A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REDES DE COMPUTADORES Prof. Davis Alves Tecnólogo em Redes especializado Gerenciamento de Projetos TI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REDES DE COMPUTADORES Prof. Davis Alves Tecnólogo em Redes especializado Gerenciamento de Projetos TI."— Transcrição da apresentação:

1 REDES DE COMPUTADORES Prof. Davis Alves Tecnólogo em Redes especializado Gerenciamento de Projetos TI

2 Tendências: Profissões em TI CIO / CEO GESTÃO TI PROGRAMMER ADM. REDES DESENVOLVIMENTO REDES II MASTER REDES I GRAFICOWEBHARDWARECABLING DESIGNINFRA-ESTRUTURA INFORMÁTICA

3 Prof. Davis Alves Especializado em Gestão Tecnologia da Informação Especializado em Gestão Tecnologia da Informação (FGV – Fundação Getúlio Vargas) Pós-graduado em Gerenciamento de Projetos TI Tecnólogo em Redes de Computadores e Internet Administrador de Redes especializado em Microsoft Títulos oficiais: Certificação ISO ® (Segurança da Informação) Certificação ISO ® (Segurança da Informação) Certificação ISO ® (Padrão de Gestão TI) Certificação ITIL ® Intermediate (Gerenciamento Serviços TI) Certificações COBIT ® e ITMP® (Governança de TI) Certificação GREEN IT Citzen (Sustentabilidade de TI) Certificação ICS MCSA ® System Administrator Certificação DAC ® in Wireless Technology Certificação C|EH ® - Certified Ethical Hacker

4 Ocupações Instrutor oficial de certificações: ITIL ® e ISO ® Professor universitário Redes e Tecnologias Professor na pós-graduação em Governança de TI Gerente de infra-estrutura grupo Millennium Network ® Administrador das Redes atualmente: Residência e estudos * Boston e Nova York (Estados Unidos) – Dez./Janeiro 2013 * Auckland (Nova Zelândia) – Janeiro/Fevereiro Prof. Davis Alves

5 1ª aula – início... Apresentação da Disciplina: REDES DADOS & Comun. Conteúdo Programático e Bibliografia Método de avaliação 2ª aula Introdução: O que são Redes de Computadores?. Conectividade: Host e IP, HUB, SW, Routers 3ª aula Classificação Geográfica Redes: LAN, WAN, MAN, PAN, RAN & SAN VEREMOS...

6 4ª aula Internet A rede mundial Vídeo: Guerreiros da Informação.mp4 5ª aula Introdução – Modelo ISO-OSI 6ª aula Modelos de Redes: Arquiteturas Estrela, Barramento, Anel, Malha, Estrela estendida e Hierárquica 7ª aula Arquitetura de Redes: PAN/RAN/SAN (continuação 3ª aula...) [slides 26-30] VEREMOS...

7 Aula de avaliação Prova P1 (conteúdo aulas anteriores) EXTRA aula CORREÇÃO Prova P1 8ª aula Redes via Rádio – Tecnologia Wireless 9ª aula Tecnologias ADSL; Cable Modems e SONET 10ª aula Redes Frame Relay & ATM VEREMOS...

8 Distribuição de materiais de apoio: Será enviado ao representante da sala Publicado no servidor FTP do professor: Conteúdo já publicado: - Modelo de CV para profissional de Redes (.pdf e.doc) - Modelo de Projeto de Redes com base no PMI ® - Vagas de Trabalho de Infra-estrutura (Redes e Hardware) - Alguns slides apresentados em aulas Apresentação da Disciplina: REDES COMP.

9 OVERVIEW: Conceitos Básicos REDES COMPUTADORES Período Letivo: 2º semestre – Curso Superior de Tecnologia Carga Horária: 80 horas – (5ª feira – Campus CENTRO – Prof. Davis Alves) Objetivo: - Entender, assimilar e aplicar os principais conceitos teóricos das redes de computadores. - Iniciar o raciocínio técnico e prático necessário para o profissional de infra- estrutura - Analisar os requisitos necessários para operar uma rede de computadores, tanto em aspectos fiscos e lógicos Apresentação da Disciplina: REDES COMP.

