A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Por: FLAVIO MENDES. Revanche de Maurício Shogun contra Lyoto Machida no UFC acontece neste sábado No primeiro desafio entre Lyoto Machida e Maurício Shogun,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Por: FLAVIO MENDES. Revanche de Maurício Shogun contra Lyoto Machida no UFC acontece neste sábado No primeiro desafio entre Lyoto Machida e Maurício Shogun,"— Transcrição da apresentação:

1 Por: FLAVIO MENDES

2 Revanche de Maurício Shogun contra Lyoto Machida no UFC acontece neste sábado No primeiro desafio entre Lyoto Machida e Maurício Shogun, em outubro do ano passado, no UFC 104, Machida manteve o cinturão de campeão na categoria meio-pesado do UFC (Ultimate Fighting Championship). A batalha de cinco rounds, porém, teve o resultado contestado. Os dois lutadores terão a chance de se confrontar novamente neste sábado, a partir das 23h, e apagar qualquer dúvida sobre quem é o melhor lutador do mundo na categoria até 93 quilos. As palavras de Dana White, presidente do UFC, explicam o significado da revanche deste sábado. - A primeira luta entre Machida e Shogun foi bem controversa. Eu acredito que os fãs estão muito animados em vê-los lutar novamente e descobrir quem é o melhor do mundo na categoria meio- pesado. Com oito lutas e oito vitórias no UFC, Lyoto Machida está se consolidando como um dos melhores lutadores de vale-tudo da atualidade. Aos 31 anos, o faixa-preta em caratê chamou muita atenção com as vitórias sobre o brasileiro Thiago Silva e o americano Tito Ortiz. Mas foi o nocaute no segundo assalto contra o então campeão Rashad Evans no UFC 98, em maio de 2009, que o alçou ao topo da categoria até 93 kg. No sábado, ele reencontra aquele que até hoje foi seu maior adversário. Após vitórias por nocaute técnico contra Mark Coleman e Chuck Liddell, Mauricio Shogun Rua se estabeleceu como um dos principais lutadores na categoria meio-pesado. Com golpes devastadores, o atleta de 28 anos chegou perto de manchar o histórico de invencibilidade de Lyoto Machida em outubro do ano passado. Considerado uma estrela no Pride (evento de vale- tudo semelhante ao UFC), Shogun aguarda a conquista do título que esteve próximo de ganhar em 2009.

3 As lutas do UFC não acontecem dentro de um ringue - elas são travadas no octógono, que é um colchão octogonal dentro de uma jaula. Suas laterais são aramadas, as arestas e ângulos têm acolchoado cobrindo as bordas e ele mede 9 metros, de lado a lado. O colchão é feito de lona, pintado ao gosto do cliente para cada evento e nunca é usado duas vezes. Existem duas portas de acesso ao octógono, e elas são seguramente fechadas no começo de cada round. Depois do começo da luta, somente o juiz e os dois lutadores podem ficar dentro do octógono. No intervalo dos rounds as portas são abertas para que os treinadores possam chegar até aos lutadores. Os treinadores dão conselhos táticos aos respectivos lutadores e ajudam na obstrução de sangramentos O competidor não pode sair do octógono durante o combate, nem tentar jogar o adversário contra as grades da jaula (pode parecer engraçado, mas o legendário lutador do UFC, Tank Abbott, certa vez aparentemente tentou jogar Carl Worsham por cima da grade durante uma luta). Por que o UFC usa um colchão octogonal? De acordo com Dana White, por muitas razões: este campeonato foi inicialmente concebido como meio de comparação de estilos de luta na busca pelo melhor estilo. Vários estilos de luta ocorrem em diferentes tipos de ringues e colchões, por exemplo, o boxe usa um quadrado e a luta-livre usa um círculo. O octógono foi projetado tendo em vista evitar dar vantagens a qualquer tipo específico de artes marciais. Como os ângulos em um octógono são mais abertos do que os cantos de um ringue de boxe, há pouca probabilidade do lutador ficar acuado em um dos cantos, sem chance de escapar. O octogóno é cercado com uma grade, impedindo que os lutadores saiam ou sejam atirados para fora do ringue. O octógono é uma estrutura estável, projetada visando a segurança do lutador, mas, ainda assim, garantindo boa visão para os espectadores. O UFC não possui um sistema formal de classificação de jogadores, embora cada categoria de peso tenha seu respectivo campeão. O presidente, Dana White, declara que os sistemas de classificação freqüentemente impedem a realização das melhores lutas, além de serem um convite à corrupção. Em vez disso o UFC prefere confiar em Joe Silva, vice-presidente e arranjador das lutas. Ele tem um sistema próprio para analisar o estilo e o desempenho dos lutadores para determinar as lutas mais sensacionais. O lutador que comprove satisfatoriamente seu próprio valor conquista o direito de disputar o título com o campeão vigente. O UFC reconhece cinco categorias: peso leve:66 a 70 kg peso meio médio:70 a 77 kg peso médio:77 a 84 kg peso meio-pesado:84 a 93 kg peso pesado:93 a 120 kg Os lutadores só enfrentam oponentes da mesma categoria, mas podem mudar de categoria, para cima ou para baixo. A maioria dos lutadores acha que subir na classificação (ganhar peso) significa perder velocidade, e que diminuir na escala é sinal de perda da potência de golpear. A seguir, falaremos sobre técnicas das lutas que são permitidas no UFC.

