA INVESTIR SIMULTANEAMENTE EM: Transporte. Habitação Saneamento. Educação. Saúde. Oportunidades de Trabalho e Renda. Educação, Cultura, Esporte e Lazer. Novas Centralidades.

46 O QUE FAZER PARA A TRANSFORMAR O SONHO EM REALIDADE: Promover o rápido restabelecimento de Condições Operacionais Mínimas de Segurança e de Confiabilidade para a Sistema de Trens – CREDIBILIDADE DA SOLUÇÃO FERROVIÁRIA. Articulação entre as três esferas de poder, antes, durante e depois. – INTEGRAÇÃO INSTITUCIONAL PERMANENTE. Elaborar Projeto – DISPONIBILIDADE DE PROJETO. Comprometimento da sociedade com o Projeto. – A INICIATIVA TEM DE SER LOCAL.

47 FIM


Carregar ppt "Painel Sustentabilidade & Desenvolvimento Urbano de Maceió Transporte e Desenvolvimento Urbano: a Visão da CBTU Raul Cahet Lisboa Companhia Brasileira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google