A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Calorimetria É a parte da Termologia que estuda a quantidade de calor recebida ou perdida por um corpo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Calorimetria É a parte da Termologia que estuda a quantidade de calor recebida ou perdida por um corpo."— Transcrição da apresentação:

1 Calorimetria É a parte da Termologia que estuda a quantidade de calor recebida ou perdida por um corpo.

2 INTRODUÇÃO Quando um corpo recebe ou cede calor, ocorre uma transformação: variação de temperatura ou mudança de estado físico. No primeiro caso, dizemos que se trata de calor sensível e, no segundo, calor latente.

3 CAPACIDADE TÉRMICA E CALOR ESPECÍFICO Definimos capacidade térmica C de um corpo como sendo a quantidade de calor necessária por unidade de variação de temperatura do corpo:

4 Continuação... A capacidade térmica C é uma característica do corpo e não da substância. Assim, diferentes blocos de chumbo têm diferentes capacidades térmicas, apesar de serem de mesma substância (chumbo). Da definição de capacidade térmica podemos obter as suas unidades de medida:

5 Continuação... Quando considerarmos a capacidade térmica da unidade de massa temos o calor específico c da substância considerada:

6 Continuação... Calor específico c é uma característica da substância e não do corpo. Assim, cada substância tem o seu calor específico, diferentes blocos de chumbo têm o mesmo calor específico, pois são de mesma substância. As unidades mais usadas de calor específico são:

7 EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DA CALORIMETRIA A quantidade de calor sensível recebida ou cedida por um corpo, em função da variação de temperatura, pode ser expressa da seguinte forma:

8 PRINCÍPIO FUNDAMENTAL DA CALORIMETRIA Se vários corpos, no interior de um recipiente isolado termicamente, trocam calor, os de maior temperatura cedem calor aos de menor temperatura, até que se estabeleça o equilíbrio térmico. A soma algébrica dos calores trocados é igual a zero:

9 Quantidade de calor latente Quantidade de energia térmica recebida ou cedida por um corpo, para exclusivamente mudar de estado físico. Unidade (S.I) J/kg (prática) cal/g L > 0 – absorve calor durante a mudança L < 0 – cede calor durante a mudança

10 MUDANÇA DE ESTADO

11 Transmissão de Calor Condução Térmica Convecção Térmica Irradiação Térmica

12 Condução Térmica Definição: Propagação de calor em que a energia térmica é transmitida de partícula para partícula; não há transporte das partículas; há somente transmissão de energia térmica.

13 13 Condutores Térmicos São aqueles que possuem elevado coeficiente de condutibilidade térmica. Ou seja, são materiais que conduzem calor com facilidade. Ex.: Os metais são excelentes condutores.

14 14 Isolantes Térmicos Ao contrário dos condutores, os isolantes conduzem muito pouco calor. Ex.: O ar, a neve

15 15 Convecção Térmica Definição: É um processo de transmissão em que a energia térmica é propagada mediante o transporte de matéria; há deslocamento de partículas; só acontece em fluidos, ou seja, em líquidos e gases.

16 Irradiação Térmica Definição: A Irradiação é a transmissão de energia, sem que haja contato físico entre eles; Essa transmissão ocorre por meio dos denominados raios infravermelhos, que são ondas eletromagnéticas.

17 Estudo dos gases ideais. Variáveis de estado: Pressão, volume e temperatura. Condição: Baixa pressão e alta temperatura.

18 Estudo dos gases ideais. Equação de Clapeyron Equação geral dos gases:

19 Estudo dos gases ideais. Isotérmico: Temperatura constante

20 Estudo dos gases ideais. Isobárico: Pressão constante.

21 Estudo dos gases ideais. Isométrico: Volume constante

22 Energia interna de um gás (U) Defini-se como energia interna de um gás, como sendo a somatória das diversas parcelas de energia do gás, tais como, energia cinética média das moléculas, energia cinética de rotação das moléculas, energia potencial...etc Isotérmica

23 Termodinâmica 1º Lei da Termodinâmica: Lei da conservação da energia.

24 Primeiro princípio termodinâmico Energia trocada na forma de trabalho EXPANSÃO COMPRESSÃO

25 Gráficos Área = Trabalho

26 Transformações Isotérmica temperatura constante

27 Transformações Isobárica Pressão constante

28 Transformações Isométrica Volume constante

29 Transformações Adiabática Não troca calor com o meio externo Se caracteriza pela rapidez

30 Segunda Lei da Termodinâmica O calor passa espontaneamente do corpo de maior temperatura para o corpo de menor temperatura, porém o processo inverso é improvável, ou, praticamente impossível. É impossível construir um dispositivo que operando ciclicamente, retire calor de uma fonte térmica e o converta integralmente em trabalho.

31 Máquinas térmicas : São dispositivos que operando em ciclos, retiram calor de uma fonte quente, convertem parte deste calor em trabalho e rejeitam o restante para uma fonte fria. Ex: máquinas a vapor

32 Esquema de uma máquina térmica FONTE QUENTE (T 1 ) FONTE FRIA (T 2 ) Trabalho (  ) Q1Q1 Q2Q2  = Q1 - Q2 0    1 O rendimento é adimensional, mas pode ser dado em %. Rendimento de uma máquina térmica (  )

33 Professor Glayson Ciclo de Carnot : Carnot idealizou um ciclo onde o rendimento seria máximo (Ciclo de Carnot). O ciclo de Carnot é constituído por duas transformações isotérmicas e duas adiabáticas, todas reversíveis, assim como o próprio ciclo. A B C D P V0 T1T1 T2T2 AB - ISOTÉRMICA ( expansão) BC - ADIABÁTICA (expansão) CD - ISOTÉRMICA (contração) DA - ADIABÁTICA (contração


Carregar ppt "Calorimetria É a parte da Termologia que estuda a quantidade de calor recebida ou perdida por um corpo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google