A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Velha ordem mundial Velha ordem mundial Após a Segunda Guerra Mundial, com a derrota do fascismo na Itália e do nazismo alemão configurou-se um modelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Velha ordem mundial Velha ordem mundial Após a Segunda Guerra Mundial, com a derrota do fascismo na Itália e do nazismo alemão configurou-se um modelo."— Transcrição da apresentação:

1 Velha ordem mundial Velha ordem mundial Após a Segunda Guerra Mundial, com a derrota do fascismo na Itália e do nazismo alemão configurou-se um modelo de forças bipolar onde os EUA e União Soviética passaram a ser atores hegemônicos no novo cenário das relações internacionais. Era o início da era bipolar ou Guerra Fria.

2 Com o fim da segunda guerra mundial ocorreram conferências que desenharam o cenário geopolítico da guerra fria no continente europeu. A mais importante foi a conferência de Yalta, nela foi decidida a divisão da Alemanha e de Berlim em zonas de ocupação, logo depois esses acordos são confirmados na conferência de Potsdam.

3 Conferência de Yalta – da direita para a esquerda no primeiro plano da foto: Josef Stalin, Franklin Rosevelt e Winston Churchill

4 Desdobramentos das Conferências do pós-Guerra O território soviético foi ampliado, com a inclusão e áreas pertencentes à Polônia e Romênia e confirmação da anexação dos Estados Bálticos feita em Dessa forma, o território soviético passava a coincidir, quase exatamente, com o do Império Russo às vésperas da Primeira Guerra Mundial. O território soviético foi ampliado, com a inclusão e áreas pertencentes à Polônia e Romênia e confirmação da anexação dos Estados Bálticos feita em Dessa forma, o território soviético passava a coincidir, quase exatamente, com o do Império Russo às vésperas da Primeira Guerra Mundial. Criava-se a esfera de influência soviética com a imposição de sua hegemonia sobre os estados do Leste Europeu. Era a formação da Cortina de Ferro. Criava-se a esfera de influência soviética com a imposição de sua hegemonia sobre os estados do Leste Europeu. Era a formação da Cortina de Ferro.

5 A Alemanha foi dividida em quatro zonas de ocupação de acordo com as conferências de Yalta e Potsdam, logo após o fim da segunda guerra mundial e em 1949 é oficialmente dividida em Alemanha Ocidental( RFA) e Alemanha Oriental (RDA).

6

7 Muro de Berlim ao fundo e a placa com um aviso em Alemão: Cuidado – você está saindo de Berlim Ocidental.

8 A Guerra Fria A Guerra Fria foi um período em que a guerra era improvável, e a paz, impossível. Mesmo que a guerra entre as duas superpotências nunca tivesse ocorrido, eles se empenharam numa corrida armamentista sem precedentes na história da humanidade e armaram conflitos entre terceiros. Era o que o historiador Eric Hobsbaw chamou deequilíbrio do terrorA Guerra Fria foi um período em que a guerra era improvável, e a paz, impossível. Mesmo que a guerra entre as duas superpotências nunca tivesse ocorrido, eles se empenharam numa corrida armamentista sem precedentes na história da humanidade e armaram conflitos entre terceiros. Era o que o historiador Eric Hobsbaw chamou deequilíbrio do terror

9 As duas potências desenvolveram planos para desenvolver economicamente os países diretamente alinhados. O Plano Marshall, um aprofundamento da Doutrina Truman, conhecido oficialmente como Programa de Recuperação Européia, foi o principal plano dos Estados Unidos para a reconstrução dos países aliados da Europa nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial. O COMECON surgiu como a resposta da URSS ao Plano Marshall, que visava apoiar a reconstrução econômica da Europa Ocidental. As duas potências desenvolveram planos para desenvolver economicamente os países diretamente alinhados. O Plano Marshall, um aprofundamento da Doutrina Truman, conhecido oficialmente como Programa de Recuperação Européia, foi o principal plano dos Estados Unidos para a reconstrução dos países aliados da Europa nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial. O COMECON surgiu como a resposta da URSS ao Plano Marshall, que visava apoiar a reconstrução econômica da Europa Ocidental.Doutrina TrumanEstados Unidos EuropaSegunda Guerra MundiaPlano MarshallEuropa OcidentalDoutrina TrumanEstados Unidos EuropaSegunda Guerra MundiaPlano MarshallEuropa Ocidental

10 Distribuição dos 17 bilhões de dólares do Plano Marshall.

11 Muro de Berlim ao fundo e a placa com um aviso em Alemão: Cuidado – você está saindo de Berlim Ocidental.

12 Paises capitalistas, socialistas e não-alinhados

13 *Presidente J. F. Kenned e Nikita Kruschev. *Satélite russo Sputinik. *Guardas alemães vigiando o muro de Berlim. *Invasão americana no Vietnã. Primeiro teste nuclear russo.

