A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Seplan/Sepin. O Produto Interno Bruto (PIB) corresponde ao valor, a preços de mercado, de todos os bens e serviços finais produzidos no Estado. Agregado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Seplan/Sepin. O Produto Interno Bruto (PIB) corresponde ao valor, a preços de mercado, de todos os bens e serviços finais produzidos no Estado. Agregado."— Transcrição da apresentação:

1 Seplan/Sepin

2 O Produto Interno Bruto (PIB) corresponde ao valor, a preços de mercado, de todos os bens e serviços finais produzidos no Estado. Agregado macroeconômico que mede a magnitude da riqueza gerada pela economia. PIB Produto Interno Bruto = a soma dos valores adicionados pelos diversos setores acrescido dos impostos. Valor adicionado (VA) = valor da produção (VP) – consumo intermediário (CI) VA+Impostos= PIB

3 Seplan/Sepin A Seplan participa, juntamente com o IBGE e os órgãos de estatística dos estados, de um projeto em rede, cálculo das Contas Regionais - PIB. Metodologia uniforme para todas as UFs, atrelada aos procedimentos implementados em âmbito nacional. Resultados comparáveis entre os diversos estados e seu total representa o total do país. Defasagem temporal

4 Seplan/Sepin Em 2007, a metodologia de cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) sofreu profundas alterações. As alterações são feitas para que os números espelhem cada vez com mais fidelidade a realidade econômica do País e de suas unidades regionais. Essas adequações e modernização da metodologia foram fruto de um extenso trabalho realizado pelo IBGE e parceiros que teve início em 2005. O ano base passou a ser o de 2002. Em 2007 foram divulgados os novos números de 2002 a 2005. Hoje estamos dando continuidade à série com a divulgação do ano de 2006. Nova metodologia de cálculo do PIB

5 Seplan/Sepin AGROPECUÁRIA Agricultura, silvicultura e exploração florestal Pecuária e pesca INDÚSTRIA Indústria extrativa mineral Indústria de transformação Construção Produção e distribuição de eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana SERVIÇOS Comércio e serviços de manutenção e reparação Serviços de alojamento e alimentação Transportes, armazenagem e correio Serviços de informação Intermediação financeira, seguros e previdência complementar Serviços prestados às famílias e associativos Serviços prestados às empresas Atividades imobiliárias e aluguel Administração, saúde e educação públicas Saúde e educação mercantis Serviços domésticos PIB – Atividades (17)

6 Seplan/Sepin A economia brasileira em 2006 apresentou baixo crescimento econômico (3,97%) entre os mais baixos da América Latina. Taxa de juros (Selic) caiu sensivelmente (de 18% para 13,25%). Economia brasileira em 2006 20052006 Agropecuária0,30%4,52% Indústria2,08%2,32% Serviços3,68%4,24% PIB3,16%3,97% Crescimento do PIB e grandes setores de atividade :

7 Seplan/Sepin Economia brasileira em 2006 O recuo do dólar inibiu o resultado da balança comercial: as importações (24%) cresceram mais do que as exportações (16%). Vendas = US$ 137,8 bilhões, Compras = US$ 91,3 bilhões Superávit comercial recorde de US$ 46,4 bilhões. A crise agrícola iniciada em 2005 continuou em 2006, se restringindo principalmente à região Centro-Oeste. Houve forte queda de renda no campo, seguida por renegociações de dívidas junto a bancos e fornecedores. Foram criadas 1,9 milhão de vagas de emprego formal. Recuo da inflação (IPCA fecha o ano em 3,14% ante 5,69%)

8 Seplan/Sepin Produto Interno Bruto Goiano – 2006 Resultados

9 Seplan/Sepin Valores Correntes (R$ milhão) Taxas de Crescimento (%) GoiásBrasilGoiásBrasil 200342.8361.699.9484,241,15 200448.0211.941.4985,225,71 200550.5342.147.2394,183,16 200657.0912.369.7973,123,97 Produto Interno Bruto Goiás e Brasil 2003-2006 Goiás se manteve na 9ª posição entre as UFs Crescimento acumulado do PIB 2002/2006: Goiás 17,83% Brasil 14,68% Tx.média anual de cresc. do PIB 2002/2006: Goiás 4,19% Brasil 3,48%

