A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Introdução ao Multimédia César Faria

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Introdução ao Multimédia César Faria"— Transcrição da apresentação:

1 1 Introdução ao Multimédia César Faria

2 2 Índice Introdução Hardware Imagem Animação Vídeo Áudio

3 3 Introdução Multimédia é a combinação de 2 ou mais tipos de media (texto, fotografia, gráfico, vídeo, áudio, animação), controlada por computador ou por outro dispositivo electrónico. Esta combinação terá de ter, obrigatoriamente, pelo menos um tipo de media estático e outro dinâmico.

4 4 Introdução Quando o utilizador pode controlar a informação que lhe é apresentada, está perante Multimédia Interactiva. Uma estrutura de elementos ligados através dos quais o utilizador pode navegar tem o nome de Hipermédia.

5 5 Introdução Aplicações do Multimédia –Nas Empresas: Apresentações Formação Profissional Publicidade Demonstração de produtos Catálogos …

6 6 Introdução Aplicações do Multimédia –No Ensino: Programas Educativos Vídeo-Conferência Trabalho Cooperativo Internet …

7 7 Introdução Aplicações do Multimédia –Em Casa: Enciclopédias Jogos Vídeo-on-Demand Compras online …

8 8 Introdução Aplicações do Multimédia –Em Locais Públicos: Quiosques multimédia Espectáculos multimédia …

9 9 Introdução Aspectos a ter em conta num projecto multimédia: –A mensagem que se pretende transmitir –O guião –A aparência –A programação

10 10 Índice Introdução Hardware Imagem Animação Vídeo Áudio

11 11 Hardware Com a constante evolução do mercado, é difícil dar as características exactas do que se pode chamar um computador multimédia. Desta forma, um computador multimédia deve ter: –Um bom processador –Grande quantidade de memória RAM –Um disco rígido de elevada capacidade –Uma boa placa gráfica –Uma boa Placa de Som –Sistema de Som –Leitor / Gravador de CDs e DVDs –Um bom monitor

12 12 Hardware / Software Características do primeiro PC Multimédia (1990) : –386 SX a 16 Mhz – 2 MB RAM – 30 MB Disco – CD-ROM – VGA (16 cores) – Placa de som de 8 bits – Colunas – Windows

13 13 Índice Introdução Hardware Imagem Animação Vídeo Áudio

14 14 Imagem Cor A cor é um fenómeno óptico provocado pela acção de um feixe de fotões sobre células da retina, que transmitem através de informação pré-processada no nervo óptico, impressões para o sistema nervoso. Os nervos da retina humana são sensíveis à frequência da onda luminosa que corresponde às cores vermelho, verde e azul Os milhões de cores que somos capazes de distinguir correspondem a diferentes misturas destas cores

15 15 Imagem Cor Os monitores (CRT) criam as imagens à custa de três canhões que emitem vermelho, verde e azul ou Red, Green and Blue (RGB) As cores são especificadas pelo valor de cada componente (entre 0 e 255). – Por exemplo, R=255, G=255, B=0 corresponde a amarelo.

16 16 Imagem Imagens Há dois tipos de imagens digitais: –Bitmaps Imagens digitais –Imagens Vectoriais Desenhos (linhas, quadrados,…)

17 17 Imagem Bitmaps Um bitmap é uma matriz onde são guardados todos os pontos de uma imagem.

18 18 Imagem Bitmaps * Espaço ocupado por uma imagem de 640x480. PixelTamanho *Paleta Imagem Monocromática 1 bit (0 ou 1) 37,5KbPreto e Branco Imagem em Escala cinza 1 byte> 300Kb256 tons de cinza Imagem a cores (8bits) 1 byte> 300Kb256 cores Imagem a cores (16 bits) 2 bytes> 600Kb65536 cores Imagem a cores (32 bits) 3 bytes921,6Kb cores

19 19 Imagem Imagens Vectoriais Nas imagens vectoriais é guardada uma informação do desenho em vez de cada pixel da imagem. Uma imagem vectorial é normalmente composta por curvas, elipses, polígonos, texto, entre outros elementos, isto é, utilizam vectores matemáticos para sua descrição. Por exemplo: RECT 0,0,200,200,RED,BLUE pode descrever um rectângulo que começa no ponto de coordenadas (0,0), tem comprimento e largura de 200 pixel, bordo vermelho e interior azul.

20 20 Imagem Bitmap vs. Vectorial Exemplo de um bitmap ampliado, comparado com um gráfico vectorial, ambos representando a letra A:

21 21 Imagem Compressão A compressão das imagens é feita com base na perda de informação. Poderá ser retirada informação redundante ou informação irrelevante às imagens de forma a que estas ocupem menos espaço na memória. A taxa de compressão é dada pela expressão: Número de bits da imagem original Número de bits da imagem comprimida

22 22 Imagem Principais Formatos JPEG –Padrão para compressão de imagens fotográficas. –Utiliza imagens de alta qualidade (24bit). –Tira partido das limitações da visão humana para obter maiores taxas de compressão. –A taxa de compressão é controlável pelo utilizador. GIF –Criado para transmitir imagens pela linha telefónica. –Limitado a imagens de 8 bits (256 cores). –Ideal para gráficos, logótipos, etc.

23 23 Imagem Principais Formatos PNG –Foi criado tendo em vista a utilização em páginas web. –Apresenta características superiores às do GIF, em particular por suportar imagens com profundidade de cor até 24bits e por incluir algoritmos de compressão mais eficazes e sem perdas. BMP – Windows –Sistema padrão do windows. –Capaz de armazenar imagens com cores até 24bits. –Gera ficheiros muito grandes.