10 BIBLIOGRAFIA da Disciplina: REDES COMP. Título: Redes de Computadores – 4ª edição Título: Redes de Computadores – 4ª edição Autor: Tanembaum, Andrew S. Autor: Tanembaum, Andrew S. Editora: Campus Editora: Campus Título: Comunicação de Dados e Redes de Computadores – 3ª edição Título: Comunicação de Dados e Redes de Computadores – 3ª edição Autor: Forouzan, Behrouz A. Autor: Forouzan, Behrouz A. Editora: Bookman Editora: Bookman Redes de Computadores – Das LANs, MANs e WANs às Redes ATM 2ª Edição. Redes de Computadores – Das LANs, MANs e WANs às Redes ATM 2ª Edição. SOARES, L. F. G., LEMOS, G., COLCHER, S. SOARES, L. F. G., LEMOS, G., COLCHER, S. Editora: Campus Editora: Campus KUROSE, J. F., ROSS, K. W., KUROSE, J. F., ROSS, K. W., Redes de Computadores e Internet. 3ª. Edição Redes de Computadores e Internet. 3ª. Edição Editora: Pearson Editora: Pearson GALLO, M. A., HANCOCK, W. M., GALLO, M. A., HANCOCK, W. M., Comunicação entre Computadores e Tecnologias de Rede Comunicação entre Computadores e Tecnologias de Rede Editora:. Thomson, 1a. Edição Editora:. Thomson, 1a. Edição

11 INÍCIO > 2ª aula

12 Dúvida básica! O que são Redes de Computadores? 1. 1.Uma rede de computadores consiste de 2 ou mais computadores e outros dispositivos conectados entre si de modo a poderem compartilhar seus serviços, que podem ser: dados, impressoras, mensagens ( s), etc.computadores

13 Introdução: Conectividade REDES Teorias básicas para a disciplina: END. IPs – Identificação única para equipamentos permitindo através disso a comunicação entre os mesmos HOSTS – Equipamentos que podem ser identificados com endereços IPs HUBs – Concentrador passivo, repetidor de sinal, que interliga e centraliza a comunicação da rede.

14 Introdução: Conectividade REDES Teorias básicas para a disciplina: SWITCHES – Atua da mesma maneira que o HUB entretanto é capaz de identificar origem/destino de cada quadro de informação eliminando os broadcasts e aumentando a velocidade da rede

15 Introdução: Conectividade REDES Teorias básicas para a disciplina: ROUTERS (Gateways) – Interliga redes distintas, orienta o pacote IP com a melhor rota para atingir o destino, em outros casos compartilha conexão através do NAT

16 Introdução: Conectividade REDES Teorias básicas para a disciplina: ROUTERS (Gateways) – Interliga redes distintas, orienta o pacote IP com a melhor rota para atingir o destino, em outros casos compartilha conexão através do NAT

17 Introdução: Conectividade REDES Teorias básicas para a disciplina: MODEM – Conversos de sinais digitais/analógicos. Utilizado normalmente para acessar uma rede de telefonia. Velocidades até 56k.

18 INÍCIO > 3ª aula

19 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN Características: - Alta velocidade - - Distancias curtas - - Baixa taxa de erro - - Propriedade privada - -Exemplo: LAN HOUSE LAN – Local Area Network É a junção de dois ou mais computadores conectados entre si afim de compartilhar os mesmos recursos (impressoras, dados, internet) estando todos localizados no mesmo local. (prédio, casa, rua*)

20 LAN – Local Area Network mais exemplos...

21 Características: - Velocidades mais baixas - - Separadas geograficamente - - Diversas informações - - Podem ser públicas ou privadas. - - Conectam grande número de pessoas/computadores Exemplo: INTERNET WAN – WIDE AREA NETWORK É a junção de diversas redes (LANs) e computadores cada um em localidades diferentes (bairros, cidades, países); podendo estar conectados através de links satélites, banda larga, telefonia, etc... Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN

22 WAN – Wide Area Network mais exemplos...

23 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN Características: - Alcance até 15km - - Distribuição de sinal sem-fio e cabeado. - Velocidades moderadas (média de 50mbps) Exemplo: WIMAX, NET, Projeto Outro Preto/MG. MAN – METROPOLITAN AREA NETWORK São redes que abrangem um perímetro de bairros e cidades para prover uma conexão mais rápida do que as WANs. Normalmente são utilizadas para distribuir acessos públicos a Internet, e TV a Cabo.

24 MAN – Metropolitan Area Network mais exemplos...

25 LAN/MAN/WAN resumo...

26 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN Características: - Proximidade - - Velocidades baixas - -Exemplo: BLUETOOTH PAN – Personal Área Network É uma tecnologia de rede formada por nós (dispositivos conectados à rede) muito próximos uns dos outros (geralmente uns 10mts). Ex.:, Um computador portátil conectando-se a um outro e este a uma impressora.

27 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN

28 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN Características: - Altas velocidades - - Interligam regiões - - Pontes entre MANs e WANs - -Exemplo:.... Conexão subterrânea entre Região Sul e Sudeste RAN – Regional Área Network ; maior que as LANs e MANs, mas menor do que as WANs. É uma rede de dados que interconecta negócios, residências e governos em uma região geográfica específica; maior que as LANs e MANs, mas menor do que as WANs.

