A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli."— Transcrição da apresentação:

1 BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli

2 1 Propriedades mecânicas dos polímeros Textura elástica similar à borracha (flexível e resistente) Textura elástica similar à borracha (flexível e resistente) Elastômero – grande deformação percentual Elastômero – grande deformação percentual Movimento livre das cadeias no polímero Movimento livre das cadeias no polímero Embaralhamento e entrecruzamento de ligações evitam o movimento total Embaralhamento e entrecruzamento de ligações evitam o movimento total Módulo baixo Módulo baixo Sob elevada tensão, polímeros podem cristalizar e o módulo pode aumentar Sob elevada tensão, polímeros podem cristalizar e o módulo pode aumentar Vitreo ou semicristalino Vitreo ou semicristalino Módulo mais elevado Módulo mais elevado Frágil Frágil Estrutura cristalina e o porcentual de cristalização definem propriedades mecânicas Estrutura cristalina e o porcentual de cristalização definem propriedades mecânicas

3 Silicone

4 2 Características térmicas As cadeias do polímero têm potencial para escorregar umas sobre as outras ou mover-se randomicamente As cadeias do polímero têm potencial para escorregar umas sobre as outras ou mover-se randomicamente Tg= temperatura de transição vítrea Tg= temperatura de transição vítrea –Abaixo, os polímeros são vítreos e duros –Acima, os polímeros são parecidos a borracha –As propriedades dependem da temperatura ambiente Tm= temperatura de fusão Tm= temperatura de fusão –Ponto no qual as regiões cristalinas fundem O módulo varia com a temperatura O módulo varia com a temperatura –A resposta depende da cristalinidade e do entrecruzamento de ligações no polímero –Demonstrado através de diagramas de log E versus temperatura –O módulo varia muito para pequenas variações de temperatura Regiões com aumento de temperatura Regiões com aumento de temperatura –Vitreo –Região de transição –Elastômero –Fluxo viscoso


Carregar ppt "BIOMATERIAIS E BIOMECÂNICA TQ-064 Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Depto de Engenharia Química Prof. Dr. Mário José Dallavalli."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google