A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jan van Eyck Rafaella de Souza Martins 2ºano Licenciatura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jan van Eyck Rafaella de Souza Martins 2ºano Licenciatura."— Transcrição da apresentação:

1 Jan van Eyck Rafaella de Souza Martins 2ºano Licenciatura

2 Jan van Eyck ( ) Famoso pintor nascido em Maas Eyck, pequena cidade situada no Limburgo próspera região dos Paises Baixos, que hoje se localiza ao sudeste da Holanda, junto à fronteira com a Bélgica e a Alemanha; Famoso pintor nascido em Maas Eyck, pequena cidade situada no Limburgo próspera região dos Paises Baixos, que hoje se localiza ao sudeste da Holanda, junto à fronteira com a Bélgica e a Alemanha; Pintor do século XV, irmão de Hulbert van Eyck (mais velho), o qual já era pintor famoso e com quem Jan aprendeu os primeiros rudimentos da arte; Pintor do século XV, irmão de Hulbert van Eyck (mais velho), o qual já era pintor famoso e com quem Jan aprendeu os primeiros rudimentos da arte; Os irmãos foram inovadores do estilo Gótico Tardio. Os irmãos foram inovadores do estilo Gótico Tardio.

3 Estilo Gótico O estilo gótico desenvolve-se na Europa, principalmente na França, durante a baixa idade Média e é identificado como a Arte das Catedrais; O estilo gótico desenvolve-se na Europa, principalmente na França, durante a baixa idade Média e é identificado como a Arte das Catedrais; A partir do século XII, a França passou por um desenvolvimento comercial e urbano; A partir do século XII, a França passou por um desenvolvimento comercial e urbano; Foi preservado o papel da igreja na sociedade. Foi preservado o papel da igreja na sociedade.

4 Houve uma renovação das formas, caracterizada pela verticalidade e por maior exatidão em seus traços, porém com o objetivo de expressar a harmonia divina. Houve uma renovação das formas, caracterizada pela verticalidade e por maior exatidão em seus traços, porém com o objetivo de expressar a harmonia divina. Estilo Gótico

5 Arquitetura: Principal expressão da Arte Gótica; Arquitetura: Principal expressão da Arte Gótica; As paredes das igrejas eram a base espiritual da igreja, os pilares representavam os santos, e os arcos e os nervos eram caminhos para Deus; As paredes das igrejas eram a base espiritual da igreja, os pilares representavam os santos, e os arcos e os nervos eram caminhos para Deus; Nos vitrais pintados e decorados se ensinava ao povo, por meio da mágica luminosidade de suas cores, as histórias e relatos das Sagradas Escrituras. Nos vitrais pintados e decorados se ensinava ao povo, por meio da mágica luminosidade de suas cores, as histórias e relatos das Sagradas Escrituras. Estilo Gótico

6 Imagem Bizantina x Imagem Gótica

7 Imagem Bizantina

8 Imagem Gótica

9 Os vitrais: pinturas com vidro. Os vitrais: pinturas com vidro. Estilo Gótico

10 Escultura: desenvolveu-se paralelamente à arquitetura da igrejas; Escultura: desenvolveu-se paralelamente à arquitetura da igrejas; Está presente nas fachadas, portais das catedrais que foram espaço ideal para a sua realização. Está presente nas fachadas, portais das catedrais que foram espaço ideal para a sua realização. Estilo Gótico

11 Pintura: Teve um papel importante na arte gótica; Pintura: Teve um papel importante na arte gótica; Objetivo de emocionar o expectador: transmitir não apenas cenas tradicionais, mas a pureza e a leveza da religiosidade. Objetivo de emocionar o expectador: transmitir não apenas cenas tradicionais, mas a pureza e a leveza da religiosidade. Estilo Gótico

12 Beijo de Judas- Giotto (1305)

13 A Crucificação- Giotto (1305)

14 Nossa senhora do Chanceler Rolin- Jan van Eyck(1435)

15 Música: Houve uma série de avanços musicais, entre eles a melhoria da notação musical e o surgimento da primeira partitura impressa (1465). Música: Houve uma série de avanços musicais, entre eles a melhoria da notação musical e o surgimento da primeira partitura impressa (1465). Estilo Gótico

16 Arte nórdica e arte italiana O Nascimento de Vênus- Sandro Botticelli (1483)

17 Vida e Obras de Jan van Eyck Em 1420, por encomenda de Josse Vydt os irmãos iniciaram sua mais grandiosa obra: A adoração do cordeiro místico, um políptico para a capela da Cadetral de São Bavão; Em 1420, por encomenda de Josse Vydt os irmãos iniciaram sua mais grandiosa obra: A adoração do cordeiro místico, um políptico para a capela da Cadetral de São Bavão; Em 1425, Filipe, o Bom, Duque de Borgonha nomeia-o pintor da Corte; Em 1425, Filipe, o Bom, Duque de Borgonha nomeia-o pintor da Corte;

18 A obra baseia-se principalmente em uma passagem das Revelações de S. João (VIII,9)...e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono e perante ao Cordeiro. A obra baseia-se principalmente em uma passagem das Revelações de S. João (VIII,9)...e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono e perante ao Cordeiro.