29 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN Características: - Grande poder de armazenamento dados - - Inclui segurança dos dados (backups) - - Infra-estrutura para grandes acessos - -Exemplo serviço SAN:.... GoogleDocs SAN – Storage Area Network É uma rede projetada para agrupar dispositivos de armazenamento de computador. Os SANs são mais comuns nos armazenamentos de grande porte.

30 Classificação Geográfica das REDES LAN/WAN/MAN/PAN/RAN/SAN

31 INÍCIO > 4ª aula

32 INTERNET – A Rede Mundial CONCEITOS de INTERNET INTERNET/INTRANET/EXTRANET CONCEITOS de INTERNET INTERNET – É a rede mundial de computadores com o objetivo de disponibilizar informações em massa, através de recursos técnicos. (servidores, roteadores, etc...) PROTOCOLO – É um conjunto de regras necessárias para haver uma comunicação entre computadores, de maneira que ambos falem a mesma língua

33 INTERNET – A Rede Mundial CONCEITOS de INTERNET TCP/IP – É o principal protocolo da internet formado por uma pilha de sub-protocolos, tendo cada um, uma função definida. Exemplos de subs-protocolos da pilha TCP/IP: TCP – Protocolos de Controle de Transmissão; responsável por todo processo de controle do trafego da informação. Garante entrega. IP – Protocolo da Internet; responsável pela identificação dos pacotes de informação enquanto estiverem dentro da rede FTP – Protocolo de Transferência de Arquivos; transfere arquivos de servidores ISPs aos hosts conectados na internet, opera nativamente na porta 21.

34 INTERNET – A Rede Mundial CONCEITOS de INTERNET HTTP – Protocolo de Transferência de Hiper Textos; protocolo responsável pelo trafego dos pacotes HTML e decodificação, opera nativamente na porta 80. POP – Post Office Protocol; responsável pelo acesso remoto a contas de ,, opera nativamente na porta 110. SMTP – Simple Mail Transfer Protocol; responsável pelo envio de s aos provedores de internet (ISP),, opera nativamente na porta 25.

35 INTERNET – A Rede Mundial INTERNET/INTRANET/EXTRANET INTRANET – É a definição de uma rede local (LAN) mas com os mesmos recursos da internet, sendo acessados apenas pelos usuários daquela rede local. Exemplos de recursos: - Servidor WEB - Servidor de - Servidor DNS - Servidor DHCP - Roteadores - Modems

36 INTERNET – A Rede Mundial INTERNET/INTRANET/EXTRANET EXTRANETs – É a junção de uma ou mais INTRANET, podendo ser interligadas por diversos meios de comunicação, inclusive a INTERNET. Exemplos meios de comunicação: - Satélites - Banda Larga aDSL - Via cabo - 3G - Links de rádios - PLC

37 INTERNET – A Rede Mundial INTERNET/INTRANET/EXTRANET ASSISTIR AO VÍDEO: Guerreiros da Internet

38 INÍCIO > 5ª aula

39 1) – O que é? Conjuntos de procedimentos teóricos criados pela ISO para servir como referencia de comunicação aos fabricantes de hardware e software. 2) – Qual é a função? O modelo OSI tenta explicar o funcionamento da rede, dividindo-a em 7 camadas. É uma prática teórica e interessante pois serve como deixa para explicar aspectos teóricos. ISO = (International Organization for Standardzation), Organização Inter. de Normalização OSI = (Open Systems Interconnection), Interconexão de Sistemas Abertos. Exemplos outras padronizações: ISO-9001, ISO-9002, ISO-27001, ISO > Grande maioria vindas da BS-7799, entra outras... Introdução – Modelo ISO-OSI Função & Conceitos iniciais

40 - Interação Usuário/Máquina Usuário/MáquinaAPLICAÇÃO * Serviços visíveis ao usuário - Interoperabilidade APRESENTAÇÃO * Tradutor e Interpretador - START/STOP (PDCA) (PDCA)SESSÃO * Analisa os dados recebidos e aceita - QoS; TX/RX TRANSPORTE * Define o melhor caminho para entrega - IP REDE * Rotula o pacote em Origem/Destino - MAC/QUADROS ENLACE * Recebe os bits e rotula por end. MAC - BITS F ÍSICA * Converte pulsos elétricos em bits Introdução – Modelo ISO-OSI As 7 Camadas Modelo OSI

41 [leitura complementar] Modelo OSI.doc Introdução – Modelo ISO-OSI As 7 Camadas Modelo OSI

42 INÍCIO > 6ª aula

43 Definição técnica: Os computadores estão ligados por um ponto de convergência ou nó comum chamado de concentrador - normalmente, um switch que divide as máquinas em setores ou grupos de trabalho, ou um servidor central. Modelos de Redes Topologia ESTRELA VANTAGENS + Facilidade de expansão da rede + Se uma estação parar, a não para, continua funcionando.DESVANTAGENS - Complexidade - Dependente do concentrador, se ele parar não há mais rede.

