A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DOS ESPÍRITOS ESCALA ESPÍRITA CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DOS ESPÍRITOS ESCALA ESPÍRITA CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1."— Transcrição da apresentação:

1 DOS ESPÍRITOS ESCALA ESPÍRITA CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1

2 Origem e Natureza dos Espíritos O que são os Espíritos? - Seres inteligentes da criação, povoam o Universo. Criados à partir do Princípio Inteligente. - São obras de Deus e não retirados diretamente de suas partes. - Criação permanente de espíritos. - Dizemos que o espírito é imaterial porque não temos uma melhor forma para defini-lo. 2

3 - São criados por Deus simples e ignorantes, sem conhecimentos, para que possam evoluir e se aproximar do Pai, buscando a perfeição. - Como são criados? 3 - São a individualização do princípio inteligente, assim como a matéria é a individualização do princípio material – FCU!

4 Mundo Espírita (Mundo normal primitivo ) - Os espíritos constituem um mundo à parte, o Mundo dos Espíritos. - O Mundo Espírita é o nosso mundo original. Estamos em um pequeno estágio perante a vida eterna. Nossa pátria verdadeira é o mundo espiritual. É composto pelos espíritos desencarnados (errantes) e os fluidos por eles manipulados. 4

5 - O mundo corporal e o mundo espírita são independentes, mas interagem entre si o tempo todo. - Os espíritos não ocupam uma região predefinida, estão por toda a parte, convivendo conosco, interagindo; estando à nossa volta e por todos os confins do Universo. 5

6 FORMA E UBIQUIDADE DOS ESPÍRITOS - Os espíritos tem forma determinada apenas para eles, não na nossa acepção. - Clarão, centelha etérea, chama. Cor? - Clarão, centelha etérea, chama. Cor? - Os Espíritos percorrem o espaço com a rapidez do pensamento e podem, se o quiserem, inteirar-se da distância percorrida. 6 A matéria não lhes opõe obstáculo: passam através de tudo.

7 Ubiqüidade: o espírito não se divide, ele apresenta a capacidade de se manifestar em diferentes locais, irradiando-se. Esta capacidade é diferente a depender da evolução de cada um. Ubiqüidade: o espírito não se divide, ele apresenta a capacidade de se manifestar em diferentes locais, irradiando-se. Esta capacidade é diferente a depender da evolução de cada um.. 7 Os espíritos se movimentam de duas formas: percorrem o espaço com a rapidez do pensamento e podem, se o quiserem, inteirar-se da distância percorrida. Depende de sua evolução. Os espíritos se movimentam de duas formas: percorrem o espaço com a rapidez do pensamento e podem, se o quiserem, inteirar-se da distância percorrida. Depende de sua evolução. - Volitação, Volição - designa um impulso consciente que leva a personalidade a pensar e realizar uma ação, para obter determinado fim.

8 PERISPIRITO O espírito fica como que envolto por uma substância vaporosa para os olhos dos encarnados mas bastante grosseira para os espíritos, o perispirito, assaz vaporosa, para poder elevar-se na atmosfera e transportar-se aonde queira. O espírito fica como que envolto por uma substância vaporosa para os olhos dos encarnados mas bastante grosseira para os espíritos, o perispirito, assaz vaporosa, para poder elevar-se na atmosfera e transportar-se aonde queira. É constituído de um complexo de energias e fluidos, estruturando um corpo para o espírito. 8 Tem a função de dar limite e relação ao espírito, permitindo a interação deste com a parte material da natureza. As energias e fluidos constituintes do perispírito são oriundos da metabolização das energias e fluidos do local onde está o Espírito.

