A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: Carlos Alberto de Albuquerque intranet.ifs.ifsuldeminas.edu.br/~carlos.albuquerque Estatística.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: Carlos Alberto de Albuquerque intranet.ifs.ifsuldeminas.edu.br/~carlos.albuquerque Estatística."— Transcrição da apresentação:

1 Professor: Carlos Alberto de Albuquerque intranet.ifs.ifsuldeminas.edu.br/~carlos.albuquerque Estatística

2 AULA TRÊS

3 Distribuição de Frequência Quando os dados estão agrupados segundo o tamanho numérico, dizemos que a tabela resultante é uma distribuição numérica ou uma distribuição quantitativa.

4 Exemplo de uma distribuição numérica

5 Distribuição de Frequência Quando os dados estão agrupados em categorias não numéricas, dizemos que a tabela resultante é uma distribuição categórica ou uma distribuição qualitativa. Em ambos os casos no referimos a uma distribuição de frequência.

6 Exemplo de uma distribuição qualitativa.

7 Distribuição de Frequência A construção de uma distribuição de frequência consiste em: 1 – Escolher as classes; 2 – Enquadrar os dados nas classes; e 3 – Contar o número de itens de cada classe.

8 Distribuição de Frequência Raramente utilizamos menos do que cinco ou mais do que quinze classes. Sempre que possível, as classes devem cobrir amplitudes iguais de valores. Classes do tipo menos que, mais que ou ou mais são denominadas classes abertas.

9 Construir uma distribuição de frequência para os dados abaixo, que são tempo em minutos.

10 Construindo uma distribuição de frequência O menor valor é 33. O maior valor é 118. Uma escolha conveniente para agrupar todos os dados seria:

11 Construindo uma distribuição de frequência 30 – – – 119. Essas classes acolhem todos os dados, não se sobrepõe e são todas do mesmo tamanho.

12 Distribuindo os 110 valores, obtemos:

13 Construindo uma distribuição de frequência Os números dados na coluna da direita dessa tabela, que mostram quantos valores caem em cada classe, são denominados frequência de classe.

14 Construindo uma distribuição de frequência O menor e o maior valor de cada classe são os limites de classe. 30, 40, são denominados limites inferiores de classe. 39, 49,..., 119 são denominados limites superiores de classe.

15 Distribuição de Frequência Os tempos que agrupamos no exemplo anterior foram aproximados até o minuto mais próximo, de modo que: O intervalo de 30 – 39 vai na realidade de 29,5 – 39,9. O intervalo de 40 – 49 vai na realidade de 39,5 – 49,5. E assim por diante.

16 Distribuição de Frequência Esses novos limites são denominados fronteiras de classe ou limites reais da distribuição. As fronteiras devem ser valores que NÃO foram observados.

17 Ponto médio de uma classe As distribuições numéricas apresentam o que chamamos de ponto médio de classe. É dado pela soma dos limites de uma classe, dividido por 2. O ponto médio da primeira classe fica:

18 Intervalo de classe É o comprimento de uma classe, ou a amplitude dos valores que ela pode conter. É dada pela diferença de suas fronteiras. A amplitude da primeira classe é: 39,5 – 29,5 = 10

19 Distribuição de Percentual Exemplo: Vamos transformar a distribuição de frequência anterior em uma distribuição de frequência percentual.

20 Distribuição Percentual Realizando os cálculos acima, encontramos a frequência percentual da primeira classe.

21 Distribuição Percentual Como a frequência da segunda classe é a mesma da primeira, basta repetir o valor da primeira. Realizando os cálculos acima, encontramos a frequência percentual da terceira classe, e assim por diante.

22 Distribuição Percentual Depois de fazer todos os cálculos, temos a distribuição de frequência percentual.

23 Distribuição de Cumulativa É uma distribuição do tipo menos de oumais de. Para construir essa distribuição, simplesmente somamos as frequências de classe, partindo do topo ou da base da distribuição.

24 Distribuição de Cumulativa Exemplo: Transforme a distribuição dos tempos de espera numa distribuição cumulativa do tipomenos de.

25 Distribuição Cumulativa

26 FIM DA AULA TRÊS


Carregar ppt "Professor: Carlos Alberto de Albuquerque intranet.ifs.ifsuldeminas.edu.br/~carlos.albuquerque Estatística."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google