44 VER AS FOTOS DOS COMPONENTES QUE COMPOEM UMA TOPOLOGIA ESTRELA: Informações técnicas Meio físico: Cabo UTP ou STP Conector: RJ-45 NIC: - -Adaptador Ethernet RJ-45 (Eth, FEth e GEth) - -Adaptador WLAN Modelos de Redes Topologia ESTRELA

45 Modelos de Redes Topologia ESTRELA

46 Modelos de Redes Topologia ESTRELA

47 Definição técnica: Esta topologia consiste em uma grande linha central, formada por vários cabos, dos quais saem ligações para as outras máquinas (clientes) Modelos de Redes Topologia BARRAMENTO VANTAGENS + Fácil instalação + Relativamente Econômica + Usa menos cabosDESVANTAGENS - Dificuldade mover a posição estações - Se uma estação parar, todas param - Difícil diagnosticar local do erro

48 VER AS FOTOS DOS COMPONENTES QUE COMPOEM UMA TOPOLOGIA ESTRELA: Informações técnicas Meio físico: Cabo Coaxial Conector: BNC NIC: - -Adaptador Ethernet BNC Modelos de Redes Topologia BARRAMENTO

49 Modelos de Redes Topologia BARRAMENTO

50 Modelos de Redes Topologia BARRAMENTO

51 Modelos de Redes Topologia BARRAMENTO

52 Definição técnica: Os computadores são ligados um após o outro em uma linha que se fecha em forma de anel. Pode-se entender esta rede como um barramento sem começo nem fim. As redes Token Ring, da IBM, utilizam este tipo de organização de seus clientes. As redes desenvolvidas dessa maneira são, normalmente, redes ponto-a-ponto (as máquinas comunicam-se umas com as outras, sem possuir um servidor central). Modelos de Redes Topologia ANEL VANTAGENS + Todos os computadores acessam a rede igualmente + Desempenho da rede não é impactado com o aumento das estaçõesDESVANTAGENS - Se uma estação parar, todas param - Difícil isolar problemas

53 Definição técnica: Os computadores são ligados uns aos outros por vários segmentos de cabos. Essa configuração oferece redundância e confiabilidade. Se um dos cabos falhar, o tráfego fluirá por outro cabo. Modelos de Redes Topologia MALHA VANTAGENS + Tolerância a Falhas; confiável + Se uma estação parar, a não para, continua funcionando. + Maior velocidade (comunicação direta)DESVANTAGENS - Aumento da quantidade de cabos passante - Ociosidade em parte dos meios físicos

54 Definição técnica: Uma topologia em rede estendida tem uma topologia em estrela central, em que cada um dos nós finais da topologia central atua como centro de sua própria topologia em estrela. Modelos de Redes Topologia ESTRELA EXTENDIDA VANTAGENS + As mesmas da Topologia Estrela + Menor uso do cabeamento + Alcança áreas onde 1 cabo só não chegaDESVANTAGENS - Difícil manutenção - Perde o controle da rede (mapeamento)

55 Definição técnica: (conhecida também como Árvore) Baseada numa estrutura hierárquica de várias redes sub-redes. Existem um ou mais concentradores que ligam cada rede local existe um outro concentrador que interliga todos os outros concentradores. (conhecida também como Árvore) Modelos de Redes Topologia HIERÁRQUICA VANTAGENS + As mesmas da Topologia Estrela + Menor dependência de um só concentradorDESVANTAGENS - Ainda existe um concentrador maior sendo a cabeça de tudo.

56 Modelos de Redes Topologia HIERÁRQUICA

57 INÍCIO > 7ª aula Arquiteturas de Redes – PAN/RAN/SAN [voltar aos slides Revisão]

58 Aula de avaliação Prova P1 (conteúdo aulas anteriores) EXTRA aula CORREÇÃO Prova P1 Boa sorte!

59 Ninguém precisa saber tudo, mas sim conhecer o que é e onde está... REDES E GOVERNANÇA TI Prof. Davis Alves UNIP – Universidade Paulista


Carregar ppt "REDES DE COMPUTADORES Prof. Davis Alves Tecnólogo em Redes especializado Gerenciamento de Projetos TI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google