A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Implementação de Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT) Case Terminal 37- Santos Eng. Henry J. Robinson Diretor Técnico - Libra Terminais S.A. Santos,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Implementação de Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT) Case Terminal 37- Santos Eng. Henry J. Robinson Diretor Técnico - Libra Terminais S.A. Santos,"— Transcrição da apresentação:

1 Implementação de Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT) Case Terminal 37- Santos Eng. Henry J. Robinson Diretor Técnico - Libra Terminais S.A. Santos, 25 de Novembro de 2003

2 DTEC - Diretoria Técnica2 O que havia em TI antes da Privatização (Área Portuária em Geral)

3 DTEC - Diretoria Técnica3 Então, porque houve alteração do cenário? A tecnologia da informação tem sido até agora uma produtora de dados, em vez de informação e muito menos uma produtora de novas e diferentes questões e estratégias. Os altos executivos não tem usado a nova tecnologia porque ela não tem oferecido as informações de que eles precisam para suas próprias tarefas. Peter Drucker A tecnologia está reestruturando e transformando negócios e consumidores.Não se trata apenas de comércio eletrônico ou arquivos eletrônicos. O "e" de eletrônico tem a ver com oportunidades econômicas. William Daley, secretário do comércio dos EUA

4 DTEC - Diretoria Técnica4 Ocorreu pela... Necessidade de alinhar Tecnologia e Estratégia; Atender as exigências locais e dos clientes; Trabalhar com eficácia e precisão, garantindo a correta operação; Gerar informações para a tomada de decisão; Reduzir custos Controles básicos, tais como: –Manifesto (previsão e efetivação) ; –Atracação (planejamento e controle); –Plano de carga (planejamento e controle); –Pátio (planejamento e controle); –portaria (movimentação e segurança) –Equipamentos em geral; –Informar a autoridade aduaneira local.

5 DTEC - Diretoria Técnica5 Da seguinte maneira... O investimento em TI e sistema de Controle e Gestão de Terminais seguiu a seguinte estratégia geral: –Necessidade de adaptar o trabalho a novos controles usando sistemas de TI; –Desenvolvimento de sistemas flexíveis o bastante para adaptar alterações em procedimentos, legislação e área física; –Investimento de capital coerente; –Sistema desenvolvido não apenas com o objetivo de registrar as operações, mas sim envolvendo o apoio a tomada de decisão.

6 DTEC - Diretoria Técnica6 Ti - Conceito Geral de DesenvolvimentoInformaçãoInformaçãoDecisãoDecisão AçãoAção SI

7 Conceituação de Organização Competitiva Tecnologia + Treinamento = Processos + Recursos

8 DTEC - Diretoria Técnica8 WinCon - Software de controle de informações; Gerenciamento de pátio e Controle de ordens; Desenvolvimento interno, visava atender a imediata acomodação as alterações na regulamentação do porto privatizado e as alterações de área física; Devesenvolvimento utilizando uma base de dados difundida e conhecida localmente, e de fácil manutenção, com baixo custos; Esperava acomodar terminais com volume de até unidades. Step

9 DTEC - Diretoria Técnica9 Planilhas de Excel vinculadas com o WinCon - cuja aplicação era o planejamento e simulação de operações de navios; Introduz a cultura de planejamento de navio e sequenciamento de pátio, preparando o terreno para ferramentas mais avançadas. Step

10 DTEC - Diretoria Técnica10 Transmissão de dados via rádio Frequência interfaciado com WinCon - sistema de gerenciamento de pátio com informações em tempo real (real time); Introduz a cultura de informação em tempo real; Coletores de dados e Veiculares da TEKLOGIX (Canadá). Step

11 DTEC - Diretoria Técnica11 Identificação e escolha do Sistema de Gestão - International Procurement, baseado em: Controle de todas as operações administrativas e operacionais (gate, vagão,etc ); Nível de controle e de gerenciamento de ordens, com um sistema avançado de utilidades standing orders; Acompanhamento real-time de todos os movimentos, e posição de contêineres no pátio; Suporte especial para operações logísticase de suporte a solicitações especiais, tais como: selos, lacres, pesagens... ; Funções de suporte para Alfândega; Possibilidade de interface com CFS e Deposito de vazios; Diversos relatórios customizados, estatísticas, históricos, etc; Suporte para Transmissão de dados via RDT; Gerenciador de relatórios, acompanhamento de produtividade por terno;... Step

12 DTEC - Diretoria Técnica12 SHIPS - Ship Planning System, módulo de planejamento de navio e sequenciamento de embarque da COSMOS-NV interfaceado com WinCon - software de gerenciamento de pátio; Introdução de arquivos EDI UN/EDIFACT BAPLIE version 1.5 e 2.0 para transação de planos de navios; Atualização automática do masterplan, planos de peso, controle de stacklimits, simulação de equipamentos, etc;... Step