9 - Outros nomes: corpo espiritual (São Paulo), psicossoma (André Luis), corpo astral (orientais), corpo bioplasmático (Parapsicologia). - Forma o elemento intermediário entre o espírito e o corpo. - O perispírito é estruturado, ou seja, apresenta sistemas complexos (órgãos), compatíveis com sua finalidade. - "O perispírito, ou corpo fluídico dos Espíritos, é um dos mais importantes produtos do fluido cósmico; é uma condensação desse fluido em torno de um foco de inteligência ou alma. - O perispírito reflete nosso pensamento, nossas ações, nossa vibração. É a emanação individual que nos foge sob o nome de "aura" a exteriorização do perispírito. 9

10 10 METABOLIZAÇÃO FLUIDOSENERGIAS VIBRAÇÕES E PENSAMENTOS De Carlos Parchen

11 11 Quanto mais evoluído o Espírito menor a densidade do Perispírito. Quanto mais evoluído o Espírito menor a densidade do Perispírito. Natureza e Propriedades do PERISPÍRITO Quanto mais inferior o Espírito, mais denso e mais grosseiro é o seu Perispírito. Quanto mais inferior o Espírito, mais denso e mais grosseiro é o seu Perispírito. Quanto mais denso o Perispírito mais o Espírito permanece preso no mundo material e maiores são os seus sofrimentos. Quanto mais denso o Perispírito mais o Espírito permanece preso no mundo material e maiores são os seus sofrimentos. A matéria não constitui obstáculo ao Perispírito. É etéreo, penetrando em qualquer obstáculo material. A matéria não constitui obstáculo ao Perispírito. É etéreo, penetrando em qualquer obstáculo material. O Perispírito tem a forma que o Espírito queira, se apresentando de acordo com a vontade do Espírito e de seu estado de equilíbrio. O Perispírito tem a forma que o Espírito queira, se apresentando de acordo com a vontade do Espírito e de seu estado de equilíbrio. O Perispírito, da mesma forma que alguns fluidos, pode sofrer modificações que o tornem perceptível à nossa vista. O Perispírito, da mesma forma que alguns fluidos, pode sofrer modificações que o tornem perceptível à nossa vista. x

12 12 TOMÉ VERIFICA AS CHAGAS DE CRISTO, CARAVAGGIO Coríntios II; Cap. 12; Versículos 1 a 4: "Se é necessário que me glorie, ainda que não convém, passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu (se no corpo ou FORA DO CORPO, não sei, Deus o sabe) e sei que o tal homem (se no corpo ou FORA DO CORPO, não sei, Deus o sabe) foi arrebatado ao Paraíso e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir." Coríntios I; Cap. 15; Versículo 44: "Semeia-se corpo natural, ressuscita corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual." Tessalonicences I; Cap. 5; Versículo 23: "O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso ESPÍRITO, ALMA E CORPO sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo." - Hebreus; Cap. 4; Versículo 12: "Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir ALMA E ESPÍRITO, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração."

13 13 TOMÉ VERIFICA AS CHAGAS DE CRISTO, REMBRANDT Agora o ponto de vista científico, ou seja: a essência mesma do perispírito. Isso é outra questão. Compreendei primeiro moralmente. Resta apenas uma discussão sobre a natureza dos fluidos, coisa por ora inexplicável. A ciência ainda não sabe bastante, porém lá chegará, se quiser caminhar com o Espiritismo. O perispírito pode variar e mudar ao infinito. A alma é o pensamento: não muda de natureza. Não vades mais longe, por este lado; trata-se de um ponto que não pode ser explicado. Supondes que, como vós, também eu não perquiro? Vós pesquisais o perispírito; nós outros, agora, pesquisamos a alma. Esperai, pois. Lamennais. O Livro dos Médiuns, Hughes Félicité Robert de Lamennais, Padre e Filósofo, (Saint- Malo, França, 19/06/1782- Paris, 27/02/1854),

14 14 Funcões do PERISPÍRITO Serve de envoltório do Espírito. Serve de envoltório do Espírito. É um molde para o corpo físico, modela o corpo físico na sua formacão durante a gestacão. É um molde para o corpo físico, modela o corpo físico na sua formacão durante a gestacão. O corpo físico é um reflexo do Perispírito. O corpo físico é um reflexo do Perispírito. Mantêm o registro de todas as nossas experiências reencarnatórias, boas ou más, realizadas ao longo de nossa evolucão. Mantêm o registro de todas as nossas experiências reencarnatórias, boas ou más, realizadas ao longo de nossa evolucão. Quando encarnado, o Espírito mantém seu envoltório perispirítico. Quando encarnado, o Espírito mantém seu envoltório perispirítico. É a base do mecanismo de todos os fenômenos mediúnicos e anímicos. É a base do mecanismo de todos os fenômenos mediúnicos e anímicos. X

15 15 Corpo Material Veículo físico visível Corpo Material Veículo físico visível Perispírito Elemento intermediário entre o Espírito e o Corpo MaterialPerispírito Espírito Ser pensante, Eterno, sede do psiquismo e da vontade.Espírito Ser pensante, Eterno, sede do psiquismo e da vontade.

