A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESPORTES ADAPTADOS PARA O DEFICIENTE VISUAL ODAIR SALES Professor de Educação Física Instituto Londrinense de Instrução e Trabalho para Cegos - ILITC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESPORTES ADAPTADOS PARA O DEFICIENTE VISUAL ODAIR SALES Professor de Educação Física Instituto Londrinense de Instrução e Trabalho para Cegos - ILITC."— Transcrição da apresentação:

1 ESPORTES ADAPTADOS PARA O DEFICIENTE VISUAL ODAIR SALES Professor de Educação Física Instituto Londrinense de Instrução e Trabalho para Cegos - ILITC

2 CLASSIFICAÇÃO OFTALMOLÓGICA B 1: De nenhuma percepção luminosa em ambos os olhos até a percepção de luz, mas com incapacidade de reconhecer o formato de uma mão a qualquer distância ou direção. B 2: Da capacidade em reconhecer a forma de uma mão ou campo visual inferior a 5 graus. B 3: Campo visual de mais de 5 graus e menos de 20 graus Federação Internacional de Esportes para Cegos – IBSA – define as classes visuais seguintes:

3 Nome: _________________________________________________________________________________ Data de nascimento: ______________Naturalidade: _________ Nacionalidade: __________________ Associação: _____________________________________________ Esporte: _______________________ (A ser preenchido pelo oftalmologista do atleta) Histórico de baixa visão: __________________________________________________________________ Tratamentos a que se submeteu: __________________________________________________________ Medicamentos que se utiliza: _____________________________________________________________ Faz algum acompanhamento oftalmológico?() Sim() Não Caso sim, aonde e com que freqüência: ____________________________________________________ Agudeza visual Sem correção: OD: ______________________________________ OE: ______________________________________ Com correção: OD: _____________ esf.: ________ cil.: ________ OE: _____________ esf.: ________ cil.: ________ Biomicroscopia:OD: ______________________________________ OE: ______________________________________ Fundoscopia:OD: ______________________________________ OE: ______________________________________ Tonometria de Aplanação: OD: ______________________________________ OE: ______________________________________ Campo Visual: OD: ______________________________________ OE: ______________________________________ ________________________________________________ Data Assinatura e carimbo do médico FICHA PARA CLASSIFICAÇÃO OFTALMOLÓGICA

4 FUTEBOL B1 Futebol de 5, como é conhecido o futebol para cegos. Entrou para os Jogos Paraolímpicos só em Atenas – 2004 Já era muito conhecido desde os tempos de colégio dos atletas (mudanças e fabricação)

5 FUTEBOL B1

6 COMO É JOGADO O goleiro enxerga, mas tem área limitada de 5 x 2 metros (pênalti). O jogo tem 2 tempos de 25 min. Com intervalo de 10 min. Chamador (posicionado atrás do gol) As laterais da quadra são cercadas de bandas, proteções. As medidas da quadra são as mesmas do futsal, de 38x18m até 42x22m. As regras são as mesmas da FIFA (Associado) com adaptações da IBSA

7 NO BRASIL A modalidade começou a se desenvolver nos anos 60, em escolas e institutos de cegos. A ABDC promove campeonatos de futebol de 5 desde sua fundação, em 1984, hoje temos 40 equipes

8 FUTSAL B2/B3 Mesmas regras, somente uma preocupação com a luz, esta deve ser homogênea, sem variações para que não atrapalhe o desenvolvimento do jogo. A bola deve ter uma cor chamativa, podendo ser verde, amarela ou branca para facilitar a localização

9 COMO É JOGADO Nessa modalidade atletas classificados diferentemente jogam na mesma equipe. Em quadra, cada time deve escalar pelo menos dois jogadores B2, que devem estar identificados por uma faixa, adesivo ou braçadeira, e no máximo dois B3.

10 NO BRASIL O melhor resultado da seleção brasileira em um Mundial foi na Itália em 2004, 4º. lugar. O principal torneio é a Copa Brasil.

11 ATLETISMO 70 países filiados à Federação Internacional de Desportos para Cegos. Além dos Jogos Paraolímpicos, tem as maratonas, Jogos Mundiais e Campeonatos Mundiais para Jovens

12

13 COMO É COMPETIDO O Atletismo é igual, com exceção das provas de salto com vara, lançamento do martelo, corridas com barreira e obstáculos. São divididas em (B1, B2 e B3) nos dois 1º. é permitido o uso de sinais sonoros e de um guia, que corre junto com o competidor para orientá-lo. B3 seguem as mesmas regras do atletismo regular

14 NO BRASIL A ABDC realiza competições desde (Ascenção) Em Atenas 12 das 16 medalhas da modalidade. 2 de ouro, 6 de prata e 4 de bronze

15 GOAL BALL Modalidade especifica, em 1946 o austríaco Hanz Lorenzen e o alemão Sett Reindle, reabilitação de soldados veteranos DVs da Segunda Guerra Mundial. Nos Jogos Paraolímpicos de Toronto, em 1976, exibição e a partir de 1980, na Holanda. (mulheres).

16 QUADRA

17 JOGO

18 NO BRASIL Chegou ao Brasil através do professor Steven Dubner no Clube de Apoio ao Deficiente Visual (CADEVI), de São Paulo, em Foi implantado como modalidade oficial da ABDC pelo professor Mario Sergio Fontes, que levou o goalball inicialmente para a Associação dos Deficientes Visuais do Paraná (ADEVIPAR)

19 NATAÇÃO As principais competições internacionais são os Jogos Paraolímpicos, Jogos Mundiais da IBSA e Mundial de Jovens

20 COMO É DISPUTADA Poucas regras se baseiam nas normas da FINA - Federação Internacional de Natação. Tapper tocar nas costas. Paraolimpíadas de Seul 1988, houve a introdução

21 NO BRASIL Provas exclusiva para DVs são organizadas pela ABDC. 1ª. Jogos Paraolímpicos foi em Atlanta, 1996

22 JUDÔ Tornou-se paraolímpica em Seul, Mulheres somente em 2004, nos Jogos de Atenas. As competições são: as Paraolimpíadas, Jogos Mundiais da IBSA, Campeonato Mundial, Campeonatos Continentais e a Copa Mundial

23 COMO É DISPUTADO As regras são da Federação Internacional de Judô -I.J.F. A luta é interrompida quando os competidores perdem contato; Os judocas não são punidos quando saem da área de combate;

24 NO BRASIL 1ª. 1987, no Torneio de Paris. Nos Jogos Paraolímpicos de Seul - 88, já conquistamos três medalhas de bronze. Quinta potência mundial junto com o Japão. Antônio Tenório é tri-campeão paraolímpico.

25 XADREZ Internacional Braille Chess Association - IBCA, entidade fundada em 1958, que segue as regras da Federação Internacional de Xadrez - FIDE.

26 NO BRASIL A CBDC é responsável pela organização do calendário de competições da modalidade. Campeonatos como Jogos Brasileiros, Jogos Escolares e Copa Brasil


Carregar ppt "ESPORTES ADAPTADOS PARA O DEFICIENTE VISUAL ODAIR SALES Professor de Educação Física Instituto Londrinense de Instrução e Trabalho para Cegos - ILITC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google