10 Seplan/Sepin (R$ milhões) Valor do Produto Interno Bruto Goiano 2002-2006 Foram adicionados à economia goiana em 2006 R$ 6,556 bilhões

11 Seplan/Sepin Produto Interno Bruto Goiano 2002-2006 R$ (Milhão) Ano Produto Interno Bruto Montante agregado à economia Participação no PIB nacional (%) 200237.4162,53 200342.8365.4202,52 200448.0215.1852,47 200550.5342.5132,35 200657.0916.5562,41

12 Seplan/Sepin Composição do Produto Interno Bruto Goiano 2002-2006 R$ (Milhão) Ano Valor adicionado bruto (+) Impostos sobre produtos, líquidos de subsídios (+) Produto interno bruto 200233.1314.28537.416 200337.5805.25642.836 200442.6885.33348.021 200544.7515.78350.534 200650.3446.74757.091

13 Seplan/Sepin Peso dos impostos– 2006

14 Seplan/Sepin Produto Interno Bruto – Estrutura

15 Seplan/Sepin Taxas de crescimento das Atividades

16 Seplan/Sepin 20052006 Crescimento Acumulado 2002-2006 GoiásBrasil Agropecuária7,90-3,585,5013,48 Indústria2,551,4123,1914,13 Serviços3,404,7017,1514,34 PIB total4,183,1217,4314,68 PIB goiano Estrutura Produtiva – Grandes Setores Crescimento (em %) No período 2002-2006 foi o ótimo desempenho do setor industrial que sustentou o avanço da economia goiana.

17 Seplan/Sepin Economia Goiana em 2006 Atividades que contribuíram para o crescimento de 3,12%: Comércio, construção civil e intermediação financeira A indústria apresentou baixo crescimento devido principalmente ao seu perfil dependente da performance da agricultura O emprego formal apresentou situação de desaceleração com 47.895 contratações em 2006, contra 72.105 em 2005. Mesmo assim a indústria foi o setor com maior geração de novas vagas As estatísticas do comércio exterior, apesar de positivas, apresentaram desaceleração no crescimento, devido à queda nas exportações do complexo soja, algodão, leite e derivados.

18 Seplan/Sepin PIB goiano - 2006 Agropecuária - houve redução da participação na economia de 13,36% para 10,26% Soja - queda de 13,83% na produção e 14,60% nos preços Algodão - queda de 53,03% na produção Milho expansão de 15,47% Sorgo expansão de 11,31%, Na pecuária o rebanho bovino recuou 0,07% A Agricultura goiana representa 3,66% da agricultura brasileira e a pecuária 6,77%

19 Seplan/Sepin Indústria de transformação – crescentes ganhos de participação no PIB Segmentos que ganharam peso em 2006 foram: Alimentos e bebidas, Fabricação de aço e derivados, máquinas e equipamentos, inclusive manutenção e reparos e Automóveis, camionetas e utilitários. Houve incremento de R$ 980 milhões na indústria da transformação -2006. Construção civil cresceu 6,46% - queda da taxa de juros, maior oferta de crédito imobiliário e aumento da renda Eletricidade e água – recuo na geração das hidrelétricas de São Simão e Cachoeira Dourada Extrativa Mineral – queda na produção de amianto PIB goiano - 2006

20 Seplan/Sepin PIB goiano - 2006

21 Seplan/Sepin Serviços A atividade de serviços adicionou à economia R$ 4,667 bilhões Houve crescimento generalizado das atividades que compõem o grupo Setor intensivo em mão-de-obra e, portanto, grande gerador de empregos; O expressivo crescimento da atividade de comércio (7,99%) em Goiás foi fruto, principalmente, da melhoria da renda e da disponibilidade de crédito; Intermediação Financeira (7,71%) – aumento do crédito; Serviços prestados às famílias (7,41%) representam algumas categorias profissionais como: lavanderias; manicures/cabeleireiro; academias e outras. Com a melhoria da renda da população houve uma valorização da qualidade de vida, maior preocupação com estética e, sobretudo com a saúde. Serviços prestados às empresas (3,68%) destacaram-se: Atividades jurídicas, serviços de arquitetura e engenharia, intermediação de mão-de-obra, segurança/vigilância e limpeza de prédios e de domicílios.

