A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA UNIDADE 1 – Corrente Elétrica Contínua Conceito de Tensão e Corrente Elétrica Contínua. Objetivo: Conhecer e compreender.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA UNIDADE 1 – Corrente Elétrica Contínua Conceito de Tensão e Corrente Elétrica Contínua. Objetivo: Conhecer e compreender."— Transcrição da apresentação:

1 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA UNIDADE 1 – Corrente Elétrica Contínua Conceito de Tensão e Corrente Elétrica Contínua. Objetivo: Conhecer e compreender o conceito de tensão elétrica e corrente elétrica.

2 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA Diferença de Potencial (ddp): Considerando-se uma região submetida a um campo elétrico E gerado por uma carga positiva Q. Colocando-se uma carga –q a uma certa distância d Q, a mesma será atraída e portanto se movimentara no sentido contrário de E. + - AB dAdA dBdB + + AB dAdA dBdB Como a carga Q foi colocada numa posição mas longe de que supondo um ponto A e se movimenta para um ponto mais próximo de Q, ponto B, podemos dizer que o potencial de A V A é menor do que o potencial de B V B. Desta forma, a carga negativa se desloca do menor potencial para o maior potencial. O contrario ocorre com a carga positiva que se movimenta do maior para o menor potencial. Portanto para que uma carga elétrica se movimente é necessário que haja uma diferença de potencial ou (ddp).

3 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA Tensão Elétrica: A diferença de potencial elétrico entre dois pontos é denominada tensão elétrica, podendo ser simbolizada pelas letras V, U ou E cuja unidade de medida também é o volt (V). VAVA VAVA VBVB VBVB Fonte de AlimentaçãoDispositivo EV Matematicamente: Num circuito indica-se uma tensão por uma seta voltada para o ponto de maior potencial. Aplicando-se uma ddp em um circuito (bom condutor), os elétrons livres se movimentam ordenadamente no sentido contrário ao campo elétrico produzido no seu interior. Este movimento é denominado de corrente elétrica simbolizado pela letra i ou I sendo que a sua unidade é o ampére (A).

4 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA

5 A intensidade instantânea i da corrente elétrica é a medida da variação da carga dQ, em coulombs (C) por meio da secção transversal do condutor durante um intervalo de tempo dt em segundos (s). Corrente convencional Corente de elétrons Corrente instantânea: Se a variação da carga for linear, a corrente será contínua e constante. Neste caso será simbolizada por I e poderá ser calculada por : Observa-se pela equação que a unidade ampére (A) nada mais é do que o C/s. Num circuito normalmente indica-se a corrente convencional, saindo do polo positivo da bateria e retornando ao seu polo negativo.

6 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA Os dispositivos que fornecem tensão a um circuito é chamado genericamente de fonte de tensão ou fonte de alimentação. s L4,5V 1,5V Um exemplo de fontes de alimentação são as pilhas que podem ser associadas para obterem uma fonte de tensão maior conforme figura ao lado. Uma fonte de 4,5 V pode ser obtida de três pilha associadas em série de 1,5 V. Hoje em dia há outros tipos de bateria e fontes de alimentação. No lugar das pilhas e baterias, é comum a utilização de circuitos eletrônicos que convertem tensão alternada da rede elétrica em tensão contínua

7 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA Em laboratórios e oficinas eletrônicas são mais utilizados fontes de alimentação variáveis e ajustáveis. Corrente Contínua: As pilhas e baterias fornecem corrente contínua. O seu símbolo é CC ou DC (do inglês). A fonte de corrente contínua mantém sempre a mesma polaridade e portanto a corrente flui sempre no mesmo sentido. Bipolo é qualquer dispositivo formado por dois terminais, podendo ser representado genericamente pelo símbolo ao lado. Se o bipolo eleva o potencial, ou seja, a corrente entra no polo negativo e sai no polo positivo ele é chamado de Gerador ou Bipolo Ativo (Figura esquerda). Caso contrario é chamado de receptor ou bipolo passivo.

8 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA Num circuito um ponto cujo potencial elétrico servirá de referência para medida das tensões. Em geral é o polo negativo da fonte de alimentação, que pode ser considerado um ponto de potencial zero, fazendo com que a tensão entre qualquer outro ponto do circuito e essa referência seja o próprio potencial elétrico do ponto considerado. V A =0 V AB =V B + - E I B A ou Assim se V A é a Referência, a tensão V BA entre os pontos B e A é dada por: A essa referência é dado o nome de terra ou GND (do inglês, ground) cujos síbolos mais usuais são apresentados ao lado.

9 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA

10

11

12 Wattímetro

13 UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA


Carregar ppt "UNIDADE 1 – CORRENTE ELÉTRICA CONTÍNUA UNIDADE 1 – Corrente Elétrica Contínua Conceito de Tensão e Corrente Elétrica Contínua. Objetivo: Conhecer e compreender."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google