A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NOVOS MODELOS DE EMPRESA FGV – CEAG ENTRETENIMENTO CAIO GABRIELA KAREN PAULO WILLIAM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NOVOS MODELOS DE EMPRESA FGV – CEAG ENTRETENIMENTO CAIO GABRIELA KAREN PAULO WILLIAM."— Transcrição da apresentação:

1 NOVOS MODELOS DE EMPRESA FGV – CEAG ENTRETENIMENTO CAIO GABRIELA KAREN PAULO WILLIAM

2 OBJETIVO DE DESEMPENHO DETALHAMENTOIMPORTÂNCIADESEMPENHO CUSTO A – Índices de audiência B - Produção qualificada, custando o menos possível CONFIABILIDADE C – Credibilidade nas informações transmitidas D - Pontualidade da grade de programação FLEXIBILIDADE E - Diversidade de conteúdo/Opções de escolha F – Interatividade G - Multimídia QUALIDADE H - Excelência audiovisual (boa imagem e som) I - Conteúdo atualizado J - Qualidade da produção VELOCIDADE L - Informações em tempo real M - Veiculação da notícia em primeira mão N - Menor tempo de espera entre lançamento de filmes/séries no Cinema/Tv Americana e a exibição na TV Matriz de Importância e Desempenho Segmento: Entretenimento Mercado: TV aberta Público: Classe C Empresa: Globo Concorrente: Record

3 Mercado: TV aberta Público: Classe C Empresa: Organizações Globo Concorrente: Record IMPORTÂNCIA baixa alta DESEMPENHO bom mau A B C D E L H I J Matriz de Importância e Desempenho Segmento: Entretenimento F G M N

4 Fatores Chaves SOCIALTECNOLÓGICOECONÔMICOPOLÍTICOAMBIENTAL Hábitos de consumo da Classe C Mudança do consumo de mídia entre os jovens Aumento do tempo de uso da internet Representatividade da TV aberta na sociedade brasileira Telespectador passivo x Telespectador ativo Telespectador como criador de conteúdo Acesso aos conteúdos via internet Tv/Decoder com possibilidade de gravação Tv com internet Aluguel de filmes via internet/tv a cabo TV digital / Interatividade na TV TV 3D Meios de distribuição e broadcasting dos conteúdos Programação de TV sob demanda (Tivo, Now...) Crescimento da Classe C Crescimento no número de vendas de televisores Crescimento no número de vendas de computadores Crescimento no setor de Tv por assinatura Investimento de publicidade em TV aberta Investimento de publicidade em internet Investimentos em TV no celular Lei PLC 116 que impõe cotas de conteúdo nacional Conceições para as empresas de Telecomunicação Leis de incentivo a expansão da banda larga Incentivo à praticas ambientalmente sustentáveis através dos conteúdos televisivos Segmento: Entretenimento

5 Fatores-chaves analisados por impacto e grau de incerteza menor impacto maior menor grau de incerteza maior TT SS AA EE PP Segmento: Entretenimento