16 Escala Espírita - Os espíritos são criados simples e ignorantes, sem o conhecimento do mal, com o destino de se reaproximarem de Deus, através da perfeição. - Assim, o Pai, através de seus mensageiros, distribui missões a cada um de seus filhos, tendo todos o livre arbítrio para cumprirem ou não estas tarefas. - Deus não nos cria para passarmos pelo mal, porém nos dá a inteligência necessária para que possamos aprender com o mal. - Deus não nos cria para passarmos pelo mal, porém nos dá a inteligência necessária para que possamos aprender com o mal. 16

17 1 Disse Jesus a seus discípulos: É necessário que venha o escândalo, mas [ai daquele] por quem vierem! Lucas, cap. 17, v Disse Jesus a seus discípulos: É necessário que venha o escândalo, mas [ai daquele] por quem vierem! Lucas, cap. 17, v Todos são criados com as leis divinas insculpidas na consciência, ou seja, todos tem uma certa vantagem sobre as más tendências. 17

18 18 ESCALA ESPÍRITA Primeira ordem: São aqueles que já atingiram a perfeição, não tendo mais defeitos e possuindo, somente, virtudes. Ex: Jesus Cristo Primeira ordem: São aqueles que já atingiram a perfeição, não tendo mais defeitos e possuindo, somente, virtudes. Ex: Jesus Cristo Segunda ordem: São aqueles em que o desejo de fazer o bem já faz parte de suas personalidades, mas ainda apresentam imperfeições que precisam ser corrigidas, bem como sabedoria a ser adquirida.Dividem-se em infindáveis sub- categorias Segunda ordem: São aqueles em que o desejo de fazer o bem já faz parte de suas personalidades, mas ainda apresentam imperfeições que precisam ser corrigidas, bem como sabedoria a ser adquirida.Dividem-se em infindáveis sub- categorias Terceira ordem: Existem aqueles que ainda não atingiram o estado da razão, não fazendo portanto, nem o bem, nem o mal, como há aqueles onde predominam uma grande violência, muita ignorância, leviandade e um grande número de imperfeições. Terceira ordem: Existem aqueles que ainda não atingiram o estado da razão, não fazendo portanto, nem o bem, nem o mal, como há aqueles onde predominam uma grande violência, muita ignorância, leviandade e um grande número de imperfeições.

19 Conclusões Práticas Os espíritos, em geral, sabem tanto quanto os homens Não é porque um espírito se manifestou em alguém, que ele é uma guia, mentor ou espírito superior Nem todo espírito é espírita, sendo assim, o fato de ter desencarnado, nem sempre abre-lhe a mente para as realidades de além-túmulo É comum, os espíritos continuarem após a morte com suas crenças religiosas, hábitos e preferências pessoais 19

20 Muitos nem percebem que já morreram e um grande número ignora a sua situação, além túmulo Alguns dormem, outros vivem entre pesadelos, muitos são torturados pelo remorso e poucos conseguem obter a lucidez desejada. Mas, todos esses espíritos podem evoluir, pois ninguém fica, eternamente, no erro, no sofrimento ou na ignorância, de modo que a misericórdia divina é para todos, ou seja, sempre há esperança... 20

21 Terceira ordem – Espíritos imperfeitos: Predominância da matéria sobre o espírito. Propensão para o mal. Ignorância, orgulho, egoísmo e todas as paixões que lhes são conseqüentes. Têm a intuição de Deus, mas não o compreendem. Vêem a felicidade dos bons e este espetáculo lhes constitui incessante tormento. 10ª Classe: Impuros – inclinados ao mal. Demônios. 9ª Classe: Levianos – ignorantes, maliciosos, irrefletidos e zombeteiros. Duendes. 21

