A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE IMUNIZAÇÕES Campanha de Vacinação Contra Rubéola/Rubéola Congênita Bahia

2 Objetivo da Campanha Interromper a transmissão endêmica do vírus da rubéola mediante a imunização das coortes dos homens e das mulheres dos grupos de idade identificados com maior nível de suscetibilidade à rubéola no Brasil; Alcançar a meta de eliminação da rubéola e da Síndrome da Rubéola Congênita estabelecida para a Região das Américas para o ano de 2010; Elevar o nível de imunidade ao sarampo nos grupos de adultos suscetíveis para consolidar a estratégia de eliminação desta doença no Brasi

3 Sustentabilidade da Campanha de Vacinação Requer o envolvimento dos gestores, dos profissionais de saúde, entidades de classe e entidades representativas dos usuários para garantia da ampla cobertura vacinal, bem como do fortalecimento das ações de proteção com vacina segura.

4 Por que a campanha de vacinação contra rubéola? A campanha de vacinação é uma estratégia necessária para eliminação de uma doença, além da vacinação de rotina; É um compromisso internacional e nacional; Impacto imediato para alcançar a meta de eliminação da rubéola nas Américas em 2010; Estratégia para interromper a circulação do vírus para enfrentamento dos atuais surtos de rubéola; Intervenção factível de realizar a campanha pela experiência acumulada do país.

5 Por que indiscriminada e em ambos os sexos? Existe uma coorte não só de homens não vacinados mas também de mulheres não vacinadas que constituem uma população suscetível; Dificuldade de identificar pessoas vacinadas previamente (adultos não costumam conservar cartão de vacinação); Uma única mensagem para chamamento da população à vacinação

6 População Alvo da Campanha de Vacinação Previsto vacinar homens e mulheres na faixa etária de 20 a 39 anos de idade totalizando pessoas. Meta Alcançar coberturas de vacinação igual maior de 95% em todos os municípios da Bahia.

7 Período da Campanha A campanha será realizada durante o período de 9 de agosto a 13 de setembro de 2008 com duração de cinco semanas. O lançamento será no dia 9 de agosto com ampla mobilização e acontecerá simultaneamente com a segunda etapa do dia Nacional de Vacinação Contra Poliomielite. O dia central da campanha será dia 30 de agosto do ano em curso. A vacinação dos povos indígenas teve inicio no mês de abril, esta estratégia é realizada anualmente e é considerada a época apropriada para alcançar os povos indígenas que residem em locais de difíceis acessos geográficos e climáticos e por se ter a facilidade para o planejamento, organização bem como o conhecimento prévio da população a ser vacinada.

8 5 Estratégias e fases da campanha de vacinação para eliminar a rubéola, Bahia, Abril a Setembro Postos fixos e móveis Casa a casa Comunicação e Mobilização Início da publicidade Monitoramento rápido de coberturas Vacinação durante pós parto e pós aborto 2008 AbrilAbril – JulhoAgo. - Set.Outubro Planejamento, organização e orçamento nacional Planejamento e articulações iniciais de comunicação e participação social Sistema de informação Capacitação municipal e local Microprogramação Execução Avaliação

9 Sistema de Informação Monitoramento Geral Vigilância de EAPV e Vacinação dos povos Indígenas Eixo: Ações de Vacinação Segurança das Vacinas Rede de Frio Segurança das Vacinas Rede de Frio Treinamentos e Atualizações Mobilização Social

10 Recursos Financeiros Teto Financeiro SVS Campanha Contra Rubéola – ,48 2ª Etapa Contra Poliomielite – 562,849 Recurso Financeiro Estadual: Aquisição de insumos ,00 –Caderneta de Vacinação do adulto –Caixas Térmicas Poliuretano –Termômetros de Máxima e Mínima - Digital

11 Recursos Financeiros Treinamentos : Micro Programação – Planejamento local ,00 Curso Básico de Fundamentos e Práticas em Vacinação Repasse de recursos financeiros para mobilização, aquisição de alguns insumos conforme a negociação com Diretor (a)/ Coordenador(a) de Imunização das Diretorias Regionais de Saúde e o Secretário (a) de Saúde Municipal; supervisão e monitoramento de cobertura vacinal.

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31 POPULAÇÃO ALVO CAMPANHA CONTRA RUBÉOLA PARA HOMENS E MULHERES NA FAIXA ETÁRIA DE 20 A 39 ANOS FINANCEIRO / PER CAPITA

32

33

34

35

36

37


Carregar ppt "SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA E PROTEÇÃO DA SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO DO PROGRAMA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google