4 As técnicas dos lutadores podem ser classificadas em três grandes categorias: bater, agarrar e lutas de solo. Vamos ver cada uma detalhadamente. Bater Bater inclui socos, chutes, golpes de joelho e de cotovelo. Freqüentemente os lutadores aprendem as técnicas de como bater de várias disciplinas, do boxe ao Muay Thai (um estilo tailandês de boxe). O UFC exige que todos os lutadores usem luvas sem dedos de 113 a 170 gramas e que não usem calçados. Como as luvas são finas em comparação às luvas de boxe (que pesam 227 a 284 gramas, dependendo da categoria do lutador), os lutadores devem ter muito cuidado para não machucar as mãos ao darem os socos. Existem restrições de quando e como um lutador pode golpear seu oponente. Por exemplo, os lutadores não podem dar uma joelhada nem bater a cabeça do oponente no chão. Não é permitido também dar golpes descendentes com o cotovelo nem bater atrás da cabeça do adversário. Agarrar Alguns lutadores passam mais tempo treinando agarrar e nas lutas corpo a corpo do que batendo. Um lutador pode tentar imobilizar seu adversário forçando-o contra o solo. Pode-se evitar ir ao chão alongando o corpo e buscando equilíbrio e braço de alavanca para ficar em pé. As quedas podem ser espetaculares - como o empurrão forte ou a acrobacia do suplex - ou pode ser tão simples como tirar alguém do equilíbrio. Os bons lutadores são também bons em imobilizar o adversário. A imobilização pode ocorrer por golpe ou por sujeição, como aplicando uma gravata no oponente. Embora a maioria das imobilizações sejam mais bem- sucedidas quando ambos os lutadores estão no chão, algumas podem ser aplicadas em pé. Luta no solo Diferentemente do boxe - e da maioria das lutas de boxe tailandês - no UFC, as lutas continuam mesmo depois do lutador ir ao chão. Os lutadores podem dar golpes (algumas vezes chamados 'ground and pound' ) ou aplicar socos enquanto estão por cima do adversário no chão. Existem muitas formas de ataque e defesa. Normalmente um lutador terminará em cima do outro e é provável que se ouçam termos como guarda, meia-guarda, controle lateral e posição montada ('f%ull mount'). Esses termos referem-se à posição de um lutador em relação ao outro. Por exemplo, se o lutador A estiver embaixo do lutador B com as pernas de cada lado do quadril do lutador B, diz- se que o lutador B está dentro da guarda do lutador A. Para que um lutador tenha sucesso no UFC, ele deve treinar bastante as três técnicas. Ainda que muitos lutadores tendam a focalizar estilos particulares, tais como lutar corpo a corpo ou bater, quase todos têm, no mínimo, um conhecimento básico funcional de outras técnicas.

