A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Novas Famílias. 2 A pessoa independente que ocupa uma parte ou a totalidade de um alojamento ou o conjunto de pessoas que residem no mesmo alojamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Novas Famílias. 2 A pessoa independente que ocupa uma parte ou a totalidade de um alojamento ou o conjunto de pessoas que residem no mesmo alojamento."— Transcrição da apresentação:

1 1 Novas Famílias

2 2 A pessoa independente que ocupa uma parte ou a totalidade de um alojamento ou o conjunto de pessoas que residem no mesmo alojamento e que têm relações de parentesco de "direito" ou de "facto" entre si, podendo ocupar a totalidade ou parte do alojamento. As empregadas domésticas residentes no alojamento onde prestavam serviço são integradas na respectiva família. Conceito de Família Tradicional Fonte:

3 3 Alteração na conjuntura económica. Diminuição do poder da Igreja. Ingresso da mulher às Universidades. Entrada da mulher no mercado de trabalho. Procura de mão-de-obra qualificada que corresponde ao perfil da mulher. Independência da mulher. Diminui o poder e autoridade do homem. Aumenta a auto-estima e auto-imagem da mulher. Razões que levam à Mudança de Família Tradicional

4 4 Relação entre integração das mulheres no mercado de trabalho e alterações ao conceito de família Rendimento = sensação de poder de decisão Responsabilidade económica Liberdade de opção

5 5 Consequências O homem aceita o novo papel da mulher. O homem não aceita o novo papel da mulher.

6 6 O homem aceita o novo papel da mulher. O homem adapta-se às mudanças com algum sucesso: Acompanha os filhos aos tempos livres. Brinca com os filhos. Faz compras. Começa a desenvolver algumas tarefas domésticas (limpeza da casa, preparação de refeições). In: Mulheres e Homens no Trabalho e no Emprego – Evolução alguns indicadores, Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego

7 7 O homem não aceita o novo papel da mulher. Evolução e alteração do papel masculino na esfera familiar não tem sido proporcionalmente igual à mudança feminina na dimensão económico-social. Porquê? Permanência de estereótipos pré-concebidos, num contexto novo - entrada da mulher em certos meios ainda é vista como ameaça e não oportunidade. Aumento da conflitualidade do casal devido aos novos desafios resultantes do estilo de vida da sociedade actual.

8 8 Novos conceitos de família Quando não há uma conciliação de papéis na esfera pública e privada, o choque de interesses pode levar à ruptura da relação – divórcio. Daqui podem resultar novos tipos de famílias: - Monoparentais; - Novas famílias, compostas por membros da família anterior e novos actores [padrasto, madrasta, enteada(o)].

9 9 Novo Conceito de Família A tendência das últimas décadas aponta não só para o aumento das taxas de divórcio mas também para a diminuição do número de matrimónios e de filhos por casal Portugal 1,4 filhos por casal UE 1,5 filhos por casal Fonte:Eurostat

10 10 Novo Conceito de Família Ter filhos Não ter filhos Enquanto que casar ou união de facto, hoje em dia, é mais um dilema legal, o casal tem outra questão a resolver:

11 11 Pais Vs. “Dinkis”* Tendência para ter menos filhos e mais tarde: - percurso recomendado socialmente: estudar, ganhar dinheiro, casar, ganhar mais dinheiro e só depois ter filhos. - “temos de ter condições”- filhos podem representar diminuição geral da qualidade de vida do agregado familiar. *Double income, no kids

12 12 Como encarar os novos desafios da relação?  Sociedade e alteração de papéis promove: - Mais pressão; - Mas também possibilidades de mais prazer busca de equilíbrio

13 13 Em busca da felicidade... Dimensão diabólica: - Trabalho; - Esforço; - Fora do lar; - Espaço público; - Os “outros”; - A monotomia; - As multidões; - O perigo. Dimensão divina: - Lazer; - Desfrute; - Dentro de casa; - Espaço privado; - Os conhecidos; - A espontaneidade; - A autenticidade; - A personalização; - A segurança; - A confiança. In: COSTA, Susana (2006) Novas famílias: o que as caracteriza in Marketeer, n.º114, Janeiro, Multipublicações, Lda., Lisboa

14 14 Conclusões - Acesso ao ensino e ao mercado de trabalho permitiram o desenvolvimento de um novo papel sócio-económico da mulher; - Crescente poder e autonomia da mulher na esfera pública contagia a esfera privada e exige um reajuste dos papéis do casal na família; - Tendência tímida de adaptação do homem à nova realidade feminina; - Possibilidade de conflito (divórcio) se não existir conciliação; - Novas famílias resultantes da nova conjuntura sócio-económica e evolução dos papéis (monoparentais/novas famílias/sem filhos); - Necessidade de consciencialização dos desafios mas também das oportunidades de prazer resultantes da sociedade actual para ser possível um equilíbrio saudável para todos na relação.


Carregar ppt "1 Novas Famílias. 2 A pessoa independente que ocupa uma parte ou a totalidade de um alojamento ou o conjunto de pessoas que residem no mesmo alojamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google