24 24 Imagem Principais Formatos JPEG – 50% 3,78 Kb GIF 4,86Kb JPEG – 90% 1,64Kb BMP 53,3Kb PNG 21,3Kb

25 25 Imagem Software Edição de Bitmaps –Adobe Photoshop –Corel Paint Shop Pro –Paint –GIMP Edição Vectorial –Adobe Ilustrator –Macromedia Freehand Conversor Online –http://vectormagic.stanford.eduhttp://vectormagic.stanford.edu

26 26 Índice Introdução Hardware Imagem Animação Vídeo Áudio

27 27 Animação Trata-se de uma sequência de imagens que não são gravadas, como no vídeo, mas sim geradas, isto é, cada fotograma do filme é produzido individualmente. Quando os fotogramas são ligados entre si e o filme resultante é visto a uma velocidade de mais de 16 fotogramas por segundo, há uma ilusão de movimento contínuo. Esta ilusão é criada por um fenómeno chamado de Persistência da Visão, já que quando o olho humano vê uma imagem, esta permanece na retina por um curto espaço de tempo.

28 28 Animação As animações são normalmente utilizadas em desenhos animados, publicidade, filmes, etc.

29 29 Animação Tipos de Animação Animação Tradicional –Os artistas desenham uma série de desenhos em que cada imagem é ligeiramente diferente da anterior. –Processo demorado.

30 30 Animação Tipos de Animação Celluloid Animation –Os desenhos dos personagens/elementos são feitos em películas transparentes e os backgounds são desenhados à parte. –O resultado obtém-se através da sobreposição. –Permite uma melhor divisão do trabalho e consequente aceleração do processo.

31 31 Animação Tipos de Animação Stop Motion ou Claymation –Utiliza modelos reais, em diversos materiais, normalmente plasticina. –Os modelos são fotografados frame a frame e posteriormente montados de forma a realizar o filme. –Na fase da montagem, podem ser acrescentados outros elementos, sons, falas, etc. –Exemplos: Wallace & Gromit, A fuga das Galinhas, A noiva cadáverWallace & GromitA noiva cadáver

32 32 Animação Outras Técnicas: Rotoscópio –Desenhos efectuados a partir de imagem real. Cut-Out Animation –Ex: videos do Peter Gabrielvideos do Peter Gabriel Hybrid Animation –Ex: Roger RabbitRoger Rabbit Animação Digital 3D –Ex: MadagascarMadagascar

33 33 Animação Software: Aplicações simples que permitem animar uma série de imagens já perparadas: –Corel Animation –Programas de criação de GIFs existentes na internet. Aplicações mais sofisticadas que utilizam algoritmos matemáticos para elaborar as animações: –Adobe Flash –Adobe After Effects Aplicações que permitem criar imagens tridimensionais e respectivas animações: –3D Studio Max –Maya

34 34 Índice Introdução Hardware Imagem Animação Vídeo Áudio

35 35 Vídeo O que é um vídeo? Consiste de uma sequência de imagens que quando visualizadas sequencialmente dão a sensação de movimento à semelhança do que se passava com a animação. Neste caso também está presente o fenómeno da persistência da visão. A principal diferença entre o vídeo e a animação está no facto de nos vídeos se utilizarem imagens reais.

36 36 Vídeo Edição de vídeo Para um vídeo ser editado no computador, tem de ser convertido para o formato digital. No entanto o vídeo ocupa muito espaço em disco, pelo que tem de ser comprimido para caber, por exemplo, num dvd. Se tivermos 1min de vídeo na resolução 640x480 (24bit de cor) (30fps): 640*480pixels*3bytes*30frames*60segundos= = bytes = 1582,03Mb

37 37 Vídeo Padrões Nunca foi encontrado um padrão único para o vídeo. No entanto, os padrões existentes estão divididos por zonas NTSCPALSECAM Linhas Frames/s3025 Pixels640x x x 576

38 38 Vídeo Software Edição de Vídeo: – Adobe Premiere – Adobe After Effects – Final Cut – Quick Time Pro – Pinnacle Studio – Sony Vegas – Multiquence – Pinnacle Video Spin – …

39 39 Índice Introdução Hardware Imagem Animação Vídeo Áudio

40 40 Áudio O que é? O som é um fenómeno físico causado pela vibração dos materiais. Não se propaga no vácuo. A vibração altera os valores da pressão do ar. As alterações da pressão são propagadas no ar em forma de ondas. Quando as ondas atingem o ouvido humano, o som é captado e sentido. Os sons audíveis pelo ouvido humano situam-se entre os 20Hz e os 20KHz de frequência. A estes sons, dá-se o nome de Áudio.

41 41 Áudio Padrões de armazenamento Wave – Técnica utilizada para armazenamento e transmissão entres computadores pessoais. MP3 – É capaz de comprimir ficheiros de som com qualidade de CD, sem grandes perdas de qualidade. Pode atingir taxas de compressão de 1:8 e 1:12. –Consegue-se obter valores na ordem de 1Mb por minuto (sem compressão este valor ronda os 10Mb/min).

42 42 Áudio Padrões de armazenamento MIDI – Neste formato, 10 minutos de música correspondem a 200Kb. – Inclui 16 canais, e cada um pode tratar um instrumento. – Formato criado para troca de sons entre sintetizadores.

43 43 Áudio Software Reprodução – Windows Media Player – Winamp Gravação / Edição – Sony Sound Forge – Audacity


Carregar ppt "1 Introdução ao Multimédia César Faria"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google