A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métodos indiretos para o estudo do interior da Terra Prof. Ana Rita Rainho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métodos indiretos para o estudo do interior da Terra Prof. Ana Rita Rainho."— Transcrição da apresentação:

1 Métodos indiretos para o estudo do interior da Terra Prof. Ana Rita Rainho

2 Planetologia e Astrogeologia Métodos geofísicos – baseiam-se nas características físicas dos materiais terrestres Geotermismo Sismologia Gravimetria Geomagnetismo 2

3 Medição do calor interno da Terra 3

4 GRADIENTE GEOTÉRMICOGRAU GEOTÉRMICO Aumento da temperatura com a profundidade. Diminui com a profundidade. Nº de metros que é necessário aprofundar para a temperatura subir 1ºC. Aumenta com a profundidade Se a temperatura aumenta cada vez mais devagar, isso significa que temos de aprofundar mais para conseguir fazer com que a temperatura aumente Exercício online 4

5 Quantificação do calor que se liberta à superfície. Relacionado com os limites das placas litosféricas 5

6 Análise do comportamento das ondas sísmicas. 6

7 Faz o estudo do comportamento das ondas sísmicas. As diferenças na trajetória e velocidade de propagação indicam materiais de constituição muito diferente. As ondas P não se registam sempre à mesma velocidade em todo o lado As ondas sísmicas sofrem reflexão e refracção consoante os materiais que atravessam 7

8 Registo sistemático de sismos significativos. Permite obter informações a respeito da densidade dos materiais atravessados pelas ondas sísmicas. Computadores tratam os dados e geram imagens tridimensionais do interior do planeta. 8

9 Determinação do valor da aceleração da gravidade. 9

10 POSITIVASNEGATIVAS Acima do valor normal da força da gravidade. Devido à presença de materiais mais densos Abaixo do valor normal da força da gravidade Devido à presença de materiais menos densos 10

11 A inexistência de anomalias gravimétricas mostra que as montanhas possuem raízes profundas que compensam o aumento em altitude. 11

12 Medição da orientação dos minerais provocada pela orientação do campo magnético terrestre 12

13 Terra possui um campo magnético Campo magnético sofreu inversões ao longo da história da Terra A orientação dos minerais é influenciada pelo campo magnético 13

14 Em laboratório, é possível estabelecer campos magnéticos se forem colocados fluidos metálicos em movimento. A existência de um campo magnético na Terra comprova a existência do núcleo externo – constituído por Ferro e Níquel e no estado líquido. O movimento de rotação do planeta é que coloca o fluido em movimento. 14

15 Orientação da limalha de Ferro quando lhe é aplicado um campo magnético. O mesmo acontece com os minerais ferromagnesianos das rochas basálticas. 15

16 A presença de rochas magmáticas provoca anomalias magnéticas positivas, devido à presença de minerais com propriedades magnéticas, como a magnetite. 16

17 O afundamento de blocos graníticos é indicado por anomalias magnéticas negativas. Nota: Não esquecer que estes valores são determinados por comparação com as propriedades dos materiais circundantes. 17

18 Os minerais ferromagnesianos das lavas funcionam como bússolas indicadoras da orientação do campo magnético terrestre na altura da sua formação. 18

19 A análise do fundo dos oceanos por navios especializados permite a obtenção de dados que apoiam a expansão dos fundos oceânicos Foram registadas as anomalias magnéticas nos fundos oceânicos. Verifica-se a existência de um padrão simétrico relativamente às cristas oceânicas 19

20 20

21 Conhecendo a periodicidade com que ocorrem as inversões do campo magnético terrestre, é possível determinar a idade e a taxa de expansão dos fundos oceânicos. 21

22 22

23 perto da crista da dorsal, as rochas são muito novas e tornam-se progressivamente mais velhas, à medida que se encontram mais afastadas dessa zona; as rochas mais recentes, junto à crista, apresentam polaridade normal, isto é, de acordo com o campo magnético actual; os blocos rochosos dispostos paralelamente e de forma simétrica em relação à crista da dorsal alternam na polaridade magnética (normal-inversa-normal...), sugerindo que o campo magnético da Terra inverte periodicamente a polaridade ao longo do tempo geológico. 23

24 24 Tipo de dadosInformação que fornece GeotermismoA temperatura aumenta com a profundidade, mas o aumento é cada vez menor. Gravimetria Permite identificar em profundidade a existência de materiais mais ou menos densos do que a rocha encaixante. Permitiu também conhecer a estrutura das montanhas em profundidade. Geomagnetismo A existência de um campo magnético terrestre confirma a existência de uma camada no interior da Terra com constituição metálica e no estado líquido (núcleo externo). Permite identificar em profundidade a existência de materiais com constituintes metálicos (rochas magmáticas, minério). Permite apoiar a teoria da expansão dos fundos oceânicos. Permite calcular a taxa de expansão dos fundos oceânicos. SismologiaPermite inferir em profundidade a existência de camadas diferentes em densidade, constituição e estado físico.

25 Outros recursos :

26 Mais material disponível em:


Carregar ppt "Métodos indiretos para o estudo do interior da Terra Prof. Ana Rita Rainho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google