14 OTAN x Pacto de Varsóvia A OTAN foi criada em 1949, no contexto da Guerra Fria, com o objetivo de constituir uma frente oposta ao bloco socialista, que, aliás, poucos anos depois lhe haveria de contrapor o Pacto de Varsóvia(1955), aliança militar do leste europeu. A OTAN foi criada em 1949, no contexto da Guerra Fria, com o objetivo de constituir uma frente oposta ao bloco socialista, que, aliás, poucos anos depois lhe haveria de contrapor o Pacto de Varsóvia(1955), aliança militar do leste europeu.1949 Guerra FriaPacto de Varsóvia aliança militar1949 Guerra FriaPacto de Varsóvia aliança militar Desta forma, a OTAN tinha, na sua origem, um significado e um objectivo paralelos, no domínio político-militar, aos do Plano Marshall no domínio político-econômico Desta forma, a OTAN tinha, na sua origem, um significado e um objectivo paralelos, no domínio político-militar, aos do Plano Marshall no domínio político-econômicoPlano MarshallPlano Marshall

15

16

17 A evolução da OTAN na Europa

18 Evolução do bloco socialista de 1922 – 1990.

19 Países membros do COMECOM

20 Bases militares dos EUA ao redor do globo

21 Nunca houve tantas armas nucleares como na guerra fria, com quase a totalidade concentradas nos EUA e URSS. Milhares de testes nucleares eram feitos nos mais diversos lugares remotos do globo.. Um dos momentos mais conturbados do período ocorreu em 1962: a Crise dos Mísseis, em Cuba. O acontecimento colocou o presidente americano, John Kennedy, e o secretário-geral do Partido Comunista soviético, Nikita Khrushchov, sob o risco de iniciar um conflito atômico. O incidente foi resolvido através dos canais diplomáticos dos dois blocos e de seus respectivos aliados, mas, sobretudo, pelo iminente receio de destruição mútuo. Muitos crêem que o episódio da crise dos mísseis em Cuba ajudou as potências a perceberem de que o conflito aparentemente irreconciliável que as separava dificilmente poderia ser resolvido apenas pela via militar, tendo em vista o potencial letal, para toda a humanidade, do arsenal nuclear detido por ambas. Isso contribuiu para a coexistência pacífica onde ocorreu uma série de encontros para o desarmamento afastando o risco de uma guerra nuclear Nunca houve tantas armas nucleares como na guerra fria, com quase a totalidade concentradas nos EUA e URSS. Milhares de testes nucleares eram feitos nos mais diversos lugares remotos do globo.. Um dos momentos mais conturbados do período ocorreu em 1962: a Crise dos Mísseis, em Cuba. O acontecimento colocou o presidente americano, John Kennedy, e o secretário-geral do Partido Comunista soviético, Nikita Khrushchov, sob o risco de iniciar um conflito atômico. O incidente foi resolvido através dos canais diplomáticos dos dois blocos e de seus respectivos aliados, mas, sobretudo, pelo iminente receio de destruição mútuo. Muitos crêem que o episódio da crise dos mísseis em Cuba ajudou as potências a perceberem de que o conflito aparentemente irreconciliável que as separava dificilmente poderia ser resolvido apenas pela via militar, tendo em vista o potencial letal, para toda a humanidade, do arsenal nuclear detido por ambas. Isso contribuiu para a coexistência pacífica onde ocorreu uma série de encontros para o desarmamento afastando o risco de uma guerra nuclear

22

23

24

25 TESTE NUCLEAR AMERICANO NO DESERTO DO ARIZONA

26

27 Ao guerras da guerra fria Guerra da Coréia : Entre os anos de 1951 e 1953 a Coréia foi palco de um conflito armado de grandes proporções. Após a Revolução Maoista ocorrida na China, a Coréia sofre pressões para adotar o sistema socialista em todo seu território. A região sul da Coréia resiste e, com o apoio militar dos Estados Unidos, defende seus interesses. A guerra dura dois anos e termina, em 1953, com a divisão da Coréia no paralelo 38. A Coréia do Norte ficou sob influência soviética e com um sistema socialista, enquanto a Coréia do Sul manteve o sistema capitalista. Guerra do Vietnã : Este conflito ocorreu entre 1959 e 1975 e contou com a intervenção direta dos EUA e URSS. Os soldados norte- americanos, apesar de todo aparato tecnológico, tiveram dificuldades em enfrentar os soldados vietcongues (apoiados pelos soviéticos) nas florestas tropicais do país. Milhares de pessoas, entre civis e militares morreram nos combates. Os EUA saíram derrotados e tiveram que abandonar o território vietnamita de forma vergonhosa em O Vietnã passou a ser socialista. Guerra da Coréia : Entre os anos de 1951 e 1953 a Coréia foi palco de um conflito armado de grandes proporções. Após a Revolução Maoista ocorrida na China, a Coréia sofre pressões para adotar o sistema socialista em todo seu território. A região sul da Coréia resiste e, com o apoio militar dos Estados Unidos, defende seus interesses. A guerra dura dois anos e termina, em 1953, com a divisão da Coréia no paralelo 38. A Coréia do Norte ficou sob influência soviética e com um sistema socialista, enquanto a Coréia do Sul manteve o sistema capitalista. Guerra do Vietnã : Este conflito ocorreu entre 1959 e 1975 e contou com a intervenção direta dos EUA e URSS. Os soldados norte- americanos, apesar de todo aparato tecnológico, tiveram dificuldades em enfrentar os soldados vietcongues (apoiados pelos soviéticos) nas florestas tropicais do país. Milhares de pessoas, entre civis e militares morreram nos combates. Os EUA saíram derrotados e tiveram que abandonar o território vietnamita de forma vergonhosa em O Vietnã passou a ser socialista. Guerra do Vietnã florestas tropicais Vietnã Guerra do Vietnã florestas tropicais Vietnã

