A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

2

3

4 Conjunto de fatores físicos, químicos e bióticos Conjunto de fatores físicos, químicos e bióticos Lugar em que vivemos e dependemos Lugar em que vivemos e dependemos Um meio dinâmico, marcado por interações Um meio dinâmico, marcado por interações Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

5 O QUE É GESTÃO AMBIENTAL ? É a administração do exercício de atividades econômicas e sociais de forma a utilizar de maneira racional os recursos naturais renováveis ou não. Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

6 Objetivo Busca de melhoria constante dos produtos, serviços e ambiente de trabalho, em toda a organização, levando-se em conta o fator ambiental. Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

7 Para que serve? Além de estimular a qualidade ambiental também possibilita a redução de custos diretos (redução de desperdícios com água, energia e matérias-primas) e indiretos (por exemplo, indenizações por danos ambientais). Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

8 Melhoria Contínua Política Ambiental Planejamento Implementação Verificação/Ação corretiva Análise Crítica Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

9 4 RS REPENSAR: Mudar os nosso hábitos, costumes e valores REDUZIR: Evitar a produção de resíduos; uso sustentável dos recursos REUTILIZAR: Reaproveitar materiais de outras formas RECICLAR: É o resultado de atividades em que os materiais são coletados, separados e reprocessados para serem utilizados como matéria-prima novamente. Evita o esgotamento dos recursos naturais e a poluição, além de diminuir o volume destinado aos aterros. Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

10 AÇÕES QUE PODEM SER FEITAS PAPEL Redução do consumo: Reduza as impressões; Redução do lixo: utilize frente e verso (blocos de rascunho) Reciclagem: coleta seletiva COPO PLÁSTICO Redução do consumo: use sua caneca Redução do lixo: use um copo plástico de café e de água por dia Reciclagem: copo de café não podem ir para a coleta seletiva; os de água devem estar secos. Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

11 AÇÕES QUE PODEM SER FEITAS ENERGIA ELÉTRICA Redução do consumo: ao sair, desligar as luzes, ventiladores, computadores, ar condicionado, etc. Dê preferência para luzes que economizem energia. ÁGUA Redução do consumo: verifique que há vazamentos, feche bem torneiras. Reciclagem: reuso de água das chuvas para limpeza de pátios e outras dependências. Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

12 COMO FAZER A COLETA SELETIVA Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

13 Planejamento Conhecer o lixo: quantidade diária de lixo quantidade diária de lixo tipos de resíduos gerados tipos de resíduos gerados destinação (atual) destinação (atual) Local: instalações (armazenagem do material), recursos disponíveis (latões), humanos e financeiros, rotina da limpeza Local: instalações (armazenagem do material), recursos disponíveis (latões), humanos e financeiros, rotina da limpeza Doação ou venda do material recolhido Doação ou venda do material recolhido Formação de parcerias com a cooperativa da cidade Formação de parcerias com a cooperativa da cidade Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

14 Estrutura operacional: Estrutura operacional: Quais materiais serão coletados? Quais materiais serão coletados? Local de armazenagem é um local ou haverá pontos intermediários? Local de armazenagem é um local ou haverá pontos intermediários? Para quem será doado ou vendido? Para quem será doado ou vendido? Como será o recolhimento do material (frequência)? Como será o recolhimento do material (frequência)? Educação ambiental: informação, sensibilização e mobilização Educação ambiental: informação, sensibilização e mobilização cartazes, palestras, oficinas, treinamento, folhetos, gincanas, festas, etc. cartazes, palestras, oficinas, treinamento, folhetos, gincanas, festas, etc. Planejamento Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

15 Divisão das tarefas por setores, por grupos de trabalho, por voluntários Providências: compras de latões, de placas sinalizadoras, cartazes; instalação de equipamentos; Treinamento Elaboração de um programa de divulgação e comunicação Inauguração: exposição, palestra como evento da empresa Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

16 Acompanhamento, fiscalização, gerenciamento da coleta, do armazenamento, da doação/venda Levantamento das quantidades coletadas e receita gerada (caso seja vendido) Educação ambiental contínua: divulgação em mídia interna e externa, palestras, reuniões, gincanas, envolvimento da família e da comunidade Balanço do programa de coleta seletiva com divulgação dos resultados Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010.

17

18

19 TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO DOS MATERIAIS

20 Evitar o desperdício de: IGCE - UNESP. Rio Claro, 2010.

21 Pagamento de indenização por causar prejuízos ao meio ambiente: IGCE - UNESP. Rio Claro, 2010.

22 Óleo de cozinha biodiesel Pilha e Bateria Drogaria São Paulo Santander Enxuto Lâmpada fluorescente

23 Secretaria do Meio Ambiente. Coleta Seletiva. O que é Gestão Ambiental. Disponível em: que-e-gestao-ambiental. Acesso em: Abril 2010.


Carregar ppt "Programa de Coleta Seletiva - UNESP. Rio Claro, 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google