19

20 Em 1426, Hubert falece, e Jan continua a pintura sozinho; Em 1426, Hubert falece, e Jan continua a pintura sozinho; Em 1428, Jan vai a Portugal cumprir tarefas diplomáticas; Em 1428, Jan vai a Portugal cumprir tarefas diplomáticas; Aproveita e conhece a cultura dos países por onde ele passou. Aproveita e conhece a cultura dos países por onde ele passou. Vida e Obras de Jan van Eyck

21

22 Em 1432, termina sua mais famosa obra, o retábulo da Adoração do Cordeiro Místico, a qual é abençoada em 6 de maio desse ano; Em 1432, termina sua mais famosa obra, o retábulo da Adoração do Cordeiro Místico, a qual é abençoada em 6 de maio desse ano; Passa a datar e a assinar seus quadros. Passa a datar e a assinar seus quadros. Vida e Obras de Jan van Eyck

23 Em 1433, van Eyck casa-se com uma jovem de 20 anos, Margarida; Em 1433, van Eyck casa-se com uma jovem de 20 anos, Margarida; Nesse mesmo ano nasce seu primeiro filho, o qual tem como padrinho o Duque Filipe, seu protetor. Nesse mesmo ano nasce seu primeiro filho, o qual tem como padrinho o Duque Filipe, seu protetor. Vida e Obras de Jan van Eyck

24 Extrema precisão nas texturas e na busca por novos sistemas de representação da tridimensionalidade, ou seja, a perspectiva; Extrema precisão nas texturas e na busca por novos sistemas de representação da tridimensionalidade, ou seja, a perspectiva; Permite aos pintores representar nos planos os objetos como se eles tivessem vida. Permite aos pintores representar nos planos os objetos como se eles tivessem vida. Elementos Matemáticos

25 Espelho convexo. Espelho convexo.

26 Testemunho do casamento. Testemunho do casamento.

27 Cão; Cão; Frutas; Frutas; Sapatos. Sapatos.

28 Os irmãos van Eyck e a pintura a óleo. Os irmãos van Eyck e a pintura a óleo.

29 Em 17 de Junho de 1439, termina seu último quadro, o retrato de sua esposa: ao todo, são conhecidas 9 de suas obras; Em 17 de Junho de 1439, termina seu último quadro, o retrato de sua esposa: ao todo, são conhecidas 9 de suas obras; Em 9 de Julho de 1441, gravemente enfermo, morre sem poder terminar um retábulo para a Igreja de São Martinho, em Ypres; é sepultado na Igreja de São Donato de Bruges. Em 9 de Julho de 1441, gravemente enfermo, morre sem poder terminar um retábulo para a Igreja de São Martinho, em Ypres; é sepultado na Igreja de São Donato de Bruges. Vida e Obras de Jan van Eyck

30 Jaz aqui Jan, celebre por seu mérito, e cujo os quadros possuem uma graça maravilhosa; soube pintar formas vivas, a terra carregada de floridas plantas, e animar tudo quanto representava...Que nosso pranto culpe o Destino implacável. Roguemos à Deus para que lhe abra o céu. Jaz aqui Jan, celebre por seu mérito, e cujo os quadros possuem uma graça maravilhosa; soube pintar formas vivas, a terra carregada de floridas plantas, e animar tudo quanto representava...Que nosso pranto culpe o Destino implacável. Roguemos à Deus para que lhe abra o céu. Vida e Obras de Jan van Eyck

31 A virgem e a criança – ( 1431)

32 O homem do turbante – (1433)

33 O Casamento dos Arnolfini – (1434)

34 Nossa senhora do Chanceler Rolin- (1435)

35 Boudouin de Lannoy – (1435)

36 Anunciação – (1435)

37 Paele Madona – (1436)

38 Margarida van Eyck – (1439)

39 Als ikh kan : Faço o que posso.

40 Bibliografia BECKETT,WENDY. História da Pintura, São Paulo:Ática,1997. BECKETT,WENDY. História da Pintura, São Paulo:Ática,1997. JANSON,H.W e JANSON,ANTITNY. F. Iniciação à História da Arte, São Paulo:Martins Fontes,1996. JANSON,H.W e JANSON,ANTITNY. F. Iniciação à História da Arte, São Paulo:Martins Fontes,1996. GOMBRICH E.H. A História da Arte, Rio de Janeiro: Edito S.A.,1999. GOMBRICH E.H. A História da Arte, Rio de Janeiro: Edito S.A., Gênios da Pintura do gótico a renascença,São PAULO:Victor Civita,1973. Gênios da Pintura do gótico a renascença,São PAULO:Victor Civita,1973.

41 Obrigada!!!!! Obrigada!!!!! =)*! =)*!


Carregar ppt "Jan van Eyck Rafaella de Souza Martins 2ºano Licenciatura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google