22 Seplan/Sepin Participação das Principais Atividades no PIB (Ranking) Setores de atividades Partic. (%) 20052006 Comércio 14,4216,00 Indústria de transformação 13,9214,59 Administração, saúde e educação públicas 14,2914,48 Atividades imobiliárias e aluguel 9,969,55 Construção 5,886,09 Agricultura 7,835,54 Produção e distrib.de eletricidade e água 5,345,13 Intermediação financeira, seguros e prev. 4,544,80 Pecuária 5,534,72 Transportes e armazenagem 3,814,45

23 Seplan/Sepin Ranking 2006 Unidades da Federação PIB (R$ Milhão) Taxa cresc. Partic.(%) PIB Brasil Ranking brasileiro do PIB 2006 1ºSão Paulo802.5523,9633,87 2ºRio de Janeiro275.3633,9911,62 3ºMinas Gerais214.8143,919,06 4º Rio Grande do Sul 156.8834,716,62 5ºParaná136.6812,045,77 6ºBahia96.5592,694,07 7ºSanta Catarina93.1732,593,93 8ºDistrito Federal89.6305,453,78 9ºGoiás57.0913,122,41 10ºPernambuco55.5055,112,34

24 Seplan/Sepin PIB do Centro-Oeste - 2006 Goiás é responsável por 27,67% da riqueza gerada no Centro-Oeste. O Centro-Oeste representou 8,71% do PIB nacional, atingindo valor de R$ 206,360 bilhões. Valores Corrente (R$ milhão) Tx. Cresc. % Partic.(%) no PIB do C.Oeste Partic.(%) no PIB nacional Posição no ranking nacional Distr. Federal89.6305,4543,433,788º Goiás 57.0913,1227,672,419º Mato Grosso 35.284-4,5517,101,4915º M.Grosso Sul 24.3555,1911,801,0317º Centro-Oeste206.3602,83100,008,71 Goiás participa com 47,83% da indústria do Centro-Oeste, 31,95% da agropecuária e 23,05% dos serviços Em 2006 Goiás e Centro-Oeste cresceram abaixo da média nacional (3,97%) devido à crise agrícola

25 Seplan/Sepin Desempenho da Agropecuária no Centro-Oeste em 2006 A agropecuária do Centro-Oeste foi bastante afetada em 2006, principalmente os estados de Mato Grosso e Goiás -9,82 -3,58 4,52 Crescimento real da Agropecuária Crescimento real da agropecuária em 2006: Goiás: - 3,58 Mato Grosso: -17,93 M. Grosso do Sul: 7,88 Distrito Federal: -13,42

26 Seplan/Sepin 20042006 Participação das Regiões Produto Interno Bruto - 2006

27 Seplan/Sepin PIB per capita: PIB/população Goiás: R$57.091/5.730.753hab: R$ 9.962,00 Entre 2002-2006, foram agregados à renda per capita goiana: R$2.884,00 PIB per capita goiano equivale a 78,51% do nacional Goiás é o segundo estado com maior saldo migratório do País

28 Seplan/Sepin Rank. Unidades da FederaçãoPopulaçãoPIB per capita (R$) Brasil186 770 562 12 688 1º Distrito Federal2 383 784 37 600 2º São Paulo41 055 734 19 548 3º Rio de Janeiro15 561 720 17 695 4º Santa Catarina5 958 266 15 638 5º Espírito Santo3 464 285 15 236 6º Rio Grande do Sul10 963 219 14 310 7º Paraná10 387 378 13 158 8º Mato Grosso2 856 999 12 350 9º Amazonas3 321 050 11 829 10º Minas Gerais19 479 356 11 028 11º Mato Grosso do Sul2 297 981 10 599 12º Goiás5 730 753 9 962 Tx.Crescimento da População (2002-2006): Goiás: 2,04% Brasil: 1,44% Ranking brasileiro do PIB per capita 2006

29 Seplan/Sepin Composição do PIB a preço de mercado corrente

30 Seplan/Sepin http://www.seplan.go.gov.br/sepin Praça Cívica nº 3 - Centro - Goiânia - GO. CEP: 74.003-010. Fone: (62) 3201-7878 Fax: (62) 3201-7927 - E-mail: sepin@seplan.go.gov.br Secretaria do Planejamento de Desenvolvimento Superintendência de Estatística, Pesquisa e Informação


Carregar ppt "Seplan/Sepin. O Produto Interno Bruto (PIB) corresponde ao valor, a preços de mercado, de todos os bens e serviços finais produzidos no Estado. Agregado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google