13 DTEC - Diretoria Técnica13 SHIPS (cont.) Introduz novo conceito de sequenciamento de container de embarque, o conceito de embarque de container one on one; Agora, É embarcado um container especifico e não mais um container com características específicas (ex. 20 pesado para USMIA) Step

14 DTEC - Diretoria Técnica14 UNB+UNOA:1+T37+CSAV : CSAV' UNH+PA BAPLIE:1:911:UN:SMDG15' BGM++PA ' DTM+137: :201' TDT+20+03NB++A:103::CSAV SINGAPURA ++ALI:172:20' LOC+5+BRSSZ' LOC+61+VEPBL' DTM+178: :201' DTM+133: :201' LOC ::5' FTX+AAA+++TINTAS' MEA+WT++KGM:19387' LOC+6+BRSSZ' LOC+12+COCTG' LOC+83+COCTG' RFF+BM:1' EQD+CN+CSVU ' NAD+CA+CSV:172:20' DGS+IMD+3.3' LOC ::5' FTX+AAA+++TANK C/ RESIDUOS' MEA+WT++KGM:4000' LOC+6+BRSSZ... Step Aplicação de arquivos Baplie

15 DTEC - Diretoria Técnica15 Step /01

16 DTEC - Diretoria Técnica16 CTCS - Container Terminal Control System. Sistema responsavel pelo gerenciamento de ordens, informações de containers; Controle de Gates in/out, suporte de rádio frequência (RDT); Relatórios, relatórios programados, EDI - UN/EDIFACT CTCS

17 DTEC - Diretoria Técnica17 SPACE - Automatic Yard Planning software. Planejamento automático de posição de containers de acordo com combinações de serviços/navios, boundaries e algoritmos, aumento do adensamento de pilhas, inventário de terminal, histórico de unidades, diversos relatórios,... SPACE

18 DTEC - Diretoria Técnica18 TRAFIC - Transporter Flow Control System. Controla o fluxo horizontal do terminal, a comunicação on-line é realizada através de rádio-frequência - reachstacker, RTG, caminhões, e as filas de trabalho,... TRAFIC

19 DTEC - Diretoria Técnica19 Aplicação das ferramentas do sistema no Fluxo de Exportação - recebimento de cntrs

20 DTEC - Diretoria Técnica20 SHIPS - Ship Planning System. Sequenciamento de embarque, listas de descarga oriundas do arquivo UN/EDIFACT Baplie, comparação entre o manifestado e o arquivo BAPLIE, conflitos de stackweight/height, Segregação IMDG, diversos relatórios... SHIPS

21 DTEC - Diretoria Técnica21 Continuos vessels work balance control 2 quay cranes + 1 vessel crane (14:33h) quay side cranes (04:20h) 3 quay side cranes (04:20h) SHIPS - Controle Continuo das Operações

22 DTEC - Diretoria Técnica22 SHIPS - Listas de Embarques

23 DTEC - Diretoria Técnica23 SIGNAL para SHIPS - Ship Planning System. Mensagens traduzidas UN/EDIFACT: - BAPLIE 1.5 / MOVINS SIGNAL para SHIPS

24 DTEC - Diretoria Técnica24 SIGNAL para CTCS - Container Terminal Control System. Mensagens traduzidas UN/ EDIFACT : COARRI (descarga/ embarque cnts) CODECO (movimentos de gates) COPRAR (ordem de descarga/embarque) COREOR (ordem de liberação) COPARN (bookings) SIGNAL para CTCS

25 DTEC - Diretoria Técnica25 SIGNAL+LANGIS - Sistema responsável por informar os eventos para a Alfândega. Eventos da Alfandega x mensagens UN/EDIFACT: Exemplo : Evento 13 = uso de COARRI SIGNAL + LANGIS

26 DTEC - Diretoria Técnica26 Mas afinal, o que é EDI? A sigla EDI - Eletronic Data Intercharge, representa o conceito de Troca ou Intercâmbio Eletrônica de Dados. Consiste basicamente em um conjunto de protocolos de comunicação projetados para permitir a troca de dados e a execução de transações comerciais automaticamente entre diferentes sistemas ou Entidades. Isto é realizado através de mensagens eletrônicas padronizadas de documentos. Estas mensagens dizem respeito a documentos específicos e regulamentados por diversos órgãos internacionais, como a UN/EDIFACT - United Nations/Eletronic Data Interchange for Administration Commerce and Transport, que cobre mais de 200 documentos distribuídos e específicos de diversas áreas de atividade de comércio, transporte, Alfândegas, bancos e seguros, e outros...