28 Guerra do Vietnã

29 Guerra da Coréia

30 Fatores que explicam o fim da URSS e do alinhamento bipolar Crise no planejamento estatal. Crise no planejamento estatal. Centralização política e econômica excessiva ( planos quinquenais). Centralização política e econômica excessiva ( planos quinquenais). Grandes gastos militares ( guerra fria e corrida espacial ) comprometendo o orçamento. Grandes gastos militares ( guerra fria e corrida espacial ) comprometendo o orçamento. Existência de uma classe social privilegiada – os burocratas Existência de uma classe social privilegiada – os burocratas Comprometimento da máquina estatal por corrupção. Comprometimento da máquina estatal por corrupção. Sucateamento tecnológico da indústria civil. Sucateamento tecnológico da indústria civil. Crise de abastecimento. Crise de abastecimento. Conflitos étnicos e religiosos. Conflitos étnicos e religiosos. Políticas de reestruturação econômica e transparência política – Perestroika e Glasnost Políticas de reestruturação econômica e transparência política – Perestroika e Glasnost

31

32 Ex-presidente da Polônia e Prêmio Nobel da Paz, Lech Walesa, derruba a primeira peça do dominó.

33 O desmonte do bloco socialista provocou fragmentações territoriais e extinção de alguns estados. Foram extintos – URSS, Iugoslávia, Tchecoslováquia, Alemanha Ocidental e Alemanha Oriental. Foram criadas fruto da fragmentação desses estados: República Tcheca, República da Eslováquia ( fruto do desmonte da Tchecoslováquia ), Rússia, Estônia, Letônia, Lituânia, Bielo-rússia, Moldávia, Ucrânia, Armênia, Geórgia, Uzbequistão, Tadjiquistão, Turcomenistão, Quirquistão, Azerbajão, Cazaquistão ( fruto do desmonte da URSS ), Eslovênia, Croácia, Bósnia-Hezergovina, Sérvia, Montenegro, Macedônia e Kosovo ( fruto da decomposição da Iugoslávia ) e ainda a Alemanha reunificada.

34

35 A Nova Ordem Mundial Fim dos conflitos leste e oeste e intensificação dos conflitos norte e sul. Fim dos conflitos leste e oeste e intensificação dos conflitos norte e sul. Multipolaridade econômica e monopolaridade militar Multipolaridade econômica e monopolaridade militar Fim da corrida armamentista e inicio da corrida tecno-científica. Fim da corrida armamentista e inicio da corrida tecno-científica. Hegemonia do capitalismo e avanço do neo-liberalismo – estado mínimo e mercado máximo. Hegemonia do capitalismo e avanço do neo-liberalismo – estado mínimo e mercado máximo. Privatizações, fusões, fortalecimento das corporações internacionais. Privatizações, fusões, fortalecimento das corporações internacionais. Substituição do fordismo pelo toyotismo. Substituição do fordismo pelo toyotismo. Flexibilização das relações de trabalho, enfraquecimento dos sindicatos. Flexibilização das relações de trabalho, enfraquecimento dos sindicatos. Aumento do desemprego conjuntural e estrutural. Aumento do desemprego conjuntural e estrutural. Crescimento do comércio e dos fluxos financeiros internacionais. Crescimento do comércio e dos fluxos financeiros internacionais. Formação de blocos econômicos supra-nacionais. Formação de blocos econômicos supra-nacionais. Intensificação das Migrações e do Xenofobismo. Intensificação das Migrações e do Xenofobismo. Diminuição dos conflitos inter- estatais e intensificação dos conflitos étnico-religiosos. Diminuição dos conflitos inter- estatais e intensificação dos conflitos étnico-religiosos. Alterações no mapa mundi: surgimento de 25 e extinção de 4 países. Alterações no mapa mundi: surgimento de 25 e extinção de 4 países.

36


Carregar ppt "Velha ordem mundial Velha ordem mundial Após a Segunda Guerra Mundial, com a derrota do fascismo na Itália e do nazismo alemão configurou-se um modelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google