5 Pode-se então bater e agarrar o oponente numa luta do UFC. Mas como realmente a luta é vencida?A vitória pode ser conseguida pela desistência, que fica evidenciada fisicamente ou verbalmente, com o oponente se dando por vencido. Um lutador fica vencido quando se torna incapaz de se defender eficazmente contra os golpes, ou se for apanhado em imobilização dolorosa como por uma chave de braço ou de tornozelo. Um lutador pode subjugar o oponente prendendo-o por um golpe conhecido como mata-leão, pelo qual obstrui o suprimento de ar ou a circulação do sangue de seu adversário. Contrariamente ao que ocorre em outros esportes, ser subjugado pelo oponente é considerado um modo honroso de perder a luta. Em alguns esportes competitivos, a "desistência" pode significar o fim da carreira, mas no UFC isso não acontece. A luta também pode ser vencida por nocaute técnico. No nocaute técnico, o árbitro pára a luta quando conclui que o lutador não tem mais condições de se defender de forma inteligente. Os árbitros avaliam se o lutador pode sair rapidamente de condições muitas vezes complicadas. Ao contrário do boxe, não há a contagem até oito para o lutador tentar ficar em pé. O nocaute técnico pode ser declarado quer o lutador esteja no chão ou ainda em pé. Se uma luta for até o final e o último round terminar sem desistência ou nocaute, os resultados serão determinados por decisão. Um corpo de três juízes atribui pontos durante cada round usando um sistema de 10 pontos obrigatórios, o que quer dizer que o lutador recebe dez pontos cada vez que um dos juízes determinar que ele venceu um round (salvo se tiver cometido falta). Seu adversário recebe nove ou menos pontos. As pontuações mais baixas usualmente resultam de penalidades ou faltas, atitude passiva ou mostrar timidez durante o round. No final da luta, cada juiz soma os pontos dos competidores. Se a pontuação dos três juízes indicar o mesmo vencedor, a decisão é dita unânime. Se as pontuações de dois juízes indicarem um vencedor, mas os pontos do terceiro juiz favorecerem o oponente, o resultado fica conhecido como "decisão dividida". Se dois juízes determinarem que um lutador é o vencedor e o outro juiz determinar empate, o resultado fica conhecido como "decisão por maioria". A vitória também pode ser obtida por decisão técnica, ou seja, quando o adversário está muito machucado para continuar lutando. A vitória pode ser atribuída por desqualificação do oponente se o juiz determinar que ele violou regras. Finalmente, seu oponente dá a você a vitória se não comparecer para lutar. Os lutadores podem deixar de comparecer se estiverem machucados ou doentes. As lutas podem também terminar empatadas. O empate padrão é caracterizado quando os três juizes atribuem pontuação igual para os dois lutadores. Se ambos os lutadores estiverem muito machucados para continuar, o juiz pode declarar que houve empate técnico. O juiz pode declarar a luta nula se ambos os lutadores violarem as regras, ou se um dos lutadores ficar impossibilitado de continuar devido a um machucado resultante de falta. Pelo fato de existirem tantas formas de vencer (ou perder), as lutas no UFC podem ser muito excitantes. Algumas lutas parecem estar decididas para um dos lados, mas podem mudar completamente quando os lutadores continuam a lutar no chão. No momento em que se pensa que a luta está acabada, um dos lutadores pode surpreender seu adversário com uma escapulida bem a tempo ou tirando vantagem de um erro simples do outro.