22 8ª Classe: Espíritos pseudo-sábios – 8ª Classe: Espíritos pseudo-sábios – julgam saber mais do que realmente sabem. Linguagem rebuscada, desprovida de conteúdo. 7ª Classe: Espíritos neutros 6ª Classe: Espíritos batedores e perturbadores: Estão mais presos à matéria. Agentes principais de fenômenos da natureza. 22

23 Segunda ordem – Bons espíritos: Segunda ordem – Bons espíritos: - Predominância do espírito sobre a matéria; desejo do bem. - Compreendem Deus e o infinito. - São felizes pelo bem que fazem e pelo mal que impedem... - Como espíritos, suscitam bons pensamentos. Quando encarnados, são bondosos e benevolentes com os seus semelhantes. 23

24 5ª Classe: Espíritos benévolos – a bondade é a qualidade dominante. Carecem de desenvolvimento intelectual. 4ª Classe: Espíritos sábios – distinguem- se pela extensão de seus conhecimentos. 3ª Classe: Espíritos de sabedoria - As qualidades morais da ordem mais elevada são o que os caracteriza. 2ª Classe: Espíritos superiores – reúnem em si a ciência, a sabedoria e a bondade. Sua linguagem é elevada, muitas vezes sublime. Quando reencarnam na terra, é para cumprir alguma missão relativa ao progresso dos homens. 24

25 Primeira ordem – Espíritos puros - Nenhuma influência da matéria. Superioridade intelectual e moral absolutas, em relação aos espíritos de outras ordens. 1ª Classe: percorreram todas as escalas da evolução, despojando-se de todas as mazelas da matéria. Não estão mais sujeitos à reencarnação em corpos perecíveis. Gozam de felicidade absoluta (não confundir com ociosidade monótona, em perpétua contemplação). São os mensageiros e ministros de Deus. 25 A ANUNCIAÇÃO, BOTICELLI, A ANUNCIAÇÃO, BECCAFUMI, 1545

26 Progressão dos Espíritos Progressão dos Espíritos - - Os espíritos são criados simples e ignorantes, recebendo uma missão, tendo todos que buscar a perfeição, se aproximando de Deus e encontrando a verdadeira felicidade. São como crianças, e podem escolher aceitar suas tarefas ou se rebelar. - Não existem espíritos condenados eternamente às zonas inferiores. - Os espíritos não regridem! Podem permanecer estacionários, porém nunca degeneram! - - Todos passam pela fieira da ignorância, tendo nosso livre arbítrio, escolhendo ou não o cominho do mal. As influências se iniciam à partir do momento em que o espírito toma consciência de si mesmo. 26

27 27 Os espíritos inferiores ficarão para sempre neste estado? Resposta:Não! Pelas leis de Deus, todos deverão progredir e atingir a perfeição. O pior criminoso do mundo, um dia, será bom, desde que se esforce e obedeça as leis do Criador. Por isso Jesus dizia que de todas ovelhas confiadas a mim pelo meu Pai, nenhuma irá se perder.

28 - Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus. Mateus 5:48 Mateus 5:48Mateus 5:48 34 Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses? 35 Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada)(Sl 82,6)? João, cap Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha. Mateus, cap. 5 28

29 Anjos e Demônios - Anjos são os espíritos que atingiram o mais alto grau de evolução, atravessando todas as ordens, se tornando espíritos puros. - Anjos são os espíritos que atingiram o mais alto grau de evolução, atravessando todas as ordens, se tornando espíritos puros. - Não existem seres criados já perfeitos, como não há espíritos eternamente maus, os chamados demônios. - Daimon: palavra grega que designa gênio, inteligência e seres imateriais, bons ou ruins. 29

30 Nascer, Morrer, Renascer e Evoluir Sempre, Tal é a Lei. Allan Kardec 30

31 PRÓXIMA AULA: NOSSO LAR NOSSO LAR CAPÍTULOS 1 A 5. CAPÍTULOS 1 A 5. 31


Carregar ppt "DOS ESPÍRITOS ESCALA ESPÍRITA CURSO: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google