27 DTEC - Diretoria Técnica27 Quais são os Benefícios do uso do EDI? Benefícios Diretos = Acuracidade, Economia de re-digitação e postagem (única entrada de dados; Estima-se que 70% dos dados provenientes de uma aplicação (OUTPUTS) serão os mesmos dados de entrada de outra aplicação), Redução de custos de manuseio das informações, Melhores serviços ao cliente... Benefícios Indiretos = Facilitar a mudança de política de estoques, redução do nível de estoque, integração com sistemas JIT (Just-in- time)... Benefícios Estratégicos = Agregar valor a produtos e serviços por intermédio da informação, redução de custos administrativos, aperfeiçoamento do controle de informações, agilidade na troca de informações entre Entidades (Caixa postal - , INTRANET, EXTRANET, WebEDI, VANs Value Added Network, etc).

28 DTEC - Diretoria Técnica28 Entidades Beneficiadas!!! Alfândega; Autoridade Portuária; Sistemas Governamentais; Armadores; Agentes marítimos; Importadores; Exportadores; Terminais; Bancos e Instituições Financeiras; e outros...

29 DTEC - Diretoria Técnica29 Problemas para a implementação de EDI Completo entendimento de EDI; O rápido crescimento das Entidades envolvidas; Os acordos entre parceiros e/ou Entidades quanto aos padrões a serem utilizadas; O uso de arquivos not standard As rápidas mudanças nas múltiplas mensagens que vêm ocorrendo e as decorrentes dificuldades para se ter padrões de operações; Conectividade técnica devido aos diferentes sistemas de comunicação (X25, FTP- file transfer protocol, GEIS, VANs, SMTP- via ); Integração das diversas aplicações; Tempo de implementação para estes novos parceiros e/ou Entidades.

30 DTEC - Diretoria Técnica30 Exemplos de mensagens UN/EDIFACT COARRILoading/discharge report message COPRARLoading/discharge order message CODECOGate in/out report message COREORRelease order message COPARNContainer announcement message BAPLIE Pos-stow storage plan MOVINSPre-stow storage plan

31 DTEC - Diretoria Técnica31 Exemplos da aplicação de mensagens UN/EDIFACT COARRI COPARN COREOR COPRAR CODECO BAPLIE and MOVINS

32 DTEC - Diretoria Técnica32 SIGNAL SHIPS MRCOSMOS (ODBC) Escala da WEB T37 Proprietários UN-EDIFACT MSK Gate in F/E Load F/E HSAC Gate in F/E Load F/E CPSHIPS Flat file to load plan MCTS/ STIF Flat files to load plan Supervi a PON-MER Gate in F/E Gate out F/E Load/ Disc F/E CSAV LIBRA Gate in/out F/E CPSHIPS Gate IN/OUT F/E Load/Disc F/E DOCSYS (SRF- DTE) Disc F/E Gate in/out F/E VPN-VAN SMTP FTP LCT - relatório via SMTP BAPLIE SMTP

33 DTEC - Diretoria Técnica33 Exemplo de Fluxo de Informações Autoridade Portuária AlfândegaDespachantes u1u1u1u1 u4u4u4u4 u1u1u1u1 u3u3u3u3 u1u1u1u1 u2u2u2u2 u1u1u1u1 u1u1u1u1 u EVERGR u EEN CFS Agentes Terminal Depósito de Vazios Exportadores Transportadoras Armadores Bancos

34 DTEC - Diretoria Técnica34 Exemplo no fluxo de uma COARRI Autoridade Portuária AlfândegaAgentes Terminal Armadores COPRAR COARRI COARRI

35 DTEC - Diretoria Técnica35 Exemplo e conteúdo de uma COARRI Data/hora da descarga Porto de embarque / destino final Tipo de mensagem Código e nome do navio Nome do armador e agente Localização a bordo do navio Peso do container Lacre

36 DTEC - Diretoria Técnica36 Investimentos Equipamentos: LXE (USA) Coletores: Modelo 2280 Coletores Veiculares: Modelo 1380 Servidor IBM AS/400 Banco de dados DB2

37 DTEC - Diretoria Técnica37 Rede - Servidores EmbratelX25 Embratel X25 NOTES IntegrisX25 Integris X25 Metraframe LANGIS WINGATE(Prox) WINGATE (Prox) AS400 Aplicativos Novell LINUX1 LINUX 1 presença de carga LINUX 2 HTTP-SMTP LINUX 3 Backup

38 DTEC - Diretoria Técnica38 Evolução de Software

39 DTEC - Diretoria Técnica39 SGTAP-SGOP interfaciado com WAP-Wireless Aplication Protocol Consulta de presença de carga utilizando o nº do BL. Acesso via WAP e Página WEB

40 DTEC - Diretoria Técnica40 Obrigado pela atenção !!!

41 DTEC - Diretoria Técnica41 libraterminais.com.br com.br Phone: Fax: t1rio.com.br Phone: Fax: t37.com.br Phone: Fax: libraportcampinas.com.br Diretório


Carregar ppt "Implementação de Tecnologia da Informação e Comunicação (ICT) Case Terminal 37- Santos Eng. Henry J. Robinson Diretor Técnico - Libra Terminais S.A. Santos,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google