A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Mapeamento Temático do Uso e Ocupação do Solo do Estado de São Paulo na escala 1:50.000 Coordenadoria de Planejamento Ambiental.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Mapeamento Temático do Uso e Ocupação do Solo do Estado de São Paulo na escala 1:50.000 Coordenadoria de Planejamento Ambiental."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Mapeamento Temático do Uso e Ocupação do Solo do Estado de São Paulo na escala 1: Coordenadoria de Planejamento Ambiental Apoio: FEHIDRO Empresa contratada: Fototerra – Atividades de Aerolevantamentos Ltda. São Paulo, 19 março de 2008

2 Estado de São Paulo Aproximadamente km municípios 03 Regiões Metropolitanas 41 milhões de habitantes Diversificação do uso e ocupação do solo Último Trabalho: Carta de Utilização da Terra. 1980

3 Imagens acervadas do Satélite IRS P6 (Resourcesat-1 IRS P6) Área de recobrimento: 70 x70 Km Resolução espacial:5,8 metros Altitude da órbita:817 km Capacidade de revisita:5 dias Nº de cenas:103 Recomendado pela NRSA – National Remote Sensing Agency para monitoramento ambiental

4 Articulação da órbita do Satélite IRS P6 de São Paulo

5 Imagens acervadas do Satélite LandSat 7 ETM+ (Enhanced Thematic Mapper Plus) Área de recobrimento: 185 km x 185 Km Resolução espacial:15 metros Capacidade de revisita:16 dias Nº de cenas:22 Melhor aplicação para escala até 1: Administrado pela NASA – National Space and Space Administration

6 Articulação da órbita do Satélite LandSat 7 ETM + de São Paulo

7 Ortorretificação Posicionamento de uma área em questão com a verdade terrestre; Depende da longitude, latitude e altitude; Produto é uma ortoimagem. Reamostragem Transformação de uma imagem com uma determinada resolução em outra, com pixel de tamanho superior ou inferior Somente na cena ortorretificada do LandSat; Filtragem O pixel central de cada conjunto filtrado é substituído pelos valores de seu entorno. Efeito de borramento. Fusão Permite que uma imagem de maior resolução fusione com a de resolução inferior Resultante permite maior eficiência na obtenção de dados do uso e ocupação do solo Seqüência de Procedimentos

8 Aspecto da sobreposição das grades LandSat e IRS P6

9 Classificação Supervisionada (semi-automática) Coleta de amostras Validação da classe a ser interpretada Submissão ao critério de pureza Garante que as amostras sejam bastante distintas das demais Análise da coerência Índices de Jeffries-Matusita e da Divergência Transformada; Índices variam de 0.0 a 2.0. Uma amostra para ser considerada confiável deve situar-se de 1.9 para cima. Processamento Fase automatizada da classificação Algoritmo de Máxima Verossemelhança (Maximum Likelihood). Pós-Classificação Edição das incoerências da classificação processada. Material de apoio Folhas Topográficas Vôos aerofotogramétricos Outras imagens de satélite Censo Agropecuário do IBGE Nível de certeza da interpretação 20% casos mais graves Estado como todo 15%

10 Legenda adotada:

11 Articulação da escala 1: do Estado de São Paulo 411 Folhas Topográficas

12 Exemplo: Carta Temática Bertioga, nº 364 (IGC)

13

14 Exemplo: CartaTemática Cabreúva nº 321 (IGC)

15

16 Agregação do layer – Área Urbana do Estado de São Paulo

17 Composição do Uso e Ocupação do Solo Por município Fusão das folhas Topográficas ; ; e

18 Valores encontrados para o município de Sorocaba: Área do município: ha. Legenda Área (ha) Área urbana8.684,40 Cultura anual47,80 Cultura semi-perene1.267,50 Cultura Perene31,50 Pastagens/Terra para agropecuária/Solo exposto19.515,90 Reflorestamento1.031,90 Mata11.497,00 Mata ciliar1.971,60 Mineração75,60 Aeroportos47,30 Corpos dágua129,50 Total44.300,00

19 Por Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos – UGRHI Estado de São Paulo

20 Unidades de Gerenciamento de Recursos Hídricos – UGRHIs Lei nº 9.034/94 Por Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos – UGRHI

21

22

23 Participação de cada Legenda no Uso do Solo do Estado de São Paulo Legenda% Participação% Acumulada Pastagens/Terra para Agropecuária/Solo Exposto52,9 Mata21,774,6 Cultura Semi Perene (cana de açúcar)15,389,9 Área Urbana2,492,3 Corpos dágua2,394,6 Mata Ciliar1,796,3 Reflorestamento1,397,6 Cultura Perene1,198,7 Cultura Anual0,799,4 Campos Úmidos0,399,7 Mangues0,0899,7 Industrial0,0599,8 Cerrados0,0499,8 Mineração0,0199,8 Restingaless 0,0199,9 Zonas Portuáriasless 0,0199,9 Aeroportosless 0,01100 Estado de São Paulo100

24 Uso e Ocupação do Solo do Estado de São Paulo – 2004/2005

25 Utilizações Análise e avaliação do Uso e Ocupação do Solo do Estado de São Paulo; Apoio na localização de equipamentos urbanos; Cálculo de cargas potenciais de agroquímicos; Estudo da expansão das áreas urbanizadas; Elaboração dos Planos de Bacias; Elaboração do Relatório Anual de Qualidade Ambiental; Elaboração dos Planos de Ação e Gestão do Litoral; Elaboração dos Planos de Manejo das Áreas de Proteção Ambiental – APAs, bem como de outras Unidades de Conservação Ambiental; Estudos de contaminação de águas subterrâneas; Estudos de contaminação de águas superficiais; Conhecimento da diversidade, intensidade e dimensão do uso e da ocupação do solo;

26 Exemplo: Penitenciárias Critérios Distar entre 6 e 10km do centro urbano, com exceção de CPPs Ocupar pasto, plantação de cana ou eucalipto Acesso: Proximidade com rodovia Afastado de cabeceiras de rio e a jusante de pontos de captação para o abastecimento da cidade 31/5/2014

27

28

29

30 Produtos entregues: 01 DVD com as informações no formato MapInfo; 01 DVD com as informações no formato.pdf.

31 Casemiro Tércio Carvalho Coordenador de Planejamento Ambiental Secretaria de Estado do Meio Ambiente Governo do Estado de São Paulo fone: /5/2014


Carregar ppt "SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Mapeamento Temático do Uso e Ocupação do Solo do Estado de São Paulo na escala 1:50.000 Coordenadoria de Planejamento Ambiental."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google