A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEMINÁRIO INTERNACIONAL METROPOLIZAÇÃO BRASILEIRA E OS DESAFIOS DA GESTÃO URBANA:. O PAPEL DA PÓS-GRADUAÇÃO Painel II: Política, Planejamento e Gestão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEMINÁRIO INTERNACIONAL METROPOLIZAÇÃO BRASILEIRA E OS DESAFIOS DA GESTÃO URBANA:. O PAPEL DA PÓS-GRADUAÇÃO Painel II: Política, Planejamento e Gestão."— Transcrição da apresentação:

1 SEMINÁRIO INTERNACIONAL METROPOLIZAÇÃO BRASILEIRA E OS DESAFIOS DA GESTÃO URBANA:. O PAPEL DA PÓS-GRADUAÇÃO Painel II: Política, Planejamento e Gestão Ambiental Urbana Deputado Federal Arnaldo Jardim

2 Brasil tem 12 redes urbanas comandadas por metrópoles IBGE Regiões de Influência das Cidades 2008

3 Marcos Regulatórios e Políticas Públicas como instrumentos de planejamento e gestão ambiental urbana. Participação da Sociedade Civil – novas formas de organização. Comissão de Desenvolvimento Urbano (outras) - Concepção e aprimoramento dos Instrumentos legais. Programas governamentais – articulação entre União, Estados, DF e Municípios.

4 Metrópoles: Legislações e Projetos de Leis Estatuto da Cidade – Lei nº /2001, regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana. Consórcios Públicos – Lei nº /2005. Estatuto da Metrópole - PL 3460/2004, diretrizes para a Política Nacional de Planejamento Regional Urbano, cria o Sistema Nacional de Planejamento e Informações Regionais Urbanas. Regiões Metropolitanas – a experiência da Constituição Paulista de 1989.

5 Síntese de alguns Eixos: GovernançaGovernança » participação efetiva da sociedade civil local nos processos de decisão, monitoramento e avaliação. Gestão Local para a sustentabilidadeGestão Local para a sustentabilidade » gestão integrada e eficiente, baseada no princípio da precaução sobre o Ambiente Urbano e seus entornos. Planejamento e desenho urbanoPlanejamento e desenho urbano » evitar a expansão urbana no território, priorizar o adensamento/desenvolvimento urbano no interior dos espaços construídos.

6 Metrópoles do Futuro – setores e desafios das urbes MOBILIDADE HABITAÇÃO/ESPAÇO URBANO ABASTECIMENTOESANEAMENTO RESÍDUOS SÓLIDOS

7

8 Habitação/Espaço Urbano Regularização fundiária urbana – Lei nº /2009 Construção sustentável Revitalização dos centros urbanos Planos Diretores Uso e ocupação do solo

9 Abastecimento de Recursos Hídricos » Escassez - Centros urbanos – necessidade de se buscar mananciais cada vez mais distantes; » 55% dos municípios poderão ter abastecimento deficitário até 2015; » Garantir investimentos (R$ 22 bilhões) teremos um colapso total em 2025; » Instrumentos de gestão: cobrança pelo uso da água; » PSE (Pagamentos por Serviços Ecossistêmicos) – princípio do protetor-recebedor; » Comitês de bacias hidrográficas – gestão participativa.

10 Saneamento Marco regulatório - Lei nº /2007 Indicadores 48% dos domicílios brasileiros não têm acesso à rede de esgoto IBGE Atlas de Saneamento dos municípios do País não contam com nenhum tipo de rede de captação e tratamento de esgoto. Quase a metade da população se servem de fossas sépticas ou de alternativas mais rudimentares como fossas a céu aberto ou lançamento de dejetos in natura em cursos dágua.

11 Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº /2010 ndicadores: Geração de resíduos urbanos no Brasil Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei nº /2010. I ndicadores: Geração de resíduos urbanos no Brasil t/ano t/ano F Fonte: Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil Abrelpe PIB 2010 – 7,5% Fonte IBGE Desenvolvimento Econômico = Geração de Resíduos Sólidos ? (+)6,8%

12 Coleta de resíduos urbanos no Brasil t/ano Fonte: Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil Abrelpe t/ano

13 Destinação final dos RSU coletados 2010 no Brasil Fonte: Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil Abrelpe Aterro Aterro LIXÃO Sanitário Controlado 18,1% 57,6% 24,3% Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de 2010, estima em R$ 8 bilhões as perdas do país com o não aproveitamento dos resíduos sólidos Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de 2010, estima em R$ 8 bilhões as perdas do país com o não aproveitamento dos resíduos sólidos.

14 Coleta Seletiva Indicadores dos Municípios Brasileiros *Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais, Pesquisa Nacional de Saneamento Básico 2000/2008. **Fonte ABRELPE Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais : Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil – 2010 MUNICÍPIOSEXISTEMNÃO EXISTEM *IBGE – PNSB/2008 MUNICÍPIOSCOM INICIATIVAS SEM INICIATIVAS (57,6%)2.358 (42,4%) **ABRELPE – 2010

15 Cidades Inteligentes Integrar as várias infra-estruturas das cidades, através das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e Telecomunicações. Conceito abarca várias áreas tão distintas como os Transportes ou a Energia, entre outras.

16 Muito obrigado! Deputado Arnaldo Jardim


Carregar ppt "SEMINÁRIO INTERNACIONAL METROPOLIZAÇÃO BRASILEIRA E OS DESAFIOS DA GESTÃO URBANA:. O PAPEL DA PÓS-GRADUAÇÃO Painel II: Política, Planejamento e Gestão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google