A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Reforma Protestante Surgimento de Igrejas cristãs não católicas Ocorre no contexto de transição da Idade Média para Moderna Quebra da unidade cristã

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Reforma Protestante Surgimento de Igrejas cristãs não católicas Ocorre no contexto de transição da Idade Média para Moderna Quebra da unidade cristã"— Transcrição da apresentação:

1 A Reforma Protestante Surgimento de Igrejas cristãs não católicas Ocorre no contexto de transição da Idade Média para Moderna Quebra da unidade cristã na Europa. Formação das Monarquias Nacionais. Renascimento Cultural. Crescimento da vida urbana e do comércio. Expansão Marítimo Comercial. Necessidade de uma nova moral e de novos valores

2 Reforma na Inglaterra Reforma na Suíça Reforma na Alemanha A Reforma na Alemanha A Reforma Protestante

3 A Reforma na Alemanha Sacro Império Romano Germânico - SIRG. Divisão entre vários principados. Forte influência política da Áustria. Abusos da Igreja: cobrança de impostos

4 . Monge agostiniano. Professor de Teologia. Contra a Venda de Indulgências A Reforma na Alemanha Lutero contra a Igreja Marthin Luther Papa Leão X Decadência moral da Igreja Corrupção Vendas de relíquias, cargos (Simonia) Venda de Cartas de indulgências Preocupação com bens materiais Condena a burguesia pela usura e pelo lucro Lutero contra a Igreja A dinâmica, os fatos

5 A Reforma na Alemanha A dinâmica, os fatos Lutero contra a Igreja A dinâmica, os fatos Lutero recusa a Indulgência aos pecadores 95 teses de Lutero: críticas à Igreja Lutero queima a bula papal e é excomungado (1520) (1521) Príncipes alemães apóiam a Reforma Revolta dos anabatistas Dieta de Spira (Carlos V 1529) Confissão de Augsburgo (1530) Conflitos entre luteranos (liga de Smalkade) e católicos Paz de Augsburgo (1555) : "tal príncipe, tal religião". (Unesp 06) Thomas Münzer liderou os anabatistas, camponeses que inspirados nas teses luteranas passaram a confiscar terras, inclusive da nobreza, rompendo com a estrutura feudal. A atitude de Lutero, propositor da Reforma, frente ao anabatismo foi de A) apoio, pois via nos seus seguidores os que mais se aproximavam de seu ideal religioso. B) oposição, pois via neles uma ameaça à ordem que seus protetores da nobreza defendiam. C) apoio, pois via neles um instrumento para a derrota definitiva dos defensores de Roma. D) oposição, pois via na violência de suas ações a manifestação dos ensinamentos do papado. E) apoio, pois ao confiscarem as terras destruíam as bases do Sacro Império, maior inimigo de Lutero. (Unesp 06) Thomas Münzer liderou os anabatistas, camponeses que inspirados nas teses luteranas passaram a confiscar terras, inclusive da nobreza, rompendo com a estrutura feudal. A atitude de Lutero, propositor da Reforma, frente ao anabatismo foi de A) apoio, pois via nos seus seguidores os que mais se aproximavam de seu ideal religioso. B) oposição, pois via neles uma ameaça à ordem que seus protetores da nobreza defendiam. C) apoio, pois via neles um instrumento para a derrota definitiva dos defensores de Roma. D) oposição, pois via na violência de suas ações a manifestação dos ensinamentos do papado. E) apoio, pois ao confiscarem as terras destruíam as bases do Sacro Império, maior inimigo de Lutero.

6 Reforma na Inglaterra Reforma na Suíça Reforma na Alemanha A Reforma Protestante

7 A Reforma na Suíça Ideias de Calvino Teoria da predestinação: riqueza é a marca da salvação Rígida disciplina moral e religiosa Proibição de prazeres e divertimentos Santificação do comércio Burguesia apoia o calvinismo

8 A Reforma na Inglaterra Motivação política Sucessão ao trono inglês ameaçada Rei inglês deseja anulação de casamento Papa não concede a anulação Rei tem interesses nas terras da Igreja na Inglaterra (1534) Henrique VIII rompe com a Igreja Fundação da Igreja Anglicana Nova Igreja chefiada pelo rei

9 A Reforma Católica Criação da Companhia de Jesus, 1534 Formação dos "soldados de Cristo" Difusão do catolicismo pelo mundo Concílio de Trento Reafirmação dos dogmas católicos Infalibilidade do Papa Boas obras importantes para a salvação Manteve o celibato Criação de Seminários Proíbe venda de cargos e de indulgências Culto às imagens Criação do Índex Revigoramento do Tribunal da Santa Inquisição (Unifesp 07) Com a Reforma e a Contra-Reforma, os dois protagonistas principais de uma e de outra foram Calvino e Inácio de Loyola. Comente o papel e a importância de a) Calvino para o protestantismo. b) Inácio de Loyola para o catolicismo. (Unifesp 07) Com a Reforma e a Contra-Reforma, os dois protagonistas principais de uma e de outra foram Calvino e Inácio de Loyola. Comente o papel e a importância de a) Calvino para o protestantismo. b) Inácio de Loyola para o catolicismo.

10 A Reforma na Alemanha A dinâmica, os fatos Lutero recusa a Indulgência aos pecadores 95 teses de Lutero: críticas à Igreja Salvação pela fé Condena o comércio Confisco de terras da Igreja Católica Contra as indulgências Fim do celibato Condenação do culto às imagens


Carregar ppt "A Reforma Protestante Surgimento de Igrejas cristãs não católicas Ocorre no contexto de transição da Idade Média para Moderna Quebra da unidade cristã"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google