6 Fatores Chaves SOCIALTECNOLÓGICOECONÔMICOPOLÍTICOAMBIENTAL Hábitos de consumo da Classe C Mudança do consumo de mídia entre os jovens Aumento do tempo de uso da internet Representatividade da TV aberta na sociedade brasileira Telespectador passivo x Telespectador ativo Telespectador como criador de conteúdo Acesso aos conteúdos via internet Tv/Decoder com possibilidade de gravação Tv com internet Aluguel de filmes via internet/tv a cabo TV digital / Interatividade na TV TV 3D Meios de distribuição e broadcasting dos conteúdos Programação de TV sob demanda (Tivo, Now...) Crescimento da Classe C Crescimento no número de vendas de televisores Crescimento no número de vendas de computadores Crescimento no setor de Tv por assinatura Investimento de publicidade em TV aberta Investimento de publicidade em internet Investimentos em TV no celular Lei PLC 116 que impõe cotas de conteúdo nacional Conceições para as empresas de Telecomunicação Leis de incentivo a expansão da banda larga Incentivo à praticas ambientalmente sustentáveis através dos conteúdos televisivos Segmento: Entretenimento SOCIALTECNOLÓGICOECONÔMICOPOLÍTICOAMBIENTAL Aumento no tempo de navegação da internet na Classe C X Diminuição no tempo em frente a TV. Aumento do uso de novas mídias pela classe C (Tablets, TV com Internet, TV no celular...). Aumento do nível de escolaridade dos jovens da Classe C. Telespectador como criador de conteúdo. Crescimento da velocidade da banda larga para GB Possibilidade de criação de grades de programação personalizadas - TV Interativa Extensão daTV 3D Meios de distribuição e broadcasting dos conteúdos Publicidade – Possibilidade de compra via controle remoto Crescimento da Classe C Crescimento no número de vendas de televisores Crescimento no número de vendas de computadores Crescimento no setor de Tv por assinatura Investimento de publicidade em TV aberta Investimento de publicidade em internet Investimentos em TV no celular Lei PLC 116 que impõe cotas de conteúdo nacional Conceições para as empresas de Telecomunicação Leis de incentivo a expansão da banda larga Incentivo à praticas ambientalmente sustentáveis através dos conteúdos televisivos

7 FATORES SOCIAIS A - Aumento no tempo de navegação da internet na Classe C X Diminuição no tempo em frente a TV. B - Aumento do uso de novas mídias pela classe C. C - Aumento do nível de escolaridade dos jovens da Classe C. D - Telespectador como criador de conteúdo. FATORES TECNOLÓGICOS E - Crescimento da velocidade da banda larga para GB F - Possibilidade de criação de grades de programação personalizadas - TV Interativa G - Extensão daTV 3D H - Meios de distribuição e broadcasting dos conteúdos I - Publicidade diferenciadas Forças motrizes dos fatores-chaves classificadas por impacto e grau de incerteza menor impacto maior menor grau de incerteza maior Saúde A B C D E F G H Elemento pré-determinado incerteza crítica I

8 Forças motrizes ELEMENTOS PRÉ-DETERMINADOSINCERTEZAS CRÍTICAS Aumento no tempo de navegação da internet na Classe C X Diminuição no tempo em frente a TV. Aumento do nível de escolaridade dos jovens da Classe C. Crescimento da velocidade da banda larga para GB Extensão daTV 3D Aumento do uso de novas mídias pela classe C (Tablets, TV com Internet, TV no celular...). Telespectador como criador de conteúdo. Possibilidade de criação de grades de programação personalizadas - TV Interativa Meios de distribuição e broadcasting dos conteúdos Publicidade diferenciadas Segmento: Entretenimento

9 CENÁRIOS POSÍVEIS + - Aumento do uso de novas mídias pela classe C Meios de distribuição e broadcasting dos conteúdos / Publicidade diferenciadas

10 CENÁRIOS POSÍVEIS Cenário Propaganda O modelo de negócio se mantem o mesmo, e a lucratividade do negócio ainda se dá com base na venda de publicidade. A Classe C não tem acesso as diversas mídias, tendo em casa a Tv e/ou o computador. O consumo de mídia continua atrelado a grade de programação da Tv. - +

11 CENÁRIOS POSÍVEIS Cenário Conteúdo O modelo de negócio é modificado – ao invés de venda de espaço publicitário, venda de conteúdo. Com o aumento do uso de novas mídias e dos meios de distribuição e broadcasting de conteúdo, a audiência da Classe C se dilui e a lucratividade do negócio passa a ser a venda de conteúdo. + -

12 AÇÕES Produção de conteúdo diferenciado/relevante Produção de conteúdo para diferentes meios Cenário Propaganda: Os estudos mostram que a quantidade de horas de consumo da TV permanece alta. O que acontece é a multiplicidade de meios, pois as pessoas fazem tudo ao mesmo tempo. Cenário Conteúdo: A TV assumiu papel de protagonista de conteúdo. Todos os meios valem- se do conteúdo da TV para alavancar seus números.


Carregar ppt "NOVOS MODELOS DE EMPRESA FGV – CEAG ENTRETENIMENTO CAIO GABRIELA KAREN PAULO WILLIAM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google