A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Águas Continentais. O Movimento da água na Terra As águas continentais caracterizam-se por correrem ou se acumularem na superfície das terras emersas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Águas Continentais. O Movimento da água na Terra As águas continentais caracterizam-se por correrem ou se acumularem na superfície das terras emersas."— Transcrição da apresentação:

1 Águas Continentais

2 O Movimento da água na Terra As águas continentais caracterizam-se por correrem ou se acumularem na superfície das terras emersas e são representadas pelos rios, lagos e geleiras. Desde o seu surgimento, a água está em constante movimento na natureza. Esse fenômeno é desencadeado pela energia do Sol, ao aquecer a água dos oceanos, rios e lagos, provoca mudanças no seu estado físico. Essa continua circulação da água na Terra recebe o nome de Ciclo da Água. O deslocamento da água também ocorre em razão da gravidade da Terrestre, que atrai das partes altas para as partes mais baixas do relevo.

3

4 Rios Os rios são curso naturais de água que correm, a partir de sua nascente, em direção às partes mais baixas do relevo, para desaguar em outro rio, em um lago ou no oceano. Um rio pode ser consequência da intensa pluviosidade, do derretimento das neves que se acumulam nas altas montanhas, do transbordamento das águas de alguns lagos e de nascentes.

5 Perfil Esquemático de um Rio

6 Regime de um Rio É a variação que o rio apresenta durante o ano no seu processo de cheia e vazante. Seu conhecimento é de grande importância para fins de navegação, irrigação, aproveitamento hidrelétrico e etc.

7 Rio Perenes e Temporários Rios perenes são aqueles que mantêm seus cursos com água durante todo ano. Rios temporários são aqueles que secam completamente os seus cursos nos períodos de grandes estiagens. Isso ocorre devido à escassez e à irregularidade das chuvas numa determinada região.

8 Hierarquia Fluvial Os rios apresentam uma hierarquia Da nascente até a foz, os rios resultam da junção de águas, pois os filetes de água das nascente vão se unindo, formando córregos que, por sua vez, ao se unirem formam os riachos que desembocam em rios de porte médio, fluindo para rios maiores que vão para o oceano.

9 Bacia Hidrográfica Eles separam uma bacia da outra e direcionam o escoamento da água das chuvas e dos rios. Bacia hidrográfica é a porção da superfície terrestre banhada por um rio principal e por seus afluentes. As partes mais elevadas do relevo em torno de uma bacia hidrográfica são chamados divisores de águas.

10 Lagos São porções de água (dos rios, da chuva e das geleiras), que não escoam pela superfície, mas se depositam nas depressões do terreno. Os lagos podem ser classificados quanto à origem em: Residuais: provenientes de antigos mares com os quais deixaram de manter comunicação devido à movimentação da crosta terrestre. Exemplo: Aral, Cáspio e o Balkash.

11 Vulcânicos: formados pela acumulação de águas em antigas crateras de vulcões. Exemplo: Crater Lake, nos Estados Unidos. De depressão: resultam do acúmulo das águas pluviais e fluviais em depressões do relevo.

12 Tectônicos: formam-se nas grandes fendas tectônicas, são em geral estreitos e profundos. Exemplo: Alberto, Malawi e Tanganica (Mricanos), e o Baikal, na Rússia. De erosão: formados em antigas depressões em geral pouco profundas, resultando do trabalho de erosão fluvial. Exemplo: os milhares de lagos escavados pelas geleiras na Finlândia. De barragens: formados por restingas ou barreiras que dão origem a lagunas.


Carregar ppt "Águas Continentais. O Movimento da água na Terra As águas continentais caracterizam-se por correrem ou se acumularem na superfície das terras emersas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google