6 O Ultimate Fighting Championship foi uma invenção de Rorion Gracie, especialista no jiu-jítsu brasileiro, e de Arthur Davie, publicitário. Gracie queria promover a escola de artes marciais de sua família, centrada em técnicas voltadas para lutas verdadeiras e que descartava as mais indicadas para exibições ou demonstrações de estilo. Antes de se dedicar ao UFC, a família Gracie se tornou legendária por "O Desafio de Gracie", um convite aberto aos especialistas de qualquer técnica de luta para enfrentarem, numa luta real, um membro da família Gracie ou um dos estudantes de seus cursos.Davie lançou a idéia de um torneio de artes marciais no grupo de entretenimento Semaphore (Semaphore Entertainment Group - SEG). Nesse torneio, especialistas em diferentes disciplinas das artes marciais se enfrentariam mutuamente para determinar qual o melhor estilo de luta. Segundo relatos, foi um dos empregados da SEG, chamado Michael Abramson, que usou pela primeira vez a expressão "O Campeonato de Vale-Tudo (The Ultimate Fighting Championship)". Em 12 de novembro de 1993, o SEG estreou o primeiro evento de UFC. Mais tarde, o evento seria conhecido como UFC 1. O evento era organizado como um torneio (a maioria dos primeiros eventos de UFC seguiam esse padrão). O vencedor de uma luta era deslocado pela regra do torneio para enfrentar outro competidor. Davie designou alguns lutadores como alternativas, caso alguém ficasse incapacitado de continuar. O torneio apresentava mestres em caratê, boxe tailandês (kickboxing), boxe, jiu-jitsu e até mesmo em luta-livre de sumô. Royce Gracie, o irmão mais novo de Rorion, acabou vencendo o torneio depois que prendeu Gerard Gordeau com um mata-leão no embate final. caratê O evento foi um sucesso e o SEG imediatamente planejou novos torneios. O SEG resolveu conservar o nome Ultimate Fighting Championship e designou quase todos os eventos futuros seqüencialmente (UFC 2, UFC 3, etc). No início, os eventos do UFC eram muito diferentes dos de hoje. Não existia a classificação por peso - o menor lutador poderia enfrentar um lutador de sumô. As classes de peso seriam definidas para o torneio UFC 12 (embora tenham sido refinadas diversas vezes). Os lutadores podiam usar vestimentas típicas para seus estilos de luta. No início, o UFC tentou estabelecer experimentalmente quantos rounds poderiam ser travados. Nos primeiros anos alguns eventos não tinham limite para o número de rounds de cada luta, desejava-se que a luta prosseguisse até que um nítido vencedor se sobressaísse. O confronto entre estilos enfraqueceu gradualmente. A maioria das lutas terminava no chão e muitas disciplinas apresentadas nos primeiros eventos de UFC não tinham foco nem treinavam a luta no solo. Royce Gracie venceu três dos quatro primeiros torneios, provando que a luta no solo era necessária para que se obtivesse sucesso. Os lutadores começaram a se adaptar, a expandir os respectivos repertórios de estilos e a incluir elementos da luta livre e de sujeições. Os eventos tinham poucos faixa-preta de artes marciais. O UFC logo descobriu que a faixa preta não significava necessariamente que seu usuário fosse bom lutador. No começo, o UFC tinha eventos nos estados americanos que não possuíam comissões atléticas, tendo em vista evitar as regulamentações. Também não havia juízes. Mesmo depois da chegada dos juízes aos eventos, continuava a falta de parâmetros claros para julgamento de uma luta. Os juízes não podiam parar a luta, deveriam apenas se assegurar de que as poucas regras existentes fossem seguidas e testemunhar as desistências. Felizmente, o UFC deu autoridade aos juízes para interromper as lutas depois dos primeiros eventos. Exceto pelo UFC 9, que apresentou uma série de lutas isoladas, todos os eventos do UFC desenvolviam-se como torneios até o UFC 18. Desse momento em diante, com exceção do UFC 23, todos os eventos passaram a apresentar lutas isoladas, os lutadores não precisavam mais se preocupar com várias lutas em uma mesma noite. De acordo com Dana White, a evolução do UFC foi aleatória, pois nunca foi intencional. "Aquele espetáculo, o primeiro Ultimate Fighting Championship, deveria ter sido o único. Entretanto, foi tão compensador no pay-per-view que decidiram fazer outro, e depois mais outro. Nunca, nem em um milhão de anos, pensavam estar criando um esporte". Gradualmente, o UFC introduziu mais regras e restrições, tanto para apaziguar os críticos como para modelar as artes marciais mistas ao formato de legítimo esporte. Infelizmente, nessa época, o SEG estava passando por dificuldades financeiras. Do UFC 23 ao UFC 29 o SEG ficou ameaçado de falência. Como resultado, o SEG não pôde mais arcar com o lançamento dos eventos em vídeos caseiros. Controvérsias nos tribunais O SEG fazia a promoção dos primeiros eventos do UFC como lutas brutais entre experts em artes marciais. Alegavam que as lutas não tinham restrições e que todas as lutas terminavam com um ineqüívoco vencedor. No final, diziam, o estilo superior das artes marciais acabaria por emergir. De tanto alardearem as lutas como brutais exibições de força, atraíram o olhar dos críticos. Um desses críticos foi o senador dos Estados Unidos, John McCain. McCain era um fã do boxe e achava que as lutas de UFC eram parecidas com "brigas de galo humanas". Dentro desse ponto de vista, defendia que os eventos de UFC fossem banidos pelas prefeituras e governadores de Estado. Diversas lutas programadas tiveram seus calendários alterados no último momento, quando os estádios diziam que a permissão para o evento de UFC havia sido revogada. Durante muito tempo o UFC resistiu em tomar providências para fazer parcerias com as comissões atléticas estaduais. Em vez disso, o SEG continuou a promover o MMA como esporte primitivo, o que só contribuía para aumentar o problema. Algumas emissoras de televisão a cabo se recusavam a transmitir os pay-per-views de UFC. As opções do SEG se tornavam mais e mais limitadas. Era tarde demais para o SEG se restabelecer quando o UFC resolveu adotar as regras impostas pela junta diretiva de atletismo de New Jersey.MMA

