A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A importância da Educação Ambiental nas Indústrias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A importância da Educação Ambiental nas Indústrias."— Transcrição da apresentação:

1 A importância da Educação Ambiental nas Indústrias

2 O que é Educação Ambiental

3 CONGRESSO DE BELGRADO Educação Ambiental é um processo que visa formar uma população mundial consciente e preocupada como ambiente e com os problemas que lhe dizem respeito, uma população que tenha os conhecimentos, as competências, o estado de espírito, as motivações e os sentido de participação e engajamento que lhe permita trabalhar individualmente e coletivamente para resolver os problemas atuais e impedir que se repitam (...)

4 processo que busca desenvolver uma população que seja consciente e preocupada com o Meio Ambiente e com os problemas que lhe são associados. Uma população que tenha conhecimentos, habilidades, atitudes, motivações e compromissos para trabalhar, individual e coletivamente, na busca de soluções para os problemas existentes e para a prevenção dos novos. AGENDA 21

5 Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. Lei 9795/ 99 – LEI DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

6 Conceitos e Princípios básicos da Educação Ambiental Considerar - o ambiente em sua totalidade, em seus aspectos naturais e artificiais, tecnológicos e sociais (econômico, político, técnico, histórico- cultural e estético); Construir-se - num processo contínuo e permanente, iniciando na educação infantil e continuando através de todas as fases do ensino formal e não formal; Empregar - o enfoque interdisciplinar, aproveitando o conteúdo específico de cada disciplina, para que se adquira uma perspectiva global e equilibrada; Examinar - as principais questões ambientais em escala pessoal, local, regional, nacional, internacional, de modo que os educandos tomem conhecimento das condições ambientais de outras regiões geográficas;

7 Concentrar-se - nas situações ambientais atuais e futuras, tendo em conta também a perspectiva histórica; Insistir - no valor e na necessidade de cooperação local, nacional e internacional, para prevenir e resolver os problemas ambientais; Considerar - de maneira clara, os aspectos ambientais nos planos de desenvolvimento e crescimento; Fazer com que os alunos participem na organização de suas experiências de aprendizagem, proporcionando-lhes oportunidade de tomar decisões e de acatar suas consequências; Estabelecer - uma relação para os alunos de todas as idades, entre a sensibilização pelo ambiente, a aquisição de conhecimentos, a capacidade de resolver problemas e o esclarecimento dos valores, insistindo especialmente em sensibilizar os mais jovens sobre os problemas ambientais existentes em sua própria comunidade

8 Contribuir - para que os alunos descubram os efeitos e as causas reais dos problemas ambientais; Salientar - a complexidade dos problemas ambientais e, consequentemente a necessidade de desenvolver o sentido crítico e as aptidões necessárias para resolvê-los; Utilizar - diferentes ambientes educativos e uma ampla gama de métodos para comunicar e adquirir conhecimentos sobre o meio ambiente, privilegiando as atividades práticas e as experiências pessoais (Czapski, 1998

9 Histórico Clube de Roma Conferência Internacional das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano Relatório de Brundtland Os anos 90 e a ECO-92 I SO Antecedentes Revolução Industrial Oposições

10 Legislação Ambiental Lei Federal 9795/99 Lei Federal Nº 6938/81 Constituição Federal do Brasil Lei de Diretrizes e Bases da Educação

11 Lei Federal Nº 6938/81, institui a Política Nacional do Meio Ambiente A lei aponta a necessidade de que a Educação Ambiental seja oferecida em todos os níveis de ensino.

12 Lei 9795/99 institui a Política Nacional de Educação Ambiental Essa é a mais recente e a mais importante lei para a Educação Ambiental. Definidos os princípios relativos à Educação Ambiental que deverão ser seguidos em todo o País. A lei estabelece que todos têm direito à educação ambiental. A Educação Ambiental como um componente essencial e permanente da educação nacional.

13 Constituição Federal do Brasil Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações; cabendo ao Poder Público promover a educação ambiental em todos os níveis de ensino e a conscientização pública para a preservação do meio ambiente.

14 Lei 9394/93 Diretrizes e Base da Educação A Educação Ambiental será considerada na concepção dos conteúdos curriculares de todos os níveis de ensino, sem constituir disciplina específica, implicando desenvolvimento de hábitos e atitudes sadias de conservação ambiental e respeito à natureza, a partir do cotidiano da vida, da escola e da sociedade.

15 Por que ser uma indústria sustentável

16 A atuação responsável da empresa constitui-se como passaporte para o sucesso e para a sustentabilidade. Ser uma empresa ecológica é uma decisão politicamente correta, mas também, uma estratégia empresarial pró ativa e sustentável; Colocar em risco ou provocar danos ao meio ambiente passa a ficar oneroso para as empresas, além de representar a ineficiência do processo produtivo As responsabilidade legais e penalidades resultantes dos desastres ecológicos, sejam por acidentes ou por negligência, traz impactos e consequências graves para as organizações comprometendo a imagem da empresa.

