A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 5º AUDITE SEMINÁRIO NACIONAL DE AUDITORIA DAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO IMPACTOS DA LEI 12.783 Tractebel Energia | GDF SUEZ - todos os direitos reservados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 5º AUDITE SEMINÁRIO NACIONAL DE AUDITORIA DAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO IMPACTOS DA LEI 12.783 Tractebel Energia | GDF SUEZ - todos os direitos reservados."— Transcrição da apresentação:

1 1 5º AUDITE SEMINÁRIO NACIONAL DE AUDITORIA DAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO IMPACTOS DA LEI Tractebel Energia | GDF SUEZ - todos os direitos reservados Marcos Keller Amboni Florianópolis, 24 de junho de 2013

2 Obs.: Estrutura simplificada 99,99% 89,06% 99,99% 60,00% 99,99% 68,71% 48,75% 40,07% 95,00%99,99% Companhia Energética Estreito Companhia Energética Estreito Tractebel Comercializadora Companhia Energética São Salvador Lages Bioenergética Ibitiúva Bioenergética TupanHidropower Areia BrancaPedra do SalBeberibe Energias Eólicas do Nordeste 99,99% Tractebel Energias Complementares Energy Brasil GDF SUEZ Energy Latin America Participações Ltda. 99,12% GDF SUEZ Energy International GDF SUEZ SA 2 A Tractebel é controlada pela GDF SUEZ, líder mundial em energia

3 Portfólio balanceado de ativos, com localização estratégica Capacidade instalada de 6.909,3 MW em 22 usinas operadas pela Companhia: 81% hidrelétricas, 17% termelétricas e 2% complementares. Essa capacidade representa uma expansão de 86% desde , ,0 5 Usinas em Construção Capacidade Instalada (MW) Capacidade Comercial (MWm) 1 Total 2.365, ,3 21 Jirau (Hidro) 4 Notas: 1 Valores segundo legislação específica. 2 Parte da Tractebel Energia. 3 Complexo composto por 3 usinas. 4 A parcela da Controladora no projeto deverá ser transferida para a Tractebel Energia. 5 Parte da Controladora (60,0%), com base em capacidade instalada total de MW. 6 Considera os projetos do Complexo Trairi, este composto pelos parques eólicos Mundaú, Fleixeiras I, Trairi e Guajirú. 19 Pedra do Sal (Eólica) Usinas Termelétricas Capacidade Instalada (MW) Capacidade Comercial (MWm) 1 Complexo Jorge Lacerda 3 857,0649,9 William Arjona190,0 136,1 Charqueadas72,0 45,7 Alegrete 66,021,1 Total1.185,0852, Usinas Complementares Capacidade Instalada (MW) Capacidade Comercial (MWm) 1 Lages (Biomassa)28,025,0 Beberibe (Eólica) 25,67,8 Total164,682, José Gelazio da Rocha (PCH) 23,7 9,2 Rondonópolis (PCH)26,610,1 Usinas Hidrelétricas Capacidade Instalada (MW) Capacidade Comercial (MWm) 1 Salto Santiago1.420,0723,0 Itá1.126, ,2 2 Salto Osório1.078,0522,0 Cana Brava450,0273,5 Estreito435, ,9 2 São Salvador243,2148,5 Total 5.559,72.865, Ponte de Pedra 176,1 131,6 9 Machadinho403, , ,811,1 18,05,7 20 Areia Branca (PCH) Ibitiúva (Biomassa) 22,9 2 13,9 2 Passo Fundo 226,0 119,0 8 62,5 115,4 22 Projetos Eólicos 6 2 Termelétrica Hidrelétrica Legenda Complementar Em Construção

4 Liderança entre os geradores privados de energia A Tractebel Energia é a maior geradora privada do setor elétrico brasileiro… …e está bem posicionada para captar oportunidades de negócio. Fonte: Aneel, websites das empresas e estudos internos. Notas: ¹ Valor correspondente ao SIN - Sistema Interligado Nacional. ² Inclui somente a parcela nacional de Itaipu. 3 Capacidade instalada em construção com base em informações da Aneel, ONS e estudo interno. Para a Tractebel, o valor inclui a participação da Controladora (60,0%) na UHE Jirau. Brasil – Capacidade Instalada Existente 1,2 Setor Privado – Capacidade Instalada (GW) 4 6,7% 6,2% 2,0% 6,3% 4,3% 2,4% 6,3% 30,9% 5,6% 26,7% CESP Tractebel Duke Energy Cemig Copel Outros Petrobras Eletrobrás Itaipu AES Tietê 2,6% CPFL 6,9 2,9 2,7 2,2 1,7 1,3 TractebelCPFLAES TietêDuke EnergyEDPMPXNeoenergiaEndesa 2,4 3 9,3 3,3 0,4 3 0,6 3 2,3 2,2 1,0 0,5 3 2,5 3 3,8

5 5 IMPACTOS DA LEI

6 Redução do custo da energia elétrica via redução de encargos setoriais, aportes da união e prorrogação de concessões de G, T e D Resgatar a competitividade industrial Objetivo da MP 579 / Lei Informações apresentadas pelo MME na cerimônia de anúncio da MP 579, em 11/set/2012 6

7 As concessões de G, T e D, outorgadas antes da publicação da Lei nº 8.987/95 e não licitadas, serão prorrogadas por 30 anos desde que os concessionários aceitem remuneração via tarifas para cobertura de custos de O&M, encargos, tributos e, quando couber, uso de transmissão e distribuição Encargos setoriais foram eliminados ou reduzidos. As utilizações desses encargos serão mantidas por meio de aportes do Tesouro Abrangência 7

8 Tarifas ReguladasPreços Livremente Negociados GERAÇÃO COMERCIALIZAÇÃO DISTRIBUIÇÃO TRANSMISSÃO GERAÇÃO COM CONCESSÃO RENOVADA VIA MPV 579 GERAÇÃO COM CONCESSÃO OUTORGADA APÓS 1995 O Modelo Setorial: Antes e Após a Lei

9 OBRIGADO ! Marcos Keller Amboni Gerente de Assuntos Regulatórios e de Mercado 9


Carregar ppt "1 5º AUDITE SEMINÁRIO NACIONAL DE AUDITORIA DAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO IMPACTOS DA LEI 12.783 Tractebel Energia | GDF SUEZ - todos os direitos reservados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google