7 No ano 2000, o SEG promoveu o UFC 29: Defesa dos Cinturões. Seria o último evento de UFC que o SEG produziria. A companhia enfrentava afalência e as pressões políticas tinham incapacitado sua habilidade para reservar espaços e promover espetáculos. Dois irmãos, Frank Fertitta III e Lorenzo Fertitta, formaram a Zuffa, LLC (zuffa quer dizer "lutar" ou "brigar" em italiano) e compraram o UFC. O ex-lutador de boxe amador e promotor de lutas, Dana White, tornou-se o presidente da nova organização.Lorenzo Fertitta tinha sido membro da comissão atlética do Estado de Nevada e pouco depois a comissão supervisionava os eventos de UFC. Tal fato deu ao UFC a credibilidade necessária e logo as televisões a cabo começaram a veicular seus eventos no pay-per-view novamente.falência Foi em 2001 que aconteceu o primeiro evento de UFC promovido pela Zuffa; o UFC 30: a batalha de Boardwalk. O UFC 30 não apenas reviveu o retorno da ampla cobertura de um pay-per-view maior, como também a volta da produção dos vídeos caseiros. Desde o evento, Dana White se concentrou em aumentar a popularidade do UFC e de camuflar sua imagem historicamente brutal. O Sr. White mostra que, "No final das contas, esses rapazes não são tão aterrorizantes como pareciam ser antes. Todos são ótimas pessoas. Vêm aqui para competir, para descobrir quem é o melhor lutador do mundo". O Ultimate Fighter & a Spike TV Em 2005, a Spike TV lançou a primeira temporada de um reality show chamado "O Ultimate Fighter". O espetáculo acompanhava um grupo de aspirantes ao UFC que competiam por um contrato com a organização. Os lutadores se dividiam por diferentes campos de treinamento e, no final de cada episódio, o membro de um dos times lutava com um de outro time. O vencedor permaneceria na competição e o perdedor voltaria para casa. O espetáculo marcava os primeiros espectadores e permitia que assistissem à uma luta de UFC sem pagar o pay-per view e, ao mesmo tempo, instruía os espectadores sobre o UFC. "O Ultimate Fighter" atualmente está programado para pelo menos duas sessões. Na seqüência, veremos os planos do UFC para o futuro. Randy Couture, cinco vezes campeão do UFC

8 Em março de 2007, os irmãos Fertitta anunciaram que haviam comprado o campeonato de lutas Pride, organização competitiva de artes marciais mistas no Japão. Os fãs de artes marciais mistas sonham com lutas entre os melhores lutadores de Pride e os melhores do UFC. De acordo com Dana White, isto pode agora se tornar realidade. Ainda que os planos sejam prematuros, os fãs das lutas brevemente descobrirão qual o melhor lutador em cada classe de peso.Apesar da sede do UFC estar em Nevada, a companhia recentemente começou uma campanha para fazer lutas em outros Estados, bem como internacionalmente. Os eventos de UFC já podem ser vistos pela televisão em 170 países. A meta de Dana White é levar eventos ao vivo para esses países, enraizando a base de fãs e incentivando a propaganda boca a boca do esporte. Ele diz que "Quando se lança um evento que atrai de a pessoas em uma localidade, quem assiste vai trabalhar no dia seguinte, conta para os parentes, e divulga para os amigos. A notícia se espalha e a coisa do boca a boca acontece, sendo esta uma das condições para que o negócio cresça e se torne global". Os eventos de UFC estão planejados para a Europa, Japão, Canadá e México. Hoje os fãs podem ver as lutas do UFC no pay-per-view (cerca de uma vez por mês) no "The Ultimate Fighter" e nos eventos especiais "Fight Night" da Spike TV, em DVD e nos eventos ao vivo. Infelizmente, os eventos do UFC 23 ao 29 ainda não estão disponíveis comercialmente. Dana White, presidente do UFC


Carregar ppt "Por: FLAVIO MENDES. Revanche de Maurício Shogun contra Lyoto Machida no UFC acontece neste sábado No primeiro desafio entre Lyoto Machida e Maurício Shogun,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google