17 A educação ambiental faz com que a empresa seja vista como uma indústria ética e transparente, pois ao divulgar os resultados, existe a conquista de uma boa relação com a sociedade e natureza. Em uma empresa ambientalmente responsável, os conceitos ecológicos de redução de consumo, reutilização, reciclagem e respeito pelos outros elementos da natureza são os carros-chefes dos processos de gestão ambiental. Uma indústria sustentável é atende às necessidades sociais e éticas, identifica seus processos produtivos eficientes, gerencia os resíduos, a energia, aumenta as vendas com vantagens competitivas, reduz custos, atende os clientes diretos, indiretos e à comunidade em geral.

18 Um dos desafios para a indústria é conciliar competitividade e gestão ambiental, ou, em outras palavras produzir com responsabilidade social e ecológica.

19 A ISO Definição: O ISO é um conjunto de normas que definem parâmetros e diretrizes para a gestão ambiental para as empresas (privadas e públicas). Estas normas foram definidas pela International Organization for Standardization - ISO ( Organização Internacional para Padronização). Objetivo: Estas normas foram criadas para diminuir o impacto provocado pelas empresas ao meio ambiente. Muitas empresas utilizam recursos naturais, geram poluição ou causam danos ambientais através de seus processos de produção. Seguindo as normas do ISO 14000, estas empresas podem reduzir significativamente estes danos ao meio ambiente.

20 Certificação: Quando uma empresa segue as normas e implanta os processos indicados, ela pode obter o Certificado ISO Este certificado é importante, pois atesta que a organização possui responsabilidade ambiental, valorizando assim seus produtos e marca. Para conseguir e manter o certificado ISO 14000, a empresa precisa seguir a legislação ambiental do país, treinar e qualificar os funcionários para seguirem as normas, diagnosticar os impactos ambientais que está causando e aplicar procedimentos para diminuir os danos ao meio ambiente.

21 Sistema de Gestão Ambiental

22 Um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) consiste em cinco elementos principais: 1. Uma política ambiental pública que demonstre o compromisso da empresa com a melhoria do desempenho ambiental. 2. A análise, identificação, verificação e avaliação dos aspectos, impactos e efeitos · Gestão Integrada - ambientais da empresa; 3. O estabelecimento das estratégias e atividades ambientais para atingir os objetivos e metas.

23 4. Um programa de gerenciamento, treinamento, comunicação social e educação ambiental para atingir os objetivos e metas; 5. Diminuição dos resíduos gerados em todo o processo produtivo com definição de procedimentos para tratamento dos resíduos e dos efluentes.

24 A Câmara de Comércio Internacional (CCI), definiu implementar os princípios do desenvolvimento sustentável da gestão sustentável Prioridade organizacional - Garante que a questão ambiental está entre as principais prioridades da empresa e que é o carro chefe para o Desenvolvimento Sustentável. Gestão Integrada - Integrar as políticas, programas e práticas de saúde, segurança e meio ambiente em todos as atividades e setores hierárquicos da empresa. Processo de melhoria contínua : Continuar melhorando as políticas corporativas, os programas e performance ambiental levando em conta o desenvolvimento tecnológico, o conhecimento científico, a necessidade dos consumidores e os anseios da comunidade, tendo como referencia as regulamentações e legislação ambientais vigentes. Bem como, prevendo a atualização contínua dos aspectos legais.

25 LIXO INDUSTRIAL Equipamentos e Operação - Desenvolver, desenhar e operar máquinas e equipamentos levando em conta o eficiente uso da água, energia e matéria prima, o uso sustentável dos recursos renováveis, a minimização dos impactos negativos ao meio ambiente e a geração de poluição. Estudos e Pesquisa - Conduzir ou apoiar projetos do de pesquisa que estudem os impactos ambientais das matérias primas, produtos, emissores, processos, e resíduos associados ao processo produtivo da empresa, visando a alcançar a eficácia ambiental. Educação - Educar, treinar e motivar todos os níveis hierárquicos e as partes interessadas · (fornecedores, clientes e comunidades entorno, parceiros reais e potenciais)

26 Produtos e serviços - Desenvolver e produzir produtos e serviços que não sejam agressivos ao meio ambiente e que sejam seguros em sua utilização e consumo, que sejam eficientes no consumo de energia e dos recursos socioambientais. Ênfase na prevenção - Prevenir riscos e danos ao meio ambiente Planos de Emergência - Desenvolver e manter, nas áreas de risco potencial, planos de emergência e análise de risco idealizados em conjunto entre os setores da empresa envolvidos, os órgãos governamentais e a comunidade local. Orientação ao consumidor - Orientar e se necessário educar consumidores, distribuidores e o público em geral sobre o uso correto e seguro, transporte, armazenamento, descarte dos produtos produzidos.

27 Contribuição ao esforço comum - Contribuir no desenvolvimento de políticas públicas e privadas de programas governamentais e iniciativas educacionais que visem a preservação do meio ambiente. Transparência de atitudes – Propiciar transparência e diálogo com a comunidade interna e externa, antecipando e respondendo as suas preocupações em relação aos riscos potenciais e impacto das operações, prodetos e resíduos. Atendimento e divulgação - Medir a performance 3ambiental, conduzir auditorias ambientais, prover periodicamente, informações para a alta direção, funcionários, clientes, comunidade em geral, fornecedores, acionistas. LIXO HOSPITALAR

28 LIXO VERDE Princípios básicos para um SGA 1. Desenvolver e publicar uma política ambiental 2. Preparar um programa de ação 3. Organizar a empresa e seu pessoal incluindo a representação do concelho 4. Alocar os recursos adequados 5. Investir em ciência e tecnologia ambiental 6. Educar e treinar

29 7. Monitorar, fazer auditoria e relatar 8. Monitorar a evolução da agenda ambiental 9. Contribuir para programas ambientais parcerias com partes interessadas

30 S G A Gestão Global Sustentabilidade Compromisso ético Redução de custos Equilíbrio Com a Legislação Responsabilidade Social Preservação Ambiental Imagem Pública Educação Ambiental

31 Educação para gestão ambiental Rio-92 foi implementada a noção de Desenvolvimento Sustentável e trouxe os caminhos para a Gestão Ambiental. O controle Ambiental dá lugar a Gestão para Sustentabilidade. A necessária formulação de uma política para o Meio Ambiente que deve ser estruturada com os princípios e diretrizes de uma política de gestão. =

32 A Educação Ambiental assume então um novo desafio A Educação ambiental faz com que os sistemas organizacionais e de produção valorizem os bens naturais, as fontes de matérias-primas, as potencialidades do quadro humano criiativo, as comunidades locais tudo isso visando fazer com que a cultura do descartável e do desperdício sejam coisas do passado O desafio com que nos defrontamos nesses últimos anos é fazer com que diferentes setores da sociedade sejam envolvidos, comprometidos e atuem em seus espaços próprios de produção e criação como corresponsáveis pela preservação da qualidade socioambiental.

33 A educação ambiental vai oportunizar atividades de reciclagem, incentivo à diminuição do consumo, controle de resíduos, capacitação permanente dos quadros profissionais e da comunidade A educação ambiental passa a ser um dos instrumentos indutores de um modelo de desenvolvimento que tenha parâmetros e índices de sucesso, o estado dos recursos naturais e a qualidade de vida.

34 Desenvolvimento de oficinas de trabalho/ seminários; Ciclos de debates e palestras/ Teatro e Dramatização/ vídeos, Estudos de casos/ simulação/ Campanhas de mobilização/ Gincanas/ Cursos/ Visitas Dirigidas/ Dinâmicas e Técnicas de Trabalho em grupos.... Passo a Passo da educação Ambiental nas Indústrias A educação Ambiental constitui um passo preliminar importante de sensibilização e capacitação para a implantação da política ambiental da empresa. Essa ação deverá envolver todos os níveis de funcionários e dar sustentabilidade e qualidade às metas pretendidas e definidas por toda a empresa. A indústria deverá fazer a identificação dos efeitos, aspectos e impactos ambientais gerados pela atividades produtivas da indústria. Posteriormente deve informar aos funcionários e deverá envolver em etapas posteriores a comunidade interessada que inclui a população residente do entorno, lideranças, clientes e fornecedores.

35 Um programa de Educação ambiental no âmbito de toda a empresa deve estimular a participação de todos os setores na apresentação de soluções e propostas para ação. A obtenção da certificação ambiental e sua manutenção exige a participação consciente dos seus funcionários, fornecedores, clientes e a comunidade externa.

36 Dicas para fazer Educação Ambiental Lucro controlar custos eliminando perdas, fugas e ineficiências Valorizar resíduos, maximizar a reciclagem -Investir em melhoria do processo e qualidade total incluindo a ambiental; -Carta do Rio - 27 princípios; -Reduzir e eliminar padrões insustentáveis de produção e consumo; - Responsabilidade compartilhada; -Avaliação de desempenho ambiental; - Análise do ciclo de vida dos produtos.

37 Educação Ambiental e o ciclo de vida do produto. -Identificar as matérias-primas utilizadas para fabricação do produto final da empresa;Identificar as matérias-primas utilizadas para fabricação do produto final da empresa; - Identificar os produtos e subprodutos do processo de produção etapa por etapa; Identificar os produtos e subprodutos do processo de produção etapa por etapa; -Identificar os insumos utilizados em cada etapa;Identificar os insumos utilizados em cada etapa; -Identificar os resíduos gerados em cada etapa até seu descarte final;Identificar os resíduos gerados em cada etapa até seu descarte final; -Identificar e analisar o percurso e impactos de distribuição do produto.Identificar e analisar o percurso e impactos de distribuição do produto.

38 O meio ambiente natural e o meio social são vinculados direto e indiretamente = Contínua reciprocidade. A Educação Ambiental assume o papel agregador na consolidação de Políticas Ambientais O Programa Nacional de Educação Ambiental Os novos desafios para a Educação Ambiental

39


Carregar ppt "A importância da Educação